1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Manuipulação de resultados (Brasileiro 2005) termina em pizza

Tópico em 'Esportes' iniciado por Wilzterman, 21 Ago 2009.

  1. Wilzterman

    Wilzterman Banned

    Explicação: em 2005 ainda não havia uma legislação específica para 'fabricação de resultados' não sendo possivel qualificar dentro da lei. O caso foi arquivado. E coincidência saiu praticamente junto com o arquivamento contra o Sarney no senado.
    Corintianos felizes agora pela longa e definitiva espera da legitimação do brasileiro 2005. Parabéns!
     
  2. Eriadan

    Eriadan Bears. Beets. Battlestar Galactica. Usuário Premium

    Ô! A lei não pode ter efeito retroativo, então isso já era esperado. :neutral:
     
  3. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Na verdade a legitimação já foi dada. Oq foi arquivado foi apenas o processo criminal contra o arbitro. De fato a legislação brasileira não vê manipulação de jogos como crime penal e ele não poderia ser punido. Oq não quer dizer q foi correto. Acho que é preciso mudar o código.
     
  4. #Ryu

    #Ryu Usuário

    Acho que as coisas tem que ser muito bem analisadas e separadas antes de se falar alguma besteira.

    Primeiro: O Corinthians não teve nada a ver com essa história. Nenhum dirigente corinthians comprou juiz, não armou resultados, etc.. Até porque se isso fosse possível, nós teríamos um escandalo assim em cada ano.

    Segundo: Esse fato não legitima nenhum um pouco o título. Pára de ler as manchetes e leia as notícias inteiras. Se aqueles jogos foram "armados", e com esse motivo foram refeitos, a lógica é que os responsáveis deveriam ser punidos. Afinal, descobriu-se que era algo errado.
    Além do que o caso não iria influir na esfera do futebol ou daquele campeonato em si. Punir os apostadores e juizes seria uma forma, embora ache essa palavra inadequada, de legitimar que os jogos fossem refeitos.

    Até porque quem legitima é a CBF...
     
  5. Wilzterman

    Wilzterman Banned

    Se o Dualib reconhece e já falou que foi roubado não preciso ver nenhuma palavra sainda do boca de outros corintianos pra tentar provar que não. Sem falar também do escândulo Ives Mendes o tal do 1-0-0 que ele também estava envolvido e terminou em pizza também
     
  6. LostFolk

    LostFolk Usuário

    Dualib falou q foi roubado? :O
    quando?
    mas aquele campeonato foi uma marmelada soh...nao precisavam refazer todos os jogos...era so os que tinha na escuta...e que tivesse sido realmente interferido! de resto...
     
  7. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Daqui uns 10 anos o Edilson Pereira vai se candidatar a senador e vai ganhar.
     
  8. Wilzterman

    Wilzterman Banned

    A Policia Federal grampeou o fone dele e isso saiu na gravação. Quem exibiu isso pela primeira vez na TV foi o mala do Milton Neves. Procura no Youtube que la tem
     
    Última edição: 24 Ago 2009
  9. Curunír

    Curunír Usuário

    Pra quem tem memória curta:

    24/09/2007 - 13h27
    Dualib diz que título do Corinthians em 2005 foi "roubado"

    Da Redação
    Em São Paulo
    O ex-presidente do Corinthians, Alberto Dualib, que renunciou ao cargo na última sexta-feira por conta das acusações que sofre de lavagem de dinheiro, insinuou que o título brasileiro, conquistado pelo time alvinegro em 2005, foi "roubado" e que deveria ter ficado com o Internacional.

    STJD VAI AVALIAR DECLARAÇÕES

    Diante das declarações de Dualib divulgadas nesta segunda-feira, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva promete avaliar o caso e acrescentar as novas informações em relatório que já está sendo preparado sobre a parceria Corinthians/MSI.

    Embora ache difícil que a investigação culmine na perda do título de 2005, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, diz que as novas afirmações do ex-presidente alvinegro exigem atenção.

    As declarações de Dualib foram gravadas em uma escuta telefônica da Polícia Federal, divulgada pela "TV Record".

    Em uma conversa com Renato Duprat, intermediário entre o clube e a MSI, empresa que gerenciava o futebol profissional do Corinthians (a parceria foi desfeita na prática e está em vias de ser rompida na Justiça), Dualib diz que o ponto conquistado contra o Inter, no Pacaembu, foi decisivo para a definição do campeão.

    "Nos últimos cinco jogos, nós tínhamos 14 pontos na frente e chegamos, entendeu, um ponto só. Roubado", fala Dualib.

    Na ocasião, o Inter teve um pênalti legítimo não marcado pelo juiz Márcio Rezende de Freitas. No lance, Tinga driblou Fábio Costa e foi derrubado, mas o árbitro alegou que o volante simulou falta e o expulsou de campo, pois já tinha cartão amarelo.

    Dualib ainda lembra que o escândalo da manipulação de resultados também ajudou o clube a levantar o troféu do campeonato pela quarta vez em sua história.

    "Se não tivesse a anulação de 11 jogos, nós estávamos fora. Porque campeão de fato e de direito seria o Internacional", explicou o ex-dirigente.

    Entre as 11 partidas consideradas "contaminadas" pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), e que tiveram de ser remarcadas, estavam duas do Corinthians e uma do Inter.

    Dessa forma, o Corinthians recuperou quatro dos seis pontos que havia perdido contra São Paulo e Santos, enquanto o Inter repetiu uma vitória que havia obtido diante do Coritiba no Beira-Rio. No fim, o time do Parque São Jorge terminou o campeonato três pontos à frente dos gaúchos.


    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  10. Fingolfin

    Fingolfin Feitiço de Áquila

    Essa coisa do Dualib vai muito da briga q ele tinha com a MSI tb.
     
  11. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Mas são duas coisas diferentes.
    Uma é admitir que por justiça o Internacional merecia mais e foi prejudicado por decisões do STJD e do arbitro. Na giria, roubado.
    Outro é se ele tivesse exposto que pagou fulano e ciclano para beneficiar o Corinthians. E isso não apareceu nessa gravação.
     

Compartilhar