1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Millôr Fernandes

Tópico em 'Autores Nacionais' iniciado por Bagrong, 12 Jul 2010.

  1. Bagrong

    Bagrong RaG

    [align=right]"Aumentou um pouco o número de alfabetizados no país. E aumentou muito mais o número de ignorantes cultos."
    - Millôr Fernandes, enfim um escritos sem estilo
    [/align][align=left]
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    [/align]



    Com seu humor característico, Millôr, um senhor que já que foi "Vão Gogo", mas deveria ter sido Milton, marcou com a ponta da caneta os livros de história no Brasil. Autor provocativo e descrente, escreveu para "O Cruzeiro, foi um dos fundadores do jornal "O Pasquim", teve (e voltou a ter) sua coluna na Veja e participou de publicações como a revista Bundas ("Quem tem sua bunda em Caras não quer ter sua cara em Bundas", lembram?). Além disso, publicou prosas, poemas, teatros, espetáculos musicais e desenhos.

    Segue uma autobiografia:

    Se alguém quiser ver um pouco do material dele, eu recomendo
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    . Tem um monte de coisa legal! Atualmente na página inicial tem esse textinho bacana:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e tem também um
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    do Caetano Veloso, falando de como foi influenciado por esse autor.

    Em forma de livro, tive contato apenas com o teatro "O Homem do Princípio ao Fim", que é realmente muito legal!

    Agora chego ao fim de meu post munido de um protesto: aproveitei a semana de incentivo à literatura nacional aqui no Meia para comentar a respeito de como esse grande autor é injustiçado! Quem aqui já leu um livro de Millôr na escola? Quantos estudaram a biografia dele? Quantos vídeos dos professores de cursinho estão fazendo análises dele? Talvez minha formação é que tenha excluído esse tipo de autor, mas realmente não tive contato com essa literatura em sala de aula.

    Meu ponto é que temos uma literatura muito rica, muito diversificada, mas só conseguimos dar valor aos clássicos, eliminando nossa diversidade! Millôr é um cara que merece ser reconhecido como o grande autor que é e merece ser compreendido. Vou mais além dizendo que esse tipo de autor deveria ser dado aos alunos antes dos clássicos, pois seria bem melhor para incentivar a leitura.

    Anyway, fica minha homenagem ao grande Millôr Fernandes!
     
  2. Clara

    Clara O^O Usuário Premium

    "Em suma: um humorista nato. Muita gente, eu sei, preferiria que eu fosse um humorista morto, mas isso virá a seu tempo. Eles não perdem por esperar.”·

    :lol: Muito bom!
    Sou fanzoca do Millôr e frequentadora do Millor OnLine.
    Sobre suas obras não serem lidas nas escolas, eu ia dizer que as do Luis Fernando Veríssimo também não são, mas aí lembrei que são e até de ter visto textos dele (LFV) em alguns vestibulares e tal.
    Será que, no caso do Millôr, tem algo a ver com sua análise (bastante) crítica das coisas?
    (Também acho que ele é pouco reconhecido).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  3. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Poxa, eu já li traduções feitas por ele, acompanhava com afinco sua página na Veja, e li vários pedaços da Bíblia do Caos.... muito bom...
     
  4. aces4r

    aces4r Usuário

    Nunca mais suas charges na Veja. Que pena.
     
  5. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Até hoje sinto muita falta dos textos do Millôr Fernandes. Depois que ele partiu, tem seções de revistas e jornais que raramente leio hoje, pois simplesmente não foram mais as mesmas depois dele.
     
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar