• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

O Imperador (Conn Iggulden)

Kijesope

Usuário
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

Eu li o primeiro, e to com o segundo aqui em casa, o primeiro eu gostei muito, o segundo tava ótimo mas tive que parar pra ler coisas de escola etc... e acabei lendo As Melhores Histórias da mitologia nórdica, to pra continuar, na minha opinião vale a pena ler sim, pelo menos o primeiro.
 
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

Eu li o primeiro, e to com o segundo aqui em casa, o primeiro eu gostei muito, o segundo tava ótimo mas tive que parar pra ler coisas de escola etc... e acabei lendo As Melhores Histórias da mitologia nórdica, to pra continuar, na minha opinião vale a pena ler sim, pelo menos o primeiro.

e as melhores histórias da mitologia nórdica tb vale a pena?
 

Haran

Well-Known Member
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

Já comprei o segundo volume, estou lendo e achando bem legal. =]
 

Haran

Well-Known Member
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

É... Não sei por que, mas estou achando esse livro bem melhor que o primeiro. Vai ver porque é aqui que começa a carreira de Júlio (bom, começou no final do primeiro, mas foi a partir daí que ficou bom na verdade). Acho que o autor se ateve muito a infância do César. Em As Crônicas de Artur, por exemplo (é impossível não comparar) a carreira de Derfel se inicia logo no começo (como soldado de Owen), e mesmo durante a infância o autor foca em outros assuntos, como a vivência de Ynes Wydren, o conselho a respeito dos tutores de Mordred e assuntos de guerra, etc. Seria muito legal algo parecido com César, Roma, o senado e etc, mas o autor raramente dava um quadro geral de como era a cidade de Júlio (porém, isso serviu para chocar a sua infância pacata com a nova vida que levaria).

Enfim, ninguém mais leu ou está lendo essa série?
 

Elfo_Surfista

Peidei...
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

o imperador vol 2 destrói qqer livro do cornwell (na minha opinião é claro)
muito muito bom
 
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

Eles estão na fila pra eu ler...
to esperando sair o quarto pra eu tê-lo... Pq a pior coisa que tem é vc acabar de ler os três e ter que esperar um tempão pra ler o quarto... Aí vc esquece alguns detalhes. O jeito é lê-los denovo e infelizamente ao fazer isto vc tira outros livros da "jogada"...
Abraços...
 

matheusitaipu

Usuário
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

o imperador vol 2 destrói qqer livro do cornwell (na minha opinião é claro)
muito muito bom

A série O Imperador realmente é magnífica, mas é muito difícil comparar com os livros de cornwell. Acho melhor dizer que fica no empate.

A trilogia As Cruzadas de Jan Guillou tb é muito boa, uma das melhores que já li.
 

Jaircjr

Usuário
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

Gente, sou novo aqui e entrei para avisá-los que o quarto volume da série "O Imperador" tem previsão de lançamento em maio. A informação veio da própria editora, conforme mensagem transcrita abaixo ...

Prezado Jair,

Agradecemos o seu e-mail.

O lançamento do livro Os deuses da guerra está previsto para Maio de 2007

Cordialmente,
Mariana Ribeiro
Marketing Direto
[email protected]
Tel: (0XX21) 2585-2002 (segunda à sexta-feira, das 8:30 às 18:00)
 
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

e aí????????
Alguém já acabdou de ler os deuses da guerra????
ainda naum comecei nem o primeiro, mas já queria saber o panorama de quem terminou a série...
Abraços!!!
 

Ramalokion

Mecha-de-Folha
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

Acaei os 4. São ótimos, no mesmo nível de as Cronicas do Cornwell.
 

Ana Lovejoy

Administrador
Re: "O Imperador" (conn iggulden)

recebi essa informação do pessoal da editora record e estou compartilhando com vcs:

Quem perdeu os autógrafos do autor Conn Iggulden na Bienal pode comprar livros autografados por ele na Loja da Cultura by Record, no Conjunto Nacional, na avenida Paulista ou na Livraria da Vila do Shopping Cidade Jardim.
 

clandestini

Cylon ou
Eu comprei na Argentina pela sinopse, não conhecia. Aí fui procurar textos para saber algo mais a respeito e descobri que comprei o segundo volume. Portanto ainda não li. Eu pretendo encontrar o primeiro volume da mesma coleção que eu comprei para começar minha leitura, mas está difícil de achar.
 

Anexos

  • s_MLA_v_F_f_117115769_5797.jpg
    s_MLA_v_F_f_117115769_5797.jpg
    183,3 KB · Visualizações: 16
Última edição:

Haran

Well-Known Member
Poucos devem se lembrar dessa série, que saiu meio que pegando carona em "As Crônicas de Artur". É uma série de quatro volumes sobre a vida de Caio Júlio César, ditador romano. Como pode-se ler no tópico, comecei a ler a série em 2006 (caramba, parece uma eternidade atrás, e de certa forma é, afinal foram 5, 6 anos....), mas, apesar de algumas impressões positivas, acabei interrompendo a leitura no segundo livro. Sempre olhava os dois livros com pesar na estante, e nessas férias decidi relê-los.

O primeiro livro trata, em resumo, da infância de Caio na fazenda de seu pai, e também de seu contato com Roma (embora haja muito mais coisas do que isso, é claro, em especial o conflito entre Cornélio Sila e Mário, tio de Caio). Queixei-me do retrato da infância de Caio em 2006, mas já em 2012 para mim funcionou muito bem e foi o ponto alto do livro, embora também as batalhas sejam ótimas (ressalta-se a faceta subjetiva que o autor descreve em batalhas, preferindo cada dor, sensação, pensamento, temor, etc, dos que participam dela, do que uma visão clara da batalha como um todo). Conn tem um estilo um tanto quanto episódico, mas que contribui em muito com a dinamicidade da história. Se há uma batalha para retratar, ele retratará em um sub-capítulo, 10, 15 páginas no máximo - por mais longa que seja ela no tempo interno da obra. Uma ida na cidade, idem. E assim vai. Ele não passa muito tempo focando em um mesmo acontecimento ou intervalo de tempo. Ou seja, os fatos passam muito depressa e com dinamicidade, semanas e anos passam-se depressa.

O segundo livro segue esse mesmo estilo, mas aumentando ainda mais a escala dos acontecimentos, dos personagens, etc. Personagens muito interessantes - a noção de "vilão" perde-se muitas vezes, com figuras interessantíssimas como Mitrídates, rei grego rebelde, e de Spartacus, no ato final do segundo livro. Em dado momento, há um reencontro de César com os personagens marcantes de sua infância (Tubruk, administrador de sua fazenda... Rênio, antigo treinador.... A própria mãe de Júlio, que no livro sofre de uma espécie de doença mental, dificultando a relação com o filho.... etc), e para mim funcionou muito bem, porque de certa forma eu também conheci os personagens há muito tempo e também para mim eram figuras do passado, embora por motivos externos à obra, é claro.

Ele peca na descrição da cidade em si, faltando com detalhes físicos, porém é bastante satisfatório em retratar o dia-a-dia do número crescente dos personagens, seus pensamentos e afazeres, que acaba passando de forma satisfatória o modo de viver da época... embora esse aspecto melhore no segundo livro e os dois tipos de descrição meio que se equilibram.

Terminei o segundo livro agora pouco, vou começar a leitura do terceiro...
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$200,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo