1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Iraque é aqui.

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Orion, 15 Mai 2006.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. Orion

    Orion Jonas

    115 atentados. 72 mortos, 44 feridos. 55 mil presos rebelados em São Paulo. Guarda Nacional com 4 mil homens em prontidão caso haja pedido de ajuda, que até então foi rejeitado pelo governador paulista. Afirmaram agir com força às investidas dos marginais, que estão assassinando policiais a paisana, fora do horário de trabalho e promovendo ataques a quartéis de bombeiros, delegacias, bancos, fórum judicial, todas as instituições da "ordem" democrática. mais de 40 ônibus queimados, um deles na Marginal Tietê.


    40 foram os mortos no Iraque - o local mais perigoso do mundo - nesse fim de semana.
     
  2. Maedhros

    Maedhros Whadahell?

    Eu tô até com medo de ir pra faculdade amanhã.
     
  3. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Cada dia que passa a minha esperança no Brasil afunda um pouco mais.
     
  4. Tilion

    Tilion Administrador

    O que, tu ainda tem alguma esperança?
     
  5. Omykron

    Omykron far above

    acho que ele e' o tipo que cre na esperanca mesmo.

    mas sabe, ha uma certa incapacidade dos orgaos publicos para proteger a populacao.
    primeiro pq a policia e' incapaz de prover seguranca e muito menos de ser a mais transparente possivel.
    segundo pq os chefoes do governo estao bem seguros com seus 15 armarios, enquanto a populacao sofre. ao invez de agirem em prol da populacao, fica uma guerrinha politica de "nao pedimos pedir ajuda..."
     
  6. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Não, sério. Eu to começando a acreditar de verdade que daqui a uns tempos o Brasil terá um desenvolvimento parecida ao de alguns países africanos. Quem tem dinheiro (de algum jeito) tem e quem não tem não tem esperança.

    A minha sorte é que eu morro de vontade de conhecer o Chile.
     
  7. Orion

    Orion Jonas

    fica nessa do PT não ver com muito interesse gastar verba construindo presídio em estado pefelista enquanto pode investir em fome no nordeste, onde o prestígio tá mais em alta, já que em SP a tendência é alckimin assumir qualquer projeto de politicagem.

    é muita canalhagem.

    acreditar em implosão da classe média é besteira, mesmo ela estando diminuida como dizem todos os livros de geografia do ensino médio, pensar que ela vai caminhar para a auto-destruição é besteira, ao menos se formos pensar no que está acontecendo hoje. e o Chile não é essa coca-cola toda. estive por lá em julho do ano passado e a cidade é uma máscara de beleza e progresso de entrave sócio-capitalista, mas a periferia daquilo ali é igual a qualquer outra, é só um manto um pouco mais bonitinho que o nosso jogado no passado dos índios daquele lugar. claro que os índices são muito melhores e coisa e tal, mas não vejo o país da michele como supra-sumo de referenciais, mesmo estando muito melhores que os nossos, claro.
     
    Última edição: 15 Mai 2006
  8. ombudsman

    ombudsman O Eto'o brasileiro

    O engraçado é que o absurdo do cotidiano dos presos não é tão chocante.
    Condicoes DESUMANAS de vida para toda a populacao carceraria brasileira, com celas servindo para mais do que o quadruplo para a qual foi construida, falta completa de higiene etc, ISSO a midia praticamente nao mostra, e a POPULACAO faz um pacto de silencio sobre o assunto.

    Agora, quando sai de dentro dos presidios e invade a vida da classe média e ameaça a tao ilusoria segurança, a VIOLENCIA vira noticia.
     
  9. Eriol

    Eriol Usuário

    editada
     
    Última edição: 15 Mai 2006
  10. Idril

    Idril Usuário

    Eles vivem sim em condições precárias, mas esse não é o principal motivo pelos ataques que vem ocorrendo desde sexta-feira. O tal de Marcola foi parar no DEIC na sexta e foi transferido, bem como outros líderes do PCC. Bastou isso pra desencadear toda essa baderna - que segundo a PM, já estava planejada para acontecer com ou sem transferência desse tal de Marcola.

    E não sou a favor de atos de cunho terrorista para reinvindicar melhores condições em presídios. Os ataques a agências bancárias são justificadas como meio para provocar o desequilíbrio social (...), assaltam e queimam ônibus e até um prédio comercial já tentaram atacar aqui em São Paulo (e detalhe, tentaram vitimar um civil e não um policial desta vez).

    Bom, a responsabilidade pela criação de presídios não é só do Governo Federal. O Governo Estadual tem de ter participação nisso também e, pelo menos em São Paulo foi assim por anos. Não adianta o governo federal não investir nisso e o governo estadual querer investir ou vice-versa.

    E o problema é que muito se investiu em presídios e pouco se preocuparam com a preparação da polícia e com educação da população. Boa parte dos políticos tem de entender (se é que já não sabem disso) que o roblema dessa violência toda são esses problemas sociais: fome, éssima qualidade no ensino público, desigualdade social e tudo o mais que já escutamos por aí.



    E defendo que a solução pra esses problemas todos não é só criar presídios e mais presídios. De que adianta construir esse bando de estrutura se a polícia é mal equipada e preparada? De que adianta criar prisão se o bandido sai dalí pior que antes, sem ter passado pela tal "recuperação"? E de que adianta não investir decentemente em educação e segurança?

    Fico imaginando como seria isso tudo se o Carandiru ainda estivesse em pleno funcionamento... a zona ia ser maior (e olha que eu moro perto de onde era o finado presídio). :think:

    O pior foi ler agora a pouco o Lula falar que não há investimento em educação e segurança no Brasil há 50 anos. Ou seja, ele se incluiu bem bonito no meio disso tudo. :gotinha:
     
  11. Orion

    Orion Jonas

    Além do Paraná e de Mato Grosso do Sul, dizem que os três ônibus queimados ontem na Bahia também são desdobramentos dos ataques. Está totalmente fora de controle.
     
  12. Idril

    Idril Usuário

    Nossa, até na Bahia! :tsc:

    Tava lendo aqui e pensando... A legislação brasileira tá um frangalho que só. Criaram um bando de leis novas desde 1993 que só pioraram a situação favorecendo o crime (aquela tal lei que abranda pena para furto e estelionato) e de lá pra cá, o número de presídios e presos quadriplicou, enquanto o número de policiais só duplicou. Ou seja, nos metemos num belo buraco negro! :think:


    Ah... Teve um caso muito tosco ontem, num presídio. Um dos detentos foi liberado por causa dos dia das Mães, porém tem um detalhe nessah istória: a mãe do cara ja tinha falecido a muito tempo. :?
     
  13. Pips

    Pips Old School.

    Negativo.

    Bater nessa tecla é besteira a muito tempo.

    A questão do crime já passou dessas pequenas bases, os jovens que crescem nos meios da bandidagem e percebem logo cedo que para crescerem na vida tem que ter dinheiro. A melhor maneira no meio deles é entrar na bandidagem e aprendem a se virar sem a ajuda do governo.

    Não é ignorância por parte dos jovens que se envolvem nisso, se fossem burros seriam bandidos comuns (esses bandidos comuns que assaltam padarias geralmente são pais de família ou coisa do tipo) que são presos em breve, eles usam seu potencial em favor deles para ajudar o crime. Entrar no crime trás dinheiro fácil, crescer fácil dentro de seu meio, eles não tem mais aquela criação que existe esperança em algo, já estão no ambiente da bandidagem, então preferem se adaptar e não modificar para tal teriam que sair de onde estão. Não confunda crianças de rua com crianças da favela, as crianças de rua é que todos gostam de dizer que são as que perdem a oportunidade de ter uma educação melhor e melhores condições. Nas favelas isso é diferente porque desde que nascem já estão em um organismo gigante que hoje em dia não é apenas feita por traficantes de drogas, são organizações criminosas que souberam se organizar e dominar o meio onde vivem. Eles treinam as crianças e não apenas trazem elas para o lado deles, o sonho que constróem para elas é a de crescimento fácil dentro das organizações, serem donos de si mesmo. Para que eles querem educação em escolas públicas? Na área deles o governo não é necessário, é até mesmo dispensável.


    Essas rebeliões em massa e ataque é tida como controlada pela polícia, mas se fosse realmente seus agentes não estariam mortos em grande número. Devido a falta de organização de toda a corporação é o problema maior.

    Pior desse fator é que se enumerarmos o número de mortos podemos notar que a maioria de agentes mortos são policiais militares entre bombeiros e soldados de batalhões. O problema da polícia está mais na polícia militar que cuida da parte de 'bater de frente' com ataques.

    O governo do Estado de São Paulo junto ao seu governardo vai tentar usar isso como trunfo nas próximas eleições, se houve alerta vinte dias antes, eles sabem como acabar essa guerra, mas ainda não houve necessidade. Não posso dizer que isso é uma jogada política, mas alegarem que os ataques eram previstos e estão sob controle torna a dominação pelo medo imediato.

    Por outro lado negar ajuda federal é um braço forte, os ataques poderiam se tornar uma guerra (maior) se o Estado começasse a aceitar ajuda militar. Apenas podem aceitar se realmente sabem que a situação estará controlada e poderão erradicar o problema aqui dentro, afinal rebeliões em outros estados não é porque os presos simpatizam com a causa do PCC, mas sim porque tem um motivo (às vezes até desconhecido) para poder criar caos e trazer o foco para o lado deles também. A mesma coisa que mostra no filme Carandiru, às vezes eles entram em uma briga sem saber o motivo.
     
  14. Lordpas

    Lordpas Le Pastie de la Bourgeoisie

    Chile tem desigualdade e violência.

    Se vc já foi pra Santiago, sabe do que eu tô falando.

    E não colocaria a culpa na "constituição", mas sim na falência dos orgão que não seguem a risca o que está nela. Tem que ter maior respeito as hierarquias, fazer a União cumprir o seu papel essencial, as UF's o seu, bem como ou municípios.

    Isso vale para tudo, eu não só citaria a falência do sistema carcerário como um todo que não propicia a inclusão social do preso quando este volta para a sociedade (portanto está sim intimamente ligado aos fatos), mas a todos os problemas de ordem social que sumariamente ignoramos todos os dias.

    Falta ainda aquele senso de que vivemos em sociedade e as vezes nem sempre culpar o governo (seja ele de que partido ou ideologia for) adianta alguma coisa ou mesmo faz sentido.
     
  15. Idril

    Idril Usuário

    Não, Pips, não estou confundindo crianças de ruas com de favelas, nem os vários tipos de bandidos. Posso ter generalizado o tipo de criminoso, mas não confundi uma coisa com a outra. =]

    E para eles terem toda essa autonomia, não é somente o fator "rende mais grana" que os chamou para o lado do crime organizado. Problemas de ordem social não podem ser excluidos sumariamente dessa questão. Não adianta somente bater em uma tecla e esquecer-se da outra.


    Negar ajuda das Forças Armadas tudo bem, mas negar ajuda da Polícia Federal já é um pouco demais. E essa de rebeliões em outros estados por simpatia eu já considero um papo furado.


    Bom, a prefeitura de São Paulo está jogando culpa no Governo do Estado , o Lula já criticou o Governo Estadual e vice-versa. Se até eles ficam nessa de jogar culpa um no outro, a população vai seguir o exemplo. :tsc:
     
  16. Metz

    Metz ...

    Foi burrice negar ajuda das forças armadas, mas não acho que isso iria ajudar muita coisa, iria até tornar a vida da população mais complicada durate um tempo.


    A mídia só está mostrando o que acontece as grandes cidades, mas deviam mostrar o que acontece em várias cidades do interior como onde eu estou (Franca) onde isso não é tão normal, para mostrar o quanto o negócio está feio.
    Quando tudo comecou a acontecer eu até brincava se nada iria acontcer aqui também. Duas horas depois de eu dizer isso tentaram pegar um carcereiro num supermercado, mas quem foi atingido foi o dono do estabelecimento, logo depois tentaram pegar um policial, o cara levou um tiro na cara e uma mulher que estava no bar um no braço, ontem o presídio da cidade que fica pertinho do centro da cidade se rebelou com reféns da visita do dia das mães. Hoje parece que ônibus foram queimados e pode ter acontecido mais um monte coisa e eu não sei pois o jornal daqui não sai segunda feira (pfff).
    É melhor evitar chegar perto de qualquer policial por um bom tempo.
     
  17. Asca

    Asca Usuário

    Não sei se é verdade, mas escutei estórias de que tudo isso é a mando do PT para desmoralizar o governo do Alckimin.
    E que o governo federal iria mandar ajuda para mostrar que estava fazendo serviço em prol de todos.

    Isso é rídiculo, ainda mais o governador recusar a ajuda.

    Quem não se lembra do exercito invadindo as favelas atrás de armas?
    O tanto em que a criminalidade diminui naqueles 7 dias.

    Se o governo federal não tem nada haver com isso, não sei. Agora acho uma burrice e arrogância do governo de São Paulo não aceitar ajuda.

    É deprimente... deprimente. :think:
     
  18. Idril

    Idril Usuário

    Exército nas ruas é algo a ser estudado com muita cautela. Pode-se criar uma falsa sensação de segurança da mesma forma que pode por mais medo ainda na população, pode atiçar ainda mais os criminosos a cometerem seus atentados, etc.... Sinceramente, do jeito que a polícia anda, eu gostaria de ver o exército na rua. Mas ainda não estou muito segura quanto exército nas ruas.

    E tomo muito cuidado com tudo o que estão dizendo na imprensa. Agora a pouco, uma jornalista toda eufórica falou que ia ter Toque de Recolher as 20:00 em São Paulo (cidade); poucos minutos depois da notícia se espalhar, a PM e a Secretaria de Defesa desmentiram isso. E muito provavlemente nem tudo o que tá acontecendo deve de ser culpa do PCC, deve ter oportunista no meio também.

    Parece que uma faculdade lá em Higienópolis foi metralhada (a entrada, algo assim), mas se isso é verdade ou não ainda não sei. Estações de metrô também já foram metralhadas (novamente, a parte das bilheterias e catracas) e isso foi confirmado pela própria admisnitração do metrô.

    Enfim, tá um caos aqui.
     
    Última edição: 15 Mai 2006
  19. Orion

    Orion Jonas

    Cara, tão cogitando TOQUE DE RECOLHER.



    Fonte - Terra


    Li que também houve ameaça de bomba em Congonhas e o aeroporto está sendo evacuado.
     
  20. Takuan

    Takuan Usuário

    Ta complicado hein
    ESPM, FAAP, Mackenzie e Puc cancelaram as aulas ja...
    Na usp nao teve comunicado oficial por enquanto, mas minha irma falou que o professor da Poli cancelou a aula e todo mundo ta indo embora. Liguei la no departamento de antropologia e o cara falou q nao vai ter aula.
    O foda eh que eu tenho um seminário pra apresenta hj. Ou tinha pelo visto...

    O toque de recolher do governo foi descartado. Mas o PCC deve mandar o dele...
     
Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Compartilhar