• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Meio-elfos e escolha

Arathar

Usuário
O que me intriga é a escolha da mortalidade de Arwen. O que aconteceu com seu espírito?
Li no FAQ dos anéis q elfos viviam nos dois mundos, o "material", e o "espiritual", diferente dos mortais. O espírito de Arwen foi para a Mansão de Mandos , ou também desapareceu?
 

Fimbrethil

Esse chato é um
O que me intriga é a escolha da mortalidade de Arwen. O que aconteceu com seu espírito?
Li no FAQ dos anéis q elfos viviam nos dois mundos, o "material", e o "espiritual", diferente dos mortais. O espírito de Arwen foi para a Mansão de Mandos , ou também desapareceu?

Olha, Arathar, como Arwen escolheu ser mortal, ela deixou de ser elfa, concorda? então o que aconteceu com o espírito dela foi o mesmo que aconteceu com todos os outros espíritos mortais, deu uma passada rápida em Mandos e depois saiu dos Círculos do Mundo.

Elanor, respndendo a você, eu realmente não sei como é feita a escolha. você quer dizer se eles só pensam: Agora eu sou mortal!, ou então: Agora eu sou elfo! e pronto ou tem que fazer uma requisição em três vias de cores diferentes e tudo, né? :lol:

Eu tambem não sei, essa é uma boa pergunta.:yep:
 

Elanor Ladeira

Apaixonada
Elanor, respndendo a você, eu realmente não sei como é feita a escolha. você quer dizer se eles só pensam: Agora eu sou mortal!, ou então: Agora eu sou elfo! e pronto ou tem que fazer uma requisição em três vias de cores diferentes e tudo, né? :lol:

Eu tambem não sei, essa é uma boa pergunta.:yep:

Exatamente!

outra coisa me que inquieta é o fato deles escolherem se serão elfos ou homens, a diferença entre elfos e homens é muito maior do que simplesmente mortais e imortais, poder fazer essa escolha me parece um poder grande demais...
 

Eów Dernhelm

Amigável mesmo sendo um...
Eu nunca havia me interpelado sobre esse assunto !

Deixo essa questão para os que mais sabem do assunto!
 

Excluído038

Excluído a pedido
Nunca tinha parado pra pensar, e eu achava que a escolha de sere mortal queria dizer "ser mortal", morrer. Até porque o Elros tinha escolhido e passara a ser mortal, mas com uma vida mais longa...
 

Guga_theOld

Excluído a pedido
Creio que quando um Elfo passa a viver como um humano, ou se casa com um mortal, ele continua sendo imortal

Ele não continua sendo imortal não. Sua vida se torna imortal apenas em Valinor, fora de Valinor sua via é longa, mortal.

Olhe o post que fiz:

Ao meu ver funciona assim:

Em Valinor, eles são imortais, fora de lá, eles têm uma vida muito longa.

Tem um texto do Michael Martinez, "Gil-galad era um Rei Elfo" que diz:

"Os Elfos tinham um problema real em que eles tinham que lidar com a própria morte: o desvanecimento. Eles perderiam seus corpos. Seus espíritos ficariam conscientes, mas incapazes de interagir com o mundo.
Gil-galad claramente entendia este problema como qualquer um. Mas ele fez a escolha correta de não mexer com a natureza. Os Elfos viviam com a vida de Arda. Isto é, seus espíritos não abandonariam os círculos do mundo como os espíritos humanos. Por isso para eles “vida” não era simplesmente uma função biológica mas também uma vida espiritual. Eles se perguntavam se seus espíritos continuariam a existir após a existência do Tempo. Eles achavam que Homens tinham sua vida continuada assegurada, e não se preocupavam tanto assim com a morte do corpo como os Homens. Assim Gil-galad não queria evitar os efeitos do Tempo".
Resumindo:

Elfos em Valinor: tem imortalidade.

Elfos fora de Valinor (em algum outro lugar): tem uma vida longa, porém não imortal.

=]

E acrescento uma coisa:
O ponto de vista é de que os Meio-elfos têm um poder de escolha (irrevogável), que pode ser adiado mas não permanentemente, de qual destino eles irão partilhar. Elros escolheu ser um Rei e longevo, mas mortal; portanto todos os seus descendentes são mortais, e de uma raça particularmente nobre, mas com longevidade decrescente: Aragorn, por exemplo (que, contudo, tem um período de vida maior que seus contemporâneos, o dobro dos Homens, mesmo que não seja o original triplo dos numenoreanos). Elrond escolheu estar entre os Elfos. Seus filhos – com uma linhagem élfica renovada, já que sua mãe era Celebrían, filha de Galadriel – têm que fazer suas escolhas. Arwen não é uma reencarnação de Lúthien (o que em vista desta história mítica seria impossível, já que Lúthien morreu como uma mortal e deixou o mundo do tempo), mas apenas uma descendente muito semelhante a ela em aparência, caráter e destino. Quando ela se casa com Aragorn (cuja história de amor, contada em outro lugar, não é central aqui e é ocasionalmente citada) ela “faz a escolha de Lúthien”; assim a tristeza na despedida entre ela e Elrond é especialmente pungente. Elrond passa sobre o Mar. O fim de seus filhos, Elladan e Elrohir, não é dito: eles adiam suas escolhas, e permanecem por um tempo.
Os meio-elfos, como Elrond e Arwen, podem escolher a qual parentela e destino eles pertencerão: escolher uma vez e em definitivo.
Os filhos de Eärendil eram Elros e Elrond, os Peredhil ou meio-elfos. Apenas neles a linhagem dos líderes heróicos dos Edain na Primeira Era foi preservada; e depois da queda de Gil-galad a linhagem dos reis dos Altos-elfos também foi representada apenas por seus descendentes na Terra Média.
No final da Primeira Era os Valar deram aos meio-elfos uma escolha irrevogável da parentela à qual eles pertenceriam. Elrond escolheu ser de tipo élfico, e tornou-se um mestre de tradições. Para ele, portanto, foi dada a mesma graça dada àqueles dentre os Altos-elfos que ainda permaneciam na Terra-Média: que quando finalmente eles se cansassem das terras mortais, eles poderiam embarcar em navios dos Portos Cinzentos e passar para o Oeste Longínquo; e esta graça continuou após a mudança do mundo. Mas para os filhos de Elrond uma escolha foi também indicada: passar com ele dos círculos do mundo; ou, se eles permanecessem, tornarem-se mortais e morrerem na Terra Média. Para Elrond, portanto, todas as possibilidades da Guerra do Anel estavam marcadas por tristeza.
Agora Elros e Elrond seu irmão eram descendentes das Três casas dos Edain, mas em parte também dos Eldar e dos Maiar; pois Idril de Gondolin e Lúthien filha de Melian eram suas antepassadas. Os Valar de fato não podem retirar o dom da morte, que foi dado aos homens por Ilúvatar, mas em matéria dos meio-elfos Ilúvatar deu a eles o julgamento, e eles julgaram que aos filhos de Eärendil deveria ser dada a escolha do seu destino. E Elrond escolheu permanecer com os primogênitos, e para ele a vida dos Primogênitos foi dada. Mas para Elros, que escolheu ser um rei entre os homens, foi dado ainda um grande período de vida, muitas vezes o dos homens da Terra Média, e toda a sua linhagem. Os reis e senhores da casa real, tinham vida longa mesmo considerando-se a medida dos numenoreanos. Mas Elros viveu quinhentos anos, e governou os numenoreanos por quatrocentos e dez anos.
Swanhild



Isso pode esclarecer um pouco.


=]
 

Vilya

Pai curuja, marido apaixonado
Há alguma coisa escrita sobre essa escolha? Como era feita? Desejando apenas? Sem contar que eu acho interessantíssimo um espírito ser "indefinido" até que ele próprio escolha o que quer ser: mortal ou não, elfo ou homem, primogênito ou forasteiro...
Lembro de alguma coisa relacionada ao casamento. Mas confesso que não sei se o que me lembro foi algo escrito pelo Tolkien ou se foi interpretação (que eu achei muito boa) de alguém aqui no fórum. Vou dar uma pesquisada e edito o post aqui.

Alguns links interessantes, não respondem diretamente essa pergunta mas enriquecem as informações a respeito dos Meio-Elfos.

Meio-Elfos - Desfazendo o nó
Leis e Costumes entre os Eldar
 
Última edição:

Café

O importante é o que importa
Usuário Premium
não sei se é certo o que estou dizendo, mas pelo que me lembro é dito que a imortalidade dos elfos está ligada a " Arda " que em quando Arda (Terra) durar eles seriam imortais; então acredito que indiferente deles estarem em Valinor ( que é uma cidade dentro de Arda ) ou não, eles continuariam a ser imortais!!!
 

Tuor

Usuário
Fiquei com uma dúvida agora. Uma não, algumas.

Meio-elfos vivem como elfos? Fiquei com essa dúvida porque Arwen escolheu se tornar mortal depois. Já que aconteceu depois, então antes ela era uma elfa. Ou seja, se um meio-elfo não escolhe que caminho quer para si, ele será um elfo naturalmente?

Se Arwen escolheu ser mortal, ela não morreria instantaneamente? Por exemplo, estou comparando essa pergunta ao caso de Gollum. Este viveu centenas de anos por conta da posse do Anel. Se este fosse destruído, como o foi, e aquele sobrevivesse, morreria no ato, pois nenhum da raça dele seria capaz de viver tanto tempo. À respeito de Arwen, ela aparentemente vive como elfa, pois se não me engano, nasceu em 241 da Terceira Era. Com ela não seria o mesmo já que nenhum humano vive tanto tempo? Ou não tem nada a ver uma coisa com a outra?
 

Fimbrethil

Esse chato é um
não sei se é certo o que estou dizendo, mas pelo que me lembro é dito que a imortalidade dos elfos está ligada a " Arda " que em quando Arda (Terra) durar eles seriam imortais; então acredito que indiferente deles estarem em Valinor ( que é uma cidade dentro de Arda ) ou não, eles continuariam a ser imortais!!!


exatamente!!:yep:

isso é interpretação da pessoa dizer que só em Valinor é imortal, Tolkien deixa bem claro que os elfos são imortais, ponto final. Não importa aonde eles vivam.
 

Calenardhon

Cavalariço de Rohan
Isso é interessante. Arwen nasceu por volta do primeiro milênio da Terceira Era, e deveria ter morrido no ato, porque seria uma humana com dois mil anos. Talvez quando eles atingissem uma certa idade física esta "congelasse", e se escolhessem viver a vida humana eles envelheceriam a partir daquela idade. Exemplo: Vamos dizer que Arwen congelou sua idade com um corpo de 25 anos. Então, quando ela escolheu viver com Aragorn, ela envelheceria como se fosse uma mulher de 25 anos. É a única coisa que pensei.
 

Elanor Ladeira

Apaixonada
Parece que ninguém sabe me responder...
Vamos lá, elaborando a dúvida numa questão só:

Os meio-elfos escolhiam se queriam ser elfos ou homens, ou a escolha era apenas a respeito da sua mortalidade?
 

Fimbrethil

Esse chato é um
Parece que ninguém sabe me responder...
Vamos lá, elaborando a dúvida numa questão só:

Os meio-elfos escolhiam se queriam ser elfos ou homens, ou a escolha era apenas a respeito da sua mortalidade?

A escolha de um implica a do outro, Elanor:think: Se um elfo escolhe ser mortal, ele deixa de ser elfo, já que os elfos são imortais, e passa a ser humano. Mas a morte deles acontece quando eles querem, ou seja, é como os reis Numenoreanos.
E é o que aconteceu com a Arwen, ela resolveu que tava na hora, deitou e morreu. Pelo menos é o que eu entendi.:yep:
 

Fimbrethil

Esse chato é um
Ele não continua sendo imortal não. Sua vida se torna imortal apenas em Valinor, fora de Valinor sua via é longa, mortal.



=]

Guga, seria bom deixar claro que isso é uma teoria sua, né?
Tolkien em lugar nenhum faz essa afirmação...

Mesmo os textos que você usou para se embasar são textos que não são de Tolkien, logo é teoria de quem escreveu.
 

Elanor Ladeira

Apaixonada
A escolha de um implica a do outro, Elanor:think: Se um elfo escolhe ser mortal, ele deixa de ser elfo, já que os elfos são imortais, e passa a ser humano. Mas a morte deles acontece quando eles querem, ou seja, é como os reis Numenoreanos.
E é o que aconteceu com a Arwen, ela resolveu que tava na hora, deitou e morreu. Pelo menos é o que eu entendi.:yep:


Perai, mas a diferença entre elfos e humanos vai muito além de ser imortal ou mortal... a Arwen deixou de ser elfa e virou humana?
 
Parece que ninguém sabe me responder...
Vamos lá, elaborando a dúvida numa questão só:

Os meio-elfos escolhiam se queriam ser elfos ou homens, ou a escolha era apenas a respeito da sua mortalidade?

Depende, aparentemente se você fosse filho de um meio-elfo que escolheu pertencer á raça élfica o filho dele seria elfo e poderia escolher se gostaria de ser imortal ou mortal (caso da Arwen)
Se você for filho de um meio-elfo que escolheu pertencer á raça humana você não poderia escolher ser imortal ou mortal, você pertenceria á raça humana.(caso dos Numenorianos)
 

Valinor 2021

Total arrecadado
R$950,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo