1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Morreu Michael Jackson

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por TT1, 25 Jun 2009.

  1. Excluído045

    Excluído045 Banned

    Tanto melhor falar em ressurreição. Só vai vender mais discos como o Elvis, os Beatles, Lennon, Legião, Mestre Seixas...
     
  2. leon85

    leon85 H, N, O, C, Ca, P, K, S, Na, C

    Não podemos levar a sério a maioria da mídia, mas um cara que faz doações e obras institucionais (sim, em troca vem as deduções federais e benesses nos impostos) , transa com meninos pré-adolescentes seus fãs (processo civil com provas), propagandeia o uso de hidratante na masturbação(sic) e cria filhos inseminados brancos em vez de adotar negros maltratados iguais à ele, realmente, é um ídolo pop. Na real, que se foda o Michel Jacko.


    True muito True!
     
  3. Excluído045

    Excluído045 Banned

    No geral,q ue se foda você. Não sei que provas você tem, eu sei de gente safada que o extorquiu.
     
  4. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Galera: chega de ataques pessoais, muito menos palavrões!
    Saibam discutir numa boa, por favor!
    Estão avisados...
    Da próxima, infelizmente, teremos que dar infração para quem continuar com xingamentos, OK?
     
  5. Elriowiel Aranel

    Elriowiel Aranel Usuário

    Michael foi vítima da Sociedade num primeiro momento: na infância.
    E mesmo assim não necessariamente da sociedade, mas de um pai ignorante e de uma família omissa.
    Não conheço a vida de todos aqui, mas acho que posso afirmar que a grande maioria nunca foi surrado aos 6 anos de idade para trabalhar; não foi ridicularizado em relação à própria aparência pelo próprio pai (a ponto de ter medo de se olhar no espelho); impedido de fazer o que é normal, natural a todas as crianças: brincar.
    O psicológico dele foi completamente destruído!
    Já foi comprovado pelos psicólogos que o amor dos pais e a liberdade para ser apenas criança é essencial nessa fase!
    As pessoas só viam nele um garotinho bonitinho que cantava e dançava com os irmãos... sem fazer idéia do que ele passava em casa, longe dos holofotes. E, ainda assim, ganhavam pouco pois a gravadora ficava com quase tudo.

    Sim, eu sei que ele não foi a única criança no Universo a passar por isso! Muitas crianças fazem trabalhos muito piores... Mas, vamos imaginar... Se qualquer um de nós tivesse passado por isso não iria desejar crescer logo para se ver livre desse monstro e fazer o que quisesse? Poder fazer tudo que não o deixaram fazer na infância?!
    A maioria das crianças que sofrem esses maltratos são obrigadas a continuar trabalhando e aturando coisas até piores na vida adulta. Mas não foi assim com ele, pois ele era uma estrela e com um talento nato para música e dança!

    Ou seja, chegando na vida adulta [legalmente e fisicamente] e trabalhando sozinho ele passou a ganhar muito mais do que quando criança... então... imagina o deslumbramento: ELE PODIA realizar tudo aquilo que sonhou quando criança enquanto apanhava!!! Você que está lendo, não o faria?! Não aproveitaria a chance?!

    Resumindo: ele foi adulto quando criança e criança quando adulto.

    O que estou tentando mostrar é que ele não podia responder plenamente pelos seus atos pois tinha o intelecto de uma criança em muitos aspectos.

    Se tudo isso estivesse acontecendo hoje, agora... Se agora ele fosse criança e esses maltratos viessem à tona, todos concordariam que ele foi uma vítima. Mas como ele já havia crescido, em idade, as pessoas acham que isso apaga as maldades feitas contra ele que o tornaram quem ele era.

    E se alguém duvida que o pai dele foi esse monstro, ele próprio (o pai) deu a prova aos céticos alguns dias atrás: ele deu uma entrevista, SORRINDO, dizendo que fundaria uma nova gravadora.
    Hein??? O filho dele acabou de morrer e o cara aparece sorrindo???
    E de onde viria o dinheiro para essa nova empresa??? Certamente ele já estava contando com a herança... Bem feito!!! Não irá receber nada!!!

