• Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Mad Men (1ª ~ 6ª Temporada)

Re: [AMC] Mad Men

Screen-shot-2011-06-22-at-10.41.55-AM.png

Banana Republic vai lançar uma coleção inspirada em Mad Men.

Noticia em inglês e fotos aqui.
 

Anexos

  • Screen-shot-2011-06-22-at-10.41.55-AM.png
    Screen-shot-2011-06-22-at-10.41.55-AM.png
    226,9 KB · Visualizações: 9
Re: [AMC] Mad Men

então, como comentei no twitter: parei de ver na metade da segunda temporada (não por não gostar, só pq eu tava vendo pelo netflix e aí venceu aquela amostra grátis de um mês heehheh) e vendo o teaser fiquei com a sensação de que nada mudou de onde eu parei até a quinta. eu não sei até onde isso é bom. =/
 
Re: [AMC] Mad Men

Em relação à trama mudou bastante coisa, muito mesmo, e também não é nenhum Big Bang Theory que esgotou e fica filmando o mesmo episódio de modo diferente.
 
Re: [AMC] Mad Men

A loira aqui só soube que tinha um tópico de Mad Men, aqui, na Valinor, na semana passada, via Skype. Pois é, pois é, gente, sou lerda. O fato é que, né, Mad Men :grinlove: é coisa linda de todos os deuses e eu estou muito feliz que dia 25 tá chegando. Na verdade, eu estou muito ansiosa.

Btw: Mad Men ganha vídeo interativo em 8-bit.

Não, eu ainda não joguei. Não por falta de vontade, é por falta de tempo, mesmo. :tsc:
 
Re: [AMC] Mad Men

Esse duelo Don Draper vs. Cigarros promete!

Estou ansiosíssimo, vou deixar baixando de madrugada pra assistir pelo menos o primeiro episódio (primeira hora) amanhã de manhã.
 
Re: [AMC] Mad Men

Em relação à trama mudou bastante coisa, muito mesmo, e também não é nenhum Big Bang Theory que esgotou e fica filmando o mesmo episódio de modo diferente.

tá, mas o que muda? conta usando a tag spoiler, pq eu não ligo para spoiler para séries, mas tem gente aqui na valinor que liga, e talz. =]
 
Re: [AMC] Mad Men

tá, mas o que muda? conta usando a tag spoiler, pq eu não ligo para spoiler para séries, mas tem gente aqui na valinor que liga, e talz. =]
Mudou mas não mudou.
Acho que de mais marcante foi a compra da agência por uma empresa britânica e o Don com os antigos sócios e mais alguns começam outra do zero. Ele e a Betty se divorciaram e mostrou bastante do passado do Don.
Fato é que a série tem melhorado a cada temporada.
 
Re: [AMC] Mad Men

Concordando com o Vëon, o que diferencia essa série das demais, além da época em que se passa, é a produção impecável. Até já comentei isso aqui mas vou repetir: Mad Men é uma espécie de novela de altíssima qualidade.

Sobre a premiere:
Nenhuma novidade notável além do número de
negros que apareceram ter sido mais do que o total das outras 4 temporadas somados.
 
Re: [AMC] Mad Men

Mudou mas não mudou.
Acho que de mais marcante foi a compra da agência por uma empresa britânica e o Don com os antigos sócios e mais alguns começam outra do zero. Ele e a Betty se divorciaram e mostrou bastante do passado do Don.
Fato é que a série tem melhorado a cada temporada.

hum, interessante. acho que vou aproveitar que house está acabando mesmo e adotá-la como série para acompanhar :think:
 
Re: [AMC] Mad Men

Só agora, que três pessoas já responderam, que vi a pergunta da Anica. :rofl:

Mas vou falar a minha opinião, mesmo assim. Não despreze minha respostinha, Anica. XD

O que não muda: a parte técnica; roteiro, fotografia, figurino, trilha sonora, etc. Tudo o que faz de Mad Men a série foda que ela é. Os diálogos continuam curtos/sarcásticos e precisos. A série continua muito bem inserida no contexto sóciocultural da época que retrata. E o faz sem forçar a barra. Um dos momentos mais brilhantes da terceira temporada foi

quando a série retratou o lance do Kennedy. Foi sublime. Conseguiu passar a fragilididade da coisa toda sem ser piegas, conseguiu fazer a coisa parecer verdadeira, mas com uma sensibilidade ímpar.

O que muda: algumas personagens entram no elenco e outras saem. Mas, de modo geral, é tudo tão bem feito, que você não sente falta de quem sai, porque é gradualmente preparado para isso, e você acaba recebendo bem quem chega, porque isso também não é colocado lá como um "produto", é algo processual. As mudanças estruturais, o Dedé já citou no post dele.

Sobre as personagens:

A Sally :grinlove: continua protagonizando os momentos mais emocionantes da série, IMO. E eu gosto disso. Enquanto os adultos tentam ser contidos, a Sally estabelece um contraponto, ela é a criança com toda a sua vivacidade, que deixa suas emoções gritarem, e coisa e tal. Tem uma cena, acho que é da terceira temporada, que eu admito, a Sally me fez chorar.

A Betty continua a mesma Betty. O comportamento dela, no segundo casamento, não difere muito do que era quando ela era casada com o Don, não. (sinto falta dela com o Don :tsc:) E eu não sei por que gosto dela, mas gosto, MUITO. Tudo bem que ela é meio mimada, mas, às vezes, eu acho que ela faça a maioria das burradas que faz por ter uma certa inocência, por ser meio deslumbrada. Eu não queria chamá-la de imatura. Mas eu acho que muito do "ruim" que ela tem, é meio que condicionado pelo meio no qual ela vive. A Betty-oi-eu-sou-a-esposa-perfeita-e-me-anulo-como-ser-humano me inspira mais compaixão do que julgamento.

