1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Meu vizinho Totoro (Tonari no Totoro, 1988)

Tópico em 'Anime & Mangá' iniciado por alchemistnarutoZ, 11 Dez 2008.

  1. alchemistnarutoZ

    alchemistnarutoZ Orzhov Syndicate

    Eu usei a ferramenta de busca e não achei. Então, criei.

    Muitos, ao menos, já ouviram falar desta obra de Hayao Miyazaki, grande diretor de animês de longa metragem, como O Castelo animado, Porco Rosso, A viagem de Chihiro, e muitos outros.


    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    O filme conta a história de uma família que acaba de se mudar. Logo que chegam à casa, Satsuki e Mei, as filhas da família, se animam com a possibilidade da casa ser assombrada, pois ela era antiga e frágil. Enquanto o pai ajuda a descarregar os móveis, Satsuki vai com a pequena Mei explorar os cômodos da nova casa. Juntas, as irmãs encontram nozes e pequenas bolinhas escuras, que pareciam morar na casa. Muito ariscos, os estranhos seres fugiam se alguém chegasse muito perto. Após guardar os móveis, o pai conversa com a vizinha, uma senhora que trabalha nos campos de arroz. A vizinha conhesse então as meninas, e explica para elas o que são as bolinhas pretas que elas encontraram. A mãe da família está no hospital, e é visitada frequentemente. Enquanto Satsuki está na escola e o pai, mesmo estando em casa, focado no trabalho, Mei brinca no quintal, e descobre dois seres muito curiosos, e fugazes. Esse encontro leva ao encontro com o espirito da floresta, Totoro. A partir daí, Totoro passa a ser parte da vida das meninas(Satsuki encontra-se com ele mais tarde).
    --------------------------------------------------------------------------
    Essa é uma síntese da história né? qualquer erro me corrijam.

    Minha opinião: Gostei do filme, mas é muito infantil e despretencioso.
     
    Última edição: 11 Dez 2008
  2. Tilion

    Tilion Administrador

    Re: Meu vizinho Totoro(Tonari no Totoro, 1988)

    A intenção do Miyazaki era que o filme fosse infantil e despretensioso, ainda mais por causa do Túmulo dos Vagalumes, do Isao Takahata, que seria lançado no mesmo ano. Viram que o filme seria pesado demais se exibido sozinho para as crianças e aí o Miyazaki resolveu exibir algo mais leve para acompanhar o filme do Takahata.

    Os dois filmes foram lançados e exibidos juntos em 1988, Totoro sendo exibido logo depois do Túmulo.
     
    Última edição: 11 Dez 2008
  3. alchemistnarutoZ

    alchemistnarutoZ Orzhov Syndicate

    Re: Meu vizinho Totoro(Tonari no Totoro, 1988)

    Então captei a intenção do autor.
     
  4. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Re: Meu vizinho Totoro(Tonari no Totoro, 1988)

    Esse foi o primeiro anime que eu assisti. Quando era bem criança (uns 6 ou 7 anos) numa aula de japonês.
    O ônibus-gato me marcou bastante que eu nunca esqueci. Não sei porque.
     
  5. alchemistnarutoZ

    alchemistnarutoZ Orzhov Syndicate

    O ônibus-gato foi a melhor parte do filme! Ele é muito legal! Adoro felinos. Ainda mais se agem como ônibus, tem mais de dois pares de garras, um sorriso malicioso, olhos-faróis e são rápidos.
     
  6. Lórien

    Lórien Última General de Nanto

    Totoro é maravilhoso. É infantil, despretensioso e acho que essas são as maiores qualidades dele ;)
     

Compartilhar