1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

Dismiss Notice
Visitante, junte-se ao Grupo de Discussão da Valinor no Telegram! Basta clicar AQUI. No WhatsApp é AQUI. Estes grupos tem como objetivo principal discutir, conversar e tirar dúvidas sobre as obras de J. R. R. Tolkien (sejam os livros ou obras derivadas como os filmes)

Livro fala sobre galês inspirando Tolkien

Tópico em 'J.R.R. Tolkien e suas Obras (Diga Amigo e Entre!)' iniciado por Administração Valinor, 27 Nov 2008.

  1. Administração Valinor

    Administração Valinor Administrador Colaborador

    <p>
    Nos &uacute;ltimos anos do s&eacute;culo 19, um menino ingl&ecirc;s que crescia nos arredores de Birmingham se apaixonou pela primeira vez -- um amor que durou a vida inteira. E a paix&atilde;o era por uma l&iacute;ngua estranha registrada em vag&otilde;es cheios de carv&atilde;o, em frases singelas como <em>adeiladwyd 1887</em> -- &quot;constru&iacute;do em 1887&quot;. A l&iacute;ngua era o gal&ecirc;s e o menino era J.R.R. Tolkien, como conta um novo livro sobre a obra de Tolkien lan&ccedil;ado por uma pesquisadora da Universidade de Cardiff, no Pa&iacute;s de Gales.<br />
    </p>
    </ br>
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)

     
  2. Tilion

    Tilion Administrador

    Que beleza, hein? O livro trata justamente de algumas coisas que eu mais gosto, como a obra de Tolkien e línguas, como o próprio galês. :mrgreen:

    O problema é o precinho camarada do bicho: US$73,17 na Amazon, fora o frete. Aí mata.

    O negócio é esperar que lancem uma edição em brochura.
     
  3. Sindar Princess

    Sindar Princess Que deselegante...

    Pôxa... eu que ia pedir pra vc um exemplar, caramba... :)
    Deve ser muito interessante esse livro, heim?
    Olha... eu ainda acho que vc, Cisne, deveria traduzir para o português! :D
     
  4. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    São interessantes essas línguas já quase extintas e preservadas a muito custo em pequenas comunidades, além do fato, ainda mais interessante, terem sobrevivido ao domínio da língua anglo-saxã, e depois à língua falada pelos normandos. Não é à toa que Tolkien se apaixonou pelo galês, um idioma "sobrevivente".
    Além do galês, há ainda outras línguas nativas das ilhas britânicas, não? Sei que são faladas por poucas comunidades, como o gaélico escocês, gaélico irlandês e ainda um outro idioma na Ilha de Man. Teriam alguma correspondência com o galês e o bretão?
     
  5. Tilion

    Tilion Administrador

    Sim, são todas da mesma família, a das língua celtas.

    Há dois ramos principais das línguas celtas: o goidélico, do qual fazem parte o irlandês, o gaélico escocês e o manês (da Ilha de Man); e o britônico, do qual fazem parte o galês, o bretão e o córnico. Isso apenas para citar as línguas mais conhecidas e que ainda possuem falantes.

    A classificação dos dois ramos se dá com relação às hipóteses celta-P (línguas britônicas) e celta-Q (línguas goidélicas). Nessas hipóteses, o *kw do proto-celta tornou-se p nas línguas britônicas e q nas línguas goidélicas.
     
  6. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Muito interessante, Tilion!

    Córnico refere-se à Cornualha, não é isso?

    Dentre esses principais ramos das línguas celtas, é possível dizer quais eram faladas pelos scots e pictos, ou esses grupos célticos fazem parte de ramos lingüísticos já extintos? Sei que há uma tentativa de manter ainda vivo o gaélico escocês nas Ilhas Hébridas. Ensina-se o gaélico nas escolas locais e a BBC até possui uma emissora que transmite notícias em gaélico.
    Na Escócia fala-se o inglês, pois é a língua oficial, mas o sotaque é muito peculiar e me faz pensar que talvez essas línguas celtas tenham certa "culpa" nisso. É um sotaque carregado nos "erres" (R), e que particularmente me atrai. Palavras como loch (lago) tem uma pronúncia bem característica e gutural, por assim dizer, no ch. Lembra-me a pronúncia do ch no alemão, como em Bach, Ich (eu), auch (também). No Apêndice E de SdA Tolkien nos fala sobre o uso do ch, em seus nomes e palavras, dizendo "usa-se apenas para representar o som ouvido em bach (em alemão ou galês), e não o do inglês church". Então deve haver também certa correspondência na pronúncia entre o gaélico e o galês, não?
     
  7. Tilion

    Tilion Administrador

    Sim, o córnico (Cornish) é falado na Cornualha (Cornwall). A língua foi extinda no final do século XVIII, mas revivida no início do século XX e ainda é mantida por alguns falantes.

    Os pictos falavam um idioma homônimo, picto, extinto por volta do século IX e sobre o qual há algumas dúvidas por parte de alguns estudiosos sobre ele ser mesmo celta.

    Os escotos (scots) migraram originalmente da Irlanda para a Escócia, onde se fundiram com os pictos e falavam uma variante antiga de gaélico (pré-separação entre os gaélicos modernos) que posteriormente se desenvolveu no gaélico escocês ainda falado hoje.

    Todas as línguas celtas possuem similaridades entre si justamente por pertenceram à mesma família, inclusive na pronúncia. É o mesmo caso do português com as outras línguas românicas, como espanhol, italiano, francês e romeno. Algumas línguas celtas possuem sons idênticos, como o caso do "ch", mas há certas distinções também, como no caso do "p" e "q" que mencionei antes.

    Só uma coisa: quando falar "gaélico", é bom especificar qual exatamente é este, visto que pode ser tanto o irlandês como o escocês, embora o primeiro seja mais chamado só de "irlandês" mesmo.
     
    Última edição: 3 Jan 2009
  8. Elendil

    Elendil Equipe Valinor

    Interessante mesmo! Obrigado pela explicação.

    Ah, eu estava me referindo ao gaélico escocês. Falha minha! :mrgreen:
     

Compartilhar