1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Mtp3 RC3

Tópico em 'Tengwar & Outros Alfabetos Tolkienianos' iniciado por Deriel, 9 Jul 2007.

Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.
  1. Deriel

    Deriel Administrador

    Atualizado em 15 de julho de 2007
    Revisados e corrigidos todos os erros apontados pelo Istimo. Ainda não é a versão final. Analisarei a sugestão de alteração na forma de indicar nasalização.


    Atualizado em 14 de julho de 2007
    Praticamente refiz as seções sobre ditongos/tritongos (eram as partes mais antigas estavam um pouco defasadas), corrigi os erros apontados e outros que encontrei. Ainda não é a versão final.


    Lançamento MTP 3 - versão RC1

    Saudações a todos,

    Tenho estado trabalhando em uma versão melhorada do MTP (Modo Tengwar-Português, uma maneira de escrever em Português utilizando o alfabeto "élfico" Tengwar, criado por J. R. R. Tolkien), o chamado MTP3 por ser a terceira versão. E aqui eu apresento a todos o que podemos chamar de versao RC1 do MTP3.

    O que quero dizer com versão RC1? RC é um termo utilizado na indústria de construção de software e significa "Release Candidate" ou algo como "Candidato a Lançamento", algo quase pronto, quase lá. Algo que tem todas as funcionalidades mas necessidade de testes e de pequenos ajustes e foi por isso que chamei de RC1 - o primeiro texto MTP3 quase apto a ser lançado para o público.

    Por que não seguro mais um pouco e lanço logo uma versão final? Porque não sei quanto tempo isso demoraria e nem quão útil seria esperar mais e mais, por isso achei que era melhor colocar para a Comunidade e contar com a mesma para ajustes, correções e sugestões do que ficar "cozinhando" por mais tempo (já tem mais de ano de trabalho).

    Construir essa nova versão do MTP3 tem sido um processo hercúleo, saindo de 9 páginas meio mal formatadas no MTP2 para 48 páginas bem detalhadas com exercícios do MTP3. Ele não é a continuação natural do MTP2, ele é um novo sistema om alguns pontos comuns. Mesmo ainda não sendo a versão final fica um tremendo agradecimento à Ana "Lovejoy" Bittencourt pela paciência constante e permanente ajuda neste processo, em todos os sentidos, principalmente na base acadêmica. O MTP3 não estaria onde está sem você.

    Por isso conto com todos para duas coisas:
    1. Dúvidas, Correções, Sugestões podem e devem ser colocadas aqui e serão respondidas por mim ou por pessoas tão capacitada (como a Anica que acompanhou este projeto desde o começo)
    2. Peço encarecidamente que este documento não seja distribuído por outras fontes que não esta aqui. Simplesmente por ser uma versão ue ainda sofrerá mudanças. Não quero ninguém se tatuando com ela, por exemplo. Aliás, isso vale um aviso maior:

    Atenção: mesmo que seja improvável que as regras básicas do MTP3 venham a ser alterada a esta altura, recomendamos aguardar a versão final antes de utilizá-la para quaisquer finalidades permanentes como gravações em jóias e tatuagens.

    Assim que tivermos um número razoável de correções eu lançarei a versão RC2 até que não tenhamos mais erros. E, no fantástico caso de termos poucas correções neste momento, a próxima versão serão a final. Conto com o apoio de todos.

    (anexo removido. nova versão disponível em
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    )
     
    Última edição: 16 Jan 2011
  2. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Re: Mtp3 RC1

    Eru respondeu minhas preces e libertou o Deriel das mãos dos terríveis orcs! :hihihi:
    Belo trabalho, Equipe Valinor!
     
  3. Ispaine/Estus

    Ispaine/Estus Ohtari Parmaron

    Re: Mtp3 RC1

    Aguardo a versão final para botarmos este bichinho no papel! 8-O
     
  4. Tuor

    Tuor Usuário

    Re: Mtp3 RC1

    Bem, é interessante, mas eu queria colocar uma dúvida aqui. Bem, na "Regra 6" do Capítulo 4 tá escrito alT,E como se fosse "coisa". Mas coisa não se escreveria alY,E ? Acho isso porque o l é o -i. Ou não?

