1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Notícia] Dez editoras de mangá irão boicotar a Tokyo Anime Fair

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por Turgon, 11 Dez 2010.

  1. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Dez editoras de mangá anunciaram que vão boicotar a Tokyo Anime Fair (TAF) do próximo ano, devido ao projeto de revisão do Governo Metropolitano de Tóquio para alterar o Estatuto da Criança e do Adolescente. O boicote das editoras na associação Comic 10-Shakai inclui Kadokawa Shoten, assim como Shueisha, Shogakukan, Kodansha, Akita Shoten, Hakusensha, Shonen Gahousha, Shinchosha, Futabasha e LEED Publishing Co., Ltd.

    O projeto do Governo Metropolitano de Tóquio foi apresentado no mês passado. A atual lei já proíbe a venda e locação de “publicações nocivas” – materiais que são “sexualmente estimulantes, encorajando a crueldade, e/ou provocando comportamento criminoso” – para pessoas com idade inferior a 18 anos.

    A proposta de lei 156 exigiria que a indústria também auto-regulasse a venda de “animes, mangás e outras imagens (exceto fotografias da vida real)”, que “injustificadamente glorificar ou exagerar” certos atos sexuais ou pseudo-sexuais. Outra seção do projeto revisado seria permitir que o governo diretamente restringisse a venda e a locação dos casos mencionados acima, caso os fatos descritos também fossem “considerados excessivamente perturbadores da ordem social”, como o estupro.

    O Governo Metropolitano de Tóquio faz parte do comitê executivo da TAF, e o governador de Tóquio, Shintaro Ishihara, também é o presidente dessa comissão. Ishihara foi um dos principais defensores da proposta de emenda anterior que foi rejeitada em junho, e ele está cuidando do atual projeto de revisão. No dia 29 de novembro, três grupos de mangakás – A Associação dos Cartunistas do Japão, o Copyright Network para autores de quadrinhos no século 21, e Manga Japan – anunciaram a sua oposição ao projeto.

    Fonte: ANMTV
    ------------------------------------------------

    Anime não pode, mas imagens reais podem normalmente. Incrível!
     
  2. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Cara... que absurdo!!! E eu que elogiava o país pela diversidade de temas em animes, agora aparece isso. Não tem fundamento esse tipo de lei, uma vez que as próprias editoras, através de pesquisas e enquetes entre os leitores podem solicitar o cancelamento de uma série, caso não seja do agrado do público.

    Enfim, é dificil de saber o que fez com que o Governo Japonês resolvesse regulamentar a indústria de animes e mangás. Será essa maldita onda de conservadorismo, que assola o mundo ocidental, o motivo? Não tem outra explicação, os índices de criminalidade de lá são ínfimos; e os assassinatos envolvendo animes como inspiração nem devem constar nas ocorrências.
     
  3. Nagato_the_Witch

    Nagato_the_Witch It's treason...them

    Sacumé,Elring,é o segunite: Eu tb acho isso um absurdo.Quero dizer,isso é puro preconceito.Eu acho que eles devem saber separar o que é Anime/Mangá, o que é vida real.Tá certo que tem uns doidos que saem matando e depois falam que foi inspirado em tal anime,como vc disse,mas não é por causa de uns ou outros que todo mundo tem que sair prejudicado.Aki no Brasil,por exemplo,ninguém precisa de Anime/Mangá pra roubar e matar:osigh:
    Isso ae é muito injusto,BOICOTE NELES!:yep::mario:
     
  4. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    O engraçado que as notícias que envolviam animes com alguns crimes, como por exemplo Death Note, aconteceram fora do Japão.

    Eu acho certas medidas muito imbecis de certas pessoas. O mesmo ocorre por aqui com relação a video-games e tantos outros produtos. Sinceramente espero que não tenhamos animes sendo cortados desde o original, pois isso irá afetar em muito a indústria de anime, que já não vem sendo muito lucrativa nos últimos anos.
     

Compartilhar