1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Notícia] Computador diz se uma mulher é bonita ou não

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por seGUNdo, 16 Abr 2008.

  1. seGUNdo

    seGUNdo Usuário

    FONTE:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Blzaaa, já posso ficar cego agora =) :sacou:
     
  2. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Mas que coisa... inútil:lol::lol::lol:
    Pra que fazer uma coisa dessas se tem muita coisa mais importante? Eu mesmo sei dizer quem é bonita ou não. Tá... as vezes o álcool muda minha opinião:lol::lol::lol:
     
  3. Lune

    Lune Death .

    Sempre o álcool, que coisa feia!
    AHUAHAUHA
     
  4. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Ahh, faz parte:P
    Você não sabe o vídeo que eu recebi que gravaram de eu cantando umas músicas depois da minha calourada:mrgreen:
    Tava no youtube, mas falei pra tirarem hehehe
     
  5. Izze.

    Izze. What? o.O

    Quando comecei a ler a notícia pensei que era mais uma pesquisa inútil, compartilhando da opinião do Fringway. Mas depois de ler essa parte destacada, vi que tem utilidade, e muita, principalmente no que diz respeito ao reconhecimento de rostos. Mas, claro, quando tal programa se tornar público, a maioria usará por vaidade.
     
  6. Fringway

    Fringway Andarilho do Norte (187)

    Oops, isso passou desapercebido.
    Por esse ponto de vista, realmente tem alguma utilidade essa pesquisa.
    Valeu aí Izze.
     
  7. seGUNdo

    seGUNdo Usuário

    Na verdade não, haha. Eles provavelmente só utilizaram oq já existe p/ reconhecimento facial em uma nova aplicação...
     
  8. Izze.

    Izze. What? o.O

    Mas podem desenvolver isso e tornar realmente útil, não?
     
  9. seGUNdo

    seGUNdo Usuário

    Utilidade p/ vaidade talvez. Eu não acredito q saber se a pessoa é bonita ou não vá ajudar no reconhecimento facial, uehueheuheuehu. A não ser p/ um sistema de controle de entrada de danceterias do tipo "essa aqui é bonita, deixa entrar", ou "essa é feia, devolve a grana do ingresso e manda embora".
     
  10. Izze.

    Izze. What? o.O

    Mas non no sentido de dizer "ah, é bonita". Mas a questão é a geometria do rosto. Mesmo fazendo uma plástica, certas características permanessem, nisso a leitura da geometria ajuda no crime (olhem o Abadia, quantas plásticas o maldito não fez, mas um pouquinho da cara dele fica). Então pega o rosto de um suposto criminoso que fez uma plástca, se indicar certa competibilidade, já é de grande utilidade.
     
  11. seGUNdo

    seGUNdo Usuário

    o reconhecimento facial de hj em dia funciona naquela de encontrar a pessoa mais "parecida" entre todas as pessoas cadastradas (p/ brincar com isso eu recomendo
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )

    Esse kra deve ter criado algo no estilo: (1) encontra a pessoa previamente classificada mais parecida; e (2) devolve a nota dessa pessoa previamente classificada para a pessoa q quer saber se é bonita.

    Ou seja, p/ o reconhecimento facial ele não acrescentou mta coisa, a não ser um novo uso =)
     
  12. DiegoFerrite

    DiegoFerrite Usuário

    e de q me vale a opinião de uma máquina movida à senso comum?
     
  13. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Eu tenho um colega que trabalha em redes neurais.
    Ele faz umas amostragens de alguns dispositivos que a gente monta e usa isso para ensinar a rede neural dele o comportamento das características do dispositivo ao mudar cada um dos inumeros parâmetros. Mas há um limite crítico (que eu não sei como ele consegue definir) que diferencia quando a máquina pára de aprender e começa a decorar o que está sendo mostrado a ela.

    Talvez o cara possa utilizar algo parecido não para fazer a máquina decorar um rosto perfeito. Mas para "ensinar" a máquina a possuir um gosto próprio e passar a conseguir definir sozinha o que seria uma pessoa bonita para ela, mesmo que sejam diferentes.
     
  14. seGUNdo

    seGUNdo Usuário

    Imagine q esse kra da notícia treinou uma rede neural a partir das imagens das pessoas previamente classificadas p/ essa rede retornar a nota dada p/ essa pessoa. A rede aprende a usar a imagem p/ retornar a nota, e, em teoria, qualquer imagem de outra face inserida nessa rede neural receberia uma nota "compatível" com a sua beleza, mas quem já viu qq coisa sobre redes neurais sabe que na verdade não funciona bem assim...
     
  15. zannah

    zannah The Red

    No ponto de vista vaidade, absolutamente útil.
    Levando em conta que "beleza" é relativo e que a personalidade da pessoa é que a torna interessante para um segundo contato, essa coisa se tornou mais inútil que um programa de televisão, sobre a ortografia correta da língua portuguesa, capitaneado pela Carla Perez.
    Mas, como já disse a Izzie, talvez alguém se dê conta que pode se usar um programa desse tipo pra coisas mais importantes que dizer se alguém é estéticamente belo ou não.
     
  16. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    E nunca passarão a ser "bem assim" se não continuarem testando.
     
  17. seGUNdo

    seGUNdo Usuário

    Testar é uma boa p/ encontrar novas aplicações, assim como o kra fez. Oq eu estou tentando dizer é q só haveria uma contribuição real p/ o rec. facial se ele estivesse alterando a rede neural em si (ou qq outra técnica q ele utilizar). E esse tipo de contribuição não costuma virar noticia...
     

Compartilhar