• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

[Netflix] Yu Yu Hakusho (Live Action)

Béla van Tesma

I’m hoping to do some good in the world!
Eu soube que o Jaspion só é lembrado e celebrado aqui no Brasil mesmo. No Japão ninguém liga. :lol:
Isso deve explicar o descaso geral com o personagem.


Mas, sobre adaptações live action... Depois de Dragon Ball, eu não me surpreendo com mais nada. (Nunca nem vi; se alguém viu, deixe sua impressão...).

E aliás esses live actions bizarros não são novidade, né? Só lembrar do filme do Super Mario Bros. e o do He-Man... E das Tartarugas Ninja... :rofl:
 

Neoghoster Akira

Brandebuque
A primeira vista até pareceria um projeto fácil de se fazer, mas não é.

Em casa eu comprei a primeira metade dos volumes publicados da JBC e a obra em mangá é um equilíbrio de vários temas de cultura dos anos 80-90 que poderiam se perder facilmente para o apelo CG-Sentai de adaptações como Bleach e Fullmetal Alchemist, para não falar de adaptações bizarras tipo o filme em chinês de Initial D.

O anime e o mangá possuem uma pegada " guerrra de gangues rockabilly" muito na moda na época que vai cobrar da equipe uma pesquisa na área (tem documentário de gangues de motoqueiros dos anos 90s no Japão e a mãe do Yusuke é a típica gata de gangue). O Togashi também mistura um pouco do "terror gore na vibe Junji Ito" no trabalho com referências de histórias de detetive noir, Yakuza e momentos que variam da comédia non-sense (típica japonesa) a tristeza do drama delicado depressivo estilo Koreeda (Ninguém pode Saber, Depois da Vida, Maboroshi).

As batalhas contra demônios são só um dos elementos, quero ver como a produção vai encarar isso. A melhor aposta seria fazer algo que o público gostava (a diversão da comédia com lutas estilo Shonen).
 

dermeister

Ent cara-de-pau
Vejo essas notícias e só consigo lembrar disso:

death-note-netflix.jpg

("Lembro" só pelos comentários porque eu não tive ânimo de assistir à versão da Netflix. Foi quase na mesma época que saiu o live action de GitS, que eu vi só por curiosidade mórbida, então ficou por isso mesmo.)
 
Existem adaptações live action boas, como Samurai X e Erased.

Mas essas adaptações ocidentais são horríveis, Dragon Ball me deixou traumatizado (fui ver aquela aberração no cinema). Death Note esperei ler comentários o que me salvou de assistir.

Muito medo do que vão fazer com Yu Yu.
 

Turgon

ワンピース
Aliás, eu espero MUITOOOOOO que não transformem o Kurama em uma mulher. Se o fizerem, eu abandono a série antes mesmo de começar.

Digo isto pensando nas adaptações da Netflix com a série Saint Seiya.
 

Turgon

ワンピース
O que rolou? 😱
Na adaptação da Netflix para Saint Seiya, eles transformaram o Shun em mulher.

shaun-capa.jpg
 

Elring

Depending on what you said, I might kick your ass!
Usuário Premium
Do jeito que anda a Netshit em termos de adaptação de mangás, a tokenização vai comer o Kuwabara e ele vai ficar negro e o genderswap vai matar o Kurama em nome do tal empoderamento. Vamos ver quais atores vão se apitar para um papel em Yu Yu Hakusho em seus perfis no Twitter.
 
Eu preferia q dessem mais destaque a personagens como Botan, Genkai ou mesmo Keiko (sem dar poderes a ela, eu sempre achei legal q ela era "forte" pela personalidade mesmo), ao invés de mudar o gênero de Kurama.

Mudar um personagem pra negro na vdd eu não me importo muito, a menos q isso venha com alguma alteração na história ou personalidade do personagem.
 

Elring

Depending on what you said, I might kick your ass!
Usuário Premium
Mudar o sexo ou a cor de um personagem é trabalho de roteirista vadio ou de empresa que busca agradar determinado segmento social. Todas as pessoas que leram ou viram animes não buscavam representatividade e sim porque gostaram da história e dos personagens que foram apresentados.
Se querem tanto ver negro em anime, Afro Samurai está aí, feito por Samuel L. Jackson e é um anime foda.
 
Bom remakes em geral tentam adaptar a obra ao público que a empresa acredita q vai consumir a obra, então algumas mudanças sempre tem e algumas vezes dá certo.

Hoje em dia quando se pensa em fazer remakes realmente sempre tentam encaixar representatividade, pq é algo importante sim, mas concordo que muitas vezes é muito mal executado e as vezes feito de forma preguiçosa (CdZ pra mim entra nesse caso).

Dito isso não acho q Yu Yu precisaria de nenhuma mudança, as vezes até dá vontade de saber como ficaria o anime com a qualidade de animação de hoje, mas curto bastante do jeito q é, antigo mesmo.
 

Turgon

ワンピース
Dito isso não acho q Yu Yu precisaria de nenhuma mudança, as vezes até dá vontade de saber como ficaria o anime com a qualidade de animação de hoje, mas curto bastante do jeito q é, antigo mesmo.
A animação e a dublagem são tão bem encaixadas, que eu não senti a necessidade de um remake para o anime quando eu assisti novamente anos depois.

Sobre a representatividade e talz, ela é importante, mas não pode mudar um contexto da obra original. O que fizeram com o Shun, por exemplo, foi ridículo, pois ao transformar ele em um personagem feminino, deveriam ter considerado ele uma Amazona e não um Cavaleiro de Bronze. Eu ainda espero que a continuação daquilo nunca aconteça.

Em Yu Yu Hakusho não é muito diferente. Pois os personagens no início estão em uma escola japonesa. É meio óbvio que a maioria ali será japonês e com as características daquele povo. Mudar muito aquilo seria estranho até para o desenrolar da história.

Eu particularmente não gosto muito do que estão fazendo com os live actions dos animes. Não é questão de ser conservador e não poder mexer com a obra de nossa nostalgia, mas em questão de qualidade de produção. Até o momento não teve um que posso ser considerado marcante ao menos no meio shounen, pois não conferi muito os live actions dos mangás de romances.
 
Acredito que sejam de produções orientais, mas os filmes de Samurai X e a série live action de Erased (ambos tem no Netflix se não me engano) são muito bons, mudaram apenas pequenos detalhes (no caso de Samurai X foi pra resumir arcos inteiros no tempo dos filmes), mas encaixou muito bem.
 

Turgon

ワンピース
Acredito que sejam de produções orientais, mas os filmes de Samurai X e a série live action de Erased (ambos tem no Netflix se não me engano) são muito bons, mudaram apenas pequenos detalhes (no caso de Samurai X foi pra resumir arcos inteiros no tempo dos filmes), mas encaixou muito bem.
Erased eu não quis reviver aquela história toda novamente. Acabei deixando de lado o live action e ficando apenas com o anime em mente. Samurai X é bacana, mas nada muito espetacular. Tem seus momentos bons, principalmente pelo ator principal que se parecia com o Kenshin e convencia no manejo da espada.

Mesmo com tudo eu fico com um pé atrás para Yu Yu Hakusho. É um anime/mangá tão bom, que seria um desperdício enorme uma adaptação ruim de live action. Quem sabe seja uma mensagem para o Togashi sair do hiato infinito do Hunter x Hunter.
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$400,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo