1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O mundo de O Hobbit (matéria do Gaz+)

Tópico em 'O Hobbit - os Filmes' iniciado por Ana Lovejoy, 8 Dez 2012.

  1. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Saiu reportagem no Gaz+ da Gazeta do Povo falando sobre o filme de O Hobbit. Eles entrevistaram o Deriel :hihihi: Segue a matéria:

    “Num buraco no chão vivia um hobbit…”. Após encontrar uma folha em branco em cima da mesa de um de seus alunos, J.R.R. Tolkien escreveu a primeira frase de O Hobbit, cuja adaptação chega às salas de cinema no dia 14. Sob enorme expectativa dos fãs, o início da nova trilogia é um dos filmes mais aguardados do ano e já vem causando polêmica mesmo antes da estreia. Para alguns fãs do livro, que já vendeu mais de 100 milhões de cópias em todo mundo, a notícia de que a obra seria dividida em três filmes não agradou tanto assim.

    Os amigos Alessandro Ananias Pinto, 28, Alessandra Rodrigues Cabral, 23, Márcio Cordeiro, 31, e Vinicius Lima Figueiredo, 21, acreditam que a divisão pode prejudicar o ritmo da história, já que a narrativa não é tão complexa. “Em O Senhor dos Anéis a narrativa é muito grande, tem muitos detalhes e os filmes acabaram complementando a história. Mas em O Hobbit: Uma Jornada Inesperada, essa divisão em três pode complicar”, explica Alessandro, que desde junho deixa a barba crescer especialmente para a estreia no filme.

    Já o presidente do Conselho Branco, sociedade brasileira inspirada na Tolkien Society inglesa, Fábio Bettega, acredita que a escolha pela divisão foi feita com o intuito de agradar os produtores do filme, que esperam um grande lucro com a franquia, e o diretor Peter Jackson. Fã da obra de Tolkein, Jackson bebeu de outras fontes para compor os novos filmes, como os apêndices de O Senhor dos Anéis. “Além das aventuras de Bilbo, o filme vai falar, possivelmente, sobre o Conselho Branco, a batalha contra o Necromante, o primeiro encontro de Aragorn e Arwen, e também vai detalhar a história de Celeborn e Galadriel. Tem muita coisa interessante que Peter Jackson pode (e vai!) usar nos filmes”, empolga-se o presidente.

    De qualquer forma, todos os fãs ouvidos pelo Gaz+ concordam que a trilogia não será tão impactante quanto foi a de O Senhor dos Anéis. Os motivos seriam o tom mais leve e mais bem-humorado da nova franquia – veremos agora um Galdalf mais divertido, por exemplo. “O impacto que O Senhor dos Anéis causou na época do lançamento foi e será muito superior a outros filmes, então mesmo que a qualidade dessa primeira produção seja superior, com O Hobbit não será a mesma coisa”, aposta Fábio.

    Credibilidade

    Por outro lado, o diretor da saga já afirmou em entrevistas para sites especializados que os filmes serão mais realistas e mostrarão com maior qualidade a fantástica Terra Média – universo criado por Tolkein onde são ambientadas as história. Pelas imagens que já foram divulgadas até agora, dá para ver que a produção caprichou ainda mais nos cenários. Um mérito reconhecido pelos fãs. “O mundo e os personagens parecem reais, mesmo sendo um bando de malucos misturados. A história é consistente e não tem aquele tom de ‘conto de fadas’ que se espera hoje de filmes com dragões e cavaleiros”, diz Fábio.

    Da mesma forma que o filme promete agradar pelo realismo, os fãs também apontam a trilha sonora como outro diferencial. “Tolkien misturou música e literatura em todos os livros que escreveu. Quando vi o trailler do filme com os anões cantando, me apaixonei na hora. Tenho a impressão que tudo será bem fiel ao livro”, destaca Márcio Cordeiro.

