1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nobel de Literatura 2008

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por imported_Lord_Ueifoul, 1 Out 2008.

  1. Enfim, apesar de todas as controvérsias, o Nobel está chegando... Gostaria de perguntar se alguém arrisca alguma aposta...

    Como faz algum tempo que eles não premiam um latino-americano, nem um poeta, eu gostaria de apostas em Nicanor Parra (Chile - apesar do Chile já ter muitos premios), em Ferreira Gullar (apesar de ele estar meio xarope ultimamente) ou mesmo em Ernesto Cardenal (Nicaragua)

    e é claro Cees Nooteboom (Holanda) que eu torço a anos para que ganhe o prêmio...

    enfim... a Ladbrokes, a casa de aposta mais tradicional com relação ao Nobel (e que infelizmente acerto os últimos três ganhadores), fez a sua listinha de bets.

    http://www.ladbrokes.com/lbr_sports?action=go_generic_link&level=EVENT&key=212593068&category=SPECIALS&subtypes=&default_sort=&tab=undefined
     
  2. Nobel,
    Jabotis ...

    Confesso que sou tão distante desses acontecimentos. Mal sei o que rola, e até hoje não fiquei sabendo quem ocupou a cadeira da Zélia Gatai, n"A Academia" ... (Irc!!!)

    Ben, ça va ... Tem que respeitar, hm? ... :think:


    ferreiro
    :tchitum:
     
  3. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Quem ocupou a cadeira da Zélia foi o Luiz Paulo Horta =D.
     
  4. Tião Macalé

    Tião Macalé Usuário

    Torço pelo Thomas Pynchon!!
    E Bob Dylan ta concorrendo! Huahauh legal. xD
     
  5. Liv

    Liv Visitante

    Dar uma inovada é bom, heim? Tô torcendo pelo Bob! :lol:
     
  6. Anica

    Anica Usuário

    O top3 das apostas no momento são:

    Jean-Marie Le Clézio (França)
    Amos Oz (Israel)
    Philip Roth (Estados Unidos)

    E eu vergonhosamente só tinha ouvido falar do Roth. No final das contas acho premiações assim legais justamente por oferecer uma oportunidade de conhecer outros escritores. Vou me informar mais sobre os dois primeiros do top3, por exemplo. :think:
     
  7. imported_Amélie

    imported_Amélie Usuário

    Eu já vi livros do Amos Oz pra vender em pocket... nunca tive coragem de comprar pelo nome, mas lembro pq acho curioso...
     
  8. Lethaargic

    Lethaargic Usuário

    Saiu uma matéria falando falando sobre Amos Oz e outros autores judeus
    nascidos em Israel na Bravo de Setembro, caso tenham acesso á revista..
     
  9. Anica

    Anica Usuário

  10. Tilion

    Tilion Administrador

    Acho que devia ter um Nobel de Literatura retroativo, premiando escritores de épocas anteriores ao início do prêmio - porque, convenhamos, é onde os melhores estão. Os concorrentes atuais andam cada vez mais furrecas.
     
  11. walegranci

    walegranci Usuário

    O QUE FALTA NA LITERATURA DE HOJE?...

    E faz com que tenhamos nobéis como nos últimos anos?...

    Falta "demanda". Atualmente os escritores "ofertam" obras menos complexas para atingir as mentes despreparadas (de seres não pensantes) do novo século.

    O ser humano evoluiu praticamente em todas as áreas do conhecimento, porém foi se tornando cada vez mais "preguiçoso" e isso faz com que as pessoas assistam mais TV, escutem mais músicas, e leiam menos, infelizmente, fazendo as grandes mentes perderem a motivação de expandirem todo o universo presente em seus pensamentos.

    Mas apesar de tudo, tendo um pensamento mais otimista, ainda existe muita literatura inteligente hoje para atender a minoria, que são os verdadeiros apreciadores do pensamento humano convertido em palavras escritas.

    Winston Alegranci
     

Compartilhar