• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Matemático cria forma mais simples de resolver equações quadráticas

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium

  • O professor Po-Shen Loh. (Créditos da imagem: Reprodução)

No ensino médio, ou no final do fundamental, com certeza um dos assuntos que você mais deve ter odiado na matemática são as equações quadráticas. Apesar de não serem difíceis, são extremamente chatas de se trabalhar.

É basicamente aquele sistema de decoreba: você decora um algoritmo, substitui os elementos a, b e c e encontra o x, ou o f(x), vulgo y, ou seja lá qual for a incógnita que você está buscando.

Recentemente, um matemático chamado Po-Shen Loh, da Universidade Carnegie Mellon, localizada em Pittsburgh, no estado da Pensilvânia, EUA, disse que há uma forma muito mais simples de se resolver.

Para Loh, a função quadrática é um “notável triunfo dos primeiros matemáticos”. Os primeiros registros dela remetem há cerca de quatro milênios, ainda durante a Civilização Babilônica.

Os babilônios eram exímios matemáticos, além de outros destaques como civilização. Um dos mais lembrados é o Código de Hamurabi, que foi imortalizado pela expressão “olho por olho, dente por dente”.

O código institui uma lei que é chamada de lei de talião. Registra, na verdade. As leis eram orais, e Hamurabi, então rei babilônio, registrou de forma escrita, formando o primeiro conjunto escrito de leis conhecido.

Voltando para a matemática, a função quadrática foi um dos avanços dessa civilização. Entretanto, Loh lamenta pelo novo método simples, perdido pelos milênios e divulgado apenas agora, por ele.

“É lamentável que, para bilhões de pessoas em todo o mundo, a fórmula quadrática seja também a primeira (e talvez única) experiência de uma fórmula bastante complicada que eles precisam memorizar”, diz o matemático em seu artigo.

Po-Shen Loh descreve o novo método de resolução de equações quadráticas e como ele chegou neste, em um artigo publicado apenas como preprint, até o momento, disponível no ArXiv.

Como é esse tal ‘novo método’ para equações quadráticas?


Se você não se lembra do que é uma equação de segundo grau, talvez possa se lembrar dessa famosa palavra: ‘fórmula de Bhaskara’. Isso, aquela fórmula que você aprendeu no nono ano.

A equação quadrática recebe esse nome porque o x, a incógnita principal, é elevado ao quadrado. Comumente, a equação é: ax² + bx + c = 0, onde a, b e c são números que seguem algumas regras.

A resolução da equação é feita por meio da fórmula de Bháskara: x = -b 2a, onde (delta) representa b² – 4ac. Se você não conhece, pode parecer complicado, mas é bem simples na verdade.

Por ser elevado ao quadrado, o x recebe dois valores, por isso existe o + e – juntos após o b. Cada letra representa uma posição de número, então basta substituir tudo e facilmente resolver a equação, e você terá dois valores, ambos equivalentes a x.

O novo método consiste em, basicamente, encontrar dois valores, de forma que possam ser colocados na forma (x-r).(x-s), onde r e s representam números que possuem soma equivalente a -b e produto (multiplicação) equivalente ao termo c.

Uma explicação detalhada pode ser acessada no site do matemático, clicando aqui, ou por meio do vídeo abaixo, feito pelo professor Hao-Nhien Vu, ministrado e legendado em inglês.


 

Béla van Tesma

Blood-sucker
Até fiquei curioso mas 19 minutos de filme em inglês sobre matemática não vou encarar haha. Como dizem nas redes: Mais um dia se passou e eu não usei Báskhara. XD
 
Última edição:

Meneldur

We are infinite.
Usuário Premium
No fundo, o método dele é o de completar quadrados - então, nada de novo sob o Sol. Pode ser útil pedagogicamente, mas em termos de matemática nova, nah.
 

Fúria da cidade

ㅤㅤ ㅤㅤ ㅤㅤ
Usuário Premium
Se alguém esperava algo tipo invenção da roda, melhor então nem ver o vídeo.

Uma coisa é analisar sob o olhar de quem é das exatas ou gosta e lida bem com matemática.

Mas para aqueles que tem grande dificuldade entender matemática e/ou odeiam, didaticamente falando é bem útil e super válido como ferramenta auxiliar pra reforçar a compreensão. Qualquer método criado nesse sentido é sempre bem-vindo.
 
Última edição:

Valinor 2020

Total arrecadado
R$1.920,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo