1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nostálgicos Avós

Tópico em 'Nostalgia' iniciado por O Sujo de Sangue, 26 Nov 2002.

  1. O Sujo de Sangue

    O Sujo de Sangue Usuário

    Poxa...

    Ontem a noite, numa conversa extremamente nostálgica com meu vô, ele me disse algo que me fez parar pra pensar. Ele contou que quando ele era pequeno, o guaraná vinha numa embalagem com rolha, tipo champagne.

    Desnecessário dizer o quanto eu rí.

    Mas ele ficou olhando pra minha cara, tipo, naum entendendo o porquê.

    Aí eu parei pra pensar nessas pequenas mudanças no nosso cotidiano.

    Já pensou daqui um tempo... o meu neto rachando o bico da minha cara por eu contar que quando eu era muleque o alcool era líquido?!?!!

    Ou então... vocês sabiam que a proporção de mulheres por habitantes chineses vem diminuindo drasticamente? Já pensou meu neto me tirando de mentiroso por eu contar que quando eu era pequeno existiam chinesas :mrgreen:

    Bom a proposta do tópico é mais ou menos essa, postarmos aqui histórias nostálgicas dos nossos avôs ou avós.
     
  2. Láthspell

    Láthspell Usuário

    Bueno...

    Quanto ao que você disse... realmente, existe até a expressão 'mil novecentos e guaraná de rolha...'

    E vai ser triste o dia em que meu neto me perguntar o que é moden... Ou o que era Star Wars...
     
  3. [CTRL-ALT-DEL]

    [CTRL-ALT-DEL] Usuário

    Pouca gente lembra de quando as latas de refrigerante eram de ferro com aquele anel para abrir... "Gire e Puxe" :eek:
    O anel sempre quebrava... :roll:
    E as garrafas de vidro de um litro da Coca Cola...
     
  4. O Sujo de Sangue

    O Sujo de Sangue Usuário

    pois é,

    isso me fez lembrar algo bizarro... o costume de chamar a embalagem de refrigerante de de latinha... Isso se deve pq antigamente essas embalagens eram feitas de latão. Mas hoje em dia saum feitas de alumínio, e o hábito de chamar a embalagem de latinha continua...

    estranho neh?

    Agora o negócio do alcool liquido é mó viagem, já naum existe mais... aqui na minha empresa tiveram que mudar todo o esquema de tratamento e teste de materiais pq naum existe mais alcool líquido.

    Daqui a alguns anos talvez as pessoas nem se lembrem que isso existiu? Já imaginou?

    Outra história clássica do meu vô, ele ficou em 3º lugar na são silvestre, quando ela ainda era feita durante o reveillon. Detalhe: ele tem uma perna menor que a outra. Bizarríssimo neh?
     
  5. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    eu naum tive oportunidade de conhecer meus avos....
    mas meu avo foi piloto da aeronautica..
    atirou num navio alemao na segunda guerra
    uma vez o aviao dele caiu e ele ficou na selva do peru com os indios durante 3 meses ate achar a civilizaçao...
    queria mto ter conhecido ele!!!
    Meu outro avo era da romenia...tbem devia ser uma pessoa mto culta, pois era um importante empresario...
     
  6. Láthspell

    Láthspell Usuário

    Coca de um litro ainda existe... É raro, mas existe...
     
  7. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Falar em garrafa, mamadeira no tempo dos meus pais vocês sabem como era? Tinha uns bicos que eram adaptados em garrafas de guaraná, e...
     
  8. Fox

    Fox Visitante

    Porque rir?

    Meus avós me contaram coisas de suas épocas e por mais que não correspondessem bem ao meu tempo, eu não sentia mais do que uma curiosidade pelas peculiaridades de épocas passadas.

    Eu não aprecio muito o escárnio imbuído nos comentários usuais relacionados à épocas passadas. Porque muito desse escárnio vem do desdém.
     
  9. Swanhild

    Swanhild Usuário

    Fox, talvez não seja correto considerar que todo riso é de escárnio ou desdém... algumas coisas *são* apenas engraçadas, curiosas, e também algumas pessoas são mais suscetíveis a isso do que outras. Nem sempre há maldade em se rir, pode ser que haja apenas alegria mesmo... :wink:
     
  10. O Sujo de Sangue

    O Sujo de Sangue Usuário

    Me vô era feirante, naquela época que não haviam mercados. Ele vendia azeitonas. Até hoje ele conhece mais de mil tipos de azeitonas e maneiras de se prepara-las. Eu me sinto o Forest Gump conversando de camarões com o Bubba quando meu vô começa a falar de azeitonas.

    Mais tarde ele virou motorista de uma empresa... E agora vem a melhor parte: Depois de dois anos ele se aposenta por invalidez alegando que a diferença entre o tamanho de suas pernas (que ele já tinha desde seu nascimento) se devia a sua labuta diária. Impressionante neh? E eu que achava que antigamente era muito mais difícil recorrer a uma lei trabalhista. Meu vô fala que, quando ele entrou na empresa, não fizeram nenhuma espécie de exame médico. Ao alegar a sua deficiência, se aposentou fácil como sair de férias.

    Que contraste de avôs em Lena?
     
  11. *Aredhel*

    *Aredhel* Usuário

    haha contraste mesmo...
    espertinho o seu avo ao pedir a aposentadoria...hehehe
    conhece mais de mil tipos de azeitonas??? nossa...hahahahah
     
  12. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Telefones sem teclado....

    Bicicletas sem marchas...

    Latas de ferro...

    Garrafas de vidro...

    Tem mtas coisas... acho q a tendencia eh essa mesmo, conforme as coisas vão melhorando, as antigas vão parecer ruins e inuteis :wink:
     
  13. liteeliniel

    liteeliniel Usuário

    Nossa, como eu gosto muito de cavalos, meu avo sempre conta das histórias deles de quando ele montava na polícia.

    Ele conta quantas vezes ele caiu, como ele caiu... Ah!! Ele fala tbm, que lá, eles só comiam mandioca e que agora ele não come mandioca mas nem que a vaca o mande, não importa como seja feita.

    É muito legal ficar ouvindo essas historinhas.. e pensar que algum dia eu eh que vou contá-las... :lily:
     
  14. O Sujo de Sangue

    O Sujo de Sangue Usuário

    Ahhh... meu vô tem outra história muito boa...

    Ele sempre anda com um canivete no bolso. Quando um dia eu perguntei pra ele o porquê este por sua vez começou a contar vários fatos onde ele foi benefiado por essa conduta. Destaque pra essa situação:

    Lá estava meu vô, num dos bailes boehmios de antigamente, acompanhado de amigos, gin, vodka e música de bolero. Eis que o ataque de um intestino furioso de mostra presente. Abandonando os acompanhantes, eis que ele se põe a desesperada e célere busca por um posto defecário (aqueles de antigamente, com um buraco no chão). A pressa se mostra um fator determinante num serviço bem feito, onde meu vô, esquecendo de jogar a gravata para atraz dos ombros, defeca nela. E agora, voltaria ele ao baile, maculado tão putridamente? Sim! Valendo se do canivete que sempre o acompanhara ele corta a ponta de sua gravata, fecha o palitó e retorna a benfazeja compania de seus amigos.
     
  15. Sprog Bullit Rockatansky

    Sprog Bullit Rockatansky Burn Baby... burn!!!

    hahaha... me lembro do filme da Xuxa contra o baixo astral... tinha uma lata dessa dentro da nave...hehe (bom, pelo menos acho que eh esse filme)
     
  16. Saranel Ishtar

    Saranel Ishtar Usuário

    O ser humano tem uma tendência a pensar que tudo sempre foi do jeito que ele vê hj.
    Qdo vemos coisas de antigamente tendemos a acha-las ridículas pcausa delas serem diferentes do que são hj. Por exemplo, quem é que não acha ridículo akeles cabelos que as mulheres usavam nos anos 60? É horrível segundo os padrões de hoje. Mas imaginem os nossos netos rindo do pessoas que hoje usam short com a cueca aparecendo, ou aqueles topetinhos tingidos de loiro, ou calça cocota, beeeem abaixo do umbigo. Hj é moda, amanhã pode ser a coisa mais ridícula do mundo.
     
  17. João E. B.

    João E. B. Usuário

    O mais legal é ver como as coisas antigamente eram feitas para Durar!
    Eu nunca conheci meus avôs, mas tenho alguns objetos deles, entre eles essa Navalha:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Tenho também uma machadinha e um Serrote que eram do meu Bisavô, que ainda estão em perfeito estado e são muito superiores aos fabricados atualmente.

    Fora as histórias que me contam deles!
     
  18. Fox

    Fox Visitante

    Quem disse? Pode crer que não acho a moda dos anos 60 ruim. Nem de longe.

    Os anos 60 e 70 são as melhores décadas, em questão de estilo e moda do século XX.

    Não dá pra se levar tudo que não é de nossa época como algo idiota.
     
  19. O Sujo de Sangue

    O Sujo de Sangue Usuário

    Pois é... manda!! :mrgreen:

    Essas histórias são as melhores

    :obiggraz:
     
  20. João E. B.

    João E. B. Usuário

    Primeiro vai uma do meu Bisavô. O cara adorava uma pinga! Tanto que ele aprendeu a fazer alambiques e os construia a troco de cachaça! Mas ele não era bebum (bem, o alcool já não fazia mais efeito nele). Bem, algo que ele fez que vai ficar marcado pra sempre foi no leito de morte. Tava lá o velhinho morrendo, toda a família envolta e lá pelas tantas ele olha para um neto e diz: Dalbertoo... Me traz a pinga.... Todo mundo olha pro médico: E agora Doutor? e o Médico "Ele vai morrer mesmo dá a pinga pra ele!" Tomou pinga de colher, deu uma risada e foi embora dessa pra melhor! Feliz!
     

Compartilhar