    Outra coisa: estaria errado escrever "maçã" assim: tEiEb ??? Ah sim, parabéns! Está muito bom o arquivo...
     
    Última edição: 9 Jul 2007
  5. Deriel

    Deriel Administrador

    Eu tenho uma surpresa guardada pra você :yep:

    Sim, você está correto, é um erro no exemplo (logo no exemplo!) :D Obrigado


    Sim, estaria. Infelizmente isso era uma uma das incongruências do MTP2. Não tem aquele "m" no final, é só o sinal de nasalização.
     
    Última edição: 9 Jul 2007
  6. Tuor

    Tuor Usuário

    Re: Mtp3 RC1

    Uma coisinha mais, rsrsrs [desculpe-me]: pode-se usar o ~ como acento agudo? Tipo, ~C , ~V ....???
     
  7. Deriel

    Deriel Administrador

    Re: Mtp3 RC1

    não, pois o suporte longo indica vogal longa, o que não é o caso do acento agudo, que não alonga a vogal.
     
  8. Slicer

    Slicer Velho de Araque

    Re: Mtp3 RC1

    Página 4: você usa < , mas deveria usar , no exemplo do início do capítulo.

    Página 27-28: Tabela com cabeçalho e corpo em páginas separadas.

    Página 28: Exemplo de tritongo com problema, o "e" de "enxáguam" não aparece na posição onde está.

    Página 33: Traduzindo o que está escrito lá no topo da página, "om bum discurso pode ocultar om mau coração".

    Só dei uma olhada por cima para ver se encontrava alguma forma estranha nos exemplos. Vou ver amanhã se eu mesmo faço o cursinho e consigo completar sem grandes problemas.


    Tenn' enomentielva!
     
  9. O Contador de Histórias

    O Contador de Histórias I Nyarir Quentaron

    Re: Mtp3 RC1

    Estive a dar uma lida rápida. Encontrei alguns erros e anotei-os abaixo, mas ainda tenho que ver com mais atenção os exercícios e correcções.
    É possível que eu próprio tenha apontado "erros" sendo, na verdade, eu que estou errado, já que o meu conhecimento da fonologia do português é grande, mas é principalmente no português de Portugal.

    Aparte os erros, o documento está ótimo e só temo uma sugestão: que se mova a tabela dos Tengwar para antes de se começar a ensinar a utilizá-los. Talvez. Mas isso é convosco.



    ****Erros****

    Ao longo do documento: Tengwar é um alfabeto fonémico e não fonético. São coisas bem diferentes. Tengwar não representa, por exemplo, a redução da vogal /a/ ou o acento tónico, e utiliza sinais de pontuação, não marca entoação, etc, razões mais que suficientes para deixar de ser fonético e passar a ser fonémico.

    Página 6: A última frase ficou incompleta

    Página 7: O /o/ de "amo" sofre redução vocálica para . "Sua" inclui um hiato [ˈu.ɐ] e não um ditongo instável em /w-/. O artigo "o" /o/ sofre redução vocálica para . "Defendem" termina em ditongo [ẽj] e não em vogal nasal [ẽ]

    Página 13: "Falam" termina em ditongo [̃ɐw] e não em vogal nasal [̃ɐ]. "Sábios" tem ditongo instável [ju] e não [iw]

    Página 14: Apesar de se afirmar anteriormente que o "r forte" seria indiscriminadamente escrito <r>, está aqui representado como [χ]. Mesmo erro ao longo de todo o documento.

    Página 15: Na zona que se refere à nasalização, nenhuma referência é feita ao fato de que o "til" pode ser escrito como uma linha horizontal semelhante a um mácron. Isto é importante pois o "til" e a "linha" são tratados com um e o mesmo sinal pela codificação oficial Unicode Tengwar.

    Página 23: "Comércio" tem ditongo instável [ju] e não ditongo [iw].

    Página 25: "Saír" não tem ditongo - um exemplo de ditongo em "ai" seria "cai". "Sorria" não tem ditongo - o "i" está em posição tónica. "Perdoa" não tem ditongo - o "o" não representa, aqui, /w/, e sim /o/.

    Página 28: "Lírio" não tem ditongo /iw/ mas sim ditongo instável /ju/.


    ********

    Fora do ambito deste comentário, tenho ainda a dizer que continuo a manter a minha opinião de que deveria haver um capítulo a abordar o português de Portugal. Mas sou um contra todos, portanto :D


    Bom, tirando tudo isto, o documento está ótimo, bem explicado e aborda muitos dos casos que se queriam ver abordados. Aprovado! :yep:
     
    Última edição: 10 Jul 2007
  10. rodolfoher

    rodolfoher Usuário

    Re: Mtp3 RC1

    Ficou muito bom o trabalho. Parabéns. Eu tenho outra fontes que podem ajudar.
     
  11. Deriel

    Deriel Administrador

    Re: Mtp3 RC2

    Atualizei para a versão RC2, corrigindo erros apontados e encontrados e reescrevendo alguns trechos. è absolutamente importante a participação de todos na revisão =]
     
  12. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Re: Mtp3 RC2

    Olá ADM, visando um melhor desenvolvimento do Modo Tengwar Português, seguindo as recomendações da Alta-Cúpula de Valinor, trago as listas de erros e incongruências encontradas. Antes, deixo claro que não verifiquei as listas de outrem, assim, vários erros foram alterados antes desta listagem.

    Este texto não foi tentado a ser arrogante, tampouco desrespeitoso. Por seguinte:

    Na página 4 do documento [pág. 6 do arquivo], lê-se: "Gostaria que a vida não fosse tão curta, pensou. 'Ediomas' [sic] tomam 'panto' [sic] tempo assim como todas as coisas que desejamos conhecer". Dever-se-ia ler: "Gostaria que a vida não fosse tão curta, pensou. Idiomas tomam tanto tempo, assim como todas as coisas que desejamos conhecer", grafado em Tengwar através do código: "s^81E6hE aR `C r%2# 5.Ep eYiT 1.Ep aU61E= qRp8.Y- `B2%`Nt#+ 1Yt.Ep 1Ep1U 1RpqU `CiTp aYt& 1Y2#+ `C+ alY,E8 aR 2$,Rf#t&+ aYg$iR6\".

    Na página 7 do documento [pág. 9 do arquivo], lê-se: "'Uu' [sic passim] não amo a espada brilhante por sua agudeza, a flecha por sua agilidade ou o guerreiro por sua glória. 'Uu' amo apenas aquilo que eles defendem". Dever-se-ia ler: "Eu não amo a espada brilhante por sua agudeza, a flecha por sua agilidade ou o guerreiro por sua glória. Eu amo apenas aquilo que eles defendem", grafado em Tengwar através do código: ".R 5.Ep `Ct& `C `ViqE2# w6Tm#P3G qY6 8nE `Cs&2$,E= `C ejÔdE qY6 8nE `Cs%j%2#4% .Y `N s$7lR6U qY6 8nE sjÙ6hE- .R `Ct^ `CqR5#+ `CaTjU aR `Vj$_ 2$eRp2$P\".

    Nas páginas 7 e 8 do documento [pág. 9 e 10 do arquivo], lê-se: "um escritor pode predizer as letras de uma palavra dada a sua pronúncia e um ouvinte pode prever a pronúncia da palavra dada sua escrita". Para fins de clareza, dever-se-ia ler: "um escritor pode predizer as letras de uma palavra dada sua pronúncia e um falante pode prever a pronúncia da palavra dada sua escrita".

    O último parágrafo da página 10 do documento [pág. 12 do arquivo] faz referência ao Anexo C, inexistente, o anexo em questão é o B, encontrado nas páginas 44 até à 46.

    Na página 18 do documento [pág. 20 do arquivo], encontramos exercícios escritos em Tengwar. Para fins estéticos, pede-se que escrevam através do código: "iR6 .H 5.Ep iR6= lR8 `C aF81.Dp -= .Hr%6.Ep 2& `BqG6Eps# `C8 t#6flRp8 qj#iG2#_ -= lRp `pU w&6EaU 5& d.Ep r%rhE `pU 7Úw%1 -=".

    Na página 19 do documento [pág. 21 do arquivo], encontramos uma folha de rosto escrita em Tengwar. para fins estéticos, pede-se que escreva através do código: "5.Ep `C 5#2# t$mÙ6 2U aR q6YaU6E6= iR 2$,Rf# `RpaYp16E6 .Es&t# al^,E- a^p iR61R,E `RpaYp16E6E .Ds&= t#+ 5lRp iRpq6T `CaTj& aR `V81Er# q6YaU6Ep2&\"

    Como podemos reparar, pequenas partículas com vogais nasais (mais claramente "um"), ficam mui estranhas. Qual a possibilidade de grafá-las como na forma a seguir: "`MÏ", esteticamente ficaria mais bonita e como não usamos o inferior das tengwa. Pensar em usar um indicador de vogal nasal final não é tão impossível. Apesar das Tengwar serem fonêmicas, na Terceira Era essa situação já não existia, um exemplo é a tengwa halla, que era usada simplemente para nos informar que a consoante posterior era surda no princípio; algo como nosso "h". Letras especiais para diferenciar finalizações também é comum em Grego, onde a letra sigma (Σ, σ/ς), tem duas formas minúsculas, uma delas somente para s final (como o gancho das Tengwar).

    Na página 20 do documento [pág. 22 do arquivo], nos exemplos das palavras "angu, lingüiça, ungüento, chave, xarope", pede-se que sejam grafadas através dos códigos: "`[EsU= j%Px%iE= `pUx${1U= dEr%= dE6ÙqT".

    Na página 22 do documento [pág 24 do arquivo], no exemplo da palavra "nosso, caixa", pede-se sejam grafadas através dos códigos: "5ØiU= alEdE".

    Na página 24 do documento [pág. 26 do arquivo], no exemplo da palavra "saúde", pede-se que seja grafada como /sau(d)i/, através do códigos: "iE`M4%". Na mesma página, pede-se que corrijam o exercício com a palavra "miúdo", a última tengwar está um pouco maior que o resto da palavra.

    Na página 26 do documento [pág. 28 do arquivo], no exemplo da palavra "curiosidade", pede-se que seja grafada em sua forma correta, através do código: "aU6hY,T2#4%" .

    Na página 27 do documento [pág. 29 do arquivo], no exemplo da palavra "ingênuo", pede-se que grafem através do código: "`pTf$5nU". Na mesma página, nos exercícios, a palavra "homem" é grafada "hómem", vendo que seria uma vogal "intermediária", como pouquíssimos idiomas fazem uso desta vogal, o IPA não possue uma representação dela; contudo, por convenção grafamos como uma variação do /o/, fechado (um [o], com um pequeno triângulo em sua parte inferior). Pede-se que verifiquem isso.

    Na página 28 do documento [pág. 30 do arquivo], nos exemplos, para fins estéticos, pede-se que grafem "quais, averigüeis" através dos códigos: "zlE8= `Cr$6TxlR8".

    Na página 29 do documento [pág. 31 do arquivo], nos exemplos, para fins estéticos, pede-se que grafem "ancião, entrem, coração, poções" através dos códigos: "`[E8.[E= `[R16lpR= aY6E8.pE= qY8lpY8".

    Na página 30 do documento [pág. 32 do arquivo], nos exemplos, pede-se que grafem a palavra "enxáguam" através do código: "`pRdEx.Dp". Na mesma página, nos exercícios, "lições" está grafado "liçiins" [sic], pede-se que seja utilizado o código: "j%8lpY8".

