1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Notícia] Mangás e animes podem ser banidos em Tóquio

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por Turgon, 14 Dez 2010.

  1. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Segundo informa o site Sankaku Complex, nesta semana, o Partido Democrático do Japão concordou em apoiar o banimento de animes, mangás e games, em Tóquio, providos de conteúdos que não sejam considerados “suscetíveis a interferir no desenvolvimento saudável dos jovens”.

    O projeto final impõe “um dever de não possuir material pornográfico infantil”, deixando mangás e animes eróticos proibidos (e excluindo principalmente materiais fotográficos). Dessa forma, a lei caracteriza-se como “anti-otaku”.

    Além disso, o projeto utiliza diversos termos vagos (como “etc”, ”entre outros”) no final de seus exemplos, fazendo com que a interpretação adotada seja aquela que for melhor para os censores. Da mesma forma, a menção ao “estupro e outros atos sexuais que violam as normas sociais” faz parecer inevitável a proibição de homossexualidade.

    Um órgão especial chamado “Amakudari” irá inspecionar mangás, animes e jogos, a fim de identificar os títulos “decentes” para serem vendidos regularmente nas lojas de Tóquio, e o restante será destinado ao público adulto. O efeito imediato será sentido em mangás ecchi, títulos bishoujo, yaois, bem como qualquer mangá seinen com temas especialmente maduros.

    Eles serão banidos das vendas – a maioria deverá ser cancelado, devido à falta de distribuição em revistas e canais adequados, talvez com alguns sendo ressuscitados com uma classificação para maiores de 18 anos.

    Provavelmente ocorrerá o fim de animes que não se adequarem às mudanças, mesmo que sejam exibidos tarde da noite em Tóquio (e por extensão, em toda parte). Há também algumas dúvidas a respeito da Comiket (o maior evento de quadrinhos do Japão) ser realizada sob as novas regras – se não, é provável que haja a mudança do evento para outra localidade. A lei deverá ser sancionada no dia 15, entrando em vigor em julho de 2011.

    Fonte: ANMTV
    ---------------------------------------------------------

    Ridículo!

    Proibirem a venda para menores e de serem exibidos em horário nobre, ok! Mas o que estão fazendo é retirar todo o tipo de material em circulação!

    Eu particularmente não gosto de hentai e não acompanho nenhum, mas acredito que deva ter muitos que gostem, já que até hoje em dia são produzidos. É simplesmente acabar com um gênero inteiro de mangá! Sem contar que até mesmo o estilo ecchi será prejudicado, já que utiliza a sensualidade da mulher em muitas cenas, mesmo algumas não sendo muito abusivas.

    É incrível ao ponto em que chegamos. Proibição dos animes, mas vídeos pornôs e tantos outros poderão ser comercializados normalmente. Incrível como alguns pensam.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  2. Fernanda

    Fernanda Andarilho de Eriador e

    Pois é, você resumiu minha opnião. É a merd... da politicamente correto e de baboseira infernal de faz de conta que protege as crianças cortando o que não faz mal.

    Deve ter algum lucro para alguém em algum lugar para rolar uma proibição dessas.
     
  3. Proview

    Proview Go

    Parece que a baboseira ultra-conservadora ocidental chegou no japão.

    Isso é ridículo mesmo, nem tem muito o que falar.
    Enquanto isso peitos e bundas nas novelas que qualquer criança vê pode.
     
  4. Urso Sentado

    Urso Sentado Usuário

    Até onde sei, eles iriam banir os animes/mangas que mostrem extrapolações sexuais, do tipo tentáculos e panz. Como a maioria dos animes/mangas TEM sempre alguma coisa burlesca, vai ser meio dificil banir tudo. Logo vejo um Japão triste sem seus mangás eróticos explícitos que mostram coisas absurdas. O povo de meia-idade japonês vai reagir com força à essa notícia.

    Imagino o Dragon Ball (o primeirinho, antes do Z) sob essa lei. Ia ser bem sem graça.
     
  5. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Lucro eu não sei, mas que muitas empresas vão cair, isso eu não duvido. Imagina o tanto de animes e mangás cancelados em Tokyo! Mangakás que seu melhor estilo é esse e provavelmente terão uma queda grande em investimento de seus trabalhos, principalmente para se tornarem animes. O número não será pequeno! Sem contar nos eventos populares na cidade que serão boicotados (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ), perdendo assim muito dinheiro.

    Por isso. Tem muitos animes que não apelam para esse tipo para se promoverem, mas simplesmente não poderão nem tentar fazer uma piadinha com o assunto.

    Em Dragon Ball já tivemos a cena da Bulma mijando enquanto é carregada por um dragão cortada. A cena da Bulma mostrando a calcinha para o Mestre Kame cortada. A cena do Goku pegando a calcinha da Bulma entre muitas outras cortadas. Imagina assistir isso tudo picotado!
     
  6. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Antes fosse somente os hentai, a Lei se estende a todos os animes e mangás ecchi, seinen e bishoujo. Só para ilustrar, a CLAMP produz mangás bishoujo, a Kadokawa tem portifólios seinen e até mesmo a Jump pode sair no prejuízo caso a tesoura pegue mangás de Naruto, Bleach e One Piece.

    Além de afugentar todos os cliente de bairros como Akihabara, Shinjuku e Shibuya, famosos pontos de compras e eoncontros de cosplayers e fãs em geral de animes. Ficaram loucas as autirdades japonesas!
     
  7. Urso Sentado

    Urso Sentado Usuário

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  8. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Quando li “um dever de não possuir material pornográfico infantil” achei que era referente aos lolicons que realmente é controverso demais.
    Mas é geral mesmo?
     
  9. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Vai ser geral, com direito a boicote das grandes editoras. Até mangás bishoujo vão entrar pro saco.
     
  10. Tilion

    Tilion Administrador

    Isso é tiro no pé, dado os lucros que advêm da venda desses produtos e anúncios de patrocinadores.

    Na hora de colocar na ponta do lápis os prós e contras, e pela pressão dos interessados, vão voltar atrás.
     
  11. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    E já nessa nova temporada temos um anime que provavelmente irá sofrer pressão em Tokyo que é o Hourou Musuko que conta a história de um casal de travesti que compartilham o mesmo segredo e andam vestidos com roupas do sexo inverso. Fora os muitos outros que terão como gênero ecchi! É praticamente detonar uma temporada inteira de animes, já que o gênero ecchi vem crescendo nos últimos anos no Japão.

    Espero que voltem! Não faz sentido uma lei tão rigorosa assim no Japão. Se os índices de criminalidade no Japão mostrassem o contrário, até poderia ser relevado, mas não é o caso.
     
  12. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    E o que assusta é que, se entrar em vigor para valer, criará um tsunami que vai atingir as distribuidoras daqui e de outros países. Provavelmente irá decair as vendas, pois os animes e mangás já chegarão até nós editados ou nem chegarão devido ao cancelamento da série atingida.
     
  13. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Eu acho que irá piorar de vez se isso chegar a nível nacional no Japão. Pois todas as regiões e canais terão que se adaptar totalmente a essa lei, fazendo assim modificações até em séries antigas que queiram reprisar (conseguem imaginar isso?).

    Sem contar que o canal de Tokyo que exibe muitos animes, TV Tokyo, terá que editar todos seus animes da programação. Estava dando uma olhada e dessa nova temporada temos Rio Rainbow Gate!, GOSICK, CardFight Vanguard , Beelzebub e Level E. Imaginem o mercado que eles irão perder?

    O problema é que eu não consigo ver um fator positivo ou vantajoso para a indústria de Animes e Mangás no Japão com essa lei. :think:
     
  14. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Assembleia aprova nova regulamentação de animes e mangás em Tóquio

    A Assembleia Metropolitana de Tóquio realizada nesta última quarta-feira, aprovou a revisão da emenda que institui o banimento de todo e qualquer material (animes, mangás e jogos) que violem o desenvolvimento saudável da juventude.

    Era esperado que isso acontecesse, já que o Partido Democrático do Japão havia concordado em apoiar o projeto, como informado no dia 14. Até a nova lei não entrar em vigor, vale o decreto atual, que já proíbe a venda e locação de materiais com conteúdo sexual estimulante, crueldade incentivadora, e/ou comportamentos criminosos para menores de 18 anos.

    Com a Lei 156, será requerido que indústrias também regulem mangás, animes e outras imagens (exceto para fotografias na vida real), removendo certos “exageros” de atos sexuais ou pseudo-sexual. A assembléia também aprovou uma resolução não vinculativa suplementar pedindo recentes publicações com conteúdo “nocivo” a serem cuidadosamente regulamentadas, com os méritos do trabalho artístico, sociais e outros critérios.

    As cláusulas de auto-regulação vão entrar em efeito a partir do dia 1º de abril, e as restrições à venda e locação serão efetivadas em 1º de julho de 2011.

    Fonte: ANMTV
    ---------------------------------------------------

    Então...
     
  15. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Era esperado, uma vez que a Lei teve apoio do Parlamento. O jeito é esperar o pronunciamento das editoras e o que elas irã fazer a respeito da lei.

    As grandes editoras não serão muito prejudicadas, mas as pequenas sim. Principalmente as que possuem em seu catálogo mangás voltados para o mercado ecchi, loli ou moe. Tudo isso poderia ser evitado se as revistas não agrupassem num mesmo volume histórias de teor mais infantil com os de conteúdo adulto. Agora todos vão pagar.
     
  16. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Algumas grandes serão prejudicadas também. O gênero ecchi estava em alta e provavelmente teremos uma diminuição no estilo para as próximas temporadas. O pior é que a maioria dos animes usavam justamente isso como forma de fazer uma piada.

    Isso é apenas em Tokyo, mas como é um grande centro metropolitano, acredito que vai afetar diretamente nas produções dos animes. O engraçado é que as imagens "reais" vão continuar sendo distribuídas numa boa. E vale lembrar que muitos animes já vinham sendo cortados, sendo que depois eles lançavam a versão sem cortes em dvds ou passavam em horários não nobres.
     
  17. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    E é o que já vem ocorrendo, versões sem censura de animes como Queen's Blade, Hyakka Ryouran Samurai Girls e outros que tenham cenas de nudismo sendo relançadas em horários alternativos. E vi que até animes clássicos podem ser retalhados nas aberturas, como é o caso de Cutey Honey (que ganhou uma repaginada bacana na versão atual), olhem e digam se passará pelo crivo da censura:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  18. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Mais sobre o assunto:

    Lei 156: Governador de Tóquio fala sobre a nova regulamentação

    O governador de Tóquio, Shintaro Ishihara, falou sobre a nova regulamentação de animes e mangás promulgada nesta última semana, a qual ficou conhecida por lei “anti-lolicon”. O político fez alguns comentários considerados desagradáveis por parte de alguns otakus, aumentando ainda mais a polêmica que originou-se a partir desta nova medida. Quando questionado sobre seu apoio ao projeto de lei, Ishihara declarou:

    “Eu não estou dizendo que as pessoas não podem desenhar essas coisas. Eu somente aprovei esta lei porque era sobre não expor estas coisas para crianças. Está claro que existem pervertidos neste mundo. Pessoas tristes com o DNA deformado.

    Se a pessoa que possui esse gosto quiser ler ou desenhar este tipo de coisa e ficar excitado com isso, está certo por mim, realmente. Contudo, eu não acho que as sociedades orientais iriam tolerar isso por muito tempo. O Japão tornou-se muito desinibido. Mas vocês sabem, esta coisa é anormal, não é?”


    Mais tarde na entrevista, o governador menciona ainda que eles não querem que crianças sejam capazes de entrar em contato com mangás que apresentam relações sexuais envolvendo crianças de colegiais.

    Sendo assim, entra aí a Lei 156, que irá regulamentar todo e qualquer anime, mangá e outras imagens, que exibem atos sexuais exagerados e/ou situações pertubadoras de ordem social, como o estupro.

    Fonte: ANMTV
    -------------------------------------------------------------

    Ainda estou curioso para saber o quanto disso tudo será realmente cortado. Sem contar que se cortarem demais as animações e mangás, eles correm um grande risco de perderem em muito o número de vendas e audiência.

    O incrível é que essa lei não se aplica às novelas, live-actions, filmes e entre outros.
     
  19. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Se depender do Governador Ishihara, não passará anime nenhum nas tv's, já que ele classifica personagens de papel e acetato como um risco à sociedade. Animes, para o Governador, estão no mesmo nível dos snuff movies dos anos '70 ou das pornochanchadas daqui.

    Percebe-se que político é tudo igual em qualquer parte do mundo, independente do grau de instrução. Chamar as pessoas que produzem um anime, e estamos falando de uma equipe formada por desenhistas, arte-finalistas, designers, diretores, equipe técnica e demais profissionais envolvidos - em pervertidos só demosntra a visão tacanha que o ilustre tem de uma produção.

    Ele deve pensar que animações brotam do nada, basta alguem desenhar e animar que está pronto. Esquece que, antes de receber o ok de um estúdio, o mangá passou por todo um processo que envolve custos, número de episódios e pesquisa entre telespectadores e leitores e mercado em geral. Não tem como alguém simplesmente fazer um anime com cenas picantes ou sensuais sem um retorno positivo do público. O anime é um veículo comercial, antes de tudo.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  20. Nagato_the_Witch

    Nagato_the_Witch It's treason...them

    Nem vou falar nada.Vou fazer um minuto de silêncio por todos os animes e mangás banidos inujustamente,um minuto de silênciio da mais pura vergonha.Que o Japão não se torne um novo Brasil,cheio de falsa moralidade.:disgusti:
     

Compartilhar