1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Maus Presságios (Günter Grass)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Meia Palavra, 10 Mai 2011.

  1. Meia Palavra

    Meia Palavra Usuário

    [align=justify]No Dia de Finados do ano de 1989 dois viúvos encontram-se em um cemitério. Um acaso pequeno, se é que isso pode ser considerado como obra da sorte- e não pura lógica. Ele chamava-se Alexander Resche e ela Alexandra Piatkowska. Ele era historiador de arte e ela restauradora. Ele alemão e ela polonesa, numa Europa recém reunificada e ainda cheia de cicatrizes- em especial no que concerne a relação entre esses dois povos.

    Mais poderosa que qualquer lógica ou acaso foi a pena do escritor alemão- natural da cidade polonesa de Gda?sk- Günter Grass, que uniu o casal já velho e cansado como se fossem dois jovens e usou-os, em sua novela Maus Presságios, para tocar uma das mais profundas feridas que a Segunda Guerra Mundial causou.[/align]

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     

Compartilhar