1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Marte tinha chuvas há 3 bilhões de anos

Tópico em 'Ciência & Tecnologia' iniciado por Rilo Kiley, 3 Jul 2004.

  1. Rilo Kiley

    Rilo Kiley I'll Be Your Mirror...

    Marte tinha chuvas há 3 bilhões de anos

    Não é mais novidade que Marte já foi mais úmido do que revelam as atuais imagens dos robôs Spirit e Opportunity. Agora, pesquisadores franceses encontraram indícios de que o planeta vermelho ainda tinha chuvas há cerca de 3 bilhões de anos.

    A pesquisa, que será publicada na edição de amanhã da revista "Science", pode levar a uma revisão da história geológica de Marte, pois sugere que o planeta teve um "verão" mais longo do que o imaginado.

    A teoria corrente é que Marte teve um clima ameno em sua infância --um período chamado Noaquiano, em que vastos volumes de água fluíam pela superfície, cortando vales e causando erosão em crateras deixadas por asteróides.

    Até que, há 3,6 bilhões de anos --coincidentemente, logo quando os primeiros sinais de vida surgiam na Terra-- o planeta esfriou, entrando no período conhecido como Hesperiano, que durou cerca de 500 milhões de anos.

    O que restou da água sobre a superfície do planeta, então, teria se concentrado nos pólos em forma de gelo.

    Entretanto, para Nicolas Mangold, pesquisador da Universidade de Paris do Sul, o período Hesperiano ainda era quente o bastante para que o planeta pudesse ter chuvas.

    Mangold baseia sua teoria em análises de imagens obtidas pela sonda Mars Odyssey, da Nasa. As imagens em infravermelho revelam densas redes de vales secos, cujas grandes ramificações seriam, segundo o pesquisador, marcas fósseis produzidas pela erosão de chuvas no fim do período Hesperiano.

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Dark Light

    Dark Light Eu mato quem for um

    :think:
     

Compartilhar