1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[NOVO ARTIGO]Tolkien, antes de Bilbo

Tópico em 'Comunicados, Tutoriais e Demais Valinorices' iniciado por Administração Valinor, 25 Ago 2007.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <p align="justify"><img src="http://www.valinor.com.br/images/stories/categorias_noticias/textos.jpg" border="0" alt="filmes" title="filmes" hspace="5" vspace="5" width="80" height="100" align="left" /><div align="justify">
    Em abril deste ano os f&atilde;s de Tolkien tiveram um novo motivo para ansiedade e agita&ccedil;&atilde;o: o lan&ccedil;amento de <i>The Children of H&uacute;rin</i>,
    obra p&oacute;stuma de Tolkien. E o movimento n&atilde;o partiu apenas dos f&atilde;s,
    diversas resenhas foram publicadas no mundo todo, anunciando a nova
    obra do Professor. Aqui na Valinor n&oacute;s j&aacute; temos dispon&iacute;veis as resenhas
    de <a href="content/view/7322/64/" target="_blank">Michael Drout</a> e de <a href="content/view/7245/64/" target="_blank">Bryan Appleyard</a>, ambas traduzidas por Gabriel Oliva Brum. Fiquem agora com mais esta resenha, de Jeremy Mashall e tradu&ccedil;&atilde;o de N&iacute;niel.
    </div>
    <div align="justify">
    &nbsp;
    </div>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Glaunir

    Glaunir Usuário

    Foi uma boa resenha. Mas há um pequeno erro: não é Sigurd e Fafnir, mas sim Sigfried e Fafnir(Sigurd também é um grande herói, só que da mitologia anglo-saxã).
    Gostei das comparações com outras obras, mas gosto bastante de O Silmarillion e gostaria de saber a opinião do autor, ou de Niniel, sobre Contos Inacabados que não é citado. Parabéns!
     
  3. diek

    diek Usuário

    veremos...
     
  4. Tilion

    Tilion Administrador

    Não, está certo. Sigurd (ou mais apropriadamente Sigurðr) é a forma original do nome, em nórdico (= islandês) antigo, que aparece na Edda Poética (onde é descrito o encontro com Fafnir) e na Saga dos Volsungs.

    Siegfried é a forma em alto alemão médio, tal como aparece no poema épico Nibelungenlied, "A Canção dos Nibelungos", a qual também menciona o episódio com Fafnir.

    Ambas são formas em línguas diferentes do nome do mesmo herói.

    E o personagem não é da "mitologia" anglo-saxã (que nem existia como tal), mas essencialmente da nórdica e da alemã.
     
  5. Glaunir

    Glaunir Usuário

    Desculpe Gabriel, mas eu tenho um livro aqui em casa que fala de uma antiga versão anglo-saxã da história. Se der mais tarde eu posto....
     
  6. Níniel

    Níniel let's put a smile on that face

    Inda n li... :oops:

    :mrgreen:
     
  7. Tilion

    Tilion Administrador

    Então o teu livro não é dos melhores e está simplesmente errado. O(a) autor(a) do teu livro deve ter confundido Sigurd com Beowulf, já que este último também mata um dragão. =]

    Dê uma pesquisada e verá que estou com a razão. Não estou inventando moda, ainda mais porque eu estudo tanto a mitologia nórdica como o nórdico antigo, e já li os livros que citei e mais outros acadêmicos algumas vezes e não há nada de anglo-saxão em Sigurd/Siegfried.
     
  8. Deriel

    Deriel Administrador

    Ambos estão errados.

    O personagem é uma clara alusão a Zigurvrid, um personagem Atlante de grande expressão, que pode ser visto com freqüência no Grande Agvar.
     
