1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Notícias McDonald’s vai se tornar o maior distribuidor de livros infantis no Reino Unido

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por JLM, 21 Jan 2013.

  1. JLM

    JLM mata o branquelo detta walker

    Entre 2013 e 2014 o McDonald’s vai se tornar o maior distribuidor de livros infantis no Reino Unido.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


    Sabe aqueles brindes do fast food? pois é, no Reino Unido serão distribuídos livros educativos, com quebra-cabeças e adesivos sobre temas como espaço e planetas, grandes felinos, florestas tropicais e oceanos.A promoção se chama ”Happy Readers” (Leitores Felizes, em português) e permite aos clientes comprar livros por £1 (cerca de R$ 3,2), através de um vale oferecido nas caixas do McLanche Feliz. Segundo a rede de lanchonetes, novas parcerias com outras editoras serão fechadas ao longo do período de dois anos.A campanha segue após um piloto de quatro semanas realizado no início de 2012 no Reino Unido: os clientes ganharam livros da série Farm Mudpuddle, do autor infantil Michael Morpurgo. De acordo com a cadeia de restaurantes, após pesquisa, nove em cada 10 países disseram que gostariam de ter mais promoções como essa.“Nossos restaurantes são projetados para serem coloridos, lugares interessantes onde as crianças e seus pais vêm para se divertir, e nós esperamos que os livros tornem-se parte da experiência familiar” disse em Alistair Macrow, vice-presidente de marketing do McDonald’s do Reino Unido, em entrevista ao Guardian.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 5
  2. Lindoriel

    Lindoriel Saurita Catita

    As lembrancinhas do "Happy Meal" na Grã Bretanha são realmente melhores que as daqui, rsrsrsrsrsrsrsrs!! Tudo bem que pagarão por esse "brinde", mas poxa, só uma libra!! Pra eles isso sai de graça!!

    Mas muito boa a iniciativa, na Europa se lê muito mais do que aqui por causa do incentivo que é constante, e essa é uma das formas com certeza.
     
  3. Calib

    Calib Visitante

    Com livrinho ou sem livrinho, ainda acho melhor que os pais evitem de levar os filhos ao McDonald's.
    Só bem de vez em quando, e olhe lá.
     
    • Gostei! Gostei! x 6
  4. Liv

    Liv Visitante

    A minha irmã é apaixonada pelas bugigangas do McDonald's. Adorei essa iniciativa e espero que logo venha para o Brasil, se é pra ter uma caixa cheia de coisinhas de lá, que pelo menos essas coisinhas sejam livros.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  5. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    Agora os gordinhos lerão mais. Eu não levaria meus filhos (os que talvez venha a ter) no McDonald's só por causa de licros, eu posso comprar e ainda sai mais saudável. Claro, uma vez perdida não é tão ruim.
     
  6. Rauthar Hast

    Rauthar Hast Usuário

    Legal. Realmente, na Inglaterra o incentivo à leitura é enorme.

    Conheço um cara de lá, ele disse que já chegou a ficar mais de 10 horas lendo um livro direto. E ele tem cerca de 17 anos, só, e não é viciado em leitura.

    Bom, agora é esperar até 2016 e comparar com as olimpíadas de 2012, e aí o mundo todo vai ver no que a falta de incentivo está nos levando.
     
  7. Zamarian

    Zamarian Usuário

    Que otimo tava na hora já de um incentivo desse.

    Espero que os pais gostem da ideia e incentivem as crianças.
     
  8. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    de boas que se fizessem aqui eu acho que seria como é com aquela maçã que começaram a colocar no mclanche feliz: fica bonito pra empresa, mas na real vai acabar indo para o lixo (metafórico ou não).
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  9. Turgon

    Turgon 孫 悟空

    Depende do livro que vão distribuir. Se for sem muitos atrativos, pode muito bem acontecer isso mesmo, mas caso sejam aqueles que despertem a atenção da criançada, eu acredito que possa vender mais do que aqueles brinquedinhos sem graça.
     
  10. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    por enquanto:

    como o público-alvo é o infantil (e não infanto-juvenil), é o tipo de coisa q pode dar certo, sim. se forem bem coloridos e chamativos e tal.
     
  11. Amy Fowler

    Amy Fowler Visitante

    Bacana a iniciativa.

    Acho que nenhum pai vai levar o filho ao McDonald's só por causa do livro. Esse troço é o inferno sem os livrinhos. Não precisam disso. Assim, pelo menos, as crianças vão ler alguma coisa.
     
    • Gostei! Gostei! x 1
  12. Ana Lovejoy

    Ana Lovejoy Administrador

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)


     
    • Gostei! Gostei! x 2
    • Ótimo Ótimo x 1
  13. Éomer

    Éomer Well-Known Member

    A questão é bem essa, o excesso. Mas manter a criança em uma dieta constante sem nunca poder comer uma bobagem de vez em quando eu acho um exagero.

    Agora é incrível como as crianças estão ficando gordinhas (e os adultos também). Antes os gordinhos eram a exceção da turma, agora são a regra. Logo logo serão os magrinhos que sofrerão bullying
     
    • LOL LOL x 4
  14. Liv

    Liv Visitante

    Quando eu levei a minha irmã lá e tinha um livro de brinde, ele era bem fraquinho. Foi junto para o lixo com a maçã. (Uma pena, eu sei.)
     

Compartilhar