1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

[Meia Xícara de Café] - Livros para homens X Livros para Mulheres

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Palazo, 17 Mar 2010.

  1. Palazo

    Palazo Mafioso Literário

    Estamos de volta, e já queremos começar com um tema motivar a guerra entre os sexos.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Já ouvimos muito que livros cuja temática envolve guerra, lutas épicas, períodos medievais, esportes em geral são livros para homens. E que os livros que falam de certa forma sobre moda, tendências, dia a dia feminino, princesas, contos de fada são livros para mulheres. Algo a ver com hormônios, e tal...

    Mas será que existe de fato essa separação? Os livros para os homens, os livros para as mulheres?
     
  2. Diva

    Diva Usuário

    :nao:


    Eu sempre gostei de muitas coisas que eram rotuladas como "pra homens". E não só no universo literário, mas de arte em geral. E, sinceramente, hoje essas fronteiras estão tão tênues que acho muito complicado dizer que tal coisa é pra homens ou pra mulheres. =/
     
  3. Guilhermina

    Guilhermina Usuário

    Existem temas que agradam mais a homens ou a mulheres, mas dizer que é exclusivo para um ou outro é errado. Já vi muitos comentários de homens que gostaram de Orgulho e Preconceito de Jane Austen, que no geral é tido como leitura feminina. Não me vem a mente nenhum exemplo masculino, mas acho que é isso.
     
  4. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Minha mãe considera a maioria dos autores que gosto como literatura masculina. Cornwell, guerras, histórias da vida de Spartacus, Aníbal e etc... Ela não fala em exclusividade, mas sim que eles seguem uma lógica masculina....
     
  5. Katrina

    Katrina Usuário

    De jeito nenhum! Acho que o que ocorre é preconceito e de ambas as partes.

    Já vi muitos homens torcerem o nariz para a literatura chamada de "livros para mulherzinha" e muitas mulheres que evitam as leituras "sangrentas" e ricas em batalhas. Faltou a chance, quem garante que um homem não pode gostar de livros para mulherzinhas e que mulheres não possam gostar de livros com temática de guerra? Basta deixar o preconceito de lado e dar chances à leituras novas.

    Eu tenho um gosto bem variado para literatura, adoro livros com temática de guerra, batalhas épicas e períodos medievais, mas também não descarto uma leitura mais leve, contos de fada, abordagens do dia-a-dia (que nem sempre se restringem apenas ao sexo feminino), os chick-lits... e acredito que outras pessoas devam ter gostos parecidos com os meus, é bem como a Diva escreveu "as fronteiras estão bem tênues".
     
  6. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Antigamente até que tinha disso: romance para mulheres e histórias sobre lutas e guerras para homens. Hoje em dia isso não existe, conheço muitas mulheres que gostam de livros sobre guerras e essas coisas e muito homens heteros que leram Crepúsculo.
     
  7. Diva

    Diva Usuário

    Ainda bem que você especificou. Porque, você não vai acreditar, mas todos, TODOS os meus amigos fãs da série Crepúsculo são gays. :susto:
     
  8. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    :rofl: :rofl: :rofl:
     
  9. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    parafraseando oscar wilde: ñ existem livros para mulher e livros para homem, existem livros bem ou mal escritos.

    disso se conclui q se o crepúsculo fosse escrito de maneira diferente, agradaria o público masculino tb. mas dae, será q teria o mesmo efeito sobre as mulheres e gays?
     
  10. Feynman

    Feynman Usuário

    Não acredito nessa separação...cada um lê o que mais lhe agrada.

    Não sabia que crepúsculo fazia sucesso entre os gays!
     
  11. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Sei que Crepúsculo não é um livro bem escrito, mas os homens tb gostam, conheço muitos (que não são gays) que leram pelo menos o primeiro.
     
  12. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    rafa

    ñ é só a questão de ler. ler até eu posso ler. a diferença está no virar fã de carteirinha como a maioria das mulheres faz. isso eu ñ vi nenhum homem virar. os poucos q leram costumar criticar ou então dizer q é um livro mediano. tae uma gde prova dq ele foi escrito explorando (mto bem) os aspectos da psiquê feminina.
     
  13. Diva

    Diva Usuário

    Ah, mas ler é diferente de ser fã. Um amigo meu, hétero, leu todos os livros da série. E odeia Crepúsculo por causa do modelo de homem que a Meyer cria. E, no geral, boa parte dos homens héteros não gostarão do Edward. Edward é um homem(tá, vampiro na série, mas metáfora pra homem) que não existe. Ele só me lembra aquela coisa da vassalagem amorosa.
     
  14. abylos

    abylos Usuário Usuário Premium

    não acho que exista isso em nivel hormonal...
    acho que é uma bagagem cultural de seculos, que por ser tão antiga, parece que é inerente a natureza das pessoas...

    eu li crepusculo, amei todos os livros, gostei do jeito do edward, mas minha personagem preferida é a alice ^^

    achei o jacob um cara elgal no geral, mas ele foi muito cachorro(sem trocadilhos XD) com a bella, pro meu gosto... e jamais faria algo como roubar um beijo e por ai vai...

    não sei se me chamaria de fã de carteirinha, mas ja lis os 4 livros mais de uma vez XD
    e vi os iflmes... alias, achei o primeiro razoavel e não gostei do segundo...
     
  15. Petra

    Petra Usuário

    Ah, acredito que cada um ler o que quer, e se alguns livros ficam mais famosos por terem leitoras mulheres, sempre rola um preconceito do lado masculino se perguntando porque só mulheres lêem aquele livro e acabam não lendo.

    Acredito que exista escritores (na maioria escritoras) que escrevem livros para as mulheres, sobre amores, casamentos e romances melados e como a autora se foca nas suas leitoras mulheres e em como elas vão interpretar o livro, é claro que dificilmente algum homem vai ler o livro e virar fã.
     
  16. imported_Franco

    imported_Franco Usuário

    Esse tipo de divisão sempre existiu, mas associar com hormonios é balela.

    É questão de estereotipos. Alguns livros mexem com alguns estereotipos, inclusive do que é ser homem ou ser mulher, e aí quem se ve enquanto um desses estereotipos vai se ver 'preso' a ler isso e evitar aquilo outro.

    Mas acho, e torço :sim:, que com esses 'tempos modernos' essa divisão vai perdendo a força. Alias, eu mando catar coquinho quem dizer que sou afeminado ou outra coisa só por que leio determinado tipo de livro.
     
  17. nessa_straioto

    nessa_straioto Usuário

    ah, eu sempre me interessei mais pelas coisas de menino...
    mas com leitura, acho, como ja disseram, cada um le oq quer e o que gosta...
    eu não julgo nenhum homem por ele ler livros ditos femininos....
    eu penso, ainda bem que lê alguma coisa..rss
     
  18. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    cara, se vc se importar com tudo oq pensarem de vc, vai continuar mandando os outros catar coquinho por muuuuuuito tempo. faça como epiteto, ñ é oq os outros falam d vc q te incomoda, mas como vc interpreta oq dizem d vc.
     
  19. *Artanis*

    *Artanis* Siga as borboletas!

    Acho que pode estar relacionado com várias coisas, como a bagagem cultural e o gosto pessoal da pessoa. Eu também gosto de várias histórias que são consideradas para homens, mas já vi muitas garotas que só leem livros de "mulherzinha" e não quer saber de outra coisa.

    Concordo que Crepúsculo foi escrito explorando o que as mulheres gostam, mas isso já não implica que exista "livros para mulheres"? Sendo que o livro está sendo moldado pra ficar mais feminino ou pelo menos com uma visão feminina. Isso não impede que homens gostem deste tipo de obra, mas o número de mulheres que vão gostar vai ser maior.
     
  20. Mi Müller

    Mi Müller Usuário

    Báh acho que isso é estigmatizar a leitura que é um hábito muito subjetivo. Assim como muitos já citaram, conheço vários homens que leem e gostam de literatura considerada "de mulherzinha" e muitas, mas muitas mulheres que gostam de livros tidos ou escritos visando o público masculino, acredito que algumas obras falem mais à um gênero por conta de nossa carga cultural e não pela questão biológica. Eu mesma quando criança gostava muito mais de livros de aventuras do que de romances água com açúcar, esses eu fui ler depois de adulta.

    estrelinhas coloridas...
     

Compartilhar