1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Manuscrito medieval com lendas de rei Artur será leiloado

Tópico em 'Generalidades Literárias' iniciado por Morfindel Werwulf Rúnarmo, 11 Nov 2010.

  1. Morfindel Werwulf Rúnarmo

    Morfindel Werwulf Rúnarmo Geofísico entende de terremoto

    O primeiro manuscrito medieval que narra de forma extensa as lendas de rei Artur, mago Merlin, Cavaleiros da Távola Redonda, Lancelot e Santo Graal será leiloado em dezembro em Londres.

    A venda do romance "The Rochefoucauld Grail", do século XIV, se dará em um leilão da Sotheby's, anunciou nesta quinta-feira a empresa.

    Trata-se do maior romance de cavalaria escrito na Idade Média e seus temas - amizade, traição, ambição, façanhas e amores trágicos - formam a base de boa parte da literatura moderna.

    As histórias da busca do Santo Graal, do rei Artur e sua corte de Camelot, e o romance de Lancelot, um dos Cavaleiros da Távola Redonda, com a rainha Genebra, deleitaram gerações de leitores e inspiraram algumas das melhores histórias contemporâneas.

    O "The Rochefoucauld Grail" também impressiona por seu volume e pelas 107 ilustrações que acompanham os textos, consideradas verdadeiras obras-primas.

    O romance descreve cenas de torneios e batalhas, aventuras dos nobres e provas de força e coragem.

    O manuscrito foi produzido em Flandres ou em Artois entre 1315 e 1323 possivelmente por Guy VII, barão de La Rochefoucauld e membro de uma das famílias aristocráticas mais destacadas da França e representante em Flandres do rei Felipe V da França.

    Os três volumes foram comprados no início do século XVIII por Sir Thomas Phillips (morto em 1872), possivelmente o principal colecionador moderno de manuscritos medievais e, depois disso, foi vendido mais duas vezes.

    A Sotheby's espera que o romance seja arrematado por entre 1,5 milhão e 2 milhões de libras (entre US$ 2,4 milhões e US$ 3,2 milhões).
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
    • Gostei! Gostei! x 1

Compartilhar