1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

*Morgoth e os Valar*

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por *Arwen*, 29 Jan 2005.

  1. *Arwen*

    *Arwen* Usuário

    Eu gostaria de saber porquê os Valar não acabaram logo com Melkor?
    Se eles sabiam que ele era mal, porquê eles não deram um fim definitivo nele ?
    Por que teve que haver várias guerras, se os Valar eram poderosos e juntos poderiam vencer Melkor?
    Por que eles não interferiam nisso, por mais que esse aspecto os prejudicasse?Afinal de contas, Melkor era muito poderoso e tinha vários servos.

    O que não entra na minha cabeça, é que se eles são deuses, eles poderiam deter com mais facilidade as forças de Morgoth (que não paravam de crescer)
    e não fizeram.
    Porque ele deixou que os Elfos e homens lutassem, sendo que eles eram bem mais capazes?

    Por favor, respondam todas essas dúvidas. Caso não saibam todas, não importa, uma só já faz diferença...
     
  2. Cësárin

    Cësárin Usuário

    Bom, esse assunto gera discussões acaloradas por aqui, mas eis minha opinião: no começo dos tempos, quando não estava nem próximo o momento em que os primogênitos despertariam, a guerra contra Melkor seria inútil. Por que? Bom, porque nem todos os valar juntos seriam páreo pra Melkor na plenitude de seu poder, e, de fato, só depois que Melkor dissipou muito da sua força é que os valar puderam fazer algo a respeito dele. No entanto, Melkor era um vala, um espírito, não podia ser destruído a não ser por Eru, e por isso mesmo o máximo que os valar puderam fazer foi aprisioná-lo (lembre-se de que isso quando ele já tinha enfraquecido, pois do contrário seria impossível mantê-lo em cativeiro). Agora, quanto às eras posteriores, mais especificamente nos tempos de guerra em Beleriand, eu acho que os valar foram negligentes, pois com o intuito de não prestarem ajuda (à exceção de Ulmo) aos noldor, eles acabaram abandonando a Terra-Média sob o julgo de Morgoth por muitos séculos. Há um tópico que eu criei e que deve estar perdido por aí onde eu expresso a minha opinião de que os valar foram negligentes, especialmente para com os homens, raça mais frágil e mortal, e que despertou em meio à guerra. Dá uma olhada lá, se você tiver paciência (o tópico é grandinho).
     
  3. Proview

    Proview Go

    Um outro grande problema é que Morgoth dissipou boa parte de seu poder para corromper toda Arda. Isso ligou o próprio mundo a Morgoth de forma que se ele ffosse derrotado o mundo também seria "ferido" (foi o que ocorreu na Guerra contra Utunmo e na Guerra da Ira, na 1º muitas mudanças no mundo e na 2º Beleriand afundou).
    Dessa forma os Valar temiam modificar demais Arda lutando contra Morgoth e evitavam fazê-lo sempre que possível (inclusive no exército de Valinor, na guerra da Ira, os valar não estavam lá).
     
  4. Denethor II

    Denethor II Pontífice Inquisidor de Gondor

    Não vejo o poder de Morgot tão grande assim. Todos os Valar poderiam ter aprisionado ele sim, mas isso não era o ideal, nos primeiros dias, pois ele nunca havia feito nada para merecer isso. Depois que ele fugiu e se refugiou em suas fortalezas e distruiu as duas arvores, os valar ficaram fulos e daí então eles mostraram do que era capas. Mas eles nao tinham malicia, por isso acreditaram que ele poderia estar se redimindo (por isso o libertaram).
    Eles não foram negligentes. Pois por graça de Feänor eles disseram que nao queriam mais o asseçoramento dos Valar (por isso sairam de la, neh?). Logo se eles nao queriam ajuda, o maximo que os valar podiam fazer era assessorar quando era pertinente. Quem manda pedir errado? Viu o que dá?
     
  5. Acho que destruir Morgoth não seria a solução!

    Morgoth tinha sua essencia presa em Arda, e com isso, mesmo após ter sido aprisionado no Vazio, o mal dele continuou, quer seja por Sauron, quer seja pela sua essencia deixada nas raízes de Arda!

    E Morgoth era um Vala..um dos mais poderosos..ou o mais...não era assim que iam destruindo ele nao! :)



    ate mais...
     
  6. Elrond Meio-Elfo

    Elrond Meio-Elfo Usuário

    Morgoth não poderia ser destruído, nem por Vala nem pelo próprio Criador, Eru Ilúvatar. Palavras do próprio Tolkien. Entretanto ele poderia ser reduzido a um quase nada, como ocorre com Sauron.
     
  7. juninho_kkursk

    juninho_kkursk Usuário

    concordo.....apesar d ser bom ow mal ele eh um dos poderes da terra...i soh seria destruido c arda tbm fosse destruida...

    i gostaria d saber ow ler onde tolkien disse q eru naum podia destruir morgoth...axo isso meio estranho...
     
  8. juninho_kkursk

    juninho_kkursk Usuário

     
  9. juninho_kkursk

    juninho_kkursk Usuário

     
  10. Elrond Meio-Elfo

    Elrond Meio-Elfo Usuário

    Ele não se refere a Morgoth em especial mas a todos os espíritos em geral em sua Carta 211: "Que Sauron não foi em si destruído na Ira do Um não é culpa minha: o problema do mal, e à sua aparente tolerância, é permanente a todos que se preocupam com o nosso mundo. A indestrutibilidade dos espíritos, mesmo pelo Criador deles, é também um atributo inevitável, se um acredita em sua existência real ou fantasiosa."
     
  11. Dagdá

    Dagdá Usuário

    Eru no inicio já percebia q Melkor tinha pensamentos mais "obscuros" q os outros Valar... Na música q todos estavam fazendo já se percebia isso...

    Com o tempo Melkor se afastou um pouco dos valar, e ai vieram os elfos... Acredito q esses eram dias de paz, mas ñ na cabeça de Melkor q já estava maquinando planos pra destruir a paz em valinor, de roubar as Silmarils, de matar Feanor, etc... E foi ai q Melkor, junto c/ Ungoliant, destruiram muita coisa em Valinor, roubou as Silmaril´s, e depois disso Melkor rumou p/ a TM...

    Acredito tbém q os Valar eram muito piedosos, e achavam q talvez c/ o tempo Melkor poderia ter pensamentos diferentes, pois eles (Manwe, Aule,etc) prendem Melkor e depois de um tempo até chegam a acreditar q Melkor realmente mudou...
     
  12. Dagdá

    Dagdá Usuário

    Se eu ñ me engano tbém tem em algum lugar escrito no Silmarillion q os Valar ñ iriam ajudar os elfos na TM contra Melkor, por causa do q Feanor fez e tal...
     
  13. Denethor II

    Denethor II Pontífice Inquisidor de Gondor

    a maldição de feänor.... ou melhor, a maldição de mandos, que as obras dos noldor na terra média iriam crescer e virar pó. O unico que poderia destruir era Melkor (prefiro Morgoth hehe).

    Os Valar não tinham malicia no coração, por isso nao hajiam por impeto, mas sim sob a aprovação de Eru. Eles não eram impetuosos como os humanos, eram antes de tudo precavidos e se cercavam se sabedoria. coisas que os elfos deveriam ter feio em Eä
     
  14. Cësárin

    Cësárin Usuário

    Calma aí, os humanos não eram impetuosos, acho até que eram receosos de tudo. Eles despertaram em meio à guerra, viveram quase sempre em meio a ela. É normal supor que fossem desconfiados e reservados.
     
  15. Estranho

    Estranho Dancer

    É dito no Silmarillion que Morgoth era o mais poderoso Vala; digamos assim, o gêmeo MAIS PODEROSO de Manwë, que vale lembrar, era REI do Valar. Ele era realmente como já foi dito aqui, poderoso demais para que fosse destruído no início, e talvez todos realmente acreditassem que isso era desnecessário, por acreditar que a tendência de Morgoth de "destruir" fosse apenas uma característica de sua personalidade....
    Mais tarde, Morgoth usou seu poder para se impregnar na Terra-Média de tal forma que ele não poderia mais ser simplesmente destruído, pois o mal agora era parte da Terra-Média, desde as rochas até os seres vivos, tudo tinha a sua "parcela" de Morgoth, ou seja tentar destruir Morgoth, seria na realidade destruir a Terra-Média em si....



    Por favor, me corrijam se eu estiver errado, eu estou relendo o Silmarillion para "entender de uma vez" então talvez alguma informação esteja errada, então me avisem...
     
  16. Finrond

    Finrond Usuário

    Se for assim Morgoth estava com um poder de um deus muito poderoso, mas concordo com os Valar terem deixado a terra média largada para Melkor, eu sei q uma guerra caso eles interferissem seria inevitavel, mas muitos males posteriores poderiam ter sido evitados caso as assinhas de Melkor fossem sendo combatida aos poucos
     
  17. Cësárin

    Cësárin Usuário

    Na verdade, depois de muita discussão eu entendi o fato de que uma guerra entre valar e Melkor causaria a ruína da Terra-Média, por isso eles preferiram mandar as hostes dos vanyar (o que ainda sim causou a destruição de Beleriand). Mas quanto às eras posteriores, eles bem que poderiam ter tornado a relação deles com os homens mais calorosa. Creio que ao fim da guerra do anel os valar decidiram não interferir mais com a vida dos homens, e é uma pena.
     
  18. Arnostalion ¥

    Arnostalion ¥ Usuário

    Mas os Vanyar enviaram muito poucos soldados para a Guerra da Ira. O Exército de Aman era comandado por Eönwë, Arauto de Manwë, e em sua maior parte era formado pela hoste dos Noldor.

    Os Valar se ressentiam à entrar em Guerra contra Morgoth devido ao impacto que isto traria para Arda, mais especialmente para a região de Beleriand, pois a essência de Melkor estava encrustada na Terra, além de que ele sempre teve poder, pois no início dos tempos ele combateu sozinho todos os outros Valar.
     
  19. Cësárin

    Cësárin Usuário

    Sim, mas os noldor que entraram na guerra eram aqueles que deram a volta e permaneceram em Amam. Nenhum dos exilados entrou na guerra, e creio que para formar um exército poderoso, os valar comvocaram vários dos vanyar (na verdade Manwe convocou os vanyar, seu povo preferido e mais leal).
     

Compartilhar