1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Não entendo a teoria da relatividade....

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Saphyra Horyon, 15 Abr 2007.

  1. Saphyra Horyon

    Saphyra Horyon кαιsεяιи dεs ωαssεяs

    Pq tudo eh relativo????
    O q eh a teoria da relatividade????
    Será q dah pra alguem me explica.... eu toh boiando... num sei nem como eh essa teoria... e ninguem até agora sabe me dizer o q eh essa tal teoria... talvez exista alguem aqui no forum q possa me explicar... pode me explicar por favor?????
     
  2. Diego_alucard

    Diego_alucard Usuário

    Por que tudo junto se escreve separado e separado se escreve tudo junto????.......
     
  3. Saphyra Horyon

    Saphyra Horyon кαιsεяιи dεs ωαssεяs

    Tais complicando minha cabeça mais ainda!!!!8-O
     
  4. Décimo

    Décimo The Swanson Code

    E = MC2

    Ou seja, energia é igual a massa vezes velocidade da luz ao quadrado. Desculpe mas agora não tenho tempo para aprofundar mais.
     
  5. Saphyra Horyon

    Saphyra Horyon кαιsεяιи dεs ωαssεяs

    Se isso eh soh uma fórmula então pq dizem q tudo eh relativo?????
     
  6. Carol

    Carol Visitante

    Tipo, você tá aprendendo isso na escola e tá com dificuldades?
     
  7. Saphyra Horyon

    Saphyra Horyon кαιsεяιи dεs ωαssεяs

    Naum.. eh q jah ouvi um monti de gente falando q tudo eh relativo... e quando eles falam isso eu fico boiandu!!!
     
  8. Amarante

    Amarante Campeão do Interior Paulista

    Pensa assim:
    60 segundos

    - pode não ser nada pra quem tem 1 hora livre
    - pode significar a vida ou a morte de alguém

    tudo depende do seu ponto de referência!


    Mas a teoria da relatividade - de fato - é bem mais complexo que isso, hehe
     
  9. Décimo

    Décimo The Swanson Code

  10. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Essas frases de "tudo é relativo", "einstein era fanático religioso" baseado na teoria da relatividade e na frase "deus não joga dados" são tudo coisas fora de contexto.
    Um dos princípios da relatividade é justamente uma constante independente de referencial, que é a velocidade da luz.



    De qlq forma. É relativamente (:-P) complicado explicar relatividade assim, pelo menos eu não consigo. Ainda mais se for a geral e não apenas a restrita.
    Se vc quer saber MESMO, melhor começar a estudar auto-didaticamente uma matemática mais avançada e tudo mais. Ou esperar mais um tempo.
     
  11. Tá, basicamente são duas, a Especial e Geral. A Geral é difícil pra caramba de explicar, e é estudada no nível universitário. Se sua idade de perfil for sua idade mesmo, acho que ainda vai demorar alguns anos até voce ter o conhecimento matemático necessário pra poder entender o que diabos Einstein fez na Geral. A teoria geral é mais complicada porque incorpora gravidade. E gravidade faz tudo ficar estranho, dobrando o espaço-tempo, etc.

    Agora, a restrita (ou especial) é diferente. Você pode compreender (e derivar) as formulas da teoria restrita da relatividade com um conhecimento matemático do nível do ensino médio.

    A Teoria restrita tem dois postulados:

    1 - As leis da física são as mesmas para todas coordenadas inerciais. Em outras palavras, e simplificando bastante, digamos que temos pessoa A e pessoa B. Pessoa A está caminhando e pessoa B está dentro de um carro dirigindo. As leis da física se aplicam igualmente às duas pessoas.

    2 - A velocidade da luz, denominada c, é invariante em relacao a qualquer sistema de referencias. Em outras palavras, digamos que eu estou num carro sem capô e arremesso uma bola. A velocidade da bola vai ser a velocidade do carro + a velocidade original da bola, certo? Com luz é diferente. Se eu ligar os farois, a velocidade da luz nao é a velocidade original da luz + a velocidade do carro, e sim simplesmente a velocidade da luz. Ou seja, ela nunca muda. Uma consequencia desse postulado é que é físicamente impossível que um objeto com massa ultrapasse a velocidade da luz (bem, através de métodos "convencionais" de qualquer maneira). Mas essa consequencia é mais demorada pra explicar.

    Esses dois postulados aí têm consequencias interessantes:

    Contração de comprimento: devido aos postulados e às Transformações de Lorentz, que são fórmulas utilizadas na relatividade restrita, o comprimento de objetos que andam a velocidades comparáveis à da luz aparentam ser contraídos por observadores externos. Ou seja: se um carro passa na sua frente a 0.7c enquanto você está parado, o carro vai parecer estar encurtado. Ou seja, se o carro media 3m de ponta a ponta antes, agora vai parecer medir menos, talvez 70cm, sei lá. A contração só acontece na direção na qual o objeto está se movendo, também. E não é uma contração literal, e sim algo que PARECE estar acontecendo. O motorista não está esmagado dentro do carro. Pra ele tudo parece normal (bem, nem tanto, mas não vou nem explicar o porque, to com sono).

    Dilatação temporal: outra consequencia é que tempo é visto de forma diferente. E essa diferença não é só algo que parece estar acontecendo, é literal. Já ouviu o paradoxo dos gêmeos? Um gêmeo fica na Terra enquanto outro vai viajar pelo espaço numa super-espaçonave que viaja a velocidades comparáveis com a da luz. O gêmeo viajante volta semanas depois e descobre que o seu irmão já é um idoso. Isso acontece devido às transformações de Lorentz, que incluem uma variável de tempo. Enfim.

    Embora aspectos da relatividade restrita e geral pareçam esquisitos, é tudo verdade. Cientistas cansam de comprovar isso dia-a-dia.

    Uma coisa final pra se lembrar é que embora relatividade seja aceita e tal, não é aplicável no nosso cotidiano porque não temos nada que ande a velocidades rápidas o bastante. Relatividade fica negligenciável. Ou seja, você nunca vai entrar numa loja pra comprar cigarros, e quando sair descobrir que já se passou uma semana. É por isso que se usa pra compreender o movimento de planetas, a formação de estrelas, distribuição de galáxias, etc. Buracos negros, não.
     
  12. Luan Potter

    Luan Potter Usuário

    Quase todo mundo conhece a famosa formula de Einsten(E=MC²), porém o que significa as siglas, ao pé da letra? Acho que e é de energia...
     
  13. Oropher

    Oropher Hmm... oi?

    E: energia
    m: massa
    c: velocidade da luz

    Sacou? :D
     
  14. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Uma coisa sobre a relatividade: sempre julguei que, quem estaria em uma nave relativística (com velocidade próxima a da luz) achava que o tempo passava muito rápido na Terra, enquanto quem estava na Terra achava que o tempo passava devagar na nave. Ou seja, se quem estava na nave pudesse olhar para quem estava na terra, veria tudo passando muito rápido, o dia e a noite passando, etc, como num filme acelerado. Já quem olha na terra vê as coisas na nave acontecendo em câmera lenta.

    Mas recentemente soube que tanto um quanto o outro acham que o tempo passa mais devagar no outro lugar, ou seja, ambos veriam o outro em câmera lenta. Isso é verdade? Alguém pode me ajudar a entender essa aparente contradição?

    O mesmo vale para um comprimento de um objeto em altas velocidades: julgava que para o referencial parado o comprimento do objeto diminuía, enquanto para o objeto aquele que supostamente está parado teria seu comprimento aumentado (o que é bastante lógico). Mas na verdade os dois julgariam que o outro tem seu comprimento diminuído.

    :think:
     
  15. Rise from Darkness

    Rise from Darkness NightWalker

    a teoria da relatividade só vem a provar duas coisas:

    1 - A grande quantidade de energia que foi necessária para se construir a matéria (de onde veio tanta energia organizada?? será que fomos criados???)

    2 - É humanamente impossível viajar no tempo ou na velocidade da luz. Precisaríamos nos transformar em energia para isso, o que significa a desintegração do corpo.

