1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Maestro das Seis Cordas

Tópico em 'Música' iniciado por Fëaruin Alcarintur ¥, 7 Jun 2003.

  1. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Há 40 anos atrás, nascia em Estocolmo, na Suécia, um dos maiores virtuosos que a guitarra e o mundo jamais viu, Lars Johann Yngwie Lannerback; que aos 10 anos adotaria o nome de solteira de sua mãe, sendo mundialmente conhecido como Yngwie Johann Malmsteen.

    Apesar do que muitos acreditam, não foi de imediato que o pequeno Yngwie adquiriu o gosto pela música. Sua paixão pela guitarra e pela música viria somente no ano em que ele completaria 7 anos de idade, quando viu um especial de TV pela morte do inefável Jimi Hendrix. Ao ver aquele homem numa performance explosiva, e depois vê-lo sacrificando, em meio às chamas, sua guitarra, nasceu no íntimo do pequeno Yngwie o desejo pela guitarra, ele que tentara antes aulas de piano e trompete, em cuja casa jazia, intocado, um velho violão. No ano que morria Jimi Hendrix, nascia Yngwie J. Malmsteen.

    Com conhecimento avançado e aprofundado nos mais diversos estilos musicais, e uma inveterada paixão pela música clássica, Yngwie Malmsteen cresceu, sob a influência de brilhantes como Hendrix, Blackmore, Bach, Vivaldi, Mozart, Beethoven e talvez o seu maior influente, Niccolo Paganini, nessas influências, sua irmã, Ann Louise, teve fundamental participação, e por ela Yngwie tem muita admiração.

    O estilo explosivo neo-clássico e impressionante de Malmsteen é fruto de muita batalha em prol da música, de talento, estudo e dedicação. Estilo esse que reflete a personalidade explosiva do próprio guitarrista; na escola, sempre fora um encrenqueiro, a ponto de, aos 10 anos, freqüentar apenas aulas de Inglês e Arte, e era com freqüência que se envolvia em brigas. Aos 15, quando andava de motocicleta pelos corredores da instituição, Yngwie resolveu abandonar de vez a escola, para o bem de todos; e começou a trabalhar como luthier numa loja de reparos de instrumentos, onde se deparou pela primeira vez com um braço escalopado; e de tão impressionado que ficara.

    Então o jovem tocou em várias bandas construídas e sustentadas pelo virtuosismo do jovem; mas a Suécia, acostumada com hinos pop como os do ABBA, não garantiam o avanço, e Yngwie viu que, para chegar em algum lugar, teria de deixar a Suécia. Mandou demos para vários contatos, e um chegou às mãos do contribuinte da Guitar Player e fundador da Shrapnel Music Mike Varney. Yngwie foi convidado por ele para ir a Los Angeles e se juntar à nova banda que ele estava formando, o Steeler.

    Ao lado do Steeler, Malmsteen gravou apenas um álbum, o mesmo intitulado somente “Steeler”, que não tem nada muito marcante, a não ser o memorável solo introdutório de Hot On Your Heels; mas à época que o álbum se tornava um sucesso cult, Malmsteen já tinha migrado para o Alcatrazz. Com o Alcatrazz Malmsteen gravou dois álbuns: “No Parole from Rock N’ Roll” e “Live Sentece”. Nessa banda, ele compôs alguns de seus solos mais incendiários e empolgantes, como Kree Nakoorie, Jet To Jet e o lendário Hiroshima Mon Amour. Mas o Alcatrazz também mostrou-se um fardo, ao decorrer do tempo, e então Malmsteen iniciaria sua louvável carreira solo. E o resto, é história.

    Ficha Técnica
    Nome: Yngwie Malmsteen
    Nacionalidade: Sueca
    Guitarra: Fender Stratocaster
    Estilo: Neo-clássico*
    Velocidade: 17 notas por segundo palhetadas
    Especialidade: Sweep picking, arpejos e alternated picking.
    Escalas Prediletas: Menor Harmônica, Diminuta e Pentatônica Menor.
    Acessórios: Baixo pedal e delay análogos.
    Principais Influências: Ritchie Blackmore, Vivaldi e Paganini.

    * A denominação Rock Neo-clássico só surgiu após o lançamento do primeiro álbum solo de Malmsteen, o brilhante Rising Force, um sucesso e verdadeira Bíblia do rock neo-clássico, que rendeu a Malmsteen até uma indicação ao Emmy e vários prêmios de Melhor Guitarrista e Revelação.

    Discografia:

    Solo:
    Rising Force
    Marching Out
    Trilogy
    Odyssey
    Live in Leningrad
    Eclipse
    YM Collection
    Fire & Ice
    Seventh Sign
    Power & Glory
    I Can't Wait
    Magnum Opus
    Inspiration
    Facing the Animal
    Concerto Suite
    LIVE!! & Boxset of LIVE!! cd / video,
    Alchemy
    Anthology 1994-1995
    Best of Yngwie Malmsteen 1990-1999
    War to End All Wars
    Concerto Suite LIVE
    ATTACK!!
    The Genesis


    Outros:
    Steeler: Steeler
    Alcatrazz: No Parole from Rock N' Roll
    Alcatrazz: Live Sentece
    Third Stage Alert: Third Stage Alert (Malmsteen produziu esse álbum e toca na música "Adagio")
    Hear And Aid: Vários músicos num projeto beneficente liderado por Ronnie James Dio (ex-Sabbath)
    This Time (Tone Norum)
    Guitars That Rule the World
    Smoke on the Water (Deep Purple tribute)
    Guitar Zeus
    Sonic Winter
    Human Clay
    The Eagle Has Landed II (Saxon live)
    Dragon Attack (Queen tribute)
    Not the Same Old Song and Dance (Aerosmith tribute)
    Tribute to Van Halen 2000




    E pra quem acha que o cara é uma máquina de técnica sem feeling, eu realmente aconselho a ouvir algumas músicas menos conhecidas do cara, eu creio que muitos mudarão de idéia ao ouvir alguma música como Dreaming, ou Save Our Love.

    E até hoje o cara vem firme e forte com sua mais que bem sucedida carreira solo, e quando não conseguir mais empunhar uma guitarra, almeja em tornar-se regente de orquestra.
     
  2. Thico

    Thico The Passenger

    Já vi uns videos animais do Malmsteen, e sem contar com Dreaming que por sinal eu ouvi ontem, achei maravilhoso, muito linda! Mas eu ainda tenho muito o que conhecer dele!

    Ps: Otimo topico Vinnie!
     
  3. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    O feeling esta entre quem toca e quem ouve. Porque não podemos prever o sentimento do instrumentista, sem nos desprender de nossos próprios sentimentos. Então muitas pessoas que não compreendem determinada obra, não creditam a ela sentimento. O que vale é ter em nós mesmo o habitus que nos permita apreciar ou não determinado estilo artístico.

    Eu já ouvi coisas maravilhosas e emocionantes de Malmsteen, dentro do estilo dele, virtuoso, etc. O cara é fera mesmo - toca muito e compoe quase sempre bem.
     
  4. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Eu tenho que admitir, logo que comecei a ouvir Malmsteen, achei um pouco enjoativo; uma das coisas que mais contribuíram para esse pensamento é o fato de, pela net, só acharmos as mesmas coisas, os mesmo trabalhos. à medida que fui encontrando algumas outras músicas menos conhecidas e ouvindo alguns dos muitos álbuns, comecei a gostar cada vez mais, e dar a devida admiração que o cara, a meu ver, merece. Pouco importando, no caso, se ele é ou não arrogante, ele é um músico excepcional, e com o tempo eu fui começando a perceber isso melhor, a ver com mais clareza a influência clássica na música dele. Não é com temor que hoje ouso dizer que ele é o Paganini da guitarra, porque é mesmo. E à despeito do virtuosismo, ele se mostra, em diversas composições, um guitarrista cheio de feeling mesmo, muito mais do que parece. É só procurar que se acha preciosidades.

    Eu ouvi um pouco de um dos álbuns mais recentes dele, o War To End All Wars, e gostei bastante; e quem desenhou a capa foi o Frank Frazetta. Olha só:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    OBS: Rising Force é o nome da banda, ou melhor, o nome é "Yngwie Malmsteen's Rising Force".

    Eu não sei bem se é falta de compreensão ou mesmo vontade; se meu avô gosta de Malmsteen, porque a mulecada não gosta?? :mrgreen:
    Talvez seja falta de repertório para avaliar, eu não sei; mas só sei que é bom sim, e não dá pra menosprezar.

    Eu concordo; aliás, 17 notas palhetadas por segundo não é pra qualquer um! :roll:

    Não falei que era foda??

    Valeu. 8-)
     
  5. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Vc citou as principais influências do Malmsteen acima, mas senti falta de um nome entre elas... Bach. :wink:
     
  6. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Eu não, até pq Bach está listado entre Blackmore e Vivaldi... :lol: :lol:

    Eu curto Malmsteen naquelas... eu tenho o 7th sign dele e acho bem legal... tenho o The Best tb, mas esse acho não tão bom...
     
  7. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário


    Nada mais justo do que recorrer as fontes originais...

    Se eu faço uma história de pedofilia de uma menina com o cara de quem a mãe dela gosta, vou dizer que é inspirado em Lolita, e não em Presença de Anita... :lol: :lol:
     
  8. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    Depende ...

    O Iron Maiden pode ter se influenciado em Uriah Heep e não necessariamente nas bandas que influenciaram Uriah Heep. Cada caso é um caso :P
     
  9. isso sim farofitas...

    eu só tenho um comentário ao Malmsteen.. :

    :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
     
  10. Maldito`Tuelho

    Maldito`Tuelho Usuário

    E eu tenho outro :eek: :eek: :eek: :eek: :eek:
     
  11. *Morwen*

    *Morwen* Usuário

    Malmsteen é phoda... mesmo sendo prá alguns apenas um gordo bebum e chato que dói....
     
  12. Puta guitarrista ! Assumo que em termos de guitarra, os meus favoritos sempre serão mesmo Ritchie Blackmore e Randy Rhoads, mas o sueco é mestre !
    Meu disco favorito dele é o 'Odyssey' !
     
  13. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Mas historicamente falando há uma linearidade, uma evolução que precisa ser entendida. Bandas influenciaram Uriah que influenciou Iron. Então, mesmo que não diretamente, influenciaram o Iron já que o que despertou atenção no Iron foi a música deles como um todo. Se aproveitaram alguns elementos, não sei, mas que prestaram atenção em todos porque música é um conjunto de elementos. É preciso saber do começo pra entender os fins, mas esse é meu modesto ponto de vista. :P
     
  14. Nunis

    Nunis Steve Young

    Belo tópico Fearuin...
    Bom... sempre tem um monte de pessoas que tem alguma coisa a falar contra o Malmsteen, que ele não inova, enjoa se escutar muito...
    Mas a cada vez que eu escuto eu penso: Porra... no dia que eu tocar assim eu posso morrer...
    Tá.. num é pra se escutar toda hora mas falar que o cara não tem feeling e bate na mesma tecla sempre é um clichê de cara que num tem o que falar... Eu sinto muita coisa quando escuto Malsmsteen, quando vem akela As above, So Below eu realizo meu dia... A técninca do cara é perfeita e a velocidade num é pra qualquer um... Eu ainda considero ele uma das maiores influencias pra guitarristas...
    Pra mim foi o cara que colocou o Heavy Melódico mastigado pras bandas do genero que apareciam
    O Malmsteen não é meu guitarrista preferido mas está entre eles com certeza..

    Outra coisa que eu quero destacar são os vocalistas que trabalharam com ele... Fantásticos
     
  15. Faram¡r

    Faram¡r Dr. Benway

    Bem ... não se trata de uma evolução, mas de uma transformação, e não é linear. Mas ... sim, existe um rastro nessas transformações que nos permitem tração um padrão básico não reducionista. Existe um padrão que liga Iron Maiden às primeiras bandas de Rock'n Roll. Mesmo que os membros do Iron Maiden nunca tenham escutado Rock'n Roll clássico (hipoteticamente).
     
  16. Fëaruin Alcarintur ¥

    Fëaruin Alcarintur ¥ Alto-rei de Alcarost

    Eu também acho que dá pra tirar muita coisa ouvindo as músicas do cara; as com uma influência clássica ainda maior são incríveis

    Eu acho que não posso dizer que eu tenha UM guitarrista favorito; é todo um "acervo". :mrgreen: E o Malmsteen tá nele, é claro. Não posso dizer que a música e o estilo do cara não me influenciam, eu estaria mentindo. Influencia sim, e bastante.

    À propósito, vocês sabiam que, para escapar do recrutamento militar, Malmsteen chegou ao ponto de apontar uma arma pra própria cabeça e ameaçar se matar, caso ele fosse recrutado, algo que, inevitavelmente, interromperia seus estudos na música??

    É, cada um na sua... :roll: :mrpurple:

    PS: Nunis, num disse que eu ia abrir? :roll:
     
  17. Nunis

    Nunis Steve Young

    No meu caso...Blackmore é o preferido e logo atrás vem o "acervo" de que você falou...
    Idem...
    Ahan... e mandou bem hehe

    Enfim... Malmsteen eh foda... não importa o que digam
     
  18. Skywalker

    Skywalker Great Old One

    Tu não entendeu o que eu quis dizer.... eu falei q não senti falta do Bach pq o Fëaruin citou o Bach como influência...
     
  19. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Ih, agora que eu li lá, perdido no meio da sopa de letrinhas.... ¬¬
     
  20. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Foi divulgada a capa do novo álbum dele, a ser lançado no mês que vem:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Gostei, lembra as capas de outros álbuns dele como Rising Force e Marching Out.
     

    Arquivos Anexados:

Compartilhar