1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

"O Cortiço" (Aluísio Azevedo)

Tópico em 'Literatura Brasileira' iniciado por Alex deLarge, 12 Fev 2003.

  1. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    Ano passado, recebi meio com desconfiança esse livro indicado pela professora de literatura, afinal todos me diziam que era um livro muito chato. Mas ao final da leitura, só tinha que agradecer a minha professora.
    O livro é maravilhoso - tudo bem é difícil de entender por causa do vocabulário mas o livro que ganhei tinha "tradução" embaixo, e não tive problemas quanto á isso. A trama é incrível, já sabendo que o autor queria defender o ponto de vista de que o homem é fruto do meio - no final isso é provado em sua história, com a mudança de personalidade do português (Não me recordo o nome). Os personagens são variados e todos diferentes e o cortiço está vivo, é fantástico a maneira como ele escreve. E tem um dos melhores personagens que já vi - João Romão.
    Um livro que talvez não entre numa lista dos mais divertidos de se ler, se é que me entendem. Mas entra fácil na lista dos melhores.
    Recomendo á todos que ainda não leram.
     
  2. Uma amiga minha tem esse livro, mas ela nunca teve a chance de ler :lol: . Se é bom mesmo como vc diz vou pedí-lo emprestado :wink: . Tem como me passar um resumo? :o?:
     
  3. Peregrin

    Peregrin Technologic

    Li "O Cortiço" há uns 10 anos, pro colégio, mas gostei bastante. É engraçado que, mesmo tanto tempo após a leitura, ainda lembro de muita coisa, pois o livro me marcou bastante.

    Recomendo a quem gosta de uma narrativa mais forte, densa. E para conhecer melhor a nossa literatura e a história dos cortiços do Rio de Janeiro, é uma ótima opção também.
     
  4. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    Olha eu li e achei mto ruim!!!
    Não o estilo do cara, é mto bom, mas a história é ruim. Po todo mundo acaba mal!!! Todo mundo se corrompe e tals, é tão trágico que nem parece real, pois a vida tem seus altos e baixos e não só baixos.
    O nome do português era Jerônimo, Alex.
     
  5. Destiny Cleara

    Destiny Cleara Usuário

    Eu também achei muito ruim. Achei uma história meio chata, uns papo de vizinho, não gostei mesmo. Não sei se o final é bom, só sei que tava fazendo um trabalho sobre o livro, e como não aguentava mais ler, pedi prum colega me contar a história de um jeito razoável, e larguei de ler.
    Pode ser que o fim seje bom, mas até a metade, eu não gostei nem um pouco.
    :|
     
  6. Amélie Poulain

    Amélie Poulain Usuário

    Li "O Cortiço" faz uns 4 anos pra fazer uma prova no colégio.
    Em se tratando de livros que geralmente são pedidos para a escola, "O Cortiço" foi um dos únicos que me agradou em todos os aspectos. Mesmo!
    Adorei o estilo do autor, principalmente por causa dos toques cômicos em certos capítulos visando a crítica dos vícios humanos e gostei muito do enredo em si. :obiggraz:
     
  7. Thrain...

    Thrain... Usuário

    Eu adoro esse livro! Li faz um tempinho ja e adorei mesmo sendo pedido pro colégio.

    O jeito como os personagens vão construindo as suas vidinhas e depois elas se destroem ms sem acabar cum a vida do cortiço q continua sempre apar do q acontece nele... O melhor é o Miranda e a mulher dele! :lol:

    Pra quem num leu: LEIAM
     
  8. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário


    Ele tinha uma teoria que precisa provar e isso tinha que acontecer para ele prová-la. Era necessário.
     
  9. bechara

    bechara Usuário

    Achei bom.
    "O homem é fruto de seu meio", para mim, definiria o livro. :wink:
     
  10. Alex deLarge

    Alex deLarge Usuário

    sim, foi isso que o autor tentou provar o tempo todo!
     
  11. Gil_Gaer

    Gil_Gaer A lost elf

    Li há 7 anos atrás e... engrosso a lista do povo que não gostou. Pra variar, tive de assistir o filme tb... não deu pra fugir. :disgusti:
    Faço das plavras da Saranel Morevendë:
    Concordo com ela sobre O Cortiço!

    PORÉM...
    Li recentemente O Mulato do Aluísio Azevedo. Me surpreendi ao encontrar um livro de raízes extremamente culturais. Apesar de ser essencialmente o relato de um romance, o livro torna-se muito interessante ao ilustrar a sociedade, costumes e as pessoas do Maranhão do período brasileiro de transição entre reinado e república.

    É um ótimo romance com uma excelente ambientação social. Lindo!! É um livro que eu recomendo.
     
  12. Ephemera

    Ephemera Usuário

    Eu gosto deste livro, li a dois anos atráz para fazer um trabalho no colégio. O trabalho era um teatro contando a historia do livro que por sinal ficou muito loco... tudo bem que o meu personagem era a Leoni :lol: (acho que é esse o nome da garota) bem, quem leu o livro sabe como era a Leoni... uma das minhas melhores amigas era a pombinha 8O eu nem comento... foi muito legal interpretá-la.
     
  13. Maedhros

    Maedhros Whadahell?

    Esse livro é muito bom. Eu lembro que a minha classe teve que fazer uma peça sobre o livro, e eu escrevi o roteiro e interpretei o Sr. Botelho (foi só uma ponta). No fim deu tudo errado.

    Lendo isso eu lembrei dessa cena na minha peça, quando a Leoni dá em cima da Pombinha e etc. A cena ficou cômica porque quando a Leoni entrava tocava um flamenco e ela começava a dançar pelo palco. :lol:
     
  14. Ka Bral o Negro

    Ka Bral o Negro Tchokwe Pós-Moderno

    "O Cortiço" é excelente; leitura densa, envolvente e, de certa forma, cativante. Encaro o Naturalismo apresentado pelo atuor não como determinista, mas como crítico, do homem e de sua sociedade.

    Fascinou-me como o livro retratou os trágicos personagens à periferia da Alta Sociedade, fascinou as elaboradas descrições do cenário, fascinou-me as metáforas sem fim, como aquela que explica a mudança do personagem Jerônimo.

    Ditto! :clap:
     
  15. Idril

    Idril Usuário

    Era pra eu ter lido esse livro no ano passado. ALiás, era pra eu ter lido ele em 2002 (!!!)....

    Enfim, tô só matando os livros que a FUVEST pede pra ler ele depois. É sempre bom ler literatura nacional, ainda mais pra quem vai prestar vestibular (os livros fora da lista também são recomendados).
     

Compartilhar