1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Metalstyle: do underground às lojas chiques?

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Elring, 15 Jun 2005.

  1. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Que chique o título não? Não sei como andam as coisas nas outras capitais deste país, mas por aqui está ficando cada vez mais caro adquirir camisetas, tênis, calça ou casacos relacionados a banda de heavy metal. De uns tempos para cá, quando estourou o metal-alguma-coisa, as lojinhas e camelôs de rua começaram a meter a faca nos pobres headbanger! Pô, tênis allstar que antigamente eu comprava no balaio, agora eh mais de cem reais! Comprei um por r$55,00 chorando e depois lembrei por que abandonei esses trecos...ruim pra dedeu. Voltando, tudo o que está relacionado com bandas clássicas do metal agora pipocam nas lojas de xópins a um preço absurdo! Até as loja que são do ramo ja introduziram um agudo nas etiquetas! O futuro do metal, ao meu ver, está fadado a virar artigo de luxo! :chibata:
     
  2. Drizzet

    Drizzet On vacation forever

    É a popularização do metal, ou melhor, a pop-larização do metal... isso mesmo, tá virando pop... pro comércio, tudo que vier pode ser usado pra gerar lucro, e com o metal não é diferente. Música dá dinheiro. E tudo tá atrelado às modinhas de grupos urbanos, à mídia que controla nossas cabeças e ao capitalismo o_O
     
  3. TT1

    TT1 Dilbert

    Besteira pensar assim. Metal nao é ideologia, não é estilo de vida. Pra que reclamar se agora eu acho a minha camisa de banda numa loja perto de casa, quando antes eu tinha que procurar por meses?

    Porq eu nao deveria comprar as coisas numa loja ao invés de demorar 30 dias fazendo? Ora, metal nao é punk e nao deve se importar com preços, captalismo e outras coisas do tipo.

    Qual o problema de popularizar o metal?? É exatamente por isso que as bandas lutam, pra sair do underground e vender, e ajudar todo o movimento a aparecer mais. Nao tem problema nenhum nisso, pelo contrário, é bom. :D

    Voces reclamam da popularização, do capitalismo... e pagam 50.. 70 reais num cd importado. Ora, comprem o cd, a bota, a camisa... o metal é estilo de musica como qualquer outro.
     
  4. Drizzet

    Drizzet On vacation forever

    Não to reclamando... muito menos compro cds de R$50... eu nem compro cds, pra falar a verdade.
    Se vc reler meu post, percebe que estou apenas relatando os fatos. Não tem reclamação. E de qualquer forma, é mais fácil achar os produtos como você disse, mas eles ficam mais caros.
     
  5. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Na verdade eu gosto de ver o "retorno" do bom e velho metal. O que me incomoda, são esaas lojas que vão de carona e acabam inflacionando roupas que não deveriam ser caras. Uma blusa dos Ramones em uma loja conceituada custa 69.90, ou seja, a uns tempos atras apenas em muquifos achavas algo assim. Tudo bem que está mais fácil, mas precisava botar lá em cima os valores?
     
  6. Cain

    Cain Usuário

    Se quem curte metal fica puto com isso, imaginem os fãs de emo (não devem existir muitos ^^) que viram ele passar de uns estilos de música mais underground e anticomercial da década de 90 para um modo-de-vida que virou modinha nas escolas.

    O que me agride de verdade é ver adolescentes comprando, usando e ouvindo coisas só porque é cool (in a bad way =p)
     
  7. Elring

    Elring Depending on what you said, I might kick your ass!

    Esta eh a tendencia, consultores de moda que vao ate nas favelas ver o que as pessoas usam, dar para um estilista deixar hype o visu (credo, eu disse isso?!) botar uma etiquta famosa e botar na vitrine. Ou em algum cantor pop que ta em alta. E la se vai mais um bom estilo para o cliche dos clipes!
     

Compartilhar