1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Minhas lembranças com Margueritte (La Tête en Friche)

Tópico em 'Cinema' iniciado por Artanis Léralondë, 26 Jul 2011.

  1. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Eu achei tããããão lindo esse filme que quero assistir de de de e de novo :amor:

    Gostei do artigo dessa guria que escreveu:

    É uma comédia sobre um homem simples, Germain, rústico, faz trabalhos pesados, filho de mãe solteira, acha que a mãe não gosta dele, até que encontra a Margueritte, uma senhora de 95 anos que fica observando os pombos e lendo livros na praça, super atenciosa e sábia. Ela apresenta o universo literário, começa a ler em voz alta o livro "Peste", de Albert Camus e o 'cabeça oca' começa a refletir, de repente cita trechos do livro nas conversas com os colegas tão broncos quanto ele, depois passa a procurar palavras no dicionário e a ter um vocabulário mais rebuscado, ao ler "La promesse de l'aube" (A promessa da aurora), de Romain Gary, um romance autobiográfico sobre a relação mãe e filho, Germain se identifica com o texto e cita a frase para Margueritte.
    "Sempre se retorna ao túmulo da mãe para uivar como um cão abandonado"
    Ele ficava matutando, lembrava da mãe dele, de uma certa forma, foi 'curado' desta mania de achar que sua mãe não tivesse instinto materno.
    Eu, mãe de um menino, fiquei preocupada, parece que quando o filho não tem um bom relacionamento com a mãe, não consegue ter com mulher nenhuma.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Trailer do Filme:


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Um encontro inesperado e uma conversa banal, deu início a uma bela história da amizade entre duas pessoas "diferentes".
    Esse momento mágico pendura até o final do filme, que bah que final, é de ficar pensando na história, horas depois que o filme já ter acabado.

    O filme fala de livros o que deixa ainda mais legal e interessante o encontros de Germain com Margueritte.
    O ator Gerard Dépardieu está incrível no drama, aquele jeito brutamonte dele é uma falsa imagem, quem o conhece percebe o jeito doce como cuida das pessoas e de sua horta. =)
    O jeito ingênuo dele também traz cenas ótimas e engraçadas, recomendadíssimo!!!
    :sim:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
    Última edição por um moderador: 6 Out 2013
  2. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Quero muito assistir esse filme.
    Só de ver o trailer já achei que ia gostar.
    E acho que ainda está passando aqui em SP, vou dar uma olhada.
     
  3. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Vai gostar mesmo, quando vê o filme já acabou.
    A velhinha é super simpática, não dá para dizer que tem 95 anos!
    É do tipo de pessoa que ama viver, o que falta em muita gente nova por aí.

    Ah vc que adora gatos vai curtir o gatinho do Germain hehehe :)
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  4. Gigio

    Gigio Usuário

    Muito bom mesmo, Maníaca! E você disse bem, os dois estão adoráveis. Parece um encontro estranho a princípio, mas acaba dando tão certo...
     
  5. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    ahhh vou ter que comprar o DVD agora....vcs acabam comigo
     
  6. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Eu tb estou afim de comprar hehehe

    Eu não conheço muito sobre os filmes franceses, mas parece ter muita coisa boa!!!

    O novo cinema que abriu aqui passa filme francês, tem outro com o Gérard Depardieu, chamado "Potiche-Esposa Troféu". Vi o trailer e tb achei bacana.
    Massssss, esse "Minhas lembranças com Margueritte" é especial :lily:
     
  7. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    há vários filmes franceses bons demais
     
  8. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Verdade, antigos e novos.

    Dos antigos vale muito a pena assistir os do Truffaut e do Louis Malle.
    E eu adoro
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    do Jacques Tati. :sim:

    Falar nisso, vou procurar e, se já não tiver, abrirei um tópico só sobre cinema francês.
     
  9. Artanis Léralondë

    Artanis Léralondë Ano de vestibular dA

    Anotando os filmes para assistir nas férias :joy: :joy:
     
  10. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    vi semana passada e gostei. legal usar camus como despertar literário, bem como o esforço q germain faz p parecer q sabe + q os colegas, até essa diferença começar a ser algo natural nele.
     
  11. Clara

    Clara Que bosta... Usuário Premium

    Nossa, só consegui assistir esse filme depois de mais de três anos que o tópico foi aberto (ainda no Meia Palavra)!

    Mas ó, filme de primeira, um história delicada, sem maniqueísmos, com momentos engraçados e tristes na medida exata pra te prender e nem ver passar a quase uma hora e meia de filme.
    Os personagens são aqueles que a gente muitas vezes encontra por aí, em nossa própria vida: o que se acha inteligente porque faz palavras cruzadas e se julga no direito de chamar alguém de "burro"; a mãe relapsa que joga no filho a culpa pelos erros que ela cometeu; o personagem principal cuja vida o transformou em bronco mas que é mais inteligente do que imagina (e muito sensível).
    Todos têm suas tristezas, decepções, sua intolerâncias e momentos de maldade; mas também têm (uns mais outros menos) um lado ensolarado que proporciona alegria e carinho pelos outros, às vezes de um jeito meio torto ou desajeitado, mas ainda assim humano e compassivo.

    E pra quem ficou curioso (como eu fiquei) pelos títulos dos livros lidos ao longo do filme, a lista aparece nos créditos finais, são eles:

    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (La Peste) de Albert Camus;
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (La Promesse de L'Aube) de Romain Gary ;
    - "
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    "
    de Jules Supervielle (não achei publicado no Brasil);
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Un Viejo que Leía Novelas de Amor) de Luis Sepúlveda;
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (Lady With Carnation) de A.J. Cronin;
    -
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    (The Spanish Gardener) de A. J. Cronin.

     

Compartilhar