1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Namoro o nosso reencontro há dias

Tópico em 'Clube dos Bardos' iniciado por imported_guga, 30 Jun 2009.

  1. imported_guga

    imported_guga Usuário

    Namoro o nosso reencontro há dias

    Hoje me espanto bem
    Por ter me impressionado mal
    Quando não estamos dispostos a enxergar quem vem
    Nem mesmo mil vozes mostram o caminho

    A vaga imensidão de um vazio
    É o que me foi tomado
    Sou a inquieta ardência da paixão
    Enquanto queimo calculando essa espera

    A nossa união é celebrada de saudade
    Sintonizados por dentro, separados por cidades
    Missão tormentosa e desafiante
    Essa de sonhar, mas acordar distante

    Mas tempo não é nada, afinal
    Medimos o tempo, mas a alma não possui escala
    Quando me olha desse jeito
    Eu costuro o meu peito com teu nome
     
  2. Fernando Giacon

    Fernando Giacon [[[ ÚLTIMO CAPÍTULO ]]]

    Esse teu escrito mexeu muito comigo... talvez por conhecer alguém que viva algo parecido com isso :rolleyes:. Bom, deixa pra lá. Belo poema de estréia viu Guga?! A distância para quem ama, é um verdadeiro castigo, um castigo diário que insisti em apunhalar nosso peito a todo momento. Sofre o fraco, e balança o forte... quem suportará essa imensa dor? Aqueles que tiverem fé, claro.
     

Compartilhar