1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O Desmatamento na Terra-média

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Elring, 18 Ago 2008.

  1. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Resolvi dar mais uma relida no Silmarillion, e foi no diálogo de Yavanna e Aulë que me veio essa curiosidade. Ao saber que Aulë havia ocultado a criação dos Anões, Yavanna manifestou grande preocupação, pois sabia que os filhos de Aulë derrubariam muitas de sua árvores com seu machados. Argumento este contestado pelo ferreiro, os Filhos de Ilúvatar também utilizariam a madeira para sua sobrevivência.

    Apreensiva, a questão foi levada à Manwë e respondida por Eru. Assim que os Filhos despertarem, espíritos caminhariam na forma de Pastores de Árvores para defendê-las. Pois bem, Yavanna levou a advertência para Aulë que, sem se abalar, apenas repondeu: "Mesmo assim, eles precisarão da madeira".

    E, como todos devem saber, tantos os Anões como os Elfos e Homens precisam da madeira para construir suas moradas, ferramentas e, principalmente, para alimentar suas forjas. Então pergunto: as raças desenvolveu alguma técnica de forja sem utilizar a madeira como combustível ou para a construção de fortalezas e máquinas de guerra sem sofrerem a ira dos Ents? Ou a presença de Sauron e seus orcs enfraqueceu os Pastores a tal ponto que a derrubada das árvores já era comum?
     
    • Ótimo Ótimo x 7
  2. Calenardhon

    Calenardhon Cavalariço de Rohan

    Acho que não haviam Ents em todas as florestas da Terra-Média. Acho difícil alimentar uma forja sem madeira. E talvez derrubassem somente as árvores que estavam velhas e podres.
     
  3. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    uau!
    primeiramente, parabéns pelo tópico!
    muito, muito interessante!

    creio que vc mesmo respondeu a sua dúvida: frustrando yavanna, essa era a lei superior: a de que homens, elfos e anões precisariam "desmatar" para sobreviverem, construírem, etc. mas haveria um equilíbrio enquanto todos fizessem isso pela sobrevivência... afinal, uma árvore gera material para várias coisas e para várias pessoas...

    o ruim de tudo foi o desmatamento desenfreado com o objetivo de gerar, cada vez mais rápido, artefatos e máquinas. neste caso a demanda por madeira é maior e cada vez mais e mais...

    e o desequilíbrio ecológico deu-se!

    quanto aos ents... bom... apesar de serem seres mega fofos e pastores das florestas, é visível o quanto eram lentos, e lentos pra tudo: falar, decidir, caminhar... de uma forma ou de outra, apesar de não duvidar da capacidade e boa vontade deles, creio que não foram a opção certa para tanto controle, sendo impossível pastorear tantas e tantas árvores espalhadas pela TM...
     
  4. Lord Khamûl

    Lord Khamûl Usuário

    Impactos ambientais sempre ocorreram na Terra média, principalmente no final da Primeira Era, quando toda a Beleriand foi destruída.

    Algúem aí quer um pior fato que veio desequilibrar o meio ambiente da Terra média?

    QUando toda a gigante península foi submersa, houve consequentemente uma alteração no clima de Arda, principalmente no Leste do Mundo, florestas foram inundadas, aumento de gases que contribuiram para a emissão de CO2, redução no nível de água doce, diminuição do fluxo de trocas de energia, mortes de pessoas, mudanças nas relações sociais, diminuição da fauna e muito mais.

    Com relação ao desmatamento, penso que os homens, elfos e anões tinham sociedades sustentáveis onde o impacto não era relevante e os próprios ents tinham consciencia disso, e eles não eram inimigos declardos, inimigos dos orcs, isso sim.

    Eu penso que os ents sabiam e/ou conheciam um pouco da mente e dos corações dos homens, elfos e anões.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  5. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Talvez os Ents soubessem que, apesar de tudo, o impacto era inevitável. E eram inimigos dos orcs por saberem que sua sina era destruir e destruir. Como os servos (demônios) do Anjo Caído (Lúcifer) que existem unicamente para sabotar e corromper as obras Divinas, segundo a mitologia judaico-cristã.

    E o que dizer da Floresta Velha, as árvores de lá tinham algo a ver com essa proteção/defesa, já que eram agressivas e tudo mais? Esse post me fez lembrar e refletir sobre isso.

    Aliás, ótima questão levantada nesse post, Elring!!!!
     
  6. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Talvez os elfos tenham desenvolvido uma melhor simbiose com a natureza. Afinal, muitos deles conheceram Yavanna e seu amor pelas árvores. O mesmo não se pode dizer pelos Homens e anões. Um exemplo foi o consumo desenfreado na época de Aldarion para construir navios de maior calado e fortalezas; seu atenuante foi dar-se conta da devastação e iniciar o replantio de florestas. Até aqui, a única evidência de pensamento "ecológico" na T-m.

    Já os anões, até onde li, só manifestavam tamanha preocupação por locais onde escavavam suas minas; como está dito na passagem de Gimli sobre como seus parentes trabalhariam nas Cavernas de Aglarond com um mínimo de impacto. Fora isso, não sei se eles tinham forjas econômicas para não utilizarem tantas madeiras em suas caldeiras de aço fundido e mithril.

    Ah, não podemos descartar os elfos de Eregion, hábeis artífices que também recorriam a forja e a têmpera de aço em seus afazeres.

    Concordo com o Lord Khamûl, muitas alterações devem ter ocorrido devido ao cataclismo de Beleriand. E há também o exemplo de Mordor, uma terra totalmente corrompida por Sauron.
     
  7. Finwë Fëfalas

    Finwë Fëfalas Nas Echoriath...

    Tenho certeza de que não existia nenhum mecanismo na Terra Média que movimentava a forja ou a criação de outros itens que não tenha parte com a madeira no meio. A não ser que fosse criado por magia.

    Sobre isto eu sou contra algumas coisas mais sem ressentimentos!

    Os Ents vieram para a Terra Média com o objetivo de proteger as florestas e tudo que lá vivia das mais belas criações de Yavanna, se eles sabiam o que havia nos corações dos Homens, Elfos e/ou Orcs só com o tempo eles descobriram, ao ver a necessidade de tal povo necessitar da madeira e das essências da floresta.

    O termo “sociedades sustentáveis” que você citou para os Homens, Elfos e Anões é uma palavra que não existia na Terra Média, pelo menos para Homens e Anões. Já para os Elfos existia, pois eles amavam a cima de tudo a natureza.

    Sobre os Homens, eles não estavam nem ai para plantar árvores, só queriam saber de desmatar e usufruir de sua matéria para construções de barcos, portos, casas, armamentos, etc. Um exemplo muito bem detalhado é a historia de Númenor, no seu apogeu dos Numenorianos, em que eles desmatavam as florestas para uso próprio e não pensando em usar sustentavelmente ela.

    Sobre os Anões, eles apenas pensavam em cavar e descobrir minérios, e não pensando que os minérios iriam um dia acabar, pois não é regenerável como as florestas, e o impacto ambiental causado por estes fora muito grande, ora a degradação de minério é a mais perversa de todas, sem mencionar o que os senhores do escuro fizeram.

    -

    Isto é bem parecido com o que vivemos hoje.

    Com o aumento das populações na Terra Média, as necessidades por essências e matérias vindas das florestas aumentou drasticamente, e com isto houve um desequilibrio ambiental nas florestas e outros recursos que os Homens não souberam e ainda não sabem gerenciar corretamente, e isto tudo por causa da palavrinha mágica que vemos até hoje em todos os humanos, a “ganância”.

    Respondi o tópico e vale para todos isto, até mais.
     
  8. Pam EQA

    Pam EQA Usuário

    Acho que o desmatamento era "correto" até certo ponto. Era incontestável o fato de que os Filhos de Ilúvatar precisariam usar lenha para desenvolver diversas atividades e em alguns casos até mesmo para sobreviver (invernos gelados...fogo...). Nesses casos Yavanna teve que se conformar com o consumo de suas criações e de alguma forma isso foi passado aos pastores...

    Porém é uma questão interessante de se pensar...Se a exploração das florestas era "aprovada" só para fins de sobrevivência, o que pensar quando tinham fins destrutivos? Frequentemente houveram guerras, com a produção bélica aumentada. E a ira dos Ents só se deu sobre Isengard, quando em muitos outros lugares florestas foram totalmente destruidas.

    De certa forma Yavanna teve de "renunciar" às suas criações, afinal Arda não foi feita para os Valar, mas sim para os Filhos de Ilúvatar. Apesar de ter criado tantos lugares e coisas maravilhosas pouco podia fazer para protegê-los da exploração dos elfos, anões ou homens.
     
  9. Ainu

    Ainu Usuário

    Yavanna por mais que estivesse ligada as suas criações, o objetivos de todas as criações era para que os primogenitos, e tudo foi criado para que os primogenitos usufruissem, mas não acabassem com tudo.
    Então no uso por necessidade não haveria problema, pois tudo tinha sido criado para eles.
    Acho que no caso das guerras eles não tinham intenção de acabar com tudo, mas sim resolverem problemas e diferenças entre si ( mesmo que essa não era a melhor forma).
    Mas a intenção não destriur e acabar com tudo por egoismo, sim pois se era necessario cortar mais árvores para se proteger, ou atacar alguém que era um inimigo.
    Agora como vimos os Orcs destruiam tudo por destruir, e tinha uma natureza má.
    Diferente dos Homens, Elfos e Anões.
     

Compartilhar