1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Novo texto: Armas e Armaduras na Terra-média de Tolkien

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Tilion, 7 Out 2004.

  1. Tilion

    Tilion Administrador

    "Os trabalhos de J.R.R. Tolkien inspiraram muitos a estudarem os variados aspectos do mundo que ele criou. Um dos aspectos de grande interesse para mim é o das armas e armaduras usadas pelos guerreiros e exércitos da Terra-Média através da sua longa história. Aqui se segue um estudo sobre esse equipamento."

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Smaug

    Smaug Cacho

    É, o ensaio ficou pequeno de uma forma geral. Mas já as imagens e o conteúdo para iniciantes é bom, acredito que é interessante para quem quiser saber.

    É, este é um ponto que me chama a atenção. A confecção de cotas são feitas em anéis pequenos e como se fossem traçados como a linha numa roupa. Também gostaria de falar que esse visual da cota de malha de "escamas" torna o usuário mais belo. Além de um adereço para proteção, os perosnagens do Bem, para exemplo, faziam as suas armaduras bonitas, como símbolos e formas uniformes, mas os personagens do Mal parecem que fazem apenas aço e metal e pronto, nada de beleza. Mas enfim, é um ponto que me chamou a atenção.

    Bem como disse a breve descrição, ficou muito bem feita. Gostei dela, pois estes vários "dentes" pontiagudos tornaram-na mais gloriosa. No cabo, as partes que separam quem segura da lâmina ficou muito bom: parecem verdadeiras asas de dragões. E as runas gravadas finalizaram o espetáculo. Muito linda esta espada.

    O elmo num geral não me agradou. Mas um detalhe, que é esta malha de anéis de cobres atrás, é muito interessante. Servia para proteger o pescoço de ataques. Mas enfim, talvez poderia ser belo se fosse num estilo prateado, numa colocarção cinza. Mas claro que é dos anões, então...

    Sim, isso é verdade. É uma das descrições de vestimenta no RdR que ficou marcado na minha memória. Quando li que Merry e gandalf chegam no salão de Denethor, é dito exatamente isso, pois o tempo passava e velho ee não queria ficar. Aí então usava malhas, não só para evitar ficar velho fisicamente, mas também porque ele falava "e um regente deve estar sempre preparado para a luta...", neste caso ele referia-se a si memso em relação à guierra que estava para acontecer.
     
  3. Thorondil

    Thorondil Usuário

    Ótimo ensaio!

    Eu estive durante um tempo pesquisando algumas coisas sobre as influências das armas e armaduras n'O Senhor dos Anéis.

    Uma coisa que achei muito coerente foi o que fizeram nos filmes. Rohan, que tem como língua nativa o rohirric, de influências do anglo-saxão, teve como elmos, espadas, escudos, lanças algumas características exatamente desses equipamentos dos verdadeiros Anglo-saxões.

    Uma língua proporciona muito mais do que se pensa em uma civilização. O modo de falar influencia até mesmo na mente.

    Incrível também a capacidade forjadora desse Joe! Alguns dos equipamentos que ele fez ficaram muito próximos do que eu imaginava. Por exemplo a Anglachel e a Ferroada.
     
  4. WaneArwen

    WaneArwen Usuário

    Acho interessante quando alguns tetxos fazem um paralelo entre a história do SDA e a realidade ou outrs culturas. Não que o texto faça isso o tempo inteiro, mas acho um bom embasamento para desenvolver muitas idéias.
     
  5. Pandatur

    Pandatur Usuário

    O ensaio é mesmo muito bacana. Já o conhecia no original, apesar de não tê-lo lido.

    O autor toca em um ponto interessante ao falar de armas e armaduras, pois sempre que leio O Silmarillion me delicio em imaginar os artefatos bélicos dos Elfos. Como ele mesmo lembra, foram os Anões que ensinaram aos Sindar como confeccionar cotas de malha. Imagino então os Noldor em Aman com vestes mais similares às gregas, com longas túnicas de pano e sandálias. Ao chegarem na Terra-Média para guerrear, minha mente os desenha com gibões de couro bem feitos e ornados, além de algumas proteções feitas de metal.
    Enquanto isso, temos os Sindar com poderosas cotas de malha, machados, etc.
    É aí que eu creio que em uma batakha entre Noldor e Sindar, o povo de Thingol sairia vitorioso, graças a sua tecnologia mais avançada. Por isso que a troca de informações entre os dois povos (e com os Anões também) deve ter sido muito importante nos primeiros anos dos Exilados na Terra-Média.
     
  6. Vëon HIPPO

    Vëon HIPPO Usuário

    o ensaio é muito manero e cada vez q eu leio algo assim me da + vontade d comprar uma replica do SDA, ja vi pra vender aqui (tou nos EUA) a Narsil, ferroada, glamdring e a da e arwen!!!!
    quanto tempo esse joe perdeu?
     

Compartilhar