1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Muito além dos estereótipos... ou quem é o maluco, afinal?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Mercúcio, 18 Jan 2013.

  1. Mercúcio

    Mercúcio Well-Known Member

    Última edição por um moderador: 5 Out 2013
    • Gostei! Gostei! x 2
    • LOL LOL x 1
  2. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    Eu acho que ele falou muito clichê, falou de muitas coisas que já se sabe... mas ainda não entendi o que isso tem a ver com não "pegar no pé dos drogados".
     
  3. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    senso comum é patrimônico e hiprocrisia dos brasileiros. se falasse da paz mundial eu votava nele pra miss sp. #énóis
     
  4. Mercúcio

    Mercúcio Well-Known Member

    É sério isso, pessoal?

    Olhamos para esse cara, que carrega em si as marcas de alguém que é marginalizado socialmente a partir de uma série de estereótipos (basta olhar alguns dos comentários na internet), um cara que está à margem do mercado, posto que, como ele mesmo diz, vende artesanato nas ruas e tem que correr da polícia como se fosse bandido, e mesmo assim, me parece, mostrou uma consciência política que muita gente com diploma superior não tem. Primeiramente partindo de uma crítica às políticas higienistas em São Paulo, atentando para o fato que não dá pra tratar o problema do tráfico de drogas e da violência a ele atrelada meramente como caso de polícia, coletando essas pessoas na rua e trancafiando à força em clínicas. Uma espécie de carrocinha humana, em que só falta querer castrar morador de rua. E assim esse senhor defende que é preciso investir em Educação e construir políticas que garantam oportunidades. As críticas à Copa do Mundo são também muito plausíveis.

    Se é tão senso comum assim, como explicar esse alheamento político dessa sociedade civil bunda mole?
    Vocês esperavam o que? A análise de um cientista político?
    Na forma como vejo, esse senhor, em sua simplicidade, deu um tapa de luvas na cara da sociedade, dando um exemplo de cidadania e mostrando que está antenado no jogo político. Conhecimento deve ser desvalorizado por não ser institucionalizado? Porque de minha parte acho que interlocutores como esse senhor trazem lições muito preciosas. :clap:
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Haran Alkarin

    Haran Alkarin Usuário

    Também achei um discurso bem simplista, e até equivocado em alguns pontos. Se fosse um cidadão médio (no que concerne à formação, condição social, etc) eu acharia o discurso fraco. Não posso pensar diferente com relação a esse sujeito, não conscientemente, pois estaria cedendo ao preconceito - 'ah, o discurso até que é bom, afinal olha o sujeito, tem que dar um desconto, hehehe'.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  6. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    mercúcio, analise o conteúdo dq o cara fala: ele repete notícias q estão aí nos jornais e telejornais p todo mundo ver. mas nenhum pensamento é dele. ele lista os problemas q todo mundo conhece e enumera os desejos q ele e a maioria gostaria q acontecessem, mas ñ falam. é 1 cara bem informado, mas só. ñ apresenta pensamento próprio algum, ñ apresenta solução alguma, só papagueia. o problema é q a sociedade hj tá tão carente d gente q fale coisas óbvias (olha o sucesso dos autoajudas) - e olha q ñ são coisas desconhecidas apenas incômodas - q qq 1 q assuma esse papel já é visto como alguém a se prestar atenção. p mim, ser bem informado e repetir em alta voz oq todos já sabem ñ é o suficiente p despertar minha admiração. o william bonner já faz isso faz tempo e nem por isso acho ele sábio.
     
  7. Amanda Lee Liu

    Amanda Lee Liu Bééééhh

    Eu encontro ele direto pela Paulista perto de onde trabalho. Da próxima vou cumprimentar e bater uma foto :rofl:

    Nunca, nunca mesmo eu imaginaria que esse homem tivesse esse tipo de consciência, ele realmente tem aquele esteriótipo de "bicho grilo doido de ácido" que tem por aqui (pq tem mto viu :lol:).

    Mas adoro me surpreender positivamente com as pessoas :clap:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Mandar Coração Mandar Coração x 1
  8. Raphael S

    Raphael S Desperto

    E daí que ele foi simplista? Ele falou sendo filmado sabendo que mais alguém ia assistir. Simplista ou não ele disse o que queria, é melhor do que quem simplesmente se cala.
    A questão da educação é a tecla que eu sempre bato, ele não vai mudar muito, mas é sempre bom esfregar na cara do povo o que ele já sabe porque numa destas algum desinformado pode ouvir e formar uma opinião também.

    Eu acho ótimo ele estar falando isso ao invés de estar falando nóias. Porque a impressão que dá no início do vídeo é que ele é doidão e vai falar alguma besteira pro povo rir.
    Não se pode julgar o livro pela capa, e mesmo assim as vezes julgamos protegidos por nossa privada consciência.

    Ele falou muito bem e com segurança, é a posição dele quanto as coisas que ele vê e procura saber, se é ou não clichê ainda é bom.

    By Raphael S
    Reasons
     
    • Gostei! Gostei! x 3
  9. Sejong

    Sejong Óculos Torto

    Como ele é marginalizado pelo sistema (não pela sociedade), o que é admirável nele é a atitude, ou seja, o fato de ter interesses construtivos em assuntos sérios, ao invés de agir como mais um "nóia" qualquer, a questão da cosciência cidadã que este sujeito apresenta, faz dele um cidadão consciente, independente do fato de ele ter muito ou pouco conteúdo, então a atitude dele é um bom exemplo para todos, tanto quem acha que ele é raso como um pires, até quem considera ele um novo porta-voz das causas sociais... :lol:
     
  10. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Como assim "não pela sociedade"? Explique a diferença, Sejong.
     
  11. Sejong

    Sejong Óculos Torto

    A sociedade somos todos nós, todas as pessoas que integram uma determinada população. O sistema é a estrutura de funcionamento e continuidade que domina ou encaixa-se ou é utilizada por uma determinada sociedade. Uma série de outros fatores somam-se à estes fatos principais, tais como o nível de influência que as opiniões individuais podem ter ou não em uma sociedade, independente de qual seja ela. Ninguém existe que esteja isento de ser “oprimido” por um determinado sistema, já que não existe sistema perfeito, porém o que varia aí é o nível de “opressão pelo sistema” que cada infivíduo é obrigado à enfrentar, e lidar com ele. Até Eisntein e Bill Gates, só para usar exemplos bem nítidos e facilmente compreensíveis, foram “oprimidos pelo sistema” (sei que isto soa dramático, mas entenda isto como um termo técnico de uma visão inusitada do entendimento sociológico), todos nós, cidadãos, estamos sujeitos ao sitema, até os governantes estão sujeitos ao sistema através do qual governam determinada comunidade, e isto incluiria até mesmo tiranos e autocratas. :lol: :)
     
  12. adrieldantas

    adrieldantas Relax and have some winey

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    Última edição: 12 Mar 2013
    • LOL LOL x 2
  13. Felagund

    Felagund Well-Known Member

    Eita preguiça de responder, mas vamos lá:

    Nada de novo.

    Não é apenas isso. Primeiro não é correto dizer "o sistema", afinal, de que sistema ta falando? Sistema financeiro? Sistema de saúde? Sistema de produção? Sistema de governo? O termo "Sistema" é muito amplo, vc precisa, ao menos, citar de que natureza de sistema vc está falando.

    Quais fatos principais? Você não citou nenhum, só deu uma explicação bem genérica ao que é sociedade e "sistema". Não apontou nenhum fator.

    Novamente: O que vc quis dizer com isso? Que "opressão do sistea" você se refere? Opressão pelas forças de coersão do sistema capitalista? Opressão pela força policial em um estado ditatorial? Opressão financeira pela livre-mercado? Enfim, é necessário contextualizar essa afirmação aí.

    Aqui vc viajou. O que vc diz por "oprimido pelo sistema"? Tanto govenro quanto grandes bilionários são peças centrais tanto no capitalismo quanto nas nações do livre-mercado. Dizr que o Bill Gates pode sim ter sido "oprimido" em algum momento de sua vida é redundante, afinal, todos um dia fomos para a escola, onde é vivído o periodo de maior opressão da sua vida e etc.

    WTF? Como assim marginalizado pelo sistema e não pela sociedade? "Sistema" em sí não existe, ele é superestrutura do humano (como vc parece se interessar por Sociologia, acredito que conheça o termo). O "Sistema" não é capaz de produzirnem criar nada, pois ele é fictio, quem o reproduz, quem trabalha para a sua manutenção, quem aceita as regras da vida somos nós, sociedade civil. Portanto, se alguém é excluído pelo "sistema" é por consequencia excluído pela sociedade.

    Porém, no caso do nosso amigo aí do video, acredito que ele seja excluído por várias razões: A primeiras são infelizmente as mais recorrentes no Brasil: Ele é pobre e negro, o que já é um fator de exclusão no nosso país. Além disso, ele aparentemente é usuario de drogas e não deve ter moradia fixa nem trabalho fixo, o que piora ainda mais a forma como a sociedade o observa. Ou seja, além de fatores intrisecos ao "sistema", que é o racismo e o preconceito social, ele ainda é marginalizado por estar vivendo em uma condição onde a dita "sociedade" não dá valor. Portanto ele é sim marginalizado socialmente.
     
    • Ótimo Ótimo x 3

Compartilhar