1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Nazgûl: Vilões ou Vítimas?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Ana Lissë, 5 Mar 2010.

  1. Velho Ateu

    Velho Ateu Usuário

    Lalaith, acho que algo do que você quer dizer é que nós provavelmente não resistiríamos às teias lançadas por Sauron, verdade, concordo plenamente. Mas isso não nos livra da culpa. Se eu cometo um erro que todos cometem isso não foi menos errado.

    Quando Tolkien diz "bondade ou maldade de suas vontades", Ana-Lissë, ele mostra que havia uma ambiguidade nesses homens, quebrando um pouco a visão maniqueísta tão fortemente associada ao autor, mas quando os Nove caem, eles de fato perdem a liberdade e se tornam de todo maus. Porém, se houve bondade, pouco se nos dá. O que importa é que prevaleceu a maldade.

    De fato não existiu possibilidade de redenção para esses. Talvez Tolkien quisesse mostrar que ao aceitar pactuar com o Mal em benefício próprío não se pode retornar, que tentar usar o Mal em benefício próprio é entregar-se completamente ao Mal.

    Acerca da "apatia" dos demais, concordo com Anwel, era um período em que Sauron era tão belo e encantador que os mais sábios não conseguiam mais do que rejeitá-lo, que dirá viajar até o Norte para tentar salvar Reis Homens.

    Galadriel e Gil-Galad eram exceção, como foi dito, mesmo entre os elfos. Assim, eles deviam estar preocupadíssimos com os Eldar, e vocês esperam que Galadriel, Gil-Galad e Gandalf tivessem tempo para tentar salvar todos os inúmeros amigos de Sauron. E ainda esperam que adivinhassem que bem esses Nove poderiam dar muitos problemas no futuro.
     
  2. Meere

    Meere Usuário

    Várias pessoas escreveram textos e tem vários fragmentos com os quais eu concordo, mas eu discordo quando se dá a entender que era "impossível resistir a aquele ser belíssimo, encantador". Podia ser difícil, mas não era impossível, ou então ninguém teria resistido.
    E quanto ao Gandalf, também acho que ele não teria como desfazer os feitiços. Após algum tempo eles já estão totalmente presos à Sauron, e acredito que o mal já se tornou parte deles. Talvez, depois de libertados, eles tivessem trilhado novos caminhos de maldade e não ficado bonzinhos.
     
  3. darth-zemnas

    darth-zemnas Hearts scarred by envy


    Mas Gandalf era um Maiar, um ser mais avançando tanto no quesito intelecto como em Alma. Ele não era um Simples homem cujo coração facilmente convencido é ou um elfo que tem a sabedoria a teu lado e a Irá logo ali.

    por ser de um plano maior que este. o poder do anel era como ele resistir a uma criação de um colega dele, pois eram Sauron e ele Maiar(Claro que Sauron teve um crescimento de poder graças ao teu mestre,mas não deixo de ser o que antes era).

    ''Talvez, depois de libertados, eles tivessem trilhado novos caminhos de maldade e não ficado bonzinhos'' Eu não entendi o fragmento poderia explicar? =]
     
  4. Kyra

    Kyra I am Jack's smirking revenge.

    Acho que ele quis dizer que os homens são facilmente corrompidos, e sendo ou não escravizados por Sauron, eles poderiam rumar para outro caminho decadente.

    Acho que os Nazgûl tem um pouco das duas coisas, Vilões e Vítimas, mas a linha que separa aonde termina um e inicia o outro é difícil de identicar.
     
  5. Excluído043

    Excluído043 Excluído a pedido

    Eram as duas coisas, vilões e vítimas. Assim como os elfos que confeccionaram os nove anéis, em parceria com Sauron, também têm culpa no cartório. Afinal, como sabemos, de boas intenções, o inferno está cheio.

    PS: Os diálogos entre eles, Sauron, Celebrimbor e cia, a nosso (nós, humanos) respeito devem ter sido muito interessantes, algo como "vejam os homens, tão capazes, porém tão efêmeros" . Alguém sabe se Tolkien colocou no papel alguma coisa sobre isto?
     

Compartilhar