1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Médicos americanos separam siamesas que compartilhavam um rim

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por elfah, 8 Ago 2006.

  1. elfah

    elfah Usuário

    Washington, 7 ago (EFE).- Uma equipe médica do hospital de Salt
    Lake City (Utah) conseguiu separar com sucesso duas siamesas de
    quatro anos que compartilhavam um rim, após uma complicada cirurgia
    que durou quase 16 horas.
    As gêmeas Kendra e Maliyah Herrin estavam unidas pelo abdômen e,
    além do rim, compartilhavam o fígado, a pélvis, as pernas e parte do
    intestino grosso.
    "Queremos anunciar formalmente que temos duas meninas separadas",
    disse o pai, Jake Herrin, em declarações à imprensa no Centro Médico
    Infantil de Salt Lake City, pouco depois de a equipe de mais de 30
    médicos concluir a operação nesta madrugada.
    Nesta primeira cirurgia com siameses com um rim em comum, os
    cirurgiões cortaram a conexão de Maliyah com o rim de Kendra, e
    dividiram o fígado e os intestinos que as meninas compartilhavam.
    Separadas, os médicos prosseguiram com duas cirurgias totalmente
    diferentes para reconstruir a pélvis e outros órgãos que as meninas
    tinham em comum.
    Maliyah passará por hemodiálises até estar forte o suficiente
    para receber um transplante de rim, que será doado por sua mãe.
    Segundo as previsões dos médicos, as duas permanecerão na unidade
    de cuidados intensivos por uma semana e depois ficarão mais um mês
    internadas, para que a evolução de seu estado de saúde possa ser
    acompanhada. EFE
    pi dgr
    |K:SOC:SOCIEDADE-SAUDE,SAUDE|
    |N:C|

    08/08/17-19/06
    Agência EFE
     
  2. Rabisteco

    Rabisteco The Roof is on Fire!

    Nossa, ótimo! Lembro de um caso de duas mulheres que eram ligadas por uma espinha (iurc) mas, não sei se chegaram a ser separadas (iurc²).
     
  3. elfah

    elfah Usuário

    Por uma espinha? Se elas foram separadas, uma teria de morrer, né possível isso! 8-O
    vc tem aí a matéria?
     
  4. Jango

    Jango Branca! Branca! Branca!

    E o caso dos siameses que eram unidos apenas pela carne/pele. Poderiam ter sido separados por uma simples cirúrgia, desde que houvesse um raio-X, coisa que não existia na época. Morreram velhos e unidos. Só após a morte é que descobriram que eles não precisavam ter vivido daquela forma.
     
  5. elfah

    elfah Usuário

    Irônico. É que nem os grandes autores, poetas, e artistas plásticos. Depois de mortos são reconhecidos e suas obras valem fortunas incalculáveis. Tisc
     
  6. katsuragi

    katsuragi Usuário


    isso é triste, viver e morrer pensando, que sua vida foi em vão (uma vez que para um artista o mais importante, acredito seja o reconhecimento), quando na verdade, e um genio, postumo...
     
  7. elfah

    elfah Usuário

    É... É por isso que eu vou dizer a meus amigos e filhos (que não pretendo ter :gotinha:) onde estão várias coisas minhas, para que depois que eu morrer eles possam vender tudo e ficar ricos, muahahahá :devil:
     
  8. Fúria da cidade

    Fúria da cidade ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ

    Os casos mais complicados é quando as siamesas são unidas pela cabeça compartilhando parte do cérebro. Hoje alguns casos de operação numa situação dessas já conseguem ser bem sucedidos, mas em boa parte das vezes envolve ter que sacrificar uma das duas. Não é facil ser pai ou mãe num momento tão cruel :think:
     
  9. elfah

    elfah Usuário

    Deve ser estranho você ter a vida de duas pessoas em suas mãos... Para você escolher quem vive e quem morre... Acho que no caso deveriam escolher quem tivesse maior probabilidade de vida.
     

Compartilhar