    Na página 32 do documento [pág. 34 do arquivo], no exercício, a palavra "marginal" é grafada como "marguinal" [sic], pede-se que utilizem o código correto: "t#6f%5.D".

    Na página 33 do documento [pág. 35 do arquivo], nos exemplos, as palavras "cantinho, didático" aparecem erradas, pede-se que corrijam; "cantinho" usando "aEp3Gg&" e "didático" sendo /(d)ida(t)iku/, ou seja, "4%2#3TaJ", ao invés do /(d)i(d)atiku/ encontrado no exemplo.

    Há uma página em branco, a número 34 do documento [pág. 36 do arquivo].

    Na página 35 do documento [pág. 37 do arquivo], na folha de rosto está escrito "Um bom discurso pode ocultar 'om' [sic] mal coração", pede-se que corrijam a frase para sua forma correta, através do código: "`pU w^P 4%8aU6iU qÙ4% `Na.U1E6 `pU t.D aY6E8.E[ \".
    No exercício 6-2, da mesma página, pede-se que corrijam toda a seqüência para: "alRp 4T6hE= 5.EpÀ `V81.H `Û3G5&Á q6E3GalR 7R5&= `Nf%- `B8qÕ6U qY2$6 q6E3GaE6 rÔj#= alRp iEw% 1Y2&+ `N8 4hE8-\".

    Na página 38 do documento [pág. 40 do arquivo], nas soluções dos exercícios, encontramos os seguintes erros:

    1- 4-1, a palavra "cota" está grafada errada, correto: "aÙ1E"
    2- 4-5, a palavra "anta" poderia ser grafada, para fins estéticos, como: "`pE1E".
    3- 4-7, a palavra "cotações" está grafada errada, correto: "aY1E8lY8".

    Na página 41 do documento [pág. 43 do arquivo], nas soluções dos exercícios, encontramos os seguintes erros:

    1- 5-3 a), a palavra "teimoso" está grafada errada, correto: "1lRt^,U".
    2- 5-5, a palavra "enxaguei" está grafada errada, correto: "`pRdExlR".

    Na página 42 do documento [pág. 44 do arquivo], nas soluções dos exercícios, encontramos os seguintes erros:

    1- 5-9 b), a palavra "miou" está grafada errada, correto: "t%.Y".
    2- 5-11 a), pede-se que a palavra "tijolo" seja grafada, para fins estéticos, como: "3Tf^j&".
    3- 5-11 b), a palavra "vontade" está grafada errada, correto: "r^{1E4%".
    4- 6-1 a), pede-se, para fins estéticos, que a palavra "entendendo" seja grafada como: "`[R1Rp2$P2U".
    5- 6-1 b), a palavra "doente" está grafada errada, correto: "2nRp3T".
    6- 6-1 d), a palavra "irresponsável" está grafada errada, correto: "`B7R8qpYiDr.R".

    Essa é toda a lista de erros e incongruências do MTP RC2 que eu achei. Muitos dos erros já foram corrigidos até agora, mas é interessante que se leia e corrijam os que faltam. Não é tão dicícil, uma vez que já fiz metade do trabalho, dando informações detalhadas de onde o erro ocorreu e qual seria a forma correta.
    Espero do fundo do meu coração que alguém leia e corrija os erros, peço que não me tomem por mal, apenas tentei ajudar a desenvolver o MTP.

    Sem mais,
    Istimo Ainencaitor.
     
    Última edição: 15 Jul 2007
  13. Deriel

    Deriel Administrador

    Se você utilizasse o [/tengwar ] ajudaria um monte a encontrar os trechos indicados =]

    ok, corrigido

    Corrigido os trechos pertinentes, mas "sua" não possui um ditongo e sim um, hiato.

    Aceitos

    Corrigidos os trechos pertinentes. Você realmente não gosta do "s" final de palavra ou final de sílaba precedendo consoante como gancho né? Inclusive eu o considero esteticamente mais bonito, mas ambas as formas são válidas. "Vivia" forma hiato e não ditongo.

    Discordo da utilização de um tengwa específico para representar nasalização, inclusive fere o básico do Tengwar, que "pede" uma representação fonêmica. Mas não posso deixar de concordar que a utilização do "til" é complicada principalmente ao escrever no computador. Escrevendo manualmente o problema é facilmente contornável.

    Vou deixar em aberto esta questão por agora, para a RC4

    não alterarei estas palavras. Elas estão consistentes com o resto do documento e utilizar dois elementos diferente para nasalização não tornaria as coisas mais claras.

    corrigidos

    meramente visual, será mantida coerência com o restante do arquivo

    Não vejo como criar mais representação de vogais no MTP ou teríamos que atacar outras nuances também, como as vogais reduzidas. Neste caso deve ficar como está

    Corrigidos os erros, mas mantive o gancho descendente. É uma forma válida e eu acho esteticamente mais bonita

    Por motivos acima, não mudarei, para manter consistência com o resto do documento. Nos casos de erros, corrigido


    a primeira não corrigi (razões citadas acima), a segunda sim

    tudo corrigido

    Seu "bom" está incorreto, mas o "om" foi corrigido.

    corrigido quando adequado. Eu nunca utilizo a sua seqüencia, eu sempre corrijo na que está lá =]


    Na página 38 do documento [pág. 40 do arquivo], nas soluções dos exercícios, encontramos os seguintes erros:

    Corrigido todos os erros (melhorias estéticas não =])

    O caminho é por aí. Estou acrescentando o RC3 a este tópico, com os erros apontados aqui corrigidos e esperando a nova leva de correções.

    Existe toda uma teoria sobre o conceito de "teste e correção de erros" em Ciência da Computação que estou aplicando aqui, de que a pessoa que faz um sistema é a menos indicada para tentar revisar os erros do mesmo. Erros básicos, claro, não erros interno de regras, e é por isso que eu preciso da ajuda de todos: são 50 páginas de "rabisquinhos" estranhos e alguns passam batidos por mim por simples fadiga visual - há tanto que os vejo que mesmo os erros parecem "familiares".

    Mas fico absolutamente feliz com os erros indicados mesmo porque muito pior seria pegar esses erros de transcrição depois do livro publicado. E fico mais feliz ainda que nenhuma regra está incorreta ou inconsistente (por enquanto). Analisarei com cuidado a questão do sinal de nasalização.
     
    Última edição: 15 Jul 2007
  14. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Seguindo com a tarefa de verificar a nova versão do Modo Tengwar Português. Vamos aos poucos erros:

    Na página 29 do documento [pág. 31 do arquivo], no exemplo da palavra "quais", a tehta que representa o "a" está sobre o gancho que representa "s":
    zlE_
    Na página 31 do documento [pág. 33 do arquivo], no exemplo "enxáguam", a tehta que representa o "e" está tão difícil de achar que chego a duvidar que lá esteja. Não há um ditongo nasal decrescente em "en-"?!:
    lRpdEx.pE
    Na página 34 do documento [pág. 36 do arquivo], no exemplo de "didático", a transcrição prática está grafada "/(d)i(d)atiku/", não deveria ser /(d)ida(t)iku/?

    Na página 41 do documento [pág. 43 do arquivo], na solução dos exercícios, foram encontrados os erros:

    1- 4-1, a palavra "cota" continua grafada "quota":
    aÙ1E 2- 4-7, a palavra "cotações" continua grafada "cotacens" [sic]:
    aY1E8lYp8
    Na página 42 do documento [pág. 44 do arquivo], na solução dos exercícios, foram encontrados os erros:

    1- 5-3 a), a palavra "teimoso" teima em ser grafada como "teinoso":
    1lRt^,U 2- 5-5, a palavra "enxaguei", a tehta que representa o "e" foi engolida e a questão do ditongo nasal decrescente em "en-":
    lRpdExlR
    Na página 43 do documento [pág. 45 do arquivo], na solução dos exercícios, foram encontrados os erros:

    1- 5-9 b), a palavra "miou" agarrou-se com unhas e dentes na grafia errada, escrita "miuu" na solução:
    t%.Y 2- 5-11, a palavra "vontade" está sem vontade alguma de ser grafada corretamente. Ela aparece grafada "jontade" na solução em questão:
    r^P1E4% 3- 6-1 a), a palavra "entendendo" não teria o ditongo nasal descrescente?!:
    lRp1Rp2$P2& 4- 6-1 d), as palavras "sair" e "irresponsável", que irresponsavelmente não querem sair de lá, continuam grafadas, incorretamente, como "saer" e "irdesponsável":
    iE`B6= `B7R8qYpiEr.R
    Parece-me que tentaram representar a pronúncia carioca sempre que possível, caso isso seja verdade, as palavras com "en-", "-em-", "-en-" e "-em", ao formarem ditongo nasal decrescente, deveriam ser grafados como tal:
    lRp
    A questão de utilizar o para representar (somente o tehta inferior) vogais nasais não é boa. Esta grafia era usada nas consoantes palatais, não creio que uma vogal palatal seja possível em Português.

    Como bem lembrou o Deriel, não é problema do Modo Tengwar Português, é problema das fontes Tengwar disponíveis; em grafia à mão fica bem legal.

    As melhorias de grafia são interessante, não de se obrigar, apenas para deixar a estética um pouco melhor, além de facilitar o entendimento dos novatos.

    P.S.¹: As formas mostradas são as corretas, as formas equivocadas não são demonstradas aqui.
    P.S.²: Os ganchos de "s", quando usados sobre uma tengwa voltada para cima são iguais ao mostrado:
    aEÆ P.S.³: Desculpe as piadinhas, não resisti.
     
    Última edição: 15 Jul 2007
  15. Deriel

    Deriel Administrador

    Eu corrigi todos os erros apontados acima e já atualizei o arquivo (sem mudar a versão do mesmo - demais duas versões no mesmo dia)

    Pois é, de qualquer forma o MTP virará livro e terei que bolar uma solução pro caso, nem que seja alterar a fonte Parmaite pra ter uma visualização melhor das nasalizações no MTP

    Não é algo a ferro e fogo, depende mais do visual. Tendo um gancho, sabemos que se refere a um "s" em fim de palavra ou antecedendo consoante

    Melhor um bom do que um mau humor =]
     
  16. Slicer

    Slicer Velho de Araque

    Você está usando a Parmaite agora? Pensei que estava usando a Tengwar Annatar...

    Seria uma boa testar a Tengwar Eldarin do Björkman. Ele lançou recentemente uma nova versão.
     
  17. Tuor

    Tuor Usuário

    Ué, eu pensei que o "s" usados numa tengwa voltada para cima era assim:
    aE}
     
  18. Istui Gil-Eredh

    Istui Gil-Eredh Elder Elda

    Só que para evitar eventuais confusões com uma tehta inferior, utilizei aquela.
    Como disse o Deriel, é meio estético, depende de pessoa. Eu, por exemplo, odeio os ganchos, preferindo escrever a tengwa Silma. O Deriel prefere utilizar a versão com gancho. Os dois estão corretos.

    E, bem, modificando a fonte, você disponibilizará para nós?!
    Slicer, pode me dizer onde encontrar esta fonte que você falou, estou curioso.
     
  19. Slicer

    Slicer Velho de Araque

  20. Deriel

    Deriel Administrador

    Eu usarei qualquer fonte que tenha um mapeamento de sinal de nasalização sobre suporte curto. Não vi nenhuma até agora, e é nisso que temos problema de visualização. De resto está tudo bem
     
Situação do Tópico:
Fechado para novas mensagens.

Compartilhar