1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nirnaeth Arnoediad - Vista de outro ângulo

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Almirante Ackbar, 4 Jun 2008.

  1. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    [Olha só que interessante.

    Ouve uma falha enorme dos elfos que ajudou na derrota dos noldor.

    A estratégia era o seguinte. Maedhros reunindo suas forças (elfos, homens e anões) marcharia pelo leste da Anfaugluth com total exibição de força (o objetivo era servi como isca). Quando Morgoth respondesse ameaça, Fingon deveria avançar a parti dos desfiladeiros de Hithlum. O Plano era muito bom, uma vez unido, quem faria frente a um exército tão cheio de ousadia, corage e determinação, não duvido de que o povo de Ulfange pensaria duas vezes antes de qualquer trama.

    O sinal para que Fingon saísse de Hithlum seria uma enorme fogueira acesa em Dorthonion. É ai que está o problema, Fingon não esperou o sinal em decorrência de uma companhia de elfos liderados por Gwindor, ele pranteava a morte de seu irmão Gelmir (na verdade foi não foi morto, mas capturado). Essa companhia era de Nargothrond foi a única ajuda que o rei Orodreth mandou. Além disso, os corações dos elfos se exaltaram com a chegada de Turgon de Gondolin com mais 10 mil elfos "armados até os dentes".

    Morgoth conhecendo os planos da aliança mandou uma força aparentemente grande para fazer Fingon sair de qualquer jeito de suas fortificações e esconderijos. Então, o capitão desses contingente enviou cavaleiros como oferta de negociação, e chegaram até a fortaleza de Barad Eithel, trazendo com eles Gelmir, que estava cego, "e deceparam os pés e as mãos de Gelmir, acabando por decapitá-lo, à vista dos elfos." (Silmarillion)

    "Por azar, naquele local, nas fortificações, estava Gwindor de Nargothrond, irmão de Gelmir. Ora, sua cólera inflamou-se em loucura, e ele investiu a cavalo, acompanhado por muitos cavaleiros. Eles perseguiram os arautos e os mataram, adentrando muito no corpo principal do exército. E, ao perceber isso exaltou-se toda a hoste dos noldor, Fingon pôs seu elmo branco e fez soar suas trompas, levando todos os guerreiros de Hithlum a saltar das colinas em súbita investida..." (Silm)

    "Os estandartes de Fingon cobriram toda Anfauglith e foram hasteados diante das muralhas de Angband. Sempre na vanguarda dessa batalha, estavam Gwindor e os elfos de Nargothrond..." (Silm)

    "Os elfos estavam, no entanto, encurralados, e todos foram mortos com a única exceção de Gwindor, que foi capturado vivo, pois Fingon não pôde vir auxiliá-los. Por muitas portas secretas nas Tangorodrim, Morgoth permitira a investida de sua força principal que mantinha de reserva. E Fingon foi rechaçado das muralhas com perdas enormes." (Silm)

    Fingon lutou durante 5 dias, praticamente sozinho e suas perdas foram enormes mesmo assim a vitória seria possível se não ouvesse a traição dos homens, já Turgon estava mais ao sul protegendo o passo do Sirion.

    Sua precipitação pode ter favorecido na derrocada dos noldor. Se ao menos Fingon esperasse o sinal. Mesmo com a traição dos homens ele estaria com suas forças praticamente intactas. Morgoth já havia provado das defesas da Ered Wenthrin por isso mandou que seus arautos tirasse Fingon de lá a qualquer custo, ali, nem balrogs nem dragões e muito menos orcs passaria sem provar das espada dos elfos e homens. Ma não foi por falta de conselhos ou de descoenhecer o inimigo que Fingon falhou. Húrin foi sábio o suficientemente para perceber que Morgoth sempre demonstrava mais do que os olhos podem ver. Ele tentou acalmar a euforia dos noldor.

    Não tem lógica o ataque de Fingon sem esperar as forças de Maedhros, ele deveria saber e com certeza sabia que sozinho, suas chances de derrotar Morgoth seria infrutíferas. Então porque atacou?

    Fingon errou, sendo rei supremo dos noldor em Beleriand, não deveria ter se levado pela atitude impensável de Gwindor.

    Para não ficar o texto muito grande (o que já ta um texto grande) vou posta aqui minha opinião (é claro) sobre o que Fingon deveria ter feito.

    EDIT: depois
     
    Última edição: 4 Jun 2008
  2. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    Sim, se não houvesse a precipitação de Gelmir pdia ser que o resultado da Batalha fosse diferente principalmente se as quatro principais forças tivessem se encontrado no campo de batalha antes de seu começo. As tropas de Fingon, Turgon, e mais as Forças dos filhos de Feanor, liderados por Maedhros e também não podemos esquecer os anões de Belegost liderados por Azagal reunidas seriam um contingente capaz de assustar o próprio Morgoth. Mas não podemos esquecer a esperteza do Senhor do Escuro. Na verdade matar Gelmir foi um golpe de mestre, que precipitou o ataque dos elfos e permitiu que cada tropa fosse enfrentada praticamente sozinha.
     
  3. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário

    Exato! O plano de Maedhros era bom. Mas a do Morgoth era melhor, mas é claro os elfos teriam que responder ao desafio, e foi o que aconteceu!
     
  4. _Eldariel_

    _Eldariel_ Usuário

    (...)"Vieram lobos com cavaleiros que os montavam, vieram Balrogs, dragões e Glaurung, pai dos dragões. A força e o terror do Grande Lagarto eram agora enormes; e elfos e homens se intimidaram diante dele. E Glaurung avançou entre as hostes de Maedhros e Fingon, separando-as."


    Ou seja, as hostes se encontraram durante a batalha, mas de nada adiantou o contingente de elfos contra a investida assustadora de Glaurung.
    Não vejo como um erro, dado que a precipitação não havia sido planejada, foi um acontecimento apenas.
     
  5. Guilherme Thorikan

    Guilherme Thorikan Eu?? Eu não sou um

    E um acontecimento muito ruim.
    Mas qual seria a sua reação se visse uma pessoa querida sendo brutalmente assassinada na sua frente?
    Aí está a questão da precipitação de Gwindor e consequentemente de Fingon, que não deixaria ele "na mão". O problema foi o desespero, a vontade de fazer justiça com as próprias mãos, de olhos se cegarem pela "sede de sangue".
    Foi uma lástima isso, os exércitos juntos acabariam com Morgoth, porém, como todos sabemos e na Nirnaeth Arnoediad ficou bem claro: uma mente inteligente vale mais que a força de 10 mil homens.
     
  6. Fimbrethil

    Fimbrethil Esse chato é um

    Concordo com Guilherme. Como Fingon ia deixar o pobre Gwindor sozinho lutando contra orcs? Mesmo sabendo que era uma tática para desorganizar o plano, ele nunca ia fazer isso.
     
  7. Duilin

    Duilin Eruhín Alcarohtar

    Muito bem elucidado Fingon...
    Os Noldor tinham um exército que certamente faria frente ao de Morgoth em combate.
    Porém Morgoth contava com Glaurung, que faria diferença de fato na batalha.

    Ainda assim o exército era grande, forte e muito preparado para aquele momento.
    Sem dúvida alguma uma atitude sem pensar, influenciada pelas emoções de Gwindor colaborou para o fracasso dos elfos.

    Caso o plano tivesse dado certo, a isca teria atraído o exército de Morgoth sim, e mesmo que ele tivesse separado uma parte dele como surpresa, esse primeiro grupo poderia ter sido rechaçado pelos Noldor em sua unidade.

    Com uma possível vitória esmagadora no primeiro combate, o grupo partiria unido para a batalha direta. Provavelmente vindo de uma vitória esmagadora, com o exército organizado, e marchando junto... Todos avançando, contra as hostes do mal, provavelmente traria outra conclusão para esse momento.

    Mas Morgoth possivelmente previra isso, e usou Gelmir como isca. Muito superior na prática de manipulação de sentimentos, acertou na tática e triunfou naquele momento.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. J.H.M.Franco

    J.H.M.Franco Usuário

    Não acho q os elfos teriam necessariamente q responder ao desafio o que aconteceu foi uma explosão de furia de Gwindor q se lançou sobre as forças de Angband e uma precipitação terrivel de Fingon ao se lançar antes do planejado na batalha. Gwindor teve sua atitude impensada movida pela visão da decaptação de Gelmir porém Fingon como já foi dito sendo senhor supremo dos Noldor n devia ter tomado essa atitude que no minimo colacaria todos os planos em risco.:nope:
     
  9. Almirante Ackbar

    Almirante Ackbar Usuário


    Então me explica que objetivo tinha Morgoth de tirar Fingon de seu lugar?
    <o:p> </o:p>
    Uma coisa é você cumprir o que foi determinado e outra coisa é fazer o que o seu inimigo quer que você faça.
    <o:p> </o:p>
    Fary, se a “precipitação” não foi um erro então porque Fingon teve grandes perdas? No quarto dia da batalha Fingon teve que recuar se continuasse não sobraria ninguém. Sua precipitação só foi bem sucedida no início, depois disso, Fingon não teve nenhum lucro, apenas perdas. Seu avanço foi tão grande que praticamente dizimou a primeira força de Morgoth chegando aos portões de Angband. Turgon ficou para trás, ele teve a perspicácia de acalmar suas tropas em uma fúria desordenada. Fingon foi tão bem rechaçado das muralhas de Angband que até para recuar estava difícil. Só para se ter uma noção nos primeiros dias os homens de Brethil foram exterminados.
    <o:p> </o:p>
    Quando Maedhros chegou, Fingon mal conseguir conter o avanço dos exército de Morgoth e as Ered Wenthrim ainda estava muito longe para que pudessem usá-la para evitar mais perdas, tanto que Turgon teve que auxiliar (ajudar) Fingon para que as coisas não piorassem mais.
    O que eu quero dizer, é que Fingon deveria ter ficado no seu lugar, ou poderia até ajudar Gwindor contanto que não avançasse muito. Isso pode soar meio maldoso, mas é melhor perde um pouco do que perde tudo. Ora, toda pessoa que vai para a guerra tem que ter a consciência que haverá vitórias e perdas, não existe guerra sem perdas, para ambos os lado (o vitorioso e o derrotado).
    <o:p> </o:p>
    Vou citar um exemplo de outro rei supremo dos noldor, que teve que lidar com dois senhores élficos que agiram precipitadamente numa guerra. Vocês se lembram daqueles elfos silvestres de Lórinad e da Floresta Verde, O rei elfo da antiga Lórien era Malgalad (em outros trechos do C.I. você pode encontrar o nome de Amdir em vez de Malgalad. Chritopher Tolkien não deixou claro qual nome seu pai preferia) e o rei da Floresta Verde era Oropher (pai de Thranduil, pai de Legolas). Ambos participaram da guerra da Ultima Aliança na batalha de Dagorlad. Em Dagorlad, Malgalad teve enormes perdas, é provável que os elfos visto por Frodo, Sam e Gollum no pântanos, seja de maior parte de Malgalad e Oropher.

    Gil-galad foi cauteloso em não atacar imediatamente a linha de Sauron em Dagorlad. Já Malgalad avançou num ataque precipitado sem as ordens de Gil-galad, o resultado disso foi a morte de mais da metade de suas hostes. incluindo o próprio rei. Quando a Aliança expulsou as forças de Sauron de Dagorlad começou uma nova fase na batalha, a invasão de Mordor.

    A investida começou (é claro) por Udûn. Mais uma vez os elfos silvestres cometeram o mesmo erro (como se não bastasse). Oropher cheio de ódio por causa do massacre nos pântanos, mais uma vez avançaram num primeiro ataque a Mordor (precipitando-se) antes que Gil-galad tivesse dado o sinal para o ataque. Resultado, seu contingente teve terríveis perdas, além da morte de Oropher. Quando a guerra terminou, Thranduil levou de volta para o seu reino menos de um terço do exército que convocou.

    O Silmarillion define bem a atitude de Gwindor como LOUCURA. Agora não sem que é mais louco, se é o próprio louco ou se é aquele que segue o louco.
     
    Última edição: 5 Jun 2008
  10. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Vantagens adicionais, não é preciso dar nenhuma vantagem para o inimigo, mesmo se sua estratégia fosse vencer do mesmo jeito.
    Os elfos e homens não estavam preparadoss pra tamanha brutalidade e já estavam fragilizados pelas Dagor Bragollach, mesmo se a estratégia dos elfos funcionasse perfeitamente e não houvesse a traição dos homens, A Nirnaeth Arnoediad seria uma batalha pra NIRNAETH ARNOEDIAD!
    Obviamente haveriam menos perdas para os povos livres, mas a batalha seria perdida da mesma forma. Nem Gwindor nem Fingon são responsáveis pela derrota, mesmo porque as hostes dos elfos se encontraram no decorrer da batalha e o batalhão de orcs que os flanqueou o faria da mesma maneira se os elfos tivessem se encontrado antes.

    A Fairy confia muito na capacidade cognitiva de todos e escreveu um post simples, então me dou ao trabalho de explicá-lo em sua defesa(não que ela jamais tenha precisado ou pedido isso)
     
  11. Fëahin

    Fëahin Aurë entuluva !!!

    Acho que essa desorganização foi um efeito dominó. Com uma explosão das linhas de frente de seus exécitos, Fingon sabia que era tudo ou nada. O plano já estava arruinado. Não vejo bem um erro estratégico em si de Fingon como comandante.

    Porém supondo que o plano teria dado certo e que os exércitos chegassem à Angband na hora marcada. Eu ainda acho difícil uma vitoria completa. Pois apenas para tomar o norte de Anfauglith e estabelecer um cerco à Angband, as forças da aliança terima imensas baixas. Seria impossível vencer completamente aquela batalha. Os ataques de Morgoth seriam incessantes e muito fortes e ele ainda teria a vantagem de uma fortaleza.
     
  12. Rogério Magno

    Rogério Magno Guarda da Cidadela

    A meu ver, nada teria sido pario para a fúria dos Noldor se eles não fossem tão "esquentados", esse impulso explosivo deles foi uma grande arma e um grande defeito ao mesmo tempo e apesar de muitos noldor terem julgado Fëanor por ter esta natureza, hipócritamente eles não perceberam que era o defeito que todos eles tinham. Eles só perderam essa batalha por não saber soltar sua fúria na hora. Nunca eles deveriam, por maior que fosse a ofensa, ter se deixado levar por uma provocação dessas, por mais ofensiva e cruel que fosse.

    Pior que isso no entanto foi a ingenuidade dos Orientais quando acreditaram que Morgoth os recompensaria e os colocaria em posição de privilégio. Mesmo eles tendo vindo já nesta posição desde antes de chegarem a Beleriand, só o fato de terem encontrado uma força grande o suficiente para fazer frente ao seu opressor, porque essa era a verdadeira posição de Morgoth em relação a eles, já é motivo mais que sufiente para aderir a essa oposição e no entanto eles continuaram em sua posição de "escravos". Se eles tivessem se mantido fiéis aos Noldor todas as tropas de Morgoth teriam sido varridas do mapa, com Dragões Balrogs e tudo mais.

    Outro fator relevante foi a teimosia de Thingol, que preferiu contuar em suas Mil Cavernas a ir prestar algum auxílio na batalha. Por maior que fosse seu ressentimento, foi uma total falta de noção estratégica ter deixado de ir nas Nirnaeth, já que era uma das melhores chances até aquele momento (e depois dele) de derrotar Morgoth. A presença das tropas Sindar no campo de batalha teria feito toda a diferença, nem a Traição, nem artimanha de Morgoth, nem Dragões, Balrogs, Orcs ou Trolls, seriam capazes de vencer os Noldor, o Sindar, Anões e os Edain juntos.

    Sobre isso, Morgoth não dispunha de um contingente tão grande assim, pois como o próprio Silmarillion cita, Angband ficou vazia durante o ápice da Batalha, o que significa que se os Noldor chegassem aos portões de Angband Morgoth estaria perdido, ele próprio sabia disso, por isso usou de todas as cartas que tinha pra vencer a batalha e graças a insanidade dos Noldor, dos Orientais e de Thingol ele conseguiu.
     
    Última edição: 6 Jun 2008
  13. Calimbadil Thálion

    Calimbadil Thálion We eat the wounded ones

    Seria uma previsão muito otimista...
    Os exércitos de Morgoth Bauglir devastaram a aliança, não havia chance de vitória, mas a derrota não seria tão grande se as coisas dessem certo.
     
  14. Rogério Magno

    Rogério Magno Guarda da Cidadela

    Segundo o Silmarillion eles teriam vencido... "Contudo, nem com lobo, nem com balrog, nem com dragão, teria Morgoth atingido seu objetivo, se não fosse pela traição dos homens."
     
    Última edição: 6 Jun 2008

Compartilhar