1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Mapa do Brasil pode ter 33 estados

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Mavericco, 23 Mai 2011.

  1. Mavericco

    Mavericco I am fire and air. Usuário Premium

    http://noticias.r7.com/brasil/noticias/propostas-querem-incluir-mais-11-estados-e-territorios-no-mapa-do-brasil-20110621.html?question=0

    [/size]
     
  2. Calib

    Calib Visitante

    Mas que o Pará é um trambolhão, isso é.

    Eu já sou péssimo em geografia; se dividirem tudo isso aí, ficarei completamente perdido. :timido:
     
  3. Anica

    Anica Usuário

    isso pode dar muita dor de cabeça depois, quando for entrar em questões envolvendo verba de governo e afins. eu fico pensando, se aqui no sul duas cidades como união da vitória e porto união já tem alguns desses problemas, imagina se for falar em estados.

    isso para não falar que, com o calib, eu também ficaria completamente perdida. :dente:
     
  4. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Meus avós têm uma fazenda no sul do Pará, onde se formaria o estado de Carajás. Aquilo lá é exatamente um fim de mundo, mas um fim de mundo que cresce muito.

    Então sai o plebiscito para a criação de Carajás. Carajás não tem mais que um milhão e meio de habitantes. Enquanto a região metropolitana de Belém sozinha tem dois milhões e meio. Se for juntar os votos da popuação de Tapajós e de Carajás não se superará os votos do que restaria do Pará. Ou seja: o plebiscito não adiantaria de nada. Realmente, o governo do Pará não investe no interior do Estado, enquanto na capital passa rios de verbas públicas pra sustentar os militares e o poder público. Belém não tem muita atividade industrial, sendo que a mineração, madereiras e agronegócios são predominantes no interior. Os impostos e royalities vão para o governo do estado e não voltam. Mais outro ponto. No interior do Pará quase não se encontram paraenses. A maior parte da população ou é imigrante ou filhos de imigrantes. Os imigrantes que querem roubar um pedaço do Pará.

    O sul do Maranhão, onde moro agora, em Açailândia, é uma região muito pobre. O Maranhão é um estado muito pobre mesmo. Timon que o diga. Mas quando a família Sarney perdeu uma das eleições recentes, eles resolveram inventar de criar o Maranhão do Sul, ou pelo menos retomar o projeto. Só eles já voltaram ao poder, então o Maranhão do Sul saiu dos planos.
     
  5. G.

    G. Ai, que preguiça!

    ainda bem que até lá não precisarei mais ver geografia na minha frente , heheeh
     
  6. imported_Rafaela

    imported_Rafaela Usuário

    Nossa! Nunca consigo lembrar o nome dos 26 Estados, imagina de 33!!! :susto:
     
  7. Calib

    Calib Visitante

    Rodovalho: você está partindo do pressuposto de que os remanescentes do Pará serão todos contrários à separação; daí, sim, o plebiscito seria sempre desfavorável, em números, aos dissidentes. Mas não é bem por aí.
     
  8. Rodovalho

    Rodovalho Usuário

    Calib, alguns paulistas dizem que o Estado de São Paulo é a locomotiva do Brasil. Eles são favoráveis ao desmembramento e a fundação de um novo país. O belenense tem um tipo de patriotismo de nível estadual contrário ao dos paulistas. Se o plebiscito ocorresse antes das minas de Serra Pelada ou de Carajás serem descobertas, talvez os belenenses fossem a favor do plebiscito. Qual será o argumento dos favoráveis ao desmembramento para convencer os belenenses que a divisão é melhor para todos?

    Dizem que a criação desses estados seria uma carga a mais para a União. Mas Brasília também foi no seu início. O problema maior está na criação de novos cargos públicos para oportunistas, tudo garantido pela Constituição.
     
  9. Calib

    Calib Visitante

    Esses tais paulistas, coitados, sofrem daquele velho mal chamado soberba.

    Quanto às argumentações pró e contra a separação, não sei. É possível até que muitos do lado dos Carajás nem a queiram. Só estou dizendo que as coisas não são tão simples assim. Tomando o exemplo de São Paulo: se eles quisessem ser um país independente, não seria o meu voto a impedi-los: votaria "sim".
     
  10. kika_FIL

    kika_FIL Usuário

    Pra que???? Pra bagunçar mais ainda? para aumentar repasse de verbas? pra avacalhar com o registro imobiliário? Enfim... preciso ver com calma a proposta, mas não vejo muito sentido...
     

Compartilhar