O Don continua O cara, mas gosto do fato de a série mostrar o quão vulnerável ele pode ser. Muito legal, mesmo.

A Peggy é o meu orgulho. A personagem vem crescendo, muito, a cada temporada. E não é um crescimento forçado. A gente vê o merecimento nela, sabe? E eu também vejo pitadinhas do movimento feminista aparecendo nela. NÃO, não estou reduzindo a Peggy as minhas crenças, isso seria muito ridículo. Só acho que algumas atitudes dela merecem um pouquinho mais de atenção.

O Pete é outro que cresceu, mas como ser humano. Não o acho mais medíocre como achava na primeira temporada.

O Roger... lembra, lá na primeira (?) temporada, quando ele quase morreu? Aí o povo falou que ele até poderia voltar, mas que estaria acabado? Não é exatamente verdade, ele continua tendo o nome, a influência, mas ele meio que se tornou, EFETIVAMENTE falando, um inútil. Está lá, mas não está.

Joan continua sendo sinônimo de organização. E eu simpatizo oceanos com ela.

Tá, parei de falar. Acho que me empolguei. :lol:

Pessoas que já viram o episódio de domingo, eu sou uma maldita nerd que não aguenta um spoilerzinho, mas digam aí, o episódio DE DUAS HORAS foi:

( ) PERFEITO ( ) PERFEITO ( ) PERFEITO ( ) PERFEITO ( ) PERFEITO
 
Última edição por um moderador:
Re: [AMC] Mad Men

Uma hora e trinta e dois minutos de felicidade, foi o que o episódio duplo me proporcionou. Eu poderia prolongar isso, com uma taça de vinho.

Uma única coisinha:

Eu acho a Megan ridícula. O momento Zou Bisou foi constrangedor de tantas maneiras... PQP, quero muito que o Don quebre a cara. Desculpem-me, mas quero. Eu precisava desabafar. :lol:
 
Re: [AMC] Mad Men

Não gostei do terceiro episódio (e nem sei quando verei o que passará hoje). Assim, Mad Men tem aquela coisa de mesmo quando não é o que a gente espera, ser melhor do que a maioria das séries, né? Então, mesmo que o episódio tenha sido meio DCpcionante, a gente acaba não reclamando muito. Mas...

... eu quero a Betty de volta. Aquela lá não é a Betty. Sério que a melhor abordagem para a Betty é colocá-la como uma mulher que está mortalmente frustrada com o casamento a ponto de se tornar uma mulher que substitui sexo por comida? Tá, que a Betty nunca deixou de gostar do Don, eu sempre soube. Na verdade, eu gostava disso. Mas... putz... sei lá, quero a Betty de volta. Confesso que a melhor parte do episódio foi aquela que a Betty, num surto de estoumorrendosocorro, viu a família reunida, à mesa. As crianças de luto, e a Sally <3 virando a cadeira dela. Gente, aquilo foi triste, mas foi belo.

Continuo não gostando da Megan. Seriously, Don? Seriously?

E a Peggy, de alguma maneira, está me irritando. E eu gosto tanto dela. :tsc:
 
Re: [AMC] Mad Men (1ª ~ 4ª Temporada)

Episódio 4 (de ontem) completamente mindfuck. Estou tentando decifrar aquilo até agora.
 
Re: [AMC] Mad Men (1ª ~ 4ª Temporada)

Comecei a ver a um tempo atrás e to amando, melhor frase até agora:

- Não, você não pode sair.

Da primeira temporada. To acabando ainda.
 
Re: [AMC] Mad Men (1ª ~ 5ª Temporada)

Como fiquei um tempo se internet e depois fiquei um tempo sem PC, eu estava desatualizada, o último episódio que tinha visto foi o terceiro. De ontem para hoje, me atualizei (a gripe não tá me deixando dissertar, mesmo). Gostei do quarto episódio, por ele ter sido maluco. Nonsense. E gostei, também, porque a Betty apareceu, mesmo que tenha sido por alguns segundos (sim, eu adoro a January; usarei esse conjunto de avatar e assinatura para sempre. :lol:). O quinto foi chaaato toda a vida. O sexto valeu por Lucy in the Sky with Diamonds (E Beach Boys, tocando, ao fundo. Deus, se aquilo não foi uma das melhores cenas já vistas na tv, não sei o que foi. Sério. Só os Beach Boys tiram os demônios das pessoas. XD). E o sétimo... graças a Deus Mad Men foi MAD MEN, porra! Que episódio FODA. Roteiro redondinho. Tudo bem dividido, não ficou centrado nos dramas pessoais das personagens. Soube mesclar, direitinho, as questões da agência com as questões pessoais. Ficou na medida certa. Gostei, mesmo.

E o blowjob foi a cereja do bolo. Foi bem no estilo Mad Men de CHOCAR, mesmo. E não foi inserido lá de maneira aleatória. Lá no início do episódio, a Megan diz ao Don o quanto a mãe era competitiva e tal. E as pistas foram sendo lançadas, ao longo do episódio, até chegar no clímax.
 
Última edição por um moderador:
Re: [AMC] Mad Men (1ª ~ 5ª Temporada)

Os dois últimos episódios conseguiram redimir a série de um começo irregular e estranho, agora voltou a parecer Mad Men, muito mais focado na agência.
Só não consigo entender como a Betty só apareceu em um único episódio até agora.
 
Re: [AMC] Mad Men (1ª ~ 5ª Temporada)

TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.
TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS. TOMORROW NEVER KNOWS.

A Peggy mandando o Don calar a boca foi sensacional. :rofl:
 

Valinor 2023

Total arrecadado
R$2.494,79
Termina em:
Back
Topo