1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Marcas de Nascença (Nancy Huston)

Tópico em 'Literatura Estrangeira' iniciado por Pips, 17 Jun 2011.

  1. Pips

    Pips Old School.

    Quatro gerações de uma mesma família problemática. Dificuldades no relacionamente entre pais, filhos e avós. Judeus, nazistas, o segunda guerra do Iraque, o conflito israelo-palestino. Em poucas palavras, é assim que eu resumiria o livro da escritora canadense Nancy Huston. Mas não é o tipo de livro que aceite que se fale pouco a seu respeito.

    A história é uma grande linha do tempo invertida, em que cada uma das gerações conta sua história, sempre aos seis anos de idade. Começamos com Solomon, em 2004. Depois disso temos seu pai Randall, em 1982; sua avó Sadie em 1962 e a bisavó Kristina, em 1945.

    Solomon é um pequeno psicopata pós-moderno. Já aos seis anos de idade sofre de uma espécie de megalomania, considera-se o messias. Típico WASP (White, Anglo-Saxon and Protestant- Branco, Anglo-Saxão e Protestante) norte-americano, é um garoto inteligente e precoce em muitas coisas. Entre elas seu gosto por sites de zoofilia e de estupro, além de seu ódio contra os árabes. Seu pai é um tanto ausente- está sempre trabalhando para manter o padrão de vida elevado da família- e sua mãe é superprotetora e faz todas as suas vontades.

    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     

Compartilhar