1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

MELKOR uma parte de Eru?!?

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Erion Storm eyes, 3 Dez 2007.

  1. Erion Storm eyes

    Erion Storm eyes Usuário

    No silmarilion os Ainur são criados pelo pensamento de Eru, então Melkor era uma parte "malígna" (egoísta) de Eru ou não? Alguem tem uma outra interpretação desse tema?
     
  2. Menegroth

    Menegroth Bocó-de-Mola

    Ele era uma parte de Eru sim. Mas não creio que fosse uma parte maligna. Sim Iluvatar poderia ser maligno, porque na verdade ele poderia ser tudo. Mas ele deu vida ais Ainur e com a vida o livre arbítrio...
    Melkor escolheu ser o Mal...sozinho.
     
  3. Tuor

    Tuor Usuário

    Creio que essa parte Melkor de Eru era mais egocêntrica que maligna. Do egoísmo de Melkor, que decidiu essas coisas sozinho, como Menegroth disse, ele decidiu querer dominar e ter seu próprio poder e domínio sobre seus servos e sobre a Terra-Média, corrompendo.
     
  4. Jose_Alicio

    Jose_Alicio Amigo-dos-elfos

    Acho que em sua essência Melkor era bom, o problema foram os caminhos que ele resolveu seguir quando entou uma canção diferente do tema proposto por Eru aos Ainur. Sabe acho que fica um pouco como o nosso próprio livre arbítrio, ou seja você em suma não é uma pessoa má mas sim seus atos vão fazer com q vc se torne má ou boa e por essas atitudes você será julgado no final.

    Acho que uma pergunta importante e legal de se levantar até mesmo aqui dentro dessa discussão era se os Ainur tinham livre arbítrio. Pois pensando que Melkor realmente escolheu outro caminho diferente dos seus irmãos e levou com sigo alguns dos espíritos que o rodeavam, então será que todos tem o livre arbítrio dentro do Mundo de Tolkien?:think:
     
  5. camila*

    camila* Usuário

    Bom, é realmente interessante a questão do Livre Arbitrio.

    Quando ao Melkor, não acredito que Eru tenha criado ele mal, ou que ele seja uma parte má. Eru não é bom ou mal. Mas Melkor acabou tomando decisões erradas interrompendo a música de Eru e querendo ter o poder do seu criador. Acho que as ações dele perveteram ele a 'ser mau' e isso se tornou evidente quando desejou ser dono de Arda. Ele sentia inveja de tudo e todos, mas não creio que isso tenha vindo de Eru.
    E sobre livre arbitrio, acho que a obediência contava mais para os Ainur e os outros seres da TM.
     
  6. Roger

    Roger HEXACAMPEÃO BRASILEIRO!!!!!!!


    Mas vale lembrar que antes mesmo das músicas de Eru, Melkor já sentia desejo de criar coisas por si mesmo, e ia até mesmo aos vazio procurando a chama de arnos, com a qual pensava poder criar o que queria.
    Quanto ao livre arbítrio, ele era talvez até incentivado por Eru, como quando Melkor começou uma música diferente...
     
  7. camila*

    camila* Usuário

    Mesmo assim, não penso que ele nasceu mal. Ele só era mais ousado que os outros Ainur.
     
  8. Tis

    Tis There and back again...

    Bem, Melkor, por escolha de Eru era um Valar poderoso, mas não foi pelo pensamento de Eru que Melkor se tornou mal. Isso aconteceu através de seus atos como disseram acima. Boa comparação pode-se fazer com Aulë, que como Melkor também gostava de criar suas próprias coisas, mas por escolha, não se alimentava de inveja e não mantinha desejo de dominar o que não lhe pertencia, pensamentos estes, constantes na mentalidade egoísta de Melkor.
     
  9. camila*

    camila* Usuário

    Exatamente Tis.
    p.s: E Eru ficou zangado quando Melkor interrompeu a música.
     
  10. Larissa

    Larissa Usuário

    Não acho que ele tenha "nascido" mau. Acontece que ele queria ser Eru - dar vida à criaturas, dominar o mundo e tal. E sendo o Vala mais poderoso, ele fez o estrago que fez.
     
  11. Eu sei que vou estar explicando o criador pela criatura, mas eu vejo Eru da mesma forma que Lorde Ao, o Deus dos Deuses em Forgotten Realms (D&D): eu o vejo como a grande neutralidade, ou seja, ele não é nem bom nem mau. Assim, no meu raciocínio, Eru criou tanto o bem como o mal. Tanto os Valar quanto Melkor.
     
  12. Jose_Alicio

    Jose_Alicio Amigo-dos-elfos


    Sim!!!! Acho que realmente Eru não tenha criado um ser mau, somente para rivalizar com os demais, acho que seria incoerente. Mas citando a questão da obediência dos Ainur, acho que se você faz com que um determinado ser ou pessoa tenha uma obediência muito elevada você acaba controlando seu livre arbítrio, e deixa de ser livre arbitrio, passa ser a um tipo de servidão ou melhor escravidão.

    Um Abraço!!!!
     
  13. Senhor_de_Gondor

    Senhor_de_Gondor Usuário

    Querem ter uma resposta verdadeira e pura para resumir a questão? Vão até a Bíblia e leiam sobre Satã, Tolkien se inspirou nele ao criar Melkor.
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  14. elrohir99

    elrohir99 Banned

    Bom e mau, branco e preto... duas caras da mesma moeda. Melkor ficou com a coroa.
     
  15. Luz

    Luz So what?!?!

    Vejo Melkor como parte de Eru, pois a criação sempre é parte de seu criador.
    Mas eu não diria que Eru criou Melkor como mau e os demais como bons. Creio que ele criou seres completos e, dessa forma, todos possuem o lado do bem e no mal. Mas deu às criações o Livre Arbítrio, de forma que ficaria à escolha de cada um qual caminho a tomar.
    Existe um provérbio chinês que fala sobre isso. Não lembro exatamente, então vou resumir.. Quando é perguntado a um sábio sobre o bem e o mal, ele fala assim: que dentro dele existem dois cães. Um é bom, fiel, amigo, etc. O outro é mau, egoísta, traiçoeiro. E quando lhe perguntam qual deles vencerá, ele responde: "O que eu alimentar".

    Melkor, desde o princípio, já mostrava uma ousadia e uma certa rebeldia. Se isolava dos demais, como se não precisasse dos outros, ou como se, sozinho, ele fosse capaz de criar uma canção melhor. Desafiou Eru, querendo sobressair-se. E desde então, dentro dele foi crescendo esse desejo por poder, egocentrismo, e também inveja. Ele não tolerava que alguém pudesse criar algo melhor do que ele.
    No provérbio chinês, eu diria que ele alimentou o cão do mal.
     
  16. Nica Tinúviel

    Nica Tinúviel Usuário

    É exatamente isso que eu penso...
     
  17. Ar-Rick

    Ar-Rick Back to life!!!

    Melkor não é a parte malígna do pensamento de Eru. Na minha opinião, ele tornou-se mal depois de conhecer seus poderes. O que ele queria era ser como Eru, e ele tinha esse dom, porém, de uma forma um tanto hedionda. Ele criava criaturas, mas essas criaturas tinham ódio de si mesmas, por isso eram más. Provavelmente Eru sabia dessa propensão de Melkor quando o criou, ou o fez assim mesmo. Porém, não creio que seja possível jogar essa visão maniqueísta no pensamento de Eru, pois ele era perfeito. Ele colocou os Ainur na composição da Grande Música, e Melkor simplesmente alterou a música à sua vontade. Não era a intenção de Eru, mas ele provavelmente sabia disso. Antes de ser a parte má de Eru, Melkor foi criado para controlar o mal que levaria a Terra-média e os filhos dele para o que seriam por fim.
     
  18. Aldamar

    Aldamar Creating a shining future...

    Ei, mas não sejam tão ávidos a julgar Melkor um ser maligno.

    No princípio, quando os Ainur foram criados, cada um recebeu de Eru um determinado nível de compreensão. Enquanto aos outros foi dado um nível médio, Melkor já compreendia e sentia, em seu íntimo, o desejo de dar vida ao que não existia.

    Ao mesmo tempo em que os outros evoluiam lentamente na compreensão de Arda, Melkor já se julgava independente e capaz de cantar sozinho, e assim o fez. No entanto, Eru diz que aquele que tenta desviar o ritmo da música não será senão um instrumento de sua própria vontade, para criar coisas ainda mais belas.

    Além disso, pensem como teria sido um mundo onde Morgoth tivesse imperado desde o início, sem intervenção dos outros Valar. Não seria um mundo belo, à sua maneira? E quem são os outros Valar para julgar e condenar um irmão com uma opinião divergente? Acaso Melkor não seria igualmente capaz de sentir afeto por suas criações?

    Sim, eu defendo Morgoth. :smile:
     
    • Ótimo Ótimo x 1
  19. Bárbara Teixeira

    Bárbara Teixeira Eu não quero mais ser um

    Bem... eu não defendo Melkor mas também não acho que nosso julgamento deve tomar apenas um veredicto, deve-se analisar os vários ângulos do assunto. Concordo que tudo é questão de ponto de vista. Criatividade e confiança em si forma talvez os piores erros dele.
     
  20. Luz

    Luz So what?!?!

    Talvez, se Melkor tivesse imperado sozinho sobre o mundo, de fato poderia ter criado muitas coisas belas. Mas o problema de Melkor foi invejar a criação dos demais.

    Quanto aos outros Valar, não se esqueça de que eles ficavam chateados so ver o irmão destruindo tudo que eles construiam. E viram Melkor como uma ameaça aos Filhos de Ilúvatar. Diante disso, os Valar não tiveram outra opção a não ser condenar Melkor. Foi a única coisa que fizeram "contra" ele. Coloco entre aspas porque não foi bem um ataque, e sim uma defesa.
     

Compartilhar