1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Mrs. Dalloway (Virginia Woolf)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Melkor- o inimigo da luz, 13 Jun 2003.

  1. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Eu não achei nenhum tópico sobre este livro então criei um eu mesmo... Alguém já leu este livro? Eu já li e garanto que é muito bom!
     
  2. senhorita

    senhorita Usuário

    Eu estou lendo. E, por enquanto, está maravilhoso. :grinlove:
    Por sinal, já leu "As Horas"? Esse também é realmente foda.
     
  3. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Não li não... É um livro sobre o filme? Eu estou louco pra ver o filme, tá passando só em um cine nos cafundós aqui de Sampa, to tentando convencer minha mãe a me levar... Hehehehehehehehe
     
  4. Quisito

    Quisito GOD

    Não. É um filme sobre o livro.
     
  5. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Eu sei, o filme eu conheço... Mas ela disse "ler"... Vai ver que tem um livro sobre o livro sobre o filme, oras... ^^
     
  6. senhorita

    senhorita Usuário

    O filme "As Horas" foi adaptado do livro "As Horas".
    E o livro "As Horas" gira em torno do "Mrs. Dalloway".
    Entenderam? :P
     
  7. Mithrellas

    Mithrellas Usuário

    Eu li esses dois, e particularmente preferi o Mrs. Dalloway. O Mrs. Dalloway passa uma incerteza que o As Horas não transmite. O As Horas esclarece tudo muito bem, digo, esclarece mais do que deveria. Já o Mrs. Dalloway no final você ainda tem uma certa dúvida se ela está ou não bem e etc... De qualquer forma, adorei os dois livros. Ambos são fantásticas =)
     
  8. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Quem escreveu "As Horas"?
     
  9. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Virginia Woolf

    Depois que eu vi o filme "As Horas" (
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    ), procurei o livro Mrs. Dalloway na biblioteca da facul. Achei um lá bem velho, com tradução do Mario Quintana. E no mesmo livro tinha o Orlando com tradução da Cecília Meirelles. Só li o primeiro por enquanto, e foi um tanto quanto, cansativo:

    Mrs. Dalloway

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    COnfesso que nas primeiras 50 páginas não estava entendendo quase nada. Não tem maiores explicações, nem de personagens nem de tempo e espaço. Fiquei muito confuso e tive que voltar algumas páginas as vezes pra ver se entendia. Agora o que eu achei mais confuso mesmo foi a narração. Não sei se era falha da tradução, mas ora era em primeira pessoa, ora em terceira e passava por vários personagens. Sem falar no português arcaico que dificultou ainda mais. Tirando esses pequenos contratempos, achei interessante. Leitura difícil mas ainda sim, proveitosa.

    Cotação
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Não sei se compensa ler esse Orlando. Alguém ai já leu??
     
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Como eu já comentei no tópico "Últimos livros que vcs andaram lendo", eu me surpreendi bastante com Mrs. Dalloway. Eu achava que seria um livro marcante pela história em si, mas vai além disso.

    A Virginia Woolf subiu quinhentos pontos no meu conceito com o estilo de narrativa que adotou para esse livro. É totalmente psicológico, mas vai além disso. Você não vê as coisas apenas sob o ponto de vista da Clarissa, mas de todos os outros personagens ao redor dela.

    Já no início da história, quando Clarissa sai para caminhar, Woolf faz algo que nunca tinha visto antes: ela usa elementos como um avião escrevendo uma palavra no céu para ligar o pensamento de vários personagens.

    No mais, dou destaque para o Septimus e a Rezia. A história dos dois é bem densa, bem delicada. E se for colocar no pós-guerra, se enquadra muito bem como uma crítica.

    Em suma, estou apaixonada pela Virgina Woolf e seu Mrs. Dalloway :grinlove:
     
  11. Melkor- o inimigo da luz

    Melkor- o inimigo da luz Senhor de todas as coisas

    Então somos dois apaixonados, Joy... Ela é realmente um gênio, eu nunca tinha lido nada e quando li Mrs Dallloway ela tornou-se uma das minhas escritoras prediletas... O filme, que vi quarta no ultimo cinema da face da terra que ainda passa esse filme (passava, hehehehe), é realmente soberbo... Tocante, realmente. O livro é também perfeito, cada cena e cada ponto de vista é muito interessante e ela lembra a gente de mil coisas e faz pensar que a história realmente aconteceu, dá uma perfeição muito estranha...
     
  12. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Ninguém aqui leu ORLANDO não??
     
  13. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    eu comecei a ler e não gostei muito não, Hugo :tsc:
     
  14. senhorita

    senhorita Usuário

    Alias... Quem escreveu As Horas nao foi a Virginia, e sim o Michael Cunnigham.
    Mrs. Dalloway q foi escrito por ela, e acho q Orlando vale a pena, falam q foi o melhor q ela escreveu...
    E vai lancar acho q dia 8 de Agosto um livro dela naquela colecao (maravilhosa, por sinal) da Folha! :mrgreen:
     
  15. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    O pessoal ainda confunde muito...
    Sinceramente, eu achei que Mrs. Dalloway serve só como referência (principalmente no caso da personagem Clarissa) para o filme. Não dá nem para comparar o Mrs. Dalloway com As Horas como obras literárias, o lance de stream of consciouness que ela usa é simplesmente fantástico e faz de Mrs. Dalloway uma obra ímpar.
     
  16. Aerin

    Aerin Usuário

    É inevitavel ler Mrs. Dalloway sem tentar relacioná-lo com o filme.
     
  17. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Lógico que é inevitável ¬¬

    Mas, como eu disse no post anterior, o livro serve de referência para o filme, mas o filme não é a história do livro, se é que você me entende. Os dois são completamente diferentes, mas têm relação entre si.
     
  18. Hugo

    Hugo Hail to the Thief

    Eu vi pouca relação do livro Mrs. Dalloway com o filme. Só mesmo pelo fato de ter mostrado a Woolf escrevendo ele...
     
  19. senhorita

    senhorita Usuário

    Mesmo que eu ainda esteja acabando o Mrs. Dalloway, eu vi que no filme ele serve bastante para marcar a Clarissa como a Mrs. Dalloway de Virginia. E tambem serve meio como o ponto de juncao das tres personagens. Não sei se expliquei bem. =P
     
  20. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Explicou sim, Thuringwethil. O fato é que Mrs Dalloway serve como fontes de referência, mas não são a mesma história (as pessoas confundem muito esse aspecto). A Clarissa Dalloway passa por crises *semelhantes* às da Clarissa d'As Horas, assim como todos os personagens estão ligados pelo livro da Woolf.

    Porém, você que está lendo o Mrs Dalloway há de concordar que a forma de narrativa, e a própria narrativa segue caminhos completamente diferentes do romance As Horas. Aliás, se fossem a mesma coisa teriam que processar o Michael Cunnigham por plágio :mrpurple:
     

Compartilhar