1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Netanyahu chama de vergonha vídeo que mostra humilhação a palestina

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 7 Out 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, condenou hoje o vídeo que mostra um soldado israelense humilhando uma prisioneira palestina, e o qualificou de "vergonha" para o Exército e o país.

    O vídeo apareceu, recentemente, no YouTube e foi divulgado pela televisão israelense. Nele, um jovem militar de uniforme dança alegremente no ritmo de uma música árabe ao redor da palestina, que permanece algemada e com o rosto vendado e imóvel virada para a parede.

    manifestou hoje Netanyahu ao se referir, pela primeira, vez às imagens, que voltaram a abrir o debate sobre o comportamento dos soldados frente aos detidos palestinos.

    O primeiro-ministro reconheceu que casos similares nos últimos anos prejudicaram a imagem de Israel no exterior, assunto debatido em uma reunião especial, ontem, com um grupo reduzido de ministros.

    Pouco após a publicação, o Exército ordenou uma investigação para esclarecer as circunstâncias do fato e perseguir aos autores.

    A detida que aparece no vídeo, Ekhsan Debabseh, declarou hoje que pensa em processar os soldados que participaram da brincadeira macabra.

    declarou.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar