1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

New Line em risco?

Tópico em 'De Fã Para Fã' iniciado por Administração Valinor, 11 Fev 2008.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <p align="justify">
    <img src="http://www.valinor.com.br/images/stories/artigos/new_line_logo.jpg" alt="new_line_logo.jpg" style="border: 0px solid #000000; margin: 5px; float: left; width: 250px; height: 225px" title="new_line_logo.jpg" height="225" width="250" />
    Uma not&iacute;cia mais longa sobre a situa&ccedil;&atilde;o interna da New Line, atual respons&aacute;vel por &quot;O Hobbit&quot;. A New Line &eacute; uma divis&atilde;o de uma companhia maior, a Time Warner, e parece estar enfrentando disputas internas bastante s&eacute;rias. Abaixo a mat&eacute;ria completa do <a href="http://online.wsj.com/" target="_blank">The Wall Street Journal</a> (chique, ahn?) sobre o assunto que, mesmo indiretamente, pode afetar os f&atilde;s de Tolkien.
    </p>
    <p align="justify">
    &nbsp;
    </p>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição por um moderador: 11 Fev 2008
  2. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Xiiiii...Babou....

    Eu creio que para projetos já iniciados, nada muda, mas... é bom ficar de olho
     
  3. Maglor

    Maglor Lacho calad! Drego morn!

    Nada, O Hobbit é justamente uma grande chance dela sair do buraco de novo, como foi o SdA há uns anos.
     
  4. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Foi como eu disse.... projetos já em andamento...creio que não muda....

    MAs a Bússola Dourada (ou de ouro nunca lembro) foi também a chance de se recuperarem e nem rolou.
    Executivo e acionistas querem resultados na hora.
    O que vai mais valer a pena. Cortar o orçamento da New Line agora ou esperar que ela arrombe nossos cofres em 2009 com o Hobbit????
     
  5. Infelizmente isso reflete toda confusão que o mundo do cinema tem passado ultimamente!

    As greves dos roteiristas, essas questões que a New Line tem passado, e não apenas estas que foram citados na reportagem existe também a Dream Works, a Pixar e tantas outras empresas que começaram com muitos alvos e sonhos e se viram engolidas pelas mega-empresas do setor.

    Não há lugar para os sonhos em Holiwood, não dá prá ser independente! É muito custo manter um estúdio, comprar câmara e iluminação de ultima geração, manter gente parada, pra quê?!? Prá fazer 1 ou 3 filmes no ano?!? Ninguém quer pagar seus 15 a 35 reais para assistir porcaria... Sem falar nas salas de cinema que estão cada vez mais modernas...! É uma avalanche, que começa com uma pedrinha e vai rolando, rolando, até se transformar numa enorme bola de neve que vai arrebentar sobre os mais fracos... Existem muitos cartolas envolvidos!

    Todos só querem sucesso, e sucesso é sinônimo de dinheiro, e dinheiro é a mola propulsora que alavanca este mundo... Não há romantismos, não há mundos a serem desbravados... O que existem são números, e números cada vez mais enormes com cifras que já passam dos 5 bilhões... Alguém sabe o que isso significa? Bilhões, eu nem sei o que isso representa em tamanho... Mas com certeza eles sabem...!

    Não existe arte, não existe inspiração. Todos querem um pouco desse vinho que embriaga. Sharon Stone passou a vida dizendo que não se achava bonita, que não era uma mulher diferente das outras na cama, fez várias matérias falando sobre sua prova de Q.I. que foi a das mais altas em sua época, tentou fazer sucesso até nas Nações Unidas vestindo a camisa dos pobres e do Planeta Terra que morre. Não adiantou... Prá não ficar sem dinheiro teve que rodar novamente Instinto Assassino...

    Agora a New Line mereceu, pois vendo o sucesso dos "anéis", ela devia ter percebido que isso foi uma sorte entre o quê, 1 entre 100 ?!? A New Line tinha que se conscientizar que com todo o dinheiro arrecadado, precisava colocar as contas em dia, investir no negócio, em material... Que adiantou tentar passar a perna em PJ, aqui se faz, aqui se paga...

    É isso aí...
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  6. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Bem, isso tudo é ilusório não é. Desde que inventaram a máquina projetora se viu ali a oportunidade de se ganhar dinheiro.
    Então, creio que o romantismo do cinema está sempre embutido no preço que se paga pelo ingresso.

    Mas se reparar bem na reportagem verá que o problema não é ganhar dinheiro. E sim perder. Pra se fazer um filme tem que alguém pagar. E quem vai pagar?
     
  7. Mas foi isso que eu quis debater acima, caro Menegroth... Quem deveria pagar seriam aqueles que acreditam que aquele trabalho é o ideal, que representa a arte: nós... Mas não é você que paga o filme, ele está envolto em um emaranhado de empresas que investem em marketing, conceitos, roupas, distribuição, shoppings... ! No final o filme já está pago, a bilheteria é só 1/4 de toda a indústria que foi movimentada!

    Dá pra imaginar Da Vinci pintando a Monalisa para ganhar dinheiro? Tá, alguns artistas ganharam dinheiro vendendo sua arte como Mozart, Choppin, e tantos outros, mas para sobreviver, não para criar uma indústria que dizia que isso vale, isso não vale, isso é certo, isso não é certo... Você já assistiu o filme o Aviador? Veja o que a indústria do cinema fazia: Um decote, mais dinheiro na bilheteria!

    Já pensou o Site da Valinor ganhando dinheiro para ter afiliados aqui? Alguém pagou o preço para ter esse site, pessoas trabalham sem ganhar o representativo deste trabalho... Por que? Porque acreditam em um ideal! Este site poderia até gerar uma avalanche de recursos, mas eu acredito que vocês aqui se eximen disso, afinal, não seria essa a filosofia que abraçamos...!

    O cinema não começou assim. O projetor foi criado para levar imagens de lugares distantes para pessoas que não podiam ir até lá!

    É... mas eu acho que tudo o que estou falando é besteira mesmo...!
     
  8. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Eu sei Sara, sei e acredito um pouco nessa utopia de cinema arte.
    Mas estou falando do caso em si da New Line.

    Ela deu um passo maior que a perna depois do SdA. E hoje, somos nós sim que nos finalmentes pagamos o filme, ou melhor, pagamos o lucro do filme.

    Porque um investimento de 150 milhões de dólares é feito num filme?
    Porque quem investiu sabe que no mínimo de bilheteria tirando impostos e tudo mais + produtos licenciados + direitos + uma série de coisas é = a uns 300 milhões.

    Isso quando um filme emplaca. Ninguém faz investimentos tão altos sem no mínimo almejar o dobro de liquidez.
    No caso dos executivos na NL é que estão descrentes que a liquidez seja boa. Para eles a NL não é para fazer Blockbusters e sim filmes de orçamentos curtos que devolvem grande porção de dinheiro. Ela era assim antes e por isso foi comprada pela empresa-pai.

    E eles estão errados? No meu ver não. Eles compraram uma empresa que transformava 5 milhões em 30. E ela por um "pensamento grande" não está mais fazendo isso.
     
  9. Também te endendi, meu caro, acho que meio viajei na questão do dinheiro, mas se uma pequena não pensar em peitar as grandes, o que vai acontecer?

    Não estou defendendo a NL não, acho que ela agiu de picaretagem, tipo assim, como você disse, quis dar um passo maior que a perna...

    Mas o que será dos filmes... Veja só, eu sempre assito filmes, (acho que você também) quantos filmes nós assistimos que não tem o emblema da Warner?

    Olha, prá falar a verdade, faz um tempão que só tenho pegado Warner, parece que só existe ela...!

    Mas não vamos discutir não tá?! Um cheiro...!:abraco:
     
  10. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Nem de longe essa discussão está sendo pessoa e sim sobre o assunto abordado.
    E pra mim está super legal :lol:

    Olha...pra falar a verdade eu sou meio desatento sobre de quem é o filme, qual é o diretor, e as vezes nem lembro quem é o ator principal. Isso acontece muito porque as atuações são tão pifias que eu mal me lembro...mas enfim....se isso for correto, se realmente só tem filme da WB é uma coisa muito grave.

    Porque ai ficamos muito presos a uma visão só sobre cinema e isso me assusta. Somente a visão de poucos diretores/roteristas/produtores é um tiro no pé da cultura.

    Mas não vejo, numa situação assim os pequenos brigando de frente com os grandes.
    O que deveria ter acontecido era que os estúdios médios deveriam ter continuado a criar seus filmes mais baseado pelo conteúdo do que para um blockbuster. Assim bateriam de frente com os grandes conglomerados em prêmios e etc. Fazendo a criticar aceitar mais os estúdios pequenos do que os Mega.
    Assim penso eu, ser uma maneira de ao menos começar a tentar resgatar o cinema arte.
     
  11. É isso mesmo, os trabalhos hoje já não visam qualidade de arte, de que qualidade as pessoas mais falam? Os efeitos especiais? Isso devia ser legal também, mas hoje é o principal de um filme... Quantas pessoas você ouve falando de um filme assim: " Nossa, tal atuação foi um máximo!". Não, hoje seria mais ou menos assim: " Nossa, cê viu aquele efeito... Nossa, parecia até real...!".

    Os filmes se tornaram técnicos... No fórum sobre SDA daqui da Valinor, as meninas de plantão estão debatendo sobre Orlando Bloom, vai ver o que elas estão dizendo!: Ele é bonito, é lindo, fico com ciúme quando ele beija a fulana... ohhh...!!! O que é isso performance de quarto?! Acho que eu e você juntos fazemos isso bem melhor! (Quero dizer não juntos... separados..., quero dizer cada um no seu quarto... ah! você me entedeu né?!).

    É isso, você tem um rosto bonito, não tem vergonha de simular um orgasmo na frente de todo mundo e pronto, você é sucesso...!

    O que isso tem a ver com o tema deste fórum? É que sendo detentora dos pequenos e médios estúdios, as mega-empresas ditam o que é certo, quem fica e quem dirige, e o que passa nas telonas...

    Olha só o que aconteceu com a Globo, quando a Record e a STB entraram no mercado de lançamento de novelas... Destruturou geral! E o SBT que desde o ano passado tem comprado os filmes, passando a perna na Globo, deixando ela sem programação de filmes... Apesar que o SBT não passa, mas também não deixa os outros passarem, gastou um bocado, mas chega daquela mentira da Globo: Olha, meus telespectadores, nós amamos vocês, olha como gastamos em entretenimento comprando filmes para este final de ano?!? Sem falar em outros programas, dos quais já não são mais preferênciais. E creia, todos esses seriados interessantes que passam ou passaram na Europa e Estados Unidos, a Globo comprou!

    É um mundo filho-da-mãe! Quero dizer, é um mundo que não tem mãe!
     
  12. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Não espalha.....não espalha.... :mrgreen:


    Mas a questão é. o cinema sobreviveria sem esses investimentos?
    Hoje é a INDÚSTRIA do cinema. Bem, o próprio nome diz...
    E só é uma INDÚSTRIA poruqe tem quem compre. Se o cinema arte se sobrepor ao Blockbuster o publico em geral vai gostar?
    Acho que não. Por isso existem duas vertentes. O Filme que vc vai ver no Cinemark e o filme que você vai ver numa sala de filmes independente.
    Pra mim existe mercado para ambos, no momento, o Blockbuster é o mais rentável mas quem diz que será pra sempre?
     
  13. Ah, meu querido, não vou mais responder não!
    Daqui a pouco vão atirar pedra na gente, estamos monopolizando o Fórum!
    Mas foi bom bater espada com você! É bom conversar com alguém que entende do que está falando... Mas meus parcos conhecimentos já chegaram a um fim...















    Shhhh....!!!!





    eu prometo que não vou falar prá ninguém...!
     
  14. Grahan

    Grahan Sim, eu me divérto

    Toda essa discussão se encaixa na Teoria da Comunicação na qual Benjamin explica a Indústria Cultural. O caso da New Line é uma ótima história para exemplificar tudo isso.
    A arte sendo submetida a condições financeiras e comerciais e muitos ainda vivem na alienação que o que move os motores é unicamente a arte. Infelizmente não é. O capital está dando pitaco até nas coisas que mais deveriam ser apreciadas como não-comerciais.

    Me lembro que a Pixar entrou em crise parecida depois de "Procurando Nemo", pois a Disney alegava ter mais direitos sobre o filme e não unicamente de distribuidora. Mas ao contrário da New Line, a Pixar não aje de má fé e não fica sem pagar ninguém. A crise foi causada unicamente pela Disney ter engolido as economias da produtora.
     

Compartilhar