• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Manuipulação de resultados (Brasileiro 2005) termina em pizza

Wilzterman

Banned
Explicação: em 2005 ainda não havia uma legislação específica para 'fabricação de resultados' não sendo possivel qualificar dentro da lei. O caso foi arquivado. E coincidência saiu praticamente junto com o arquivamento contra o Sarney no senado.
Corintianos felizes agora pela longa e definitiva espera da legitimação do brasileiro 2005. Parabéns!
 

Fingolfin

Feitiço de Áquila
Na verdade a legitimação já foi dada. Oq foi arquivado foi apenas o processo criminal contra o arbitro. De fato a legislação brasileira não vê manipulação de jogos como crime penal e ele não poderia ser punido. Oq não quer dizer q foi correto. Acho que é preciso mudar o código.
 

#Ryu

Usuário
Acho que as coisas tem que ser muito bem analisadas e separadas antes de se falar alguma besteira.

Primeiro: O Corinthians não teve nada a ver com essa história. Nenhum dirigente corinthians comprou juiz, não armou resultados, etc.. Até porque se isso fosse possível, nós teríamos um escandalo assim em cada ano.

Segundo: Esse fato não legitima nenhum um pouco o título. Pára de ler as manchetes e leia as notícias inteiras. Se aqueles jogos foram "armados", e com esse motivo foram refeitos, a lógica é que os responsáveis deveriam ser punidos. Afinal, descobriu-se que era algo errado.
Além do que o caso não iria influir na esfera do futebol ou daquele campeonato em si. Punir os apostadores e juizes seria uma forma, embora ache essa palavra inadequada, de legitimar que os jogos fossem refeitos.

Até porque quem legitima é a CBF...
 

Wilzterman

Banned
Primeiro: O Corinthians não teve nada a ver com essa história. Nenhum dirigente corinthians comprou juiz, não armou resultados, etc.. Até porque se isso fosse possível, nós teríamos um escandalo assim em cada ano.
Se o Dualib reconhece e já falou que foi roubado não preciso ver nenhuma palavra sainda do boca de outros corintianos pra tentar provar que não. Sem falar também do escândulo Ives Mendes o tal do 1-0-0 que ele também estava envolvido e terminou em pizza também
 

LostFolk

Usuário
Dualib falou q foi roubado? :O
quando?
mas aquele campeonato foi uma marmelada soh...nao precisavam refazer todos os jogos...era so os que tinha na escuta...e que tivesse sido realmente interferido! de resto...
 

Wilzterman

Banned
Dualib falou q foi roubado? :O
quando?
mas aquele campeonato foi uma marmelada soh...nao precisavam refazer todos os jogos...era so os que tinha na escuta...e que tivesse sido realmente interferido! de resto...
A Policia Federal grampeou o fone dele e isso saiu na gravação. Quem exibiu isso pela primeira vez na TV foi o mala do Milton Neves. Procura no Youtube que la tem
 
Última edição:

Curunír

Usuário
Pra quem tem memória curta:

24/09/2007 - 13h27
Dualib diz que título do Corinthians em 2005 foi "roubado"

Da Redação
Em São Paulo
O ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib, que renunciou ao cargo na última sexta-feira por conta das acusações que sofre de lavagem de dinheiro, insinuou que o título brasileiro, conquistado pelo time alvinegro em 2005, foi "roubado" e que deveria ter ficado com o Internacional.

STJD VAI AVALIAR DECLARAÇÕES

Diante das declarações de Dualib divulgadas nesta segunda-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva promete avaliar o caso e acrescentar as novas informações em relatório que já está sendo preparado sobre a parceria Corinthians/MSI.

Embora ache difícil que a investigação culmine na perda do título de 2005, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, diz que as novas afirmações do ex-presidente alvinegro exigem atenção.

As declarações de Dualib foram gravadas em uma escuta telefônica da Polícia Federal, divulgada pela "TV Record".

Em uma conversa com Renato Duprat, intermediário entre o clube e a MSI, empresa que gerenciava o futebol profissional do Corinthians (a parceria foi desfeita na prática e está em vias de ser rompida na Justiça), Dualib diz que o ponto conquistado contra o Inter, no Pacaembu, foi decisivo para a definição do campeão.

"Nos últimos cinco jogos, nós tínhamos 14 pontos na frente e chegamos, entendeu, um ponto só. Roubado", fala Dualib.

Na ocasião, o Inter teve um pênalti legítimo não marcado pelo juiz Márcio Rezende de Freitas. No lance, Tinga driblou Fábio Costa e foi derrubado, mas o árbitro alegou que o volante simulou falta e o expulsou de campo, pois já tinha cartão amarelo.

Dualib ainda lembra que o escândalo da manipulação de resultados também ajudou o clube a levantar o troféu do campeonato pela quarta vez em sua história.

"Se não tivesse a anulação de 11 jogos, nós estávamos fora. Porque campeão de fato e de direito seria o Internacional", explicou o ex-dirigente.

Entre as 11 partidas consideradas "contaminadas" pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), e que tiveram de ser remarcadas, estavam duas do Corinthians e uma do Inter.

Dessa forma, o Corinthians recuperou quatro dos seis pontos que havia perdido contra São Paulo e Santos, enquanto o Inter repetiu uma vitória que havia obtido diante do Coritiba no Beira-Rio. No fim, o time do Parque São Jorge terminou o campeonato três pontos à frente dos gaúchos.


Fonte: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2007/09/24/ult59u131531.jhtm
 

[F*U*S*A*|KåMµ§]

Who will define me?
Mas são duas coisas diferentes.
Uma é admitir que por justiça o Internacional merecia mais e foi prejudicado por decisões do STJD e do arbitro. Na giria, roubado.
Outro é se ele tivesse exposto que pagou fulano e ciclano para beneficiar o Corinthians. E isso não apareceu nessa gravação.
 

Valinor 2020

Total arrecadado
R$50,00
Meta
R$4.800,00
Termina em:
Topo