    3 - O relativismo espaço-temporal confirma o sistema caótico do universo, que tende à expansão(compressão?) e que precisa das forças fundamentais para controlar o caos
     
  16. O Contador de Histórias

    O Contador de Histórias I Nyarir Quentaron

    Olha, eu a postar aqui no fórum de novo. Não costumo, mas achei que estavam todos a ser tão confusos que seria melhor responder.

    A confusão é que Saphyra está a confundir a teoria da relatividade com o adjectivo «relativo».

    Quando uma pessoa diz que «tudo é relativo», não se está a referir à teoria da relatividade, da mesma forma que quando alguém diz que «este quarto está tão mal arrumado que está um caos» não se refere à teoria do caos, ou quando dizem «vamos atar isso com uma corda» não se refere à teoria das cordas.

    A teoria da relatividade é basicamente uma coisa hipermegacomplicada que, no fim, se resume àquela equação do "E=MC²".

    Já o «ser relativo» que dizer que depende do ponto de vista, ou seja, o que para mim pode parecer muito feio para você pode parecer muito bonito.

    O fato da teoria ter o nome de «Teoria da Relatividade» deve-se a uma das consequências dessa teoria, que é, quanto mais rápido uma pessoa anda - e estamos a falar a velocidades MUITO grandes, tipo, perto da velocidade da luz - mais depressa o tempo passa para ela, mas para o resto das pessoas, passa à velocidade normal. Assim, se uma pessoa com um irmão gémeo fosse viajar no espaço quase à velocidade da luz, embora só tivessem decorrido três minutos a bordo da nave, quando ela voltava à Terra o irmão seria muito mais velho, pois na terra haviam passado vários anos. A velocidade do tempo é relativa.
     
  17. Excluído001

    Excluído001 Excluído a Pedido

    Uma coisa interessante.

    De acordo com a teoria da relatividade, se dois gêmeos forem separados, e um deles viajar no espaço, digamos, por uns 10 anos, quando ele retornar à Terra estará bem mais velho do que o irmão gêmeo que ficou no planeta.
    A teoria é relativa tbm... ><
    Mas é interessante.
    =)
     
  18. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Seria o contrário, não? O irmão que ficara no planeta é que estaria mais velho.
     
  19. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Exatamente.
    Eu disse isso uns posts atrás.

    Na realidade há até a questão que o próprio Einstein não gostou dessa conotação pop que sua teoria teve (ele deve ter sido o físico mais pop em termos do público leigo de toda a história).
    Ainda mais que a teoria especial se baseia em 2 postulados que pressupõe exatamente o oposto da palavra relatividade: a invariância da velocidade da luz para diferentes referenciais e a invariância das leis da física entre referenciais inerciais sob as transformações de Lorentz.

    Mas como tem gente que até usa a outra famosa frase dele de "Deus não joga dados" pra implicar que ele era um ultra-mega-religioso fanático. Usando-o como um "cientista renomado que acreditava no criacionismo", etc, e outras viagens. Não é surpresa esse uso da teoria da relatividade.



    Sim.
    E nesse caso o paradoxo seria exatamente qual dos 2 nós deveríamos considerar como o envelhecido. Já que nos referenciais de cada um, é o outro quem viaja em alta velocidade.
    A simetria só é quebrada pq o gemeo que viaja precisaria desacelerar e reacelerar (ou mudar drasticamente de referencial) para poder voltar à Terra.
    E em referenciais acelerados a coisa já é bem mais complicada.
     
  20. Só pra esclarecer:
    E=mc^2 não é uma fórmula que se aplica a toda a teoria da relatividade. Só se aplica à relatividade restrita, aquela que trata com espaço e tempo, e SOMENTE espaço e tempo, ignorando gravidade. A geral não tem essa fórmula, pois usa geometria Riemanniana (uma geometria nao-convencional, diferente da que usamos no nosso dia-a-dia, a geometria euclidiana (com pontos e retas num grafico, etc). A relatividade geral usa matemática muito mais avançada do que a utilizada na relatividade restrita, etc.
     

Compartilhar