1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Na Justiça, São Paulo ganha recurso contra Oscar

Tópico em 'Esportes' iniciado por Jeff Donizetti, 8 Fev 2012.

  1. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Em julgamento na manhã desta quarta-feira, o Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, por 3 votos a 0, deu razão ao São Paulo na briga com Oscar, hoje no Internacional. Segundo o Tricolor, o contrato volta a ter validade, e o jogador terá de retornar ao clube.
    - O jogador deverá se apresentar imediatamente no clube e o seu contrato prorrogado pelo prazo em que o Oscar se ausentou, reestabelecendo assim todos os direitos do São Paulo sobre o atleta - declarou Adalberto Baptista, diretor de futebol do São Paulo, em nota oficial.
    André Ribeiro, advogado do atleta, defende que a situação está longe de ser resolvida e que Oscar não voltará ao clube do Morumbi da noite para o dia.

    - O retorno do Oscar ao São Paulo não é tão simples assim. O contrato entre Inter e Oscar não vai virar pó e todos se esquecerão do que ele passou pelo clube. Sem jogar, ele não fica. Não é condenado a ser escravo do ócio - declarou André Ribeiro, ao LANCENET!.
    A multa para a quebra do contrato de Oscar é de 9 milhões de reais. O acordo entre Tricolor e jogador, que volta a ser válido, vence em dezembro de 2013. Como deixou o São Paulo em 2010, acrescenta-se os dois anos em que ele ficou fora.

    O jogador ainda pode recorrer ao Tribunal Superior do Trabalho, em Brasília. Porém, um novo julgamento pode demorar mais de um ano para ocorrer.
    Para o que foi decidido na manhã desta quarta-feira ter validade, é preciso que haja a publicação do acordão no Diário Oficial. Esse processo pode demorar cerca de uma semana. Enquanto isso não acontecer, Oscar pode defender o Internacional, mas há riscos.
    Revelado pelo São Paulo, o jogador entrou na Justiça contra o clube em dezembro de 2009. Ele alegava não pagamento de reajustes salariais. Na época, ele ganhou na Justiça. Mas, nesta quarta-feira, o recurso foi julgado a favor do Tricolor.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     
  2. É óbvio que não vai voltar. A própria torcida jamais aceitaria ver esse viado usando novamente a gloriosa camisa de três cores. A questão é que alguém vai nos pagar uma graninha!! :mrgreen:

    Foda que o Inter é um time pequeno dos confins da Cisplatina, só poderia pagar se o titio Sonda abrisse a carteira.
     
  3. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    É a prática Juvenal Juvencio dominando os clubes do país.
    Manda o jogador entrar na justiça por alguma merda qualquer. Contrata ele rapidinho enquanto tá no rolo. Joga a torcida do time anterior contra o jogador. Espera pela decisão da justiça. Se for favoravel ao jogador, que bom, senão oferece um valor baixo pois o clube anterior não quer mais o jogador.
    Flu já fez isso com Leandro Amaral. Fla com o Love. E temos agora o Inter.

    Justamente o pelego que adora reclamar dos dirigentes dos times do eixo Rio-SP que são atravessadores de negociações.
     
  4. pelego

    pelego Usuário

    na realidade eu não reclamo mais, visto que a última falcatrua que fizeram foi com o Miranda e isso la em 2007 se não me falha a memória. hoje os jogadores querem vir para o Inter, é bem diferente a realidade. Eu espero que dure por um bom tempo isto.

    sobre o caso Oscar: ele poderia ter ido para qualquer clube. Veio para cá da mesma forma que veio o Dalton do Fluminense.

    isso dai só quer dizer que talvez no futuro alguem tenha que pagar algo para o clube anterior. provavelmente uma merreca para um clube que arrecada mais de 10 mi por mês com tv(6) sócios (3) nike(1,5), sem falar com o banrisul, as bilheterias e a venda de jogadores.

    e o que o jogador fez foi errado. é dificil de entender até. ele tem boa cabeça, vem de boa família. claro que foi coagido pelo empresário, mas mesmo que o spfc tenha pago errado a ele alguns valores, eu acho muita trairagem sair do clube. tudo bem que ele não tinha chances com o muricy mas era só esperar...
     
  5. Na verdade, a última dessas que o São Paulo mandou foi com o André Dias em 2006. Miranda veio do Sochaux da França e o São Paulo pagou integralmente pelos direitos federativos dele.
     
  6. Agora tô vendo por que o Andrés Sánchez não se meteu no perrengue na época. E eu achando que ele foi burro. :lol:






    EDIT: POST 10.000!!! \o/
     
    Última edição: 9 Fev 2012
  7. Edrahil

    Edrahil Usuário

    A situação do Oscar é sobre conflito de competência entre a legislação brasileira (Lei Pelé) e os regulamentos da FIFA.

    A explicação é bem simples:

    - A Lei Pelé autoriza que um atleta pode celebrar contrato profissional de trabalho com o clube, com duração de até 5 (cinco) anos.

    - A FIFA estabelece que jogador menor de 18 anos não pode celebrar contrato profissional com duração maior que 3 (três) anos.

    Se o Oscar tivesse saído do São Paulo e ido jogar em um clube do exterior, deveria apresentar na FIFA que assinou contrato profissional quando tinha menos de 18 anos e com duração maior que 3 (três) anos, e este seria considerado nulo e o atleta estaria livre para jogar em qualquer time fora do Brasil. Importante deixar claro que não importa se o atleta era emancipado na época que assinou o contrato, pois para a FIFA o que importa é a idade, e não a capacidade civil.

    Mas como ele saiu do SP para jogar em um clube nacional, a questão será resolvida pela Justiça brasileira, e neste caso aplicará a Lei Pelé - que autoriza o contrato de menor de 18 anos (mas maior de 16) com duração até 5 (cinco) anos.

    A FIFA somente será acionada em caso de transferência internacional. Neste caso, como se trata de transferência doméstica, ela não tem nenhuma competência para resolver a questão.

    Isso já conversei com alguns advogados militantes da área (entre eles Marcos Motta, Luiz Felipe Santoro, etc.), e acreditamos que o São Paulo terá êxito na demanda judicial. Como isso se dará de forma prática? O atleta deverá pagar o valor da multa rescisória e continuar sua vida normalmente no Internacional.
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  8. Edrahil, você que manja mais, tira uma dúvida.

    Eu ouvi dizer que a multa rescisória tá em torno de 20 milhões de euros (e não aqueles 9 milhões de reais que o empresário do Oscar tá divulgando). Caso o Inter não queira ou não possa pagar esse valor, é óbvio que vão tentar negociar a parada, pagar um pouco menos. Até acho que isso deve ocorrer, já que o São Paulo mesmo não tem nenhum interesse em ter o Oscar novamente no elenco. A torcida (e eu me incluo aqui) jamais aceitará esse desgraçado novamente no São Paulo. Eu mesmo sou um que, se o maldito voltasse (não vai), iria ao campo só pra ofender a ele e a família toda durante os 90 minutos.

    Mas o ponto é... e se o São Paulo NÃO quiser mesmo negociar o Oscar por qualquer centavo a menos da multa? Ele teria algum direito a sair do clube nesse caso ou a diretoria Tricolor poderia realizar o nosso sonho e botar o safado pra correr sozinho ao redor do campo sem jamais treinar sequer com o time de juniores pelos próximos 3 anos e meio (que seria o tempo de contrato que ele ainda teria).
     
  9. Neithan

    Neithan Ele não sabe brincar. Ele é Mito

    O SPFC não faria isso, Sanders. Não é milionário. E mesmo o City, que tem dinheiro pra dar e vender, fará isso com o Tevez, imagina um clube que "precisa" desses euros. Seria muita burrice.

    O que podia fazer é vendê-lo pra Russia ou China. :lol:
     
  10. Edrahil

    Edrahil Usuário

    De forma objetiva: a dívida é do Oscar. Mas sabemos que não será ele quem vai pagar, e por isso com certeza o valor será negociado.
     
  11. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Lembrei do recado que o Marco Aurélio Cunha deixou pro Oscorsário em 2009, quando começou essa palhaçada toda:

    Pois é, o tempo se mostrou de novo o pai da razão.
     
  12. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Ele sabia o resultado provável da situação. Claro que o Oscar ainda vai recorrer, mas ainda acredito na vitória do tricolor.

    Só um detalhe: o empresário é o Giuliano Bertolucci, e este é mal caráter mesmo.
     
  13. Ah sim, com certeza o São Paulo vai negociar. Não vai mais poder usar o jogador (por causa da torcida) e não vai pagar o salário (alto) pro infeliz ficar correndo ao redor do campo. Mas que seria bacana seria, mesmo que fosse só por um mës, sei lá... :mrgreen:
     
  14. Mas mesmo o Oscar recorrendo, ele tem que ficar no São Paulo até sair a nova decisão, nao?
     
  15. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Depende de como ficou a decisão. Para responder ao certo tem que ver a redação da decisão, que ainda não foi publicada.
     
  16. Jeff Donizetti

    Jeff Donizetti Quid est veritas?

    Neste link para o site do Mais Querido dá pra ler o documento que o SPFC enviou à CBF e o acórdão da 16ª do TRT/2:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  17. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Pelo menos essa mesmo que tenha que ir até a última instância eu acredito na vitória do SPFC porque se trata de algo na justiça comum. Se fosse algo do STJD estávamos lascados.
     
  18. Edrahil

    Edrahil Usuário

    Acho que se fosse no STJD o resultado seria o mesmo.
     

  19. MAC Deus. Volta MAC! :cry:
     
  20. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Tenham fé que o MAC será o nosso próximo presidente.
     

Compartilhar