1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

O CASO DOS DEZ NEGRINHOS - Agatha Christie

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Angélica, 23 Ago 2008.

  1. Angélica

    Angélica Visitante

    Olá pessoal!

    Já disse por aqui que sou fã de carteirinha de Agatha Christie e sendo assim não poderia deixar de colocar nesse espaço literário um comentário entremeado com trechos do seu livro mais famoso para ouvir opiniões, quer agora ou futuramente.

    Não é à toa que Agatha Christie é chamada de “A Rainha do Crime”, seus livros prendem a atenção do leitor do início ao fim e sempre causam as mais diversas emoções mistas de suspense, medo, grandes angústias, sendo que em alguns livros, no meio de uma tenebrosa história ela consegue aqui e ali, pincelar pequenas doses de humor ou nos levar a encontros românticos.

    Sem dúvida, ela é fantástica. :sim: , eu acho :hihihi:

    Dos livros de Agatha Christie, O Caso dos Dez Negrinhos é o mais vendido no mundo todo. E foi através dele o meu primeiro contato com Madame.

    Quem leu, jamais o esquecerá. Quem não o leu, não sabe o que está perdendo!
    _________________________________________________________

    Dez pessoas que não se conheciam receberam cada uma um convite para passar uma semana numa ilha, e com ele as instruções necessárias.

    Todos os dez estranharam e muito, tal convite, principalmente porque não conseguiram se lembrar da pessoa que os convidava.
    Depois de ficar no “vou”, “não vou” resolveram ir, afinal de contas era uma ótima oportunidade para uns dias de descanso e a Ilha do Negro, como se chamava, parecia prometer muito.

    E assim, no dia e hora marcados encontraram-se, aos poucos, à beira de um cais em uma pequena Vila, onde já havia um barco para levá-los até o seu destino. À medida que ali chegavam iam se apresentando aos outros, ou um dos outros se encarregava das apresentações.

    Chegaram oito dos convidados que, curiosamente, enquanto conversavam banalidades, se analisavam e pensavam: coisa mais estranha, nenhum convidado conhece o outro, por que então estaríamos sendo reunidos para passar uma semana nessa ilha? Será que temos algo em comum? Estaria o destino nos preparando uma surpresa? Porque será que ele ou ela veio até aqui?

    Todos começaram a se sentir inquietos e quando soprou um vento mais forte vindo do mar provocando-lhes um forte arrepio, sentiram-se realmente receosos e se questionavam. O que está acontecendo aqui? Por que estou aqui? Acho que não deveria ter vindo... E sem que um demonstrasse ao outro o receio que começara a dominá-los, partiram sorrindo e conversando rumo a Ilha do Negro, cuja casa ficava no topo de um penhasco.

    Foram recebidos por um Mordomo que explicou que devido a um imprevisto, o anfitrião chegaria apenas no dia seguinte, mas deixara as instruções de como servi-los e acomodá-los.

    Após o lauto jantar o Mordomo coloca um disco no gramofone e, para surpresa de todos em vez de tocar uma música ouviram uma voz que lhes falava, dirigindo-se a cada um, por nome e sobrenome e a cada um discorrendo sobre determinados e suspeitos fatos ocorridos tempos atrás...

    Ficaram todos calados e se observando atentamente até que a gravação terminou. Em seguida, refazendo-se do choque eles começaram a questionar.

    - Mas o que é isso? Quem é essa pessoa? O que ela pensa que está fazendo?

    - Quero voltar agora mesmo para a Vila do cais - disse um deles - e então o Mordomo os informou que seria impossível, a casa só tinha como meio de transporte o barqueiro que os trouxera e este retornaria apenas na próxima semana para buscá-los. Não havia como retornar à Vila.

    Desesperado, um dos convidados agarrou o Mordomo exigindo maiores explicações e este disse nada saber, Sua esposa e ele receberam um convite muito tentador, financeiramente falando, para trabalharem por uma semana na Ilha do Negro e, embora aposentados, resolveram aceitar, pois, a remuneração valia à pena e era apenas por uma semana. Após terem aceitado o trabalho receberam, por escrito, instruções do que deveriam fazer até que o anfitrião chegasse, uma delas foi a de colocar o disco no gramofone àquela determinada hora e ...

    Antes que terminasse de explicar, ouviu-se um baque, alguém caia ao chão e se contorcia de dor, eles se aproximaram rapidamente da pessoa e viram uma tremenda agonia expressa em seu rosto e pouco depois a pessoa morria.

    ” Meu Deus! Pensou alguém: será que então é verdade?"
    _________________________________________________________

    bjs da angel ;)
     
  2. Breno C.

    Breno C. Usuário

    Esse também foi o livro que me apresentou a Agatha. Sou suspeito para falar da obra dela porque sou simplesmente apaixonado por qualquer coisa que ela escreve, amo a forma com que ela escreve e tem horas que eu acredito que uma pessoa como a Agatha deve ser super interessante de se conviver. Só não sei muito sobre a vida dela...

    O caso dos dez negrinhos é praticamente o melhor livro que eu já li da Agatha...
     
  3. LatinoAmericano

    LatinoAmericano Aqui jaz Alcarecco

    Também foi o meu primeiro contato com Agatha, li no começo desse ano, e é muito bom mesmo!

    Depois desse li só mais um livro dela, mas dá vontade de ler mais...

    O Caso dos Dez Negrinhos é genial! Depois que sobram 3 pessoas na ilha o negócio fica impossível de não ser lido...
     
  4. Angélica

    Angélica Visitante

    Olá meninos, muito bom saber que por aqui há quem gostou dos livros de Madame.

    Rogério você não disse qual o outro livro que leu, mas, se O Caso dos Dez Negrinhos é o meu preferido, em 2o. lugar tenho dois títulos empatadíssimos, quer pela história, quer pelo final inusitado de ambos: Assassinato no Expresso do Oriente - com o detetive Hercule Poirot e A Casa Torta - um livro independente.

    Livro independente, caso não saibam, são aqueles em que não há a presença dos detetives mais famosos de Madame.

    Deixo essas sugestões para qdo. forem ler outro livro da autora, mas, aí pela net também há outras boas indicações de suas obras.

    bjs da angel
    ;)
     
  5. imported_Capitu

    imported_Capitu Usuário

    Eu adorei esse livro, não foi o prmeiro dela que li, mas está entre os que mais gostei!
    Ela tem realmente tinha um jeito de escrever... a Rainha do crime!!

    Angélica eu já li esse dois também, são ótimos mesmo!!
    Ah! Eu recomendo O Assassinato de Roger Acroyd....alguém já leu?? É incrível!!
    Sou fã do Poirot...é meu preferido...
     
  6. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Eu tinha medo desse livro quando era criança... meu pai tinha uma edição com uma capa medonha!
     
  7. Izze.

    Izze. What? o.O

    Eu adorei esse livro.
    Sempre enrolei pra ler, não por não gostar de Agatha, já tinha lido vários livros dela (o primeiro foi Assassinato no Expresso Oriente, meu preferido), mas era por preguiça mesmo. Sempre me diziam que era o melhor, mas sempre fui adiando a leitura.
    Enfim, quando li, ele ficou em segundo na minha lista de melhores livros dela. xD
     
  8. Angélica

    Angélica Visitante

    Alyninha querida li esse tb, aliás, é o livro que lançou Madame definitivamente para o sucesso...

    Uma das coisas que mais gosto nele é a história ser narrada pela irmã de Roger Acroyd que tem uma personalidade um tanto cômica, sabe aquela solteirona (nada contra solteironas, ok people?) que sabe de tudo antes de todos - seus informantes: o padeiro, o leiteiro, o dono do armazém, a costureira, os empregados de sua e das outras casas, os vizinhos, os parentes destes, e... pois é, assim é Caroline Acroyd, dá a impressão de uma fofoqueira de primeira, mas, no fundo é uma excelente pessoa...

    E quanto a trama do livro, gentemmmm, é td de bom :sim: O livro é considerado um dos tops da autora... Muito bem lembrado Alyninha...

    Recomendo :)

    bjs da angel ;)
     
  9. Angélica

    Angélica Visitante

    Amélie, menina, eu não ia falar nada nesse sentido, mas... já que vc tocou no assunto... Eu tb tive muuuiiiiitoooo medo dele e não foi pela capa mas, pela história, as-su-mooo foi o texto mais macabro que já tinha lido até então, td bem que eu era pré adolescente qdo li, mas "tremi nas bases" e fico feliz ao saber que não fui a única, apesar de as razões serem diferentes, hehe...

    Izze, menina, há muitos anos que acompanho a trajetória de Agatha Christie e algo que registrei é que quando alguém lê o primeiro livro dela, é o que prefere, a maioria pende para os seus top'10, no meu caso é o "Caso dos Dez Negrinhos", no seu, "Assassinato no Expresso do Oriente", mas já vi gente falando que gosta mais de alguns livros dela que são :chibata: em praça pública pela crítica "expert" por serem considerados menos bons...

    Penso que Agatha cativa quem curte o gênero policial-suspense-espionagem, não digo apenas por mim, mas, pelo muito que já li de opiniões sobre ela e suas obras e o que elas provocam em seus leitores (o que não significa que eu esteja 100% correta em minhas suposições).

    Meninas, foi bom falar e ouvir de minha autora preferida com vocês...

    bj no coração, da angel ;)
     
  10. imported_Capitu

    imported_Capitu Usuário

    Angélica, acho que você está se confundido_O assassinato de Roger Acroyd é narrado pelo Dr. Sheppard, o irmão da fofoqueira... e é ai que o o digníssimo Poirot entra...para ajudá-la....
    Segue um resumo tirado so site:

    http://users.hotlink.com.br/pmgi/agatha/ackroyd.html

    "O assassinato do rico Roger Ackroyd, morto a punhaladas com uma adaga tunisiana, é a terceira de uma série de estranhas mortes, que despertam a atenção da solteirona e sagaz Caroline Sheppard, irmã do médico da cidade e narrador deste romance. Intrigada, Caroline resolve investigar o caso e descobrir se as três mortes têm alguma ligação. Para isso, ela conta com a ajuda de seu novo e excêntrico vizinho: o detetive belga Hercule Poirot. Escrita em 1926, O Assassinato de Roger Ackroyd é uma das mais famosas histórias da rainha do mistério"
     
  11. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Eu amo os livros da Agatha Christie!!!
    Li tantos que seria impossível escolher o melhor...
    O Caso dos Dez Negrinhos faz tempo que li, realmente é muito bom!!!!
    Estou relendo eles, vou ler esse para relembrar os fatos certinhos...
     
  12. Angélica

    Angélica Visitante

    Putz Alyninha, eu confundi mesmo... :oops: Desculpa aí, pessoal, e fiquem de olho pq vira e mexe confundo as coisas, num outro fórum comentei que Agatha adorava maçãs verdes. Ela adorava maçãs, sim, mas verdes? Não sei de onde tirei a idéia, ainda bem que alguém notou e me falou...

    Valeu, menina... bj da angel
    ;)
     
  13. imported_Capitu

    imported_Capitu Usuário

    Imagina!! Acontece...também vivo confundindo as coisas...rs!
    Como fãs da Agatha ainda vamos ter muito para conversar, não é Angélica?!
    E ela adorava maçãs??? Essa eu não sabia!! Que legal!!
     
  14. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    de tanta propaganda vou ter que procurar o livro da capa medonha hahahahaha ui ui! não vou dormir a noite!
     
  15. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Amèlie seria essa capa?
    É que fiquei curiosa e fui procurar :hihihi:
     
  16. alrob

    alrob Usuário

    Nota mental: Comprar "O Caso dos Dez Negrinhos" o mais rápido possível.

    Como já comentei no outro tópico, Agatha Christie arrassa. Há muito não vicio em um novo autor...
     
  17. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    nãããão huhuhuhuh eram tipo negrinhos de porcelana e uns revólveres! era de péssimo gosto, tb não achei aqui não...
     
  18. alrob

    alrob Usuário

  19. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

    é essa!!!!!!!!!!!!!!!!! uiiii jesus que medo!
     
  20. Marcileia

    Marcileia Usuário

    Realmente é assustadora essa capa!!!! Mas prefiro ler esse livro do que um do Stephen King, por exemplo, que tem as capas não tão assustadoras mas os livros dizem, (nunca li, tenho medo) são terríveis!!!!!!
     

Compartilhar