    Depois de adulto ele se tornou vítima da mídia... Mas não de toda mídia... e sim da imprensa marrom, dos tablóides, dos paparazzi...
    Infelizmente, as pessoas ao redor do mundo acreditam, se deixam levar e se moldar pelo que esses urubus dizem!!! Infelizmente os governos permitem que esse tipo de jornaleco circule!!!
    Aqui no Brasil agente até que não sente tanto essa influência negativa (apesar de alguns programas toscos da TV)... Mas lá fora é muito, muito forte!
    Mas não sentimos por enquanto... Agora com essa palhaçada de que qualquer um pode ser metido a jornalista, em breve estaremos cheios de "The Sun"s aqui também...

    Para eles não importa se a história é verdadeira ou não!!! Quanto mais escandalosa melhor, pois vende mais! Se a história não existe, eles inventam!

    O mesmo que aconteceu com Michael aconteceu com a Lady Di. E no caso dela, eles a mataram literalmente e ninguém foi punido até hoje!!! :fire:
    Certa estava J. K. Rowling que, ao primeiro sinal de ameaça à sua vida privada e de sua filha, processou os desgraçados e entrou com uma ação na justiça que impede qualquer pessoa de se aproximar dela e/ou de sua família - principalmente se portar câmera ou gravador - sem sua permissão.

    Aqui neste tópico foi defendido o discernimento.
    Mas quem lê esses lixos, tem discernimento??? Quem acredita nessas histórias mirabolantes, tem discernimento???

    Como dizia meu professor e coordenador do Curso de Comunicação Digital, a responsabilidade de nós, comunicólogos e jornalista é muito maior do que se imagina. É quase tão grande quanto a de um médico!
    Um engano ou uma mentira podem devastar completamente a vida de alguém, mesmo que depois de desfeito o 'engano'.
    Ele nos contou a história de um casal, donos de uma escola infantil em SP que foram acusados de serem pedófilos. Ao longo do processo descobriram que uma das crianças tinha inventado a história e que as outras passaram a repetí-las... e a mídia ajudou a divulgar...
    De que adiantou provarem que era mentira? O estrago já estava feito...
    Este casal vive na miséria e são rechaçados até hoje!

    A quem estiver lendo, como você reagiria numa situação dessas?

    Ele (MJ) não era excêntrico e paranóico... Ele era literalmente perseguido todo santo dia!!!
    Em uma entrevista ele disse que criou Neverland porque não podia frenquentar cinemas, parques, zoológicos e outros lugares públicos, porque ninguém o deixava em paz! Então ele criou um lugar onde ele podia fazer tudo o que gostava sem encheção de saco...
    Ele se escondeu, sim. Mas não era covarde... Simplesmente não tinha estrutura psicológica para aguentar toda essa pressão!

    Quanto aos filhos 'não naturais' e as acusações de pedofilia:

    Ele era, literalmente, uma criança.
    Crianças gostam de estar com outras crianças... de brincar, passear, se divertir... a vida de uma criança gira quase que exclusivamente em torno da diversão!
    Crianças não ligam para sexo.
    Logo, ele não podia ter filhos naturais e não seria capaz de um ato de pedofilia... porque... se duvidar... ele nem entendia isso direito. Isso não fazia parte do mundo dele!

    O 1º garoto que moveu processo contra ele - que na época tinha 13 anos e com o qual foi feito acordo fora dos tribunais - admitiu recentemente (agora que já é adulto) que só disse aquilo porque o pai pediu!
    Quem é o infantil, então?
    Ingenuidade e infantilidade tem grande diferença. Ingenuidade é não ter malícia e acreditar na bondade de todos, de forma até negligente.
    Infantilidade, como a palavra é normalmente interpretada, é justamente o oposto... é o início de um pensamento malicioso a partir de 'brincadeiras' sem graça que leva a um adulto sem limites, sem caráter e sem escrupulos (como o personagem Zeca, de Caminho das Índias).

    Do 2º processo ele foi absolvido!
    Acho que a justiça fala por si mesma!!!

    Vi uma entrevista de uma mãe de um garoto que passou 5 dias com Michael. Ela disse que o filho só tinha elogios a ele e que eles se divertiram muito e tudo correu de forma normal e bem.

    Quanto à doença de pele (que eu sempre esqueço o nome).
    Se eu tivesse também mandaria arrancar tudo de uma vez... Sempre disse isso a quem quisesse ouvir. Já vi pessoalmente pessoas que a tem e me dá aflição. Não é preconceito, é algo involuntário.
    Já me dava aflição quando eu descascava ao voltar de férias na praia (um dos motivos de eu detestar calor e praia).

    Mas no caso de MJ todos estão esquecendo de um detalhe: durante a gravação de um comercial da Pepsi ele sofreu queimaduras de 2º grau no rosto todo e precisou de cirurgia plástica reconstrutiva. E foi depois disso que ele reapareceu branco.

    A carreira dele não acabou nos anos 80.
    Em 91 ele lançou meu clipe favorito, "Black or White"... em 93 ele fez show em SP... Em 96 ele veio ao Brasil gravar o clipe de "They Don't Care About Us".
    Ele entrou em decadência quando esses chupins aproveitadores começaram a acusá-lo e inventar histórias.

    E, apesar de ser uma criança grande, ele enfrentou sim o mundo adulto de uma forma muito mais inteligente do que nós. Ao contrário desses vermes que o perseguiam, ele tinha responsabilidade social. Não olhava apenas para o seu umbigo, mas tentou ajudar o maior número de pessoas que pôde... fosse tentando alegrá-las - afinal o mundo não é, ou não deveria ser feito só de preto, branco e cinza - fosse ajudando financeiramente instituições e criando campanhas, como a da música "We Are The World".
    Enquanto a maioria de nós achamos que nossos problemas são tão grandes que não temos tempo, sequer, para separar o lixo reciclável... e temos preguiça de andar com a sacola ecológica porque a de plástico é mais prática e 'menos feia'.


    A quem não gostava dele e de suas músicas, pelo menos faça o favor de respeitar a dor alheia ao invés de ficar fazendo piada sem graça!
     
    Última edição: 3 Jul 2009
    • Gostei! Gostei! x 4
    • Ótimo Ótimo x 1
  6. CamiLa

    CamiLa Usuário

    Só tenho a dizer que : VIREI SUA FÃ Elriowiel Aranel!!!


    :clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap:
    :clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap:
    :clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap:
    :clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap::clap:
     
    Última edição: 4 Jul 2009
    • Gostei! Gostei! x 1
  7. Jhulha

    Jhulha Observadora

    Aiai incrivel, ante do cara morrer 60% das pessoas, metia o pau no cara por causa dos escandalos, agora essas mesmas 60% pessoas, viraram fans de uma hora para outra, incrivel nossa sociedade. :rofl:

    P.s. Não estou criticando ninguem em especifico.
     
  8. Deriel

    Deriel Administrador

    Você sabe o que "literalmente" quer dizer?
     
  9. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  10. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    Levando em consideração os números da carreira de Jacko, a porcentagem é inversa, ou talvez ainda mais dispare.

    Talvez 30 % odiavam/ metiam pau/ ridicularizavam o Michael, e 70% eram fãs/ admiradores! Acho que todos os que são mais velhos cresceram ouvindo as músicas clássicas dele, cresceram fascinados pela dança distinta do cara...

    Às vezes não paramos para refletir sobre a dimensão da obra dele, do que ele conquistou, somando-se a isso todas as "lendas" a respeito de sua vida e de suas parcerias musicais. Não creio que a maioria fale mal dele, ou fale bem por hipocrisia ou por mero respeito pós-morten (ou post mortem, como queiram). Eu falo por mim: não sou contra outros estilos de música, exceto pagode, axé, funk carioca, sertanojo, música eletrônica...

    Acho um barato os True-Metal-From-Hell defenderem apenas o Metal, seja ele thrash, Black, Deth, ou apenas guitarras distorcidas, roupa preta, coturnos, cruz invertida, cara de mau, e comportamento rebelde/ gótico, whatever....como se essas coisas fossem mais inteligentes ou qualquer coisa do tipo! É a sempre e eterna misantropia musical, cujas limitações tentam diminuir a abrangência da expressão artistica, sem fundamento algum.A expressão musical ultrapassa gostos pessoais e rótulos arbitrários e pré-concebidos. A boa música não se restringe apenas ao Rock e à suas vertentes. Existe apenas a boa e a má música. O Jacko tem grandes discos, independentemente de gostarmos ou não, ele foi um artista único mesmo. Eu particularmente gosto muito do "Off The Wall", do "Thriller", do "Bad" , do "Dangerous" e do disco duplo "History", mas tbm do Jackson Five (que não conhecia, é verdade...e "graças" à morte dele, passei a conhecer, felizmente). Em algumas das músicas me espanta a capacidade vocal dele, como em "Remember The Time" ou na " Way You Make Me Feel", ou no balanço perfeitamente harmônico de sua música, coisa insuperável para um estilo cheio de mediocridades como Eminem, Britney Spears, e essas merd*s todas. Mas generalizar e colocar a música do Michael no mesmo saco que todo esse gênero produziu, não me parece muito justo.

    Antes de julgarmos o Michael precipitadamente, seria melhor considerarmos todas as variáveis, e esquecer um pouco o que a mídia insinuou. A prova de que a maioria sempre gostou/ foi fã do cara, está nas vendagens de todos os discos, mesmo de sua época mais fraca, quando já estava dentro da polêmica toda. O que aconteceu foi que a reclusão dele fez com que todo mundo o esquecesse, por algum momento, e a mídia procurou algo para ter o que falar dele, já que isso gera ibope e atenções gigantescas. Mas MJ sempre teve sua base de fãs, admiradores influenciados que nunca diminuiram, embora muitos deles tenham perdido a esperança de ver Michael novamente lançar um bom disco ou "moonwalkar" como nos bons tempos!

    Portanto, tendo em mente o que o Michael representa para a indústria da música, para os quase 1 bilhão que comprou os seus discos, mas tbm para a arte da dança, para vários músicos do meio Rock N´Roll e para diretores de cinema (como Spike Lee e Steven Spielberg), essa emoção toda por causa de sua morte me parece normal, previsível e, em sua maior parte, sincera. Embora eu tenha visto comentários estúpidos do tipo "Ai gente, eu nem era fã dele, só conhecia uma ou outra música, mas foi muito triste ele ter morrido. Ele era o maior mesmo" e blablabla...isso é coisa de Maria-vai-com-as-outras. Pessoas assim não se dão o trabalho de escutar cada música do cara, nem mesmo conhecer a história do homem Michael Jackson, construída sob um sem-número de diversidades, adversidades e revolucionando a dança e todo um conceito de espetáculo e de música popular. Infelizmente Pop ganhou um significado pejorativo, mas que está longe de suplantar o mito do rei do Pop. A música dele sempre mesclou Rythm N´ Blues, Funk, Soul, elementos do Rock como nenhum artistazinho Pop na história conseguiu.
     
    Última edição: 4 Jul 2009
  11. Jhulha

    Jhulha Observadora


    Hei, não venha a critica os outros, se a carapuça te serviu pefeitamente, não sou eu quem nem conhecia os jacksons five. :chibata: Isso é so o basico.

    Eu não me tornei fan de uma hora para a outra, em momento algum citei ser fan ou não, se curtia ou não, e se ele era bom ou não, e tambem nem outros estilos eu falei, se for me citar seja direto não citei nada nem niguem, so falei a verdade é sim são 60% nada de 30% "os proprios fans" o criticavam.
     
  12. ExtraTerrestre

    ExtraTerrestre Usuário

    E talvez uma porcentagem maior ainda metia o pau no cara e gostava da música, ao mesmo tempo.
     
  13. hell_ther

    hell_ther motokeiro fantasma

    concordo com o Roy, siceramente eu curto black metal, heavy metal, uso cuturno e sempre de roupas pretas, mas o michael jackson foi um grande cantor, mas nunca fui fã dele, e tbm nunca falei mau ou bem dele, curto bastante a voz e algumas músicas. o cara é um grande ícone da música internacional.
     
  14. Ondon Rincewind

    Ondon Rincewind Usuário

    Mas o RCP não adiantaria, Primula. Sabe como é, o pé-de-moleque que matou ele!

    Brincadeiras a parte, devo dizer que foi um tanto quanto amadora sua interpretação de que o médico foi incompetente. Ele disse aquilo ao ER. Isso garante que é verdade? Será que a pessoa não pode ter dito algo errado? Ainda: será que o médico não fez o RCP no chão e o levou de volta a cama?

    Não é legal ficar chamando os outros de incompetentes. Não se sabe exatamente o que aconteceu.
     
  15. Thorin III

    Thorin III Usuário

    Sinceramente não foi a morte de MJ que me deixou perplexo, afinal ele é humano, "rei do pop" mas humano, e hora, todo humano morre.O que me deixou perplexo foi a atitude de seu "pai".Aquele "senhor" - não merecedor de ser chamado assim - apareceu com toda pompa, e com nenhum resquício de tristeza.Um pai se portar assim na morte de um filho, seja o filho o que for, tenho os problemas que tiver, feito o que fez, e se portar assim, é a mais baixa baixeza de um ser humano.
     
  16. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    No testamento Michael, o pai não fica com nada.
     
  17. Deriel

    Deriel Administrador

    Não consegui ganhar um ingresso pro velório :(


    :lol:
     
  18. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Me lembrei de um menininho que salvou o avô com RCP aqui no Brasil. Foi sorte, que justo naquela semana os bombeiros levaram um monte de moleque carente para aprender essas coisas de salvamento.

    Mas acho que agora ele virou adolescente e não estaria ali em Neverland... (pensamentos de humor negro, não ligue)

    Amadora, certo...

    Você não ouviu a gravação, shame on you. Depois que o fizer, a gente conversa.

    Olha, podemos ser simpáticos, compreensivos e o diabo a quatro.

    Mas não sejamos românticos. Não poder responder, não significa não ter de responder por suas decisões. Se não num tribunal, como resultados das escolhas de vida.

    E os filhos não vão sofrer igual ou até pior do que ele sofreu? Quais são as chances deles em conseguir viver algo que não seja tragédia-tragédia-tragédia? (não são nulas-zero, mas são ainda menores que as dele próprio.)

    Não sou simpática com ele a esse ponto. Ele pode ser "criança" mentalmente, mas os filhos dele são crianças de fato.

    Uma coisa é ele ter sido brilhante musicalmente. E foi, e agradeço por ele ter existido para nos tirar daquele tédio.

    Outra coisa é deturpar tudo para que combine com a imagem de herói. Coisa que não entendo no ocidente, pois os gregos (Hércules) eram menos loucos que Shakespeare (Romeu e Julieta), aceitando as falhas dos heróis sem precisar recorrer a um monte de maquiagem.

    ... e eu fico imaginando as peripécias que você e Joy fariam para conseguir visto, passagem, dinheiro... tudo pra ontem :P
     
  19. Deriel

    Deriel Administrador

    eu ia colocar pra vender no eBay :eh:
     
  20. Bilbo Bolseiro

    Bilbo Bolseiro Bread and butter

    Mas sobrou algo pro pai dele querer se apoderar? Porque pelo o que sempre li o Michael estava falido, só tinha dívidas pra deixar.
     

Compartilhar