1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos" | Guia oficial revela detalhes do filme

Tópico em 'O Hobbit - os Filmes' iniciado por Elendil, 16 Nov 2014.

  1. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Elendil enviou um novo Artigo

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Novos e reveladores detalhes de O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos acabam de vir à luz por meio do Guia Oficial do Filme, de Brian Sibley, que acaba de chegar às lojas da Espanha. Por isso, os fãs espanhóis do
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    anteciparam os detalhes de cenas e personagens que veremos na última parte da trilogia O Hobbit. Mas cuidado, o texto abaixo traz muitos SPOILERS!


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O Mal do Dragão

    O mergulho de Thorin na loucura está resumido nesta frase expressa por Richard Armitage. "É a ganância por ouro, um vício que causa efeitos físicos na pessoa e cria dentro dela uma psicose que a faz achar que todo mundo está tentando roubá-la. Thorin testemunhou os efeitos do mal do dragão em seu avô e sente um pânico insuportável com a possibilidade de sofrer disso em sua própria carne. Quando ele chega à Montanha Solitária e contempla a vastidão do tesouro de Erebor, já compreende que sucumbiu."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Galadriel

    No guia Cate Blanchett admite o desejo que tinha de voltar a interpretar a Senhora de Lórien, e também revela alguns detalhes interessantes sobre a personagem. "Peter queria dar um lado obscuro para Galadriel. E se refere a ele como uma 'angústia mental', que é aquela sensação de luta interna, a guerra civil entre o seu lado mau e o lado bom. Quando vem em auxílio de Gandalf, Galadriel tem que lutar contra o poder sedutor do Necromante que atrai outras criaturas para um escuro vazio. Galadriel tem que usar toda a sua força para enfrentá-lo, e ao ver isso testemunhamos seu poder incrível e entendemos o quão rápido esse mesmo poder, que eu usei para fazer o bem (se não fosse a pureza e a força de espírito de Galadriel), pode ser posto a serviço do mal."

    A Língua Negra

    Blanchett também confirmou que Galadriel usará a Língua Negra durante sua batalha com o Necromante. "A Língua Negra possui um som poderoso, forte e muito gutural", diz a atriz australiana. A impressão é compartilhada por Benedict Cumberbatch, que passou muito tempo recitando suas falas na Língua Negra para interpretar o Necromante. "Eu me diverti falando [na Língua Negra]. Ela é áspera, gutural e visceral (e um pouco feia), mas ótima para brincar com sons produzidos pela boca", diz o ator inglês. "A Língua Negra é uma língua de luta", diz Cumberbatch. O renomado linguísta David Salo foi contratado para criar diálogos em Língua Negra [entre outras] e que foram usados em O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Saruman

    O grande Christopher Lee também fala ao Guia Oficial sobre o papel de Saruman neste filme e diz que é muito diferente do que é visto em O Senhor dos Anéis. "Desta vez, a presença do personagem é completamente diferente: é o Saruman original, o nobre, decente e o líder dos magos que luta ao lado dos bons."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Elrond

    Steve McMichael, mestre de esgrima e coreógrafo de lutas do filmes, diz que Hugo Weaving tem uma "dramática luta de espadas contra os Espectros do Anel em Dol Guldur."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O Necromante

    O Guia Oficial do Filme revelou que o Necromante enfrentará Gandalf, Galadriel e Elrond e que cenas de luta eram necessárias. Para isso, Benedict Cumberbatch usava um traje de captura de movimento com cabos elásticos amarrados às costas e que restringiam seus movimentos. "Os cabos sempre o puxava de volta. Isso criou um efeito sutil, mas poderoso, de que se tratava de uma força, como um vazio escuro que nunca sacia o seu apetite e que constantemente está absorvendo a energia de tudo ao seu redor para aumentar seu poder ", diz Terry Notary, coreógrafo de cenas de ação.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Peter Jackson e a Batalha dos Cinco Exércitos

    E, claro, sendo o Guia Oficial não poderia faltar o comentário de Peter Jackson, revelando detalhes interessantes sobre os Orcs. "De um lado está a força que Gandalf viu congregando-se em Dol Guldur e liderada por Azog, e em segundo lugar, Legolas e Tauriel encontram outro grupo marchando para o sul direto de Gundabad sob o comando do Bolg", confirmando que a misteriosa fortaleza que foi vista no trailer é realmente no Monte Gundabad. "Sauron não quer que os Anões restaurem seu reino. Sauron teme que, sem a ajuda do dragão, os Anões novamente se tornem um poderoso reino, e sabe que agora é o momento para atacar."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Richard Taylor, a Batalha dos Cinco Exércitos e suas criaturas

    Richard Taylor, fundador e diretor criativo da Weta Workshop, também tem algumas palavras sobre a batalha. "Nós todos queríamos que esta fosse a batalha mais extraordinária que jamais foi vista em uma tela de cinema: cinco poderosos exércitos lutando em um terreno extremamente difícil, em que as diferentes forças aproveitam as características da paisagem que melhor se adaptam às suas capacidades físicas e suas habilidades."

    Taylor também fala sobre as várias criaturas e animais que povoam o campo de batalha. "Teremos Anões montados em javalis blindados e outros montados em carros puxados por cabras da montanha também blindadas. Há criaturas escavadoras (como vermes parecidos com cobras, musaranhos e toupeiras gigantes) que podem cavar túneis e emergirem do solo entre as fileiras inimigas; e enormes Trolls guerreiros especialmente treinados para lutar da forma mais cruel e eficaz em batalha."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Mas não haverá apenas criaturas e animais no campo de batalha, haverá também Anões e Homens. "Eu sempre quis fazer uma armadura de estilo medieval projetada de modo que quando o soldado a colocasse pareceria-se como um pequeno tanque. E isso é exatamente o que fizemos, e cobrimos os Anões com uma armadura elaborada, construída quase como uma peça de arquitetura, que através das fendas entre as placas de aço pode-se ver apenas a sua barba formidável", disse Taylor, que também admite que o exército dos Homens da Cidade do Lago são a antítese dos Anões. "Eles têm um pequeno exército, por isso, quando chamados às armas, são equipados com uma coleção de armas improvisadas, ferramentas de uso diário, como arpões de pesca, facas para limpar peixe, âncoras e redes."

    E, claro, não podem faltar os Orcs. "Peter queria que fossem uma força armada esmagadora, altamente inteligente e disciplinada. Para este fim, concebemos algumas das armas mais cruéis que já foram projetadas", diz Taylor. "Peter queria evitar um pouco as armaduras com muito metal, então eles são protegidos por armaduras feitas com um pouco mais de couro e ossos."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Joe Letteri sobre a Batalha dos Cinco Exércitos

    Depoimento de Joe Letteri, assistente da Weta Digital e responsável por criar os efeitos visuais da trilogia. "A batalha acontece em várias etapas em frente ao portão de Erebor, em Valle e na Colina do Corvo". Ele também diz que esta batalha inclui criaturas e máquinas de guerra que são novidades para os fãs. "No que se refere às criaturas que se espera ver, nós queríamos que tivessem um aspecto o mais distante possível do habitual. Tudo tem um design único."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A relação Tauriel x Kili

    Sobre uma das questões mais controversas dos filmes, o artista conceitual John Howe também tem a sua opinião. "A relação entre Tauriel e Kili é como uma daquelas histórias de amor, onde as pessoas afetadas acreditam que estão se apaixonando uma pela outra, quando o que realmente acontece é que elas estão apenas rejeitando o mundo ao seu redor e só se aproximam por isso, algo que nunca aconteceria se fosse de outra forma... Então, é uma espécie de 'quase história de amor', com o potencial para ser tragicamente comovente."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    Dáin Pé-de-Ferro

    Billy Connolly revela alguns detalhes muito interessantes sobre Dáin, que parece não ter um papel muito grande no filme. "Eles disseram que seria apenas uma participação especial, pequena, mas importante", diz o ator escocês, que também fala do aspecto do anão. "Ele tem a testa e as bochechas tatuadas e uma enorme cicatriz de batalhas anteriores, ela corre pelo lado esquerdo do rosto", diz Connolly. "Eu tenho o cabelo vermelho longo que cai sobre as minhas costas, e uma barba vermelha também adornada com jóias cintilantes e que chega até minha cintura. Meu bigode tem extensões que caem como um par de presas. Eu tenho também anéis grossos. Um em forma de cabeça de javali".

    A visão de Connolly sobre Dáin é bem clara. "Meu personagem é aterrorizante. Ele transmite a sensação de que vai dar uma mordida em sua cara". O ator, comediante e músico escocês está particularmente animado com a primeira aparição de Dáin na tela, montado em um javali selvagem que corre em linha reta em direção ao exército dos Elfos. "É como a aparição de um vilão do cinema. Os Elfos estão imóveis, e corro na direção deles, e quando eles percebem que não vou desviar, abro caminho por suas fileiras, lançando olhares de profundo desprezo."

    Connolly também fala que a arma de Dáin é um machado duplo. "Seu tamanho é de quase dois metros e a lâmina é curvada como uma cimitarra para destrinchar pessoas. Na outra extremidade há uma bola com espinhos protuberantes, como um ouriço para rebater na cara do adversário."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    A Colina do Corvo

    Jackson explica no Guia que a Colina do Corvo irá desempenhar um papel na Batalha dos Cinco Exércitos "Nós não queríamos que todos os combates tivessem lugar no campo de batalha geral. Também estávamos à procura de um lugar um pouco diferente e isolado. Por isso escolhemos a antiga torre de vigia na Colina do Corvo para se tornar o posto de comando de Azog, que de lá tem uma visão ampla do campo de batalha que está diante dele." Ele também observa um detalhe interessante sobre os Anões da Companhia, e que estes estão relutantes em se engajar na batalha. "Como cineasta você tem que enfrentar o momento em que Thorin e o resto do grupo finalmente decidem fazer a coisa certa e deixar a Montanha para ajudar seus irmãos em sua luta com os Orcs. Os Anões concordam que para derrotar o inimigo é necessário 'cortar a cabeça da serpente': uma tentativa de liquidar o líder com a esperança de que isso leve os Orcs ao caos."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Dan Hennah, desenhista de produção dos filmes, descreve como é a antiga torre de vigia. "É uma antiga fortaleza em ruínas que fica em um contraforte da Montanha Solitária. Há um lago que é alimentado pela água do degelo. Gandalf acredita que poderia ser um bom lugar para manter Bilbo seguro porque parece ser um bom refúgio. Mas logo mostra ser um lugar perigoso e uma cena-chave da batalha final é ali revelada", diz Hennah, que também observa que "o lago congelado protagoniza um encontro crucial na batalha."

    Mais detalhes revelados por outros livros e guias do "O Hobbit 3", pelo
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    * Goblins podem participar na Batalha dos Cinco Exércitos, de acordo o livro de Jud Fisher, o Visual Companion. Além disso, também participarão da batalha tipos diferentes de trolls, como Trolls da Neve, Trolls da Caverna e Olog-Hai.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    * Thranduil desenhou um colar de pedras preciosas para a sua esposa e que está em poder dos anões. Portanto, o Rei-Élfico não está atrás do ouro dos Anões, mas sim do colar, que pode ser visto no prólogo da edição estendida de Uma Jornada Inesperada [imagem acima]. "Em sua mente esta é a única coisa que lhe pertence que traz lembranças de sua falecida esposa."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    * Tauriel e Legolas ajudarão o povo da cidade do Lago a se reagrupar antes de se dirigirem para o Norte [Gundabad].

    * Tauriel deixa os anões às margens do Lago Comprido para se juntar a Legolas em "negócios urgentes no Norte."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    * Sauron "mantém vivo o prisioneiro [Gandalf] para descobrir a verdade sobre quem são os portadores dos Três Anéis de Poder dos Elfos."

    * Thorin pensa que um dos anões da Companhia roubou a Pedra Arken.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    * Será a primeira vez na trilogia que haverá referência a Bolg como filho de Azog, que será chamado de "a prole de Azog, o Profanador."
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

    Arquivos Anexados:

    Última edição: 17 Nov 2014
    • Ótimo Ótimo x 9
  2. Deriel

    Deriel Administrador

    Show de bola, hein?
     
  3. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    A caracterização do Dáin Pé-de-Ferro parece que vai ser das melhores coisas do filme.
    Não vejo a hora de ver. =]
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Parece que a questão do Conselho Branco em Dol Guldur realmente terá relação com os Anéis de Poder. E pela 2ª imagem dá pra notar que o Gandalf está usando o seu anel. Então, @Grimnir, parece que aquela questão do porquê Sauron não ter ficado com o anel do Gandalf está valendo, no fim das contas.
     
  5. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Curioso para ver qual será a solução, já que Gandalf é um dos portadores dos Três.

    Outra questão interessante é a motivação de Thranduil. No livro ele descobre que Smaug morreu através dos pássaros e então ele decide marchar para Erebor em busca do tesouro. Não uma ou duas joias, mas ele vai por ambição mesmo. Tudo bem que ele muda de ideia depois de ver a destruição de Laketown, mas ele saiu de Mirkwood por ambição. E no terceiro filme? Ele sai de Mirkwood com um exército só por um colar? Sei...
     
  6. No livro, Thranduil ganha as esmeraldas de Girion, não?! Quanto à Dol Guldur, Sauron descobrirá quem porta os anéis élficos. E daí? Em 6o anos ele não fez nada para capturá-los? Em relação à participação dos goblins na batalha, isso é coerente com o livro. Inclusive há uma nuvem de morcegos que acompanham essas criaturas, fornecendo-lhes "sombra", já que os goblins são avessos à luz do sol.
     
  7. Finarfin

    Finarfin Usuário

    No segundo filme Thranduil tenta fazer um acordo com Thorin. Ele cita as gemas brancas que contém o brilho das estrelas, e diz que ajudaria o anão em troca do que é dele. Ao que parece, já ali o interesse dele era voltado a essa jóia especificamente. Uma motivação à lá silmarilli.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Sim.

    Tudo bem, mas uma coisa é propor um acordo e outra é sair com um exército de Mirkwood, sem nem saber se Smaug está morto ou não, para recuperar as tais esmeraldas. Mesmo se PJ inventar alguma foma de Thranduil saber da morte de Smaug, é no mínimo questionável que Thranduil tenha esperado esse acontecimento para levar um exército inteiro para Erebor...
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Mireille

    Mireille One ring to rule them all

    Morreu o papo do Dáin ter um moicano, né? Mas tudo bem, parece que mesmo assim ainda vai ser fodástico.
     
  10. Gandin

    Gandin Usuário

    Não acho que seja muito difícil um elfo como Thranduil tomar ciência da morte de um dragão, ainda mais por ter sido um fato bem notório. Esperar o dragão ser morto tem lógica também. Quando Erebor foi invadida por Smaug, no filme, Thranduil e seu exército "desertaram", evidenciando toda a cautela que o elfo tinha em enfrentar um dragão.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  11. Finarfin

    Finarfin Usuário


    Bom, mas aí está de acordo com o livro. Thranduil só saiu com seu exército depois que soube da morte do dragão. E fez isso movido pela cobiça. A diferença é que no livro a ambição de Thranduil é pelo tesouro em Erebor, enquanto que no filme é por um jóia em específico, de inestimável valor, que pertencia à sua falecida esposa.
    E a jóia não era uma esmeralda, era um colar de gemas brancas que continha o brilho das estrelas. Me parece algo único. E sabemos da importância dessas jóias únicas no universo de Tolkien, motivando guerras e movendo exércitos. Exemplo são as Silmarilli, o Nauglamír e a própria Pedra Arken. Some-se a isso tudo o apelo sentimental da jóia ter pertencido à sua falecida esposa.
    Portanto, essa mudança não me parece absurda. Na verdade, me parece até um melhor motivo para Thranduil se mobilizar.
    A única dúvida que fica é por que essas jóias foram parar na mão dos anões. Penso que o rei élfico tenha pedido algum reparo aos artífices de Erebor, numa clara referência à história do Nauglamír. Se for realmente isso, acho que até que fica legal esse tipo de referência.
     
    • Ótimo Ótimo x 3
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Grimnir

    Grimnir Usuário

    É muito provável que seja o mesmo caso de Nauglamír: Thranduil pediu para os anões fazerem um colar com as jóias e os anões, como pagamento pelo trabalho, resolveram ficar com o próprio colar.

    Enfim, a minha cítica é que PJ resolveu tornar Thranduil um pouco mais nobre do que nos livros, já que as ações dele são sempre justificadas pelo desejo de recuperar as tais jóias. Aliás, nem sabemos ao certo pq Thranduil estava com seu exército no prólogo do primeiro filme. Será que ele estava pronto para atacar Erebor para reaver as jóias, mas desistiu ao ver que um dragão havia atacado montanha? Será que ele prendeu os anões por causa da resistência de Thórin a um acordo de devolver a jóia?
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  13. Finarfin

    Finarfin Usuário

    É, esse exército no prólogo não tem muita lógica mesmo. A princípio serviu pra mostrar que os elfos viraram as costas aos anões. Mas o por que deles terem ido até ali não faz muito sentido.
    Não me parece que tenha ligação com as jóias. O ressentimento dos anões vem justamente dos elfos, supostamente aliados, não terem ajudado. Se eles estivessem em pé de guerra por causa do colar nenhuma ajuda seria esperada e o ressentimento seria outro.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  14. E parece que este será o filme mais curto dos seis. As informações dos sites gringos dão conta de que "A Batalha dos Cinco Exércitos" irá durar de 140 a 150 min (2h e 44 min, segundo certa fonte) com os créditos. Quem espera ver um pouco mais de Beorn ou Dáin já pode perder as esperanças. O filme vai passar voando.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  15. Gandin

    Gandin Usuário

    Concordo. O que nos resta é esperar uma breve, mas incrível, participação de tais personagens.
     
  16. Só tenho uma dúvida: veremos mesmo Dáin ser coroado Rei sob a montanha? Um personagem com participação tão curta... Vai que PJ inventa que Fili não morre...:doido:
     
  17. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Eu aposto que sim.
     
  18. Belle Vox

    Belle Vox Thranduil Oropherion: Badass !!

    Que fique claro, eu adoro os filmes do PJ. Mas essa coisa de aplicar ética pequeno-burguesa a elfos é uma droga. O Hobbit é um livro infantil. O maniqueísmo é acentuado, como em qualquer conto de fadas. O Thranduil de "O Hobbit" tem pouco a ver com as referencias feitas a ele no resto dos livros. PJ criou os filmes baseados no livro, para um publico mais adulto, diferente do publico original, mas que em sua maioria ainda precisa sair do cinema com o bom-mocismo dos seus heróis contemplado, e Thranduil explodiu o fandom, eles precisam ver um Thrandy bacaninha.
    No livro, Thranduil se manda com seus elfos atras do dinheiro, que ele julga estar lá abandonado. Eu acho que é mais oportunismo que cobiça, uma vez que ele para e atende os coitados de Laketown. Já aí, se vê a força da aliança entre elfos e homens, coisa que não acontece com os anões. No entanto, se a intenção fosse só "moralizar" as decisões de Thranduil, eu vomitaria. Sou adulta, meu herói não precisa ser o super-homem de cabelo pastinha WASP. Ele é elfo e é rei, não precisa justificar suas ações. Mas o que PJ quis fazer de verdade foi reeditar Thingol na figura de Thranduil. Sim, eles tem muito em comum, elfos sindar, reis e de mau humor. Na construção dos Salões , o autor torna claro que Thranduil e seu pai Oropher estimavam muito Thingol.
    Só por isso acho aceitável a história da esposa morta de Thranduil. Convenhamos, já que não ha nenhuma citação sobre ela, a mãe de Legolas poderia estar viva, bordando em alguma sala reservada, ou participando da festa élfica. O que PJ quis, foi citar o Nauglamír. Aí eu suporto, porque amo Thingol e gostei da analogia mas não amei. Thranduil vai lá para comer o fígado dos anões, como todo bom sindar faria. Sem contemplações. Sem moralismos.
    --- Mensagem Dupla Unificada, 19 Nov 2014, Data da Mensagem Original: 19 Nov 2014 ---
    PS: Esqueci de comentar: No livro os anões não são tão heróicos e glamurosos tambem. Na verdade, eles são um bando de descontrolados que largam tudo nas costas do Bilbo.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  19. Grimnir

    Grimnir Usuário

    Acabou que fiquei sem entender se você concordou ou não com a minha colocação, @Belle Vox.
     
  20. Belle Vox

    Belle Vox Thranduil Oropherion: Badass !!

    Eu falei demais, eu acho @Grimnir
    Mas concordo quando vc criticou o fato de PJ querer tornar Thranduil "mais nobre". Ele já é nobre o suficiente. Não precisaria justificar as ações do Elvenking, uma vez que a relação anões/elfos sempre foi um negócio, no mínimo, conturbado. E ele é um elfo que adora apertar a tecla "fo...-se". Prerrogativa real. :joinha:
     

Compartilhar