1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Middle Earth: Shadows of Mordor

Tópico em 'Jogos Tolkienianos' iniciado por LuizWsp, 27 Jan 2014.

  1. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    O que acharam dessa prévia desse novo game?

    Parece o melhor jogo de "Senhor dos Anéis" até hoje. Nesse link tem o vídeo com o cara explicando mais ou menos como será o jogo:

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O jogo se passa na Terra-Média entre os eventos de O Hobbit e O Senhor dos Anéis, no momento em que Sauron retorna para Mordor.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Você controla Talion, um Ranger responsável pela guarda do Portão Negro de Mordor. Quando Sauron retorna à região, ele e seus soldados matam todos que estão por lá. No entanto, Talion retorna da morte com a ajuda de um misterioso Wraith, e passa então a poder alternar entre o mundo dos wraiths.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Está planejado para ser lançado no fim de 2014 ou início de 2015. Ganhará versões para Playstation 3, Playstation 4, Xbox 360,
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    e PC.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Ótimo Ótimo x 3
  2. Eu fui um pouco ignorante quando vi os diretores falando sobre o desenvolvimento do jogo (a um tempo atrás). Parece muito divertido com MUITA ação, porém, não achei algo tão incrível o personagem criado, até porque andei pesquisando e não achei nada de muito interessante sobre ele (história, contos, algo que posso envolve-lo no enredo). Se alguém acabar vendo meu comentário: - Por favor, alguém poderia explicar o porque do personagem ter estas características e como foi introduzido?
     
  3. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Acho que isso ainda não foi revelado. vamos ter que aguardar o desenvolvimento, ou talvez até o próprio jogo para descobrir suas origens.
     
  4. Heberus Stormblade

    Heberus Stormblade Paz e Amor

    Parece que o jogo só vai ter opção Single Player

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    Boas expectativas. Gosto da perspectiva de estar vivendo um personagem a parte (com um enredo interessante) dentro de Arda.
     
  5. Heberus Stormblade

    Heberus Stormblade Paz e Amor

  6. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Eu achei promissor, mas não vi nada demais nesse negócio de Nemesis.
     
  7. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Saiu os requisitos mínimos para se jogar e podem começar a chorar. Precisa no mínimo de um computador bem razoável.

    Requisitos mínimos

    • SO: 64-bit: Vista, Win 7, Win 8
    • Processador: Intel Core i5-750, 2.67 GHz | AMD Phenom II X4 965, 3.4 GHz
    • Memória: 4 GB RAM
    • Gráfica: NVIDIA GeForce GTX 560 | AMD Radeon HD 6950
    • DirectX: Versão 11
    • Rede: Broadband Internet connection
    • HDD: 25 GB de espaço livre
    Requisitos recomendados

    • SO: 64-bit: Win 7, Win 8
    • Processador: Intel Core i7-3770, 3.4 GHz | AMD FX-8350, 4.0 GHz
    • Memória: 8 GB RAM
    • Gráfica: NVIDIA GeForce GTX 670 | AMD Radeon HD 7970
    • DirectX: Version 11
    • Rede: Ligação de banda larga
    • HDD: 40 GB de espaço livre
     
  8. Heberus Stormblade

    Heberus Stormblade Paz e Amor

    Pedindo I7 e GTX 670 como requisito recomendado... O jogo deve dar um show a parte com os gráficos no full.
     
  9. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Nova geração quebrando o pessoal que joga no computador. Foi uma melhoria considerável para o que os últimos jogos haviam pedindo de requisitos mínimos.
     
  10. Mellime

    Mellime A little less lost

    Só espero que não incorram de novo na tentação de ''copiar'' acontecimentos ou falas de personagens dos filmes em um ''protagonista aleatório''. Preguiça? Medo de inovar em um universo com histórias já bem estabelecidas? Não sei. Sei que jogo de filme normalmente não arrisca.

    Ainda estou de cara com o Senhor dos Anés de playstation 2 em que uma elfa - you don't say - salva um mortal dizendo palavras familiares para quem viu a sociedade do anel.

    Quem sabe o Shadows salva :dente:
     
    • Gostei! Gostei! x 2
  11. mordredrs

    mordredrs Usuário

    Pessoal, é um ranger zumbi ajudado por um espírito élfico que não foi para Mandos. Salvar o quê?
    Esse jogo é tão lore breaker que nem deveria ser citado como Tolkien based, uma vez que não se sustenta em nada, nada, mas nada mesmo do lore de SdA.
     
  12. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    • Ótimo Ótimo x 2
    • Gostei! Gostei! x 1
  13. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Ah, eu to com pé atrás agora. Essas coisas muito coloridas, muita magia e lutas muito cinematográficas não combinam muito com senhor dos anéis...
     
  14. Roy Batty

    Roy Batty "Inconsertável"

    PQP....esse é o melhor jogo inspirado nas obras de Tolkien até hoje. De tudo o que vi e li...

    Notas dos grandes sites especializados (não que isso seja altamente relevante, pois o que conta é a impressão pessoal)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    The gameplay foundation of Middle-earth: Shadow of Mordor is very strong, which makes it all the more incredible that it's also the least exciting thing about the game. Most video games choose to either tell you a story or give you a world in which you can create your own stories; very rarely are these two paths mixed, and even more rarely with any success.

    Shadow of Mordor is that ultimate rarity. It tells a fun little story that would be enough to hold up most games on their own. But it also provides all of the tools to ensure that the most interesting tales to come out of the game will be the ones that were not scripted.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Middle-earth: Shadow of Mordor stands out from other open-world action games by putting a great new layer on top of the trail that Batman blazed. I was surprised at how well it integrates its excellent combat with rewarding feedback and progression not just for me, but also for my enemies. I’ve had many more memorable and unpredictable battles with its randomized Warchiefs and captains than I did in the scripted campaign missions, and I expect those to keep on coming.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Middle-earth: Shadow of Mordor is a well-paced sandbox game with a revolutionary new game mechanic in the Nemesis System, which I imagine we'll see iterated on in the years to come. The Nemesis System creates the opportunity for two players to have wildly different experiences fighting the Uruk-hai, while Talion collects trinkets and upgrades.

    What would have otherwise been a competent sandbox game with solid combat mechanics and an interesting twist on a known fantasy world is elevated by the Nemesis System. Shadow of Mordor is the strategic person's action game.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Shadow of Mordor may not hew exactly to Tolkien’s lore, but it’s certainly close enough for the vast majority of folks. More importantly, it’s a fun game that lets you experience The Lord of the Rings regardless of how much knowledge you have of the world coming in. Great combat and an amazing setting round out one of the best Lord of the Rings titles in years.




    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Shadow of Mordor isn't just the greatest Lord of the Rings game to date--it's also one of the most entertaining open-world adventures around. By the time you've concluded Talion's journey, you'll feel like you've experienced your own personal odyssey through Middle-earth, locked in a struggle against adversaries that only you truly know. The thrill of undermining the Uruks' hierarchy doesn't last forever, but the memories of the villains it generates will stay with you for a long time.




    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    In a sense, then, Shadow of Mordor comes at a crucial time for Middle-earth in the public consciousness, and it looks primed to carry the torch of Tolkien for the foreseeable future. Monolith seems more than capable of doing for Sauron and company what Rocksteady did for the Dark Knight: finally delivering a gaming franchise worthy of the iconic fiction.

    We’ve seen competent games based on Tolkien’s works here and there, but this may well become the first series that has the chance to finally live up to the source material. Considering the important place Tolkien holds in fantasy and storytelling, that’s a welcome sight for games—and one long overdue.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    Shadow of Mordor is an unabashedly challenging and complex experience, sometimes at the expense of accessibility. I’m thrilled that we’ve got a new franchise in the fertile ground of Tolkien’s fiction. Add in a borderline revolutionary approach to mission design, and this is a firm foundation for a stellar new series.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)



    One of the most enduring themes of Tolkien's universe has been the corrupting influence of power, but this has almost always been explored through the eyes of individuals that refuse to abuse that power. In death, Talion is free to do what those characters were never able to, and you experience first-hand what an intoxicating high that can be. At the start of the game you're not much more than a lowly Ranger, sneaking through camps and silently slitting Orcish throats in the night.

    By the end of the game you're boldly strolling through those same camps, as terrified uruks whisper tales of the Ranger-turned-Gravewalker over fortifying gulps of grog. There's plenty to see and do in Mordor when you're dead; all that's left, in the words of a wise old wandering wizard, is to decide what to do with the time that is given to you.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Shadow of Mordor's second half introduces even more ways to mess with Uruks' minds. Ultimately, you are able to command individual captains and assist them in battle as they fight their way up the pecking order. The story gives this system a purpose so that your political shenanigans don't come across as neverending busywork, though even without narrative context, the nemesis system is remarkably absorbing. It is the orcish congress, and I am a muscled version of Kevin Spacey's character in House of Cards. I am the puppetmaster, and the Uruk-hai are my puppets.



    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    The absolute best part of the game is the open-ended sections in which you interact with Sauron's army - that's where every component feels unique and wonderful. Outside of that, Shadow of Mordor is still an excellent game but not quite sublime.



    Vejam isso, a partir de 59:00


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    :




    O jogo não é BASEADO nas obras, mas INSPIRADO, tem nomes e alguns personagens do Legendarium (Celebrimbor, por exemplo), mas o jogo é uma grande homenagem ao legado da obra de Tolkien, não se presta a adaptação direta, mas sim a uma criação subjetiva alargando o leque de possibilidades!
     
    Última edição: 28 Set 2014
    • Ótimo Ótimo x 2
  15. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Muito bem, ontem eu vi alguns reviews, e alguns vídeos.

    Se fosse qualquer outro jogo, só pelos gameplays, eu acho que não estaria interessado, mas é LOTR...

    Meu PC não aguenta, e não quero comprar PlayStation 4 antes de Tekken 7, então o que resta é o PS3 mesmo. Alguém viu alguma coisa específica sobre as versões?
     
  16. stover

    stover Usuário

    versões Digitais já estão disponíveis, e ontem tinha um bug maroto na PSN, que o game saia por 121 Dilmas.
    mas versão física só dia 18 acho :-?
     
  17. LuizWsp

    LuizWsp A torch in the dark In Memoriam

    Poxa, já ta cheio de reviews e o jogo vai ta disponível só no fim do mês?

    Estranho isso. Fora que ta muito caro pra PS3 :confused: :confused: :confused:
     
  18. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Não tem nada de estranho. A versão digital para PC já está disponível e existem muitas pessoas jogando.
     
  19. stover

    stover Usuário

    é como eu disse, versões digitais já estão disponíveis.
    eu tenho xbox 360 ( desblo.) e PC, então to de boa em questão a valor rs.
     
  20. Siker

    Siker Artista Comercial / Projetista Gráfico

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    Chegou em 30 de setembro para PS4, Xbox One e PC, enquanto a edição de PS3 e Xbox 360 chegará apenas em novembro. O jogo é uma aventura inédita da Terra-Média, cenário principal da saga O Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien. O título, porém, pega apenas a inspiração deste universo, já que sua história e personagens são inéditos.

    Talion, o ranger

    O personagem principal de Shadow of Mordor é Talion, um patrulheiro. Para quem não se lembra, patrulheiros são pessoas que cumprem missões especiais para seus senhores e vagam pela Terra-Média. Aragorn, um dos personagens centrais de O Senhor dos Anéis, também era um patrulheiro.

    A diferença é que Talion morre logo no início da trama, mas volta à vida a partir da magia negra de uma feiticeira, como um espectro a serviço da vingança. Após ser morto pelas forças de Sauron, o patrulheiro precisa correr para se vingar e impedir o avanço das trevas na Terra-Média.

    Talion pode escalar locais e pular lá de cima com grande agilidade, mais ou menos como ocorre com os protagonistas Ezio, Altair ou Edward, de Assassin’s Creed.

    Rostos famosos

    A participação de Gollum não deve ser muito extensa, mas ele irá interagir com Talion e, possivelmente, revelar alguns segredos adicionais sobre a localização do Um Anel e das forças de Sauron, já que a história se cruza um pouco com a jornada de Frodo e da Sociedade do Anel.

    Um mundo aberto

    Shadow of Mordor é um jogo de mundo aberto, com muito o que fazer. Talion vai encontrar diversas pessoas que vão lhe conceder missões, entre algumas paralelas e outras que fazem parte da campanha principal. Para perseguir seus objetivos neste gigantesco mundo, ele irá utilizar cavalos, bestas que podem ser domadas e outras criaturas especiais.
    Como um patrulheiro, Talion também poderá realizar algumas missões de rastreio, resgate ou similares.

    Construção de exércitos

    Por meio de controle de multidões, Talion pode usar seus poderes para construir verdadeiros exércitos. O jogo possui um sistema de cadeia de soldados, com a hierarquia de cada clã de Orc presente em um mapa de organizações. Você pode ver qual orc está ligado em qual líder e criar revoltas, fazendo-os trabalhar para o seu lado, mesmo sem saber.

    A ligação destes orcs será bem forte, a ponto de eles se lembrarem de seu personagem se o encontrarem novamente no futuro – e se sobreviverem em um embate mortal. Assim, mesmo que você não o controle para seu exército, será possível influenciá-lo de outras formas em outra ocasião.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

    ------------------

    Pelos gameplays que vi até agora o jogo parece ser um Assassins Creed no universo do Senhor dos Anéis com sistema de combate do Batman. Apesar da falta de originalidade, a boa jogabilidade aparenta ser boa o suficiente para pelo menos valer uma conferida.
     
    • Ótimo Ótimo x 1

Compartilhar