1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O livro do cemitério (Neil Gaiman)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Anica, 25 Jan 2008.

  1. Anica

    Anica Usuário

    Então, ainda não foi lançado nem nada, mas o negócio é que estou bastante curiosa. Até porque o Gaiman tem postado no blog dele falando direto sobre o livro, aí sabe como é... No momento a última notícia é a capa feita pelo Dave McKean:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Para ser bem sincera, me parece o trabalho menos dave mckean do dave mckean. Não tem aquelas montagens loucas como acostumamos a ver nas capas de Sandman, por exemplo.

    Sobre o livro, segundo o Gaiman, ele já está 3 semanas atrasado. Enfim, vamos ver no que vai dar. E para quem ainda não conhece (e consegue ler em Inglês): http://www.neilgaiman.com
     
  2. Marco

    Marco may the force be with... wait

    RE: The Graveyard Book, Neil Gaiman

    Pela capa história e título, de fantasmas. Eu também achei um trabalho menos inspirados do McKean, e as ilustrações, se forrem dele mesmo, estão menos pertubardoras do que os desenhos 'vitorianos' de Coraline! Mas o importante mesmo é a história né... vou dar uma lida no blog pra ver qual é!
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book, Neil Gaiman

    Faltam menos de duas semanas para o lançamento, heeeeim?
     
  4. Marco

    Marco may the force be with... wait

    RE: The Graveyard Book, Neil Gaiman

    Pela contagem faltam seis dias pra lançarem nos EUA.
    Curioso pra ler algo novo do Gaiman!!! :traça:
     
  5. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book, Neil Gaiman

    E foi lançado =]

    E para os que estão curiosos (e não têm problema em ouvir um sotaquinho britânico), o Gaiman disponibilizou videos em que ele faz leituras de três capítulos do livro, lá no site dele -> http://www.neilgaiman.com/p/Cool_Stuff/Video_Clips/The_Graveyard_Book_Tour

    Eu estou com o livro aqui em casa mas confesso que agora bateu preguizzz de ler, hehehe
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book, Neil Gaiman

    Alguém já leu? Eu continuo com minha preguizzzz básica imperando (até porque ano passado eu li muito Neil Gaiman, preciso dar um tempo desse senhor :timido: )
     
  7. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    RE: The Graveyard Book, Neil Gaiman

    Anica, cliquei so site do Neil Gaiman e ouvi o primeiro capítulo do livro. Agora ele está em primeiro lugar na minha lista de compras! :traça:
    Vou tentar ouvir o segundo capítulo hoje. Achei muito fofo o jeito que ele lê a história, e dá para entender super bem, porque ele fala bem pausado. Eu gosto do sotaque brtânico embora tenha estudado inglês americano.
    Você chegou a ouvir todos os capítulos? Estou adorando! :)
     
  8. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    Comecei a ler e devo dizer que até o momento é BEM superior ao Coraline, pelo menos se levar em conta que ambos são infanto-juvenis. As personagens são mais interessantes, e a narrativa parece mais fluida e gostosa de ler.
     
  9. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    copiando e colando o que postei lá no hellfire:


    Em agosto do ano passado comentei sobre a coletânea de contos M is for Magic do Neil Gaiman, alegando que ao contrário de Coraline, o livro agradaria tanto crianças quanto adultos (apesar de ser infanto-juvenil). O mesmo acontece com The Graveyard Book, uma das obras mais recentes do autor. Muito embora o próprio Gaiman se refira à história como “livro para criança”, o tom sombrio da história acaba de certa forma equilibrando as coisas, tornando The Graveyard Book agradável também para os mais “crescidinhos”.

    Um dos capítulos do Graveyard Book (The Witch’s Headstone) foi publicado no M is for Magic em 2006, quando Gaiman ainda estava escrevendo o livro. Na hora não chamou minha atenção, na verdade um dos meus favoritos foi October in the Chair, que segundo Gaiman foi escrito como um exercício para o Graveyard. Mas agora lendo desde o princípio a história de Nobody Owens, um menino que foi adotado por fantasmas e criado em um cemitério, a história ficou muito mais interessante.

    A narrativa toda é montada com pequenos momentos da vida de Nobody, como por exemplo quando ele faz amizade com uma pessoa viva, ou quando dança com a Morte. Aventura e fantasia puros, é impossível não se divertir. Mas o que eu mais gostei foi do “padrinho” de Nobody, o Silas. A personagem é muito legal, desde o primeiro momento que aparece até a conclusão. E o que a torna ainda mais interessante é que Gaiman não entrega o jogo sobre quem Silas é, pelo menos não de forma tão óbvia.
    Eu, por exemplo, demorei para notar que ele era um vampiro, hehe.

    O que faz The Graveyard Book um livro tão bacana mesmo para adultos é porque através da fantasia, Gaiman conta uma história que todos nós conhecemos bem: crescer e viver. Deixar de ser criança e começar a se aventurar em um mundo desconhecido. A conclusão é delicada e muito bonita, e somada à diversão dos demais capítulos, fez desse o meu livro infantil escrito por Neil Gaiman número um em preferência.

    E (ooooh, que surpresa) aparentemente está vindo uma adaptação no cinema, para 2011. Espero que dessa vez façam como filme mesmo, ou pelo menos uma animação 3d tipo Coraline.

    Para terminar, uma dica: a edição que comprei é da britânica Bloomsbury (a capa é a que ilustra esse post), estava mais barata que a edição americana. 5 reais mais barata, eu sei, mas enfim, mais barata. Você poderá encontrar essas diferentes edições na Livraria Cultura (que aliás, está de parabéns por trazer tanta variedade para o público).



    ****

    Observação: descobri que os desenhos da minha edição são diferentes das da edição americana, que tem como ilustrador ninguém mais, ninguém menos do que o dave mckean ¬¬'
     
  10. Lana Lane

    Lana Lane Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    Terminei de ouvir o livro.
    Pois é, eu tinha terminado de ouvir o capítulo seis quando fui à livraria para comprar o livro e vi que ele estava inteiro no link que a Anica postou. Então resolvi ouvir até o fim e comprei outro livro dele, o Neverwhere. Mas com certeza vou comprar o Graveyard assim que sobrar um dinheirinho. Por outro lado, foi bom demais ouvir o Gaiman lendo a história! Ele muda a voz nos diálogos entre os diversos personagens, a leitura dele é muito fofa! :grinlove: O tom de voz dele e o jeito de falar me lembram bastante o Alan Rickman, ator que eu também adoro. Muito legal ele colocar o livro inteiro no site. :joy:
    Agora quanto ao conteúdo, acho que a Anica disse tudo, o livro é bom demaaaais!
    Já em relação à revelação do spoiler, também demorei para perceber! :timido:
     
  11. Dwarf

    Dwarf Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    pdf rules.....


    gostei do livro nao achei nada demais.... o Silas realmente é um bom persona mas nao achei muito misterioso nao.... nas primeiras falas da pra saber oq ele é.

    sei la.... prefiro outras coisas do gaiman. Tive o mesmo problema q tive com coraline... acho um pouco lento demais, nao sei....
     
  12. Izze.

    Izze. What? o.O

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    Eu to esperando ansiosamente por esse livro. Vi uma resenha dele no Ambrosia, e fiquei com muita vontade de ler. >.<
     
  13. Lu Eire

    Lu Eire Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    O problema desses livros é que você tem que levar em conta que são destinadas a crianças/pré-adolescentes, provavelmente que ainda estão desenvolvendo seu gosto por leitura.

    Eu gosto mais dos livros de contos dele, e do The Graveyard Book. Não li nada além disso do que uma tentativa fracassada de American Gods... (provavelmente porque achei um pouco cansativa a leitura em inglês)
     
  14. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    ó, acabei de colocar lá no notícias ->
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . E tcharam, Graveyard está entre esses três. Uma oportunidade para os que não leem em ingles conferir mais uma obra bacana do Mr. Gaiman. :sim:
     
  15. Cói

    Cói Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    Pessoal não tenho as fontes, pois vi na comunidade do Gaiman no orkut, ao que parece a Rocco vai publicar essa obra agora em abril! Assim que tiver algo concreto reporto aqui.
     
  16. Anica

    Anica Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    já está a venda no site da rocco -> http://www.rocco.com.br/shopping/ExibirLivro1.asp?Livro_ID=9788579800122

    fui procurar depois que vi resenha sobre o livro na época. o estranho é que na saraiva e na cultura ainda não tem.
     
  17. Cói

    Cói Usuário

    RE: The Graveyard Book (Neil Gaiman)

    Gaiman fala um pouco sobre esse livro na Época:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    E um pouco sobre sua vida, bacana a entrevista.
     
  18. imported_Cabal

    imported_Cabal O Poeta Aprendiz

    Já está em pré-venda no submarino também, porém a capa não é a mesma.
     
  19. Zzeugma

    Zzeugma Usuário

    Gostei, mas - ao contrário da Anica - achei melhor o "Coraline". Não sei se a tradução teve algo a ver com isto...

    Neil Gaiman é Neil Gaiman e tem umas passagens bem interessantes. Mas achei este um pouco irregular. Preferi o de contos (Coisas Frágeis) ou o Lugar Nenhum. A história fica bem mais interessante a partir da terceiro ou quarto capítulo.

    Ah... Achei a capa da Rocco bem horrorosa... sem graça.

    Abs
     
  20. Izze.

    Izze. What? o.O

    Já estão trabalhando na produção de um filme sobre o livro. E nem li ainda...
     

Compartilhar