1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Mescla de Cultura nas obras de Tolkien?

Tópico em 'Influências, Seguidores e Recomendações' iniciado por Telfor, 24 Dez 2008.

  1. Telfor

    Telfor Usuário

    Bom estava eu relendo o Silmarillion...
    E diversas vezes me deparei com acontecimentos que me fizeram recordar Romeu e Julieta e outras obras classicas...

    Como por exemplo Beren e Luthien ou Túrin e Nienor...

    Teria Tolkien sido " enfluenciado" ou inspirado em obras dramaticas para criar os romances de Arda ?? ou é somente uma mera coincidencia??

    A História é meio que baseada nas culturas nórdicas ( vikings, bretões e tal)
    seria possivel que Tolkien tivesse mesclado dois tipos tão diferentes de literatura em suas obras??

    Acredito tambem que Smaug o dragão, como foi caracterizado por Tolkien remetase aos dragões chineses mais do que aos Nórdicos...
     
  2. Falcão Branco

    Falcão Branco Sacrifiquei um

    Sim, a varias culturas mescladas a obra de Tolkien, a Nórdica por exemplo, dela foi inspirado os Elfos os Anões e até mesmo o anel dos Nibelungos. Tambem encontramos os orientais e os homens de Rhun, que parecem com os índianos e Koreanos. E tem os Woses, que vivem em uma sociedade quase druidica. Sobre Beren e Luthien, caracteriza uma romance que Tolkien teve na adolescencia.
     
    Última edição: 24 Dez 2008
  3. Tilion

    Tilion Administrador

    Tolkien foi sim influenciado por várias obras de culturas diferentes, sendo que ele próprio apontou algumas (nas Cartas).

    A história de Túrin foi a tentativa dele de fazer uma versão para a história do personagem Kullervo, do Kalevala finlandês. Há vários elementos em comum, os quais apontei
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
    .

    As principais culturas que influenciaram Tolkien foram a nórdica e a anglo-saxã, sendo que os Rohirrim possuem vários aspectos desta última, como a língua (embora com uma diferença crucial: os anglo-saxões não usavam cavalos em batalha, sendo que esse foi um dos fatores que fez com que perdessem a Batalha de Hastings, em 14 de outubro de 1066, onde foram literalmente pisoteados pela cavalaria invasora normanda). As literaturas dessas culturas também foram influência direta, como o Edda Poético nórdico, de onde Tolkien tirou os nomes dos Anões de O Hobbit e também de Gandalf, e a Saga dos Volsungs germânica, onde a morte do dragão Fafnir nas mãos de Sigurd é bem similar à de Glaurung nas mãos de Túrin, com os respectivos heróis atacando os dragões por baixo em suas barrigas (Túrin pendurado em um penhasco, Sigurd escondido em um fosso, sobre os quais os dragões passam por cima).

    Smaug é baseado em dragões europeus mesmo, inclusive seu nome é uma piada filológica da parte de Tolkien, já que ele é derivado do pretérito do verbo germânico primitivo smeugan, que significa "espremer através de um buraco". O próprio episódio do roubo da taça do tesouro por Bilbo é um eco de um episódio semelhante no poema anglo-saxão Beowulf, provavelmente o texto que mais influenciou Tolkien como autor, seja por motivos narrativos, seja por estilo de composição.

    A influência direta como inspiração para Beren e Lúthien, como personagens, é o próprio Tolkien e suas esposa Edith, como ele também relata nas cartas. Do ponto de vista narrativo, há mais coisas. Segundo Tom Honegger, no artigo "A Note on Beren and Lúthien's Disguise as Werewolf And Vampire-Bat" ("Uma Nota sobre o disfarce de Beren e Lúthien como Lobisomem e Morcego-Vampiro"), presente no vol. 1 do jornal Tolkien Studies, o episódio no qual Beren e Lúthien usam as peles para se disfarçarem teria sido inspirado por um episódio semelhante no romance William of Paleme, escrito em inglês médio (que Tolkien dominava e do qual traduziu alguns poemas importantes para o inglês moderno, como Sir Gawain and the Green Knight), composto por volta de 1350, no qual dois amantes precisam fugir e se disfarçam com peles de ursos polares. Além do motivo das peles, Honegger aponta outros elementos em comum nas duas histórias, como o fato de as duas narrativas apresentarem figuras paternas que se opõem à união de suas filhas com os heróis; a presença da ajuda de caninos que possuem poderes especiais; e o fato de que os oponentes em ambas as obras são feiticeiros.
     
    Última edição: 24 Dez 2008
  4. Telfor

    Telfor Usuário

    Beren e Luthien eu sabia...

    mas nunk tinha ligado Túrin e Niniel a romeu e julieta...
    Tolkien realmente foi ...O CARA.... só ele mesmo pra conseguir juntar tantas culturas diferentes e conseguir tornalas parte de um todo que compõe uma cultura totalmmente nova... Tolkienismo... rsrsrsr
     
  5. Thorin Escudo de Carvalho

    Thorin Escudo de Carvalho Part-time Ninja

    Sim, Tolkien foi um gênio que criou uma mitologia fantástica, realmente complexa, pois afinal, ele não criou simplesmente uma terra fictícia, mas encheu-a de realismo com canções, línguas e etc. Ele se inspirou na mitologia nórdica e outras lendas como Kalevala.

    Mas sua afirmação sobre Romeu e Julieta, não sei não, Tolkien detestava Shakespeare por vários motivos, um deles é o fato de colocado na cabeça das pessoas a idéia de elfos pequeninos e frágeis, bem ele não foi o primeiro a usar essa idéia, mas fez um uso constante dela.
     

Compartilhar