    Última edição: 26 Ago 2007
  9. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Deriel, seu serelepe! :no:
     
  10. Tilion

    Tilion Administrador

    Achei que ele na verdade fosse de Hercólobus, aquele "planeta vingador" em rota de colisão com a Terra (que deve estar vindo buscar os restos mortais do Sig para revivê-lo na Era de Aquário). :think:

    Mas besteiras à parte, o que eu falei nos posts acima é o que se mantém. :cerva:
     
  11. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Esse trecho aqui: "mas para os miseráveis filhos de Húrin cada acaso é uma fortuna doente" resume bem o sentido perturbador que a história tem. "Fortuna doente" é uma expressão muito bem cunhada e apropriada.
     
  12. Galahan

    Galahan Lazy elven artist

    Só achei que a resenha é muito spoilerenta. Poxa, não sabia que todo mundo morria. :roll:
     
  13. Glaunir

    Glaunir Usuário

    Dando uma passadinha rápida por aqui.....Deriel pode me falar mais sobre a origem então de Sigurd/Sigfried?
    Abraços a todos (desculpe não postar mais é que estou cheia de coisas para fazer na escola)!!!
     
  14. Tilion

    Tilion Administrador

    O post do Deriel foi uma brincadeira. Nada do que ele escreveu ali realmente existe. :wink:
     
  15. Glaunir

    Glaunir Usuário

    Ooops....ok então Gabriel. Eu estou aqui na escola então estou sem o livro, mas vou colocar o que eu lembro. No final você ainda estava mais certo, porque o livro falava que Sigurd é nórdico mas os anglo-saxões tiveram muito contato com este povo ao longo dos séculos e acabou-se aderindo à cultura nórdica em alguns mitos e crenças, mas Beowulf é muito mais antigo e talvez por isso Sigurd teve aceitação imediata.
    Agora Sigfried é outro personagem que teve também forte influência nórdica, mas na qual pertencia ao povo germânico.
    Gostei mais da sua explicação em dizer que na verdade são os mesmos personagens apenas divididos por línguas de períodos históricos diferentes.
    Será que não seria melhor a administração transferir esta discussão para um tópico diferente?
    Abraços a todos.
     
  16. Tilion

    Tilion Administrador

    Acho que a discussão ainda pode ficar aqui, já que tem a ver com o que é mencionado no texto, de um jeito ou de outro.

    A questão na verdade é relativamente simples, pois tanto anglo-saxões, nórdicos e alemães possuem uma coisa em comum: todos são povos germânicos com origens comuns. O que aconteceu foi que, com o decorrer do tempo, houve divisões entre os germânicos, que invariavelmente estavam associadas com movimentos migratórios. Assim, determinados povos migraram para as ilhas britânicas (os anglos, saxões e jutos), outros ainda mais para o norte da Escandinávia (já havia germânicos na Jutlândia, atual Dinamarca), como os geatas (povo ao qual pertencia o Beowulf) com os suevos, e assim por diante.

    Naturalmente, tendo todos uma origem comum, as versões mais antigas das lendas (e aí se inclui a de Sigurd) eram de conhecimento geral, sofrendo variações e modificações conforme era do melhor agrado do povo em questão - de modo que as diferenças entre as lendas se acentuaram na medida em que a distância entre tais povos aumentava, e é por isso que há documentação de tantas variantes.

    Bem, o que fiz aí foi uma simplificação extrema da coisa toda, mas acho que dá pra ter uma idéia do que realmente importa. =]
     
    Última edição: 30 Ago 2007
  17. WaneArwen

    WaneArwen Usuário

    achei um pouco irrelevante quando o autor cita o que ele chama de "defeitos" desta última obra de Tolkien, pois ele mesmo justifica no início que é uma obra póstumas e possivelmente incompleta! As questões que ele deixa são exatamente perguntas que pedem respostas esclarecedoras, que são não são provenientes de uma omissão intencional de Tolkien, mas por falta de tempo! Assim, né, ele morreu...!
     
  18. Glaunir

    Glaunir Usuário

    Gostei da explicação Gabriel! Eu tenho uns textos desses aqui comigo, mas gostei da sua explicação. Você tem algum texto que possa me passar viam e-mail?
     

Compartilhar