    O Hobbit conta a história de Bilbo Bolseiro

    Em O Hobbit: Uma Jornada Inesperada , o público terá a chance de conhecer a história de Bilbo Bolseiro, o tio de Frodo – um dos heróis de O Senhor dos Anéis. Filho de uma mulher da linhagem Tük com um Bolseiro, o hobbit cresceu no Condado em meio a histórias de aventuras que seus ancestrais participaram. Até que é chegada a hora de ele mesmo participar de uma jornada emocionante, junto do mago Gandalf e uma tropa de 13 anões, liderados pelo guerreiro Thorin, Escudo de Carvalho..

    Pela Terra Média, Bilbo irá participar de uma série de batalhas, obstáculos e encontros. Um deles, em especial, irá mudar completamente a vida do hobbit.

    Origem

    O livro O Hobbit, publicado em 1937, é ambientado 60 anos antes de O Senhor dos Anéis e foi escrito com o objetivo de ser um conto infanto-juvenil. A saga conquistou os mais velhos e o diretor Peter Jackson, responsável pela adaptação da franquia inicial, resolveu também trazer este livro para as telonas, divindo-o em três filmes. Com o sucesso das aventuras de Frodo, Aragorn e Legolas, que renderam cerca de U$ 3 bilhões em todo mundo em bilheteria, a nova jornada promete ser um dos filmes mais assistidos do ano.

    Fique sabendo

    Confira algumas curiosidades das gravações de O Hobbit: Uma Jornada Inesperada

    As filmagens duraram 254 dias e, para os produtores, O Hobbit está mais próximo de um conto de fadas do que seu antecessor, pois a motivação da aventura desta vez é um tesouro guardado por um dragão.

    Os filmes foram gravados por câmeras que capturam tudo em 48 quadros por segundo e em 3D. Uma evolução tecnológica que foi criada pelo próprio diretor Peter Jackson e deixa o fluxo de imagens mais próximo ao que o olho humano assimila no dia a dia. Para alguns especialistas, algumas pessoas vão estranhar o novo formato e não vão conseguir acompanhar a história. Em Curitiba, apenas os cinemas UCI Estação e do Cinemark Mueller e Barigui exibirão esse formato.

    Em O Hobbit os roteiristas usaram muitos apêndices que Tolkien escreveu para O Senhor dos Anéis, incluindo os motivos que levaram Gandalf a escolher Bilbo para esta jornada.

    Quase 800 armas foram criadas para os 13 anões, cada uma para um tipo ator específico, como os oficiais e dublês. Algumas delas também foram produzidas para cenas distantes e close-ups.

    Há denúncias de que 27 animais morreram durante as gravações na Nova Zelândia. Os donos da fazenda que serviu de locação para o filme afirmam que ovelhas, cavalos, cabras e galinhas morreram durante as filmagens em 2010 e 2011.

    O Hobbit será o último livro adaptado para o cinema. O autor J.R.R. Tolkien autorizou a adaptação para os cinemas apenas os livros O Senhor do Anéis e O Hobbit quando ainda estava vivo. Segundo declarações do filho que cuida de suas obras, a família não tem interesse em liberar os outros livros.

    (aí o resto é yadda yadda yadda de promoção e eventos, quem quiser ler é só
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )
     
    • Gostei! Gostei! x 9
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Elessar Hyarmen

    Elessar Hyarmen Senhor de Bri

    Isso dá para perceber pela quantidade de propagandas e informações sobre o filme nas mídias brasileiras. Me lembro que vários dias antes da estréia da Sociedade do Anel, apareciam vários comerciais sobre a estréia do primeiro filme do SDA. Aparecia umas propagandas informando: "...em breve nos cinemas." coisa que hoje em dia não estou vendo com o Hobbit (tanto canal aberto quanto os fechados).

    Gostaria de saber o que os colegas pensam. Realmente o Hobbit está em falta nos anuncios de TV aqui no Brasil? Na minha opinião acho que sim. Embora hoje em dia eu assista menos tv do que há dez anos.
     
  3. Deriel

    Deriel Administrador

    Aliás, vou escrever pra jornalista... "empolga-se o presidente" :ahn?: E aa parte do "bando de malucos" eu não falei não
     
    • LOL LOL x 7
  4. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    Bem bacana!


    Já o presidente do Conselho Branco, sociedade brasileira inspirada na Tolkien Society inglesa, Fábio Bettega, acredita que a escolha pela divisão foi feita com o intuito de agradar os produtores do filme, que esperam um grande lucro com a franquia, e o diretor Peter Jackson. Fã da obra de Tolkein, Jackson bebeu de outras fontes para compor os novos filmes, como os apêndices de O Senhor dos Anéis. “Além das aventuras de Bilbo, o filme vai falar, possivelmente, sobre o Conselho Branco, a batalha contra o Necromante, o primeiro encontro de Aragorn e Arwen, e também vai detalhar a história de Celeborn e Galadriel. Tem muita coisa interessante que Peter Jackson pode (e vai!) usar nos filmes”, empolga-se o presidente.


    :lol:

    Na parte do "empolga-se o presidente", fiquei imaginando essa cena:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Sua reação ao ler a matéria:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    É por isso que quero distância da mídia sensacionalista. A mídia sempre inventa, cria hipérboles. Se algum jornalista um dia me entrevistar (sei que isso nunca vai acontecer, mas...) irei grunhir, guinchar como um Nazgûl-loko. Só daria entrevista para algum jornalista que eu conhecesse, para não haver desconforto de me deparar com "epâ, eu não falei isso não ôh"...
     
    • LOL LOL x 6
  5. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    #xatiado
    Nunca vou ver Glaurung radiante no sol nas telonas, nem a diva da Yavanna :osigh:
     
  6. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Não se preocupe, Rauthar, assim que os livros caírem em domínio público, filmes não irão faltar.

    Ana, confessa! A maior motivação para postar essa notícia foi a entrevista do Deriel.
     
  7. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    Mas já queriam fazer um filme d'O Silmarillion (ou queriam só os direitos, por enquanto), mas o Christopher não liberou, ele disse que "O livro O Silmarillion está em muito vinculado com a vida pessoal do meu pai, incluindo várias referências", e ele não quer dar os direitos.
     
  8. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mas depois de cair em domínio público, ele não terá como impedir.
     
  9. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    Com "domínio público" vc quer dizer oq?

    Poder ele pode impedir, cara, mesmo se tentarem fazer um filme sem autorizar ele pode acusar de plágio, eu acho.
     
  10. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Então em 1° de janeiro de 2044, os livros dele entram em domínio público.
     
    Última edição: 9 Dez 2012
  11. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    Então, mas o Christopher não pode fazer um novo contrato e afins? Se tiver algum modo de impedir, ele vai.
     
  12. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Mas não é contrato, nem sei como regulam isso, mas é independente da vontade das pessoas, é por força de lei e se dependesse da vontade dele daqui a 32 anos ele já terá ido embora há algum tempo.
     
  13. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    Sei como é. Eu só tenho medo de fazerem com O Silmarillion o que fizeram com Watchmen e afins.

    O Silmarillion até agora é meu livro preferido, e, convenhamos, não é um livro qualquer que dê para adaptar para o cinema.
     
  14. Meneldur

    Meneldur We are infinite.

    Só os que ele publicou em vida. Os que Christopher editou, como o Silmarillion, só entram em domínio público setenta anos após a morte de Christopher (que nem morreu ainda).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    Vida longa ao Chris :joy:
     
  16. Lyvio

    Lyvio Usuário

    Verdade, Cristopher é sucessor de Tolkien, então 70 anos após a morte dele, ai poderemos ou melhor meus filhos ou netos poderão ver o Silma no cinema! :lol:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  17. Gerbur Forja-Quente

    Gerbur Forja-Quente Defensor do Povo de Durin

    As vezes o Cristopher muda de idéia e resolve deixar gravarem O Silma com sua supervisão direta ou algo assim.

    Pensamento positivo gente! hehe.
     
  18. Alassë

    Alassë Pasteleira

    Falem d'O Hobbit e deixem o pobre Silmarillion em paz.
     
  19. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Eu vou morrer e não vou ver isso na telona? Alguém sabe se ele está bem de saúde?
     
    • LOL LOL x 2
  20. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    2044? Nossa, pensei que seria mais longe, tá quase chegando.

    Adeus esperança de ver O Silmarillion no cinema, tem que deixar para minha próxima encarnação.
     

Compartilhar