1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Grande Hotel Budapeste (The Grand Budapest Hotel, 2014)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Hugo, 22 Jun 2014.

?

Nota:

  1. 10

    44,4%
  2. 9

    11,1%
  3. 8

    33,3%
  4. 7

    11,1%
  5. 6

    0 voto(s)
    0,0%
  6. 5

    0 voto(s)
    0,0%
  7. 4

    0 voto(s)
    0,0%
  8. 3

    0 voto(s)
    0,0%
  9. 2

    0 voto(s)
    0,0%
  10. 1

    0 voto(s)
    0,0%
  1. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Diretor: Wes Anderson

    Elenco: Ralph Fiennes, Jude Law, Tilda Swinton, F. Murray Abraham, Harvey Keitel, Mathieu Amalric, Saoirse Ronan, Bill Murray, Owen Wilson, Edward Norton, Jeff Goldblum, Adrien Brody, Jason Schwartzman, Bob Balaban, Tom Wilkinson e Willem Dafoe

    Sinopse: O filme conta a história de um lendário concierge em um famoso hotel na Europa entre as duas grandes guerras, e sua amizade com um jovem empregado que se torna seu protegido. A trama envolve o roubo e a recuperação de uma pintura renascentista inestimável, a batalha por uma fortuna de família e as lentas e então súbitas mudanças que atingiram a Europa durante a primeira metade do século 20. (Omelete)

    Estréia: 03/07/2014 (Brasil)

    Incrível como o Anderson consegue se superar a cada filme, tirando o LIFE AQUATIC que tenho pouca simpatia, todos os outros filmes dele até agora são geniais. A peculiaridade das histórias e o carinho com seus personagens sempre estão presente nos longas, assim como as grandes interpretações de todo o elenco. O Dafoe rouba todas as cenas e a Swinton completamente irreconhecível. Melhor do ano so far ...


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  2. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    meu favorito do ano por enquanto também. já comentei algo sobre ele lá no censo, mas tem um negócio que eu não deixei de pensar desde que vi no fim que o filme é baseado nos escritos de stefan zweig: alguém já leu a carta de suicídio do autor? segue assim:


    eu sei que a personagem que representaria o zweig seria a interpretada pelo jude law (inclusive ele menciona uma viagem à américa do sul lá no final, o que bate com o fato de zweig ter vivido seus últimos anos no brasil), mas tem algo no m. gustave (que personagem! :grinlove: ) que me fez pensar bastante nessa relação da desilusão de zweig por um mundo que com as guerras não mais existia (ele se matou durante a segunda guerra, em 42 e, vale lembrar, era judeu), desilusão tão grande que o fez simplesmente optar por se matar, e de como m. gustave representava justamente esse mundo. a pessoa civilizada, tolerante num mundo cada vez mais intolerante.

    eu normalmente não gosto de rever filmes, mas no caso de grande hotel budapeste fiquei morrendo de vontade pouco tempo depois de ter assistido. :yep:
     
    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 2
  3. G.

    G. Ai, que preguiça!

    poxa, o primeiro que vi, e um dos meus favoritos :'(

    btw, nesse parece realmente que ele conseguiu se superar, em cada detalhe, ainda sendo ele mesmo :amor:

    adorei as mudanças de resolução para as diferentes épocas, a maioria em 4:3, e a trilha sonora!
     
    Última edição: 22 Jun 2014
  4. Quickbeam

    Quickbeam Rock & Roll

    MR. MOUSTAFA: There are still faint glimmers of civilization left in this barbaric slaughterhouse that was once known as humanity. He was one of them.

    YOUNG WRITER: Forgive me for asking. I hope I haven't upset you.
    MR. MOUSTAFA: No, of course not.
    YOUNG WRITER: Is it simply your last connection to that vanished world - his world, if you will?
    MR. MOUSTAFA: His world? No, I don't think so. You see, we shared a vocation. It wouldn't have been necessary. No. The hotel I keep for Agatha. We were happy here. For a little while.
    To be frank, I think his world had vanished long before he ever entered it. But I will say... He certainly sustained the illusion with a marvelous grace.
     
    • Ótimo Ótimo x 2
  5. G.

    G. Ai, que preguiça!

    Adorei esse vídeo de antes do Oscar em que o pessoal do rogerebert.com explica porque escolheriam a trilha de Budapeste como a melhor:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Acompanha um texto:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 2